Querência Amada
Osvaldir e Carlos Magrão
Hellen e Milena C.
l
Quem quiser saber quem sou
Olha para o céu azul
E grita junto comigo
Viva o Rio Grande do Sul
O lenço me identifica
Qual...
Berço de Flores da Cunha
E de Borges de Medeiros
Terra de Getúlio Vargas
Presidente brasileiro
Eu sou da mesma vertente
Qu...
Te quero tanto torrão gaúcho
Morrer por ti me dou no luxo
Querêrencia amada, planície e serra
Dos braços que me puxa
Da li...
Meu coração é pequeno
Porque Deus me fez assim
O Rio Grande é bem maior
Mas cabe dentro de mim
Sou da geração mais nova
Po...
Escola Municipal de Ensino Fundamental Alfredo Belizário Peteffi
Professora: Fabiana
Turma: 71
Nomes:Andréa Lima e Leticía...
Meu coração tá pisado como a flor
Que murcha e cai
Pisado pelo desprezo do amor quando se
vai
Deixando a triste lembrança
Adeus para nunca mais Moreninha linda do meu bem querer
É triste a saudade longe de você
O amor nasce sozinho não é preciso
plantar .A paixão nasce no peito ,
farcidade no olhar
Você nasceu pra outro e eu nasci ...
Moreninha linda do meu bem querer,
É triste a saudade longe de você Eu tenho meu canarinho
Que canta, quando me vê
Eu canto por tristeza,
Canário por padecer Da saudade da floresta ,
Eu saudades de você
Moreninha linda do meu bem querer é
Triste a saudade longe de você!!
Escola:E.M.E.F. Alfredo Belízario Peteffi.
Nome:Bruno e Alexandre.
O menino da porteira.
Toda vez que eu
Viajava pela
Estrada de ouro
Fino.
Toque o seu
Berrante.
Toda vez que eu
Viajava pela
Estrada de ouro
Fino.
Toque o seu
Berrante.
Nunca vi um
Berrante.
Socorro!!!
O menino
Morreu.
Quando eu
Passo eu
Vejo a sua
Imagem.
Meu filho
Morreu.
Quando
Eu vejo
A porte
Ra eu
Penso
No guri.
Nóis lamen-
tamos muito
Pelo menino
Asa Branca
Luiz Gonzaga
Composição:Humberto Teixeira / Luiz Gonzaga
E.M.E.F.Afredo Beliário Peteffi
Nome:Bruno,Jesiel,Cris...
Quando olhei a terra ardendo com a fogueira
de são joão.
Eu perguntei a Deus do céu,ai por que
tamanha judiação
Que brasei...
Ate mesmo a asa branca bateu asa do
sertão
Então eu disse,adeus Rosinha guarda
contigo meu coração
Hoje longe,muitas légua...
Quando o verde dos teus olhos se espalhar
na plantação
Eu te asseguro não chore não,viu que eu
voltarei,viu meu coração
E.M.E.F. Alfredo Belizário Peteffi
Nome: Natália e Cristine
Turma: 71
Professora: Fabiana
Musica: Beijinho Doce
Cantor: Al...
Que beijinho doce,que ela tem. Depois que beijei ela,nunca mais amei ninguém
Que beijinho doce foi ela quem trouxe de long...
Se me abraça apertado suspira dobrado que amor sem fiim.
Coração que manda quando a gente ama. Se estou junto dela sem dar...
Que beijinho doce foi ela quem trouxe de longe pra mim.
Se me abraça apertado suspira dobrado. Que amor sem fim.
Chico Mineiro
Compositor:Tonico
Cantor:Sérgio Reis
E.M.E.F. Alfredo B. Peteffi
Nome:Felipe,Rafael e Fabrício
Turma:71
Fizemos a ultima viagem Foi lá pro sertão de Goiás
Foi eu e Chico Minero
Também foi capataz
Viajamo por muitos dias pra ch...
Aonde passamos a noite numa festa do
divino
A festa estava tão boa,mais antes não
tivesse ido
Chico foi baleado por um hom...
Depois da tragedia
Fiquei mais aborrecido
Não sabia da nossa amizade
Por que agente era unido
Quando vi seu documento
Me c...
Tordilho Negro – Os Serranos
Letícia Pinto e Camila
Correu noticias que um gaúcho
Vira virou
NOME:LUCAS E JOÃO
CANTOR:KLEITON E KLEDIR
TURMA:71
Vou voltar na primavera
E era tudo que eu queria
Levo terra nova daqui
Pelos portos de lisboa
chego
Voa,
voa que
eu
chego
...
Tão
faminta da
alegria hoje
é o porto de
partida.
Ah!vira virou meu cora
ÇÂo navegador
Ah!gira girou essa galera
Estrada da Vida
Milionário e José Rico
Alunos: Mateus e Evandro
Turma: 71
Nesta longa estrada da vida
Vou correndo e não posso parar
Na esperança de ser campeão
Alcançando o primeiro lugar
Na esperança de ser campeão
Alcançando o primeiro lugar
E o cansaço me dominou
Mas o tempo cercou minha estrada
Minhas vistas escureceram
E o final da corrida chegou.
Este é o exemplo da vida
Para quem não quer compreender:
Nós devemos ser o que somos
Ter aquilo que bem merecer
Nos devemos ser o que somos E o final desta vida
chegou.
Tristeza do Jeca – Tonico e Tinoco
Milena P e Larissa
Nestes versos tão singelo, minha bela, meuNestes versos tão singelo, minha bela, meu
amor...amor...
Pra você quero contar ...
Eu nasci naquela serra, num
ranchinho beira chão, tudo
cheio de buraco, donde a
lua faz clarão...
Vou parar com minha viol...
O choro que vai caindo devagar vai se sumindo, como as águas vão pro
mar!!!
Comitiva Esperança
Almir Sater
Nomes: Fernanda e Paola
Nossa viagem não é ligeira,ninguém
tem pressa de chegar
A nossa estrada,é boiadeira não interessa onde vai dar.Onde a
Comi...
Moda ligeira,que é uma doideira,assanha o povo e
faz dançar.Oh moda lenta que faz sonhar.
Onde a Comitiva Esperança chega ...
Adeus mariana
Cantor : Sérgio Reis
Compositor : Pedro Raimundo
E.M.E.F Alfredo B. Peteffi
Nome : Victor e Leonardo
Turma :...
Nasci lá na cidade, me casei na serraNasci lá na cidade, me casei na serra
Com minha Mariana moça lá de foraCom minha Mari...
É gaúcha de verdade de quatro costadosÉ gaúcha de verdade de quatro costados
Só usa chapéu grande de bombacha e esporaSó u...
Disse: -Adeus Mariana, que já vou meDisse: -Adeus Mariana, que já vou me
emboraembora Nem bem 'rompemo' o dia, me tirou da...
-adeus Mariana que eu já vou me embora-adeus Mariana que eu já vou me embora Ela não disse nada mas ficou sismandoEla não ...
Segurou a açoiteira e veio contra mimSegurou a açoiteira e veio contra mim
EuEu
disse:disse:
Larga MarianaLarga Mariana
qu...
Agarrei , fiz uma trouxa e sai dizendo :Agarrei , fiz uma trouxa e sai dizendo :
Adeus , Mariana que já vou emboraAdeus , ...
Turma 71
Turma 71
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Turma 71

2.155 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.710
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Turma 71

  1. 1. Querência Amada Osvaldir e Carlos Magrão Hellen e Milena C.
  2. 2. l Quem quiser saber quem sou Olha para o céu azul E grita junto comigo Viva o Rio Grande do Sul O lenço me identifica Qual a minha procêdencia Da província de São Pedro Padroeira da querência Ó meu Rio Grande de encantos mil Disposto a tudo pelo Brasil Da uva vem o vinho Do povo vem o carinho Bondade nunca é demais
  3. 3. Berço de Flores da Cunha E de Borges de Medeiros Terra de Getúlio Vargas Presidente brasileiro Eu sou da mesma vertente Que Deus saúde me mande Que eu possa ver muitos anos O céu azul do Rio Grande
  4. 4. Te quero tanto torrão gaúcho Morrer por ti me dou no luxo Querêrencia amada, planície e serra Dos braços que me puxa Da linda mulher gaúcha Beleza da minha terra
  5. 5. Meu coração é pequeno Porque Deus me fez assim O Rio Grande é bem maior Mas cabe dentro de mim Sou da geração mais nova Poeta bem macho e guapo Nas minhas veias escorre O sangue herói de Farrapos Deus é gaúcho de espora e mango Foi maragato ou foi chimango Quêrencia amada, meu céu de anil Este Rio Grande gigante Mais uma estrela brilhante Na bandeira do Brasil
  6. 6. Escola Municipal de Ensino Fundamental Alfredo Belizário Peteffi Professora: Fabiana Turma: 71 Nomes:Andréa Lima e Leticía Kuckert Moreninha Linda (Tonico e Tinoco)
  7. 7. Meu coração tá pisado como a flor Que murcha e cai Pisado pelo desprezo do amor quando se vai
  8. 8. Deixando a triste lembrança Adeus para nunca mais Moreninha linda do meu bem querer É triste a saudade longe de você
  9. 9. O amor nasce sozinho não é preciso plantar .A paixão nasce no peito , farcidade no olhar Você nasceu pra outro e eu nasci pra te amar
  10. 10. Moreninha linda do meu bem querer, É triste a saudade longe de você Eu tenho meu canarinho Que canta, quando me vê
  11. 11. Eu canto por tristeza, Canário por padecer Da saudade da floresta , Eu saudades de você
  12. 12. Moreninha linda do meu bem querer é Triste a saudade longe de você!!
  13. 13. Escola:E.M.E.F. Alfredo Belízario Peteffi. Nome:Bruno e Alexandre. O menino da porteira.
  14. 14. Toda vez que eu Viajava pela Estrada de ouro Fino. Toque o seu Berrante.
  15. 15. Toda vez que eu Viajava pela Estrada de ouro Fino. Toque o seu Berrante.
  16. 16. Nunca vi um Berrante. Socorro!!!
  17. 17. O menino Morreu.
  18. 18. Quando eu Passo eu Vejo a sua Imagem.
  19. 19. Meu filho Morreu. Quando Eu vejo A porte Ra eu Penso No guri. Nóis lamen- tamos muito Pelo menino
  20. 20. Asa Branca Luiz Gonzaga Composição:Humberto Teixeira / Luiz Gonzaga E.M.E.F.Afredo Beliário Peteffi Nome:Bruno,Jesiel,Cristian Turma:71 Data:19/06/2013
  21. 21. Quando olhei a terra ardendo com a fogueira de são joão. Eu perguntei a Deus do céu,ai por que tamanha judiação Que braseiro,que fornalha nem um pé de plantação Por falta de d'água perdi meu gado morreu de sede meu alazão
  22. 22. Ate mesmo a asa branca bateu asa do sertão Então eu disse,adeus Rosinha guarda contigo meu coração Hoje longe,muitas léguas numa triste solidão Espero a chuva cair de novo pra mim voltar pro meu sertão
  23. 23. Quando o verde dos teus olhos se espalhar na plantação Eu te asseguro não chore não,viu que eu voltarei,viu meu coração
  24. 24. E.M.E.F. Alfredo Belizário Peteffi Nome: Natália e Cristine Turma: 71 Professora: Fabiana Musica: Beijinho Doce Cantor: Almir Sater Composição: Nhô Pai
  25. 25. Que beijinho doce,que ela tem. Depois que beijei ela,nunca mais amei ninguém Que beijinho doce foi ela quem trouxe de longe pra mim.
  26. 26. Se me abraça apertado suspira dobrado que amor sem fiim. Coração que manda quando a gente ama. Se estou junto dela sem dar um beijo coração Reclama.
  27. 27. Que beijinho doce foi ela quem trouxe de longe pra mim. Se me abraça apertado suspira dobrado. Que amor sem fim.
  28. 28. Chico Mineiro Compositor:Tonico Cantor:Sérgio Reis E.M.E.F. Alfredo B. Peteffi Nome:Felipe,Rafael e Fabrício Turma:71
  29. 29. Fizemos a ultima viagem Foi lá pro sertão de Goiás Foi eu e Chico Minero Também foi capataz Viajamo por muitos dias pra chegar em Ouro Fino
  30. 30. Aonde passamos a noite numa festa do divino A festa estava tão boa,mais antes não tivesse ido Chico foi baleado por um homem desconhecido Larguei de comprar boiada Mataram meu companheiro Acabou-se o som da viola Acabou-se o Chico Minero
  31. 31. Depois da tragedia Fiquei mais aborrecido Não sabia da nossa amizade Por que agente era unido Quando vi seu documento Me cortou o coração Vi saber que o Chico Mineiro Era meu legitimo irmão
  32. 32. Tordilho Negro – Os Serranos Letícia Pinto e Camila
  33. 33. Correu noticias que um gaúcho
  34. 34. Vira virou NOME:LUCAS E JOÃO CANTOR:KLEITON E KLEDIR TURMA:71
  35. 35. Vou voltar na primavera E era tudo que eu queria Levo terra nova daqui Pelos portos de lisboa chego Voa, voa que eu chego jÀ Ai se alguém segura o leme dessa nave incandescente Que incendeia minha vida que era viajante lenta
  36. 36. Tão faminta da alegria hoje é o porto de partida. Ah!vira virou meu cora ÇÂo navegador Ah!gira girou essa galera
  37. 37. Estrada da Vida Milionário e José Rico Alunos: Mateus e Evandro Turma: 71
  38. 38. Nesta longa estrada da vida Vou correndo e não posso parar Na esperança de ser campeão Alcançando o primeiro lugar
  39. 39. Na esperança de ser campeão Alcançando o primeiro lugar E o cansaço me dominou Mas o tempo cercou minha estrada
  40. 40. Minhas vistas escureceram E o final da corrida chegou. Este é o exemplo da vida Para quem não quer compreender:
  41. 41. Nós devemos ser o que somos Ter aquilo que bem merecer Nos devemos ser o que somos E o final desta vida chegou.
  42. 42. Tristeza do Jeca – Tonico e Tinoco Milena P e Larissa
  43. 43. Nestes versos tão singelo, minha bela, meuNestes versos tão singelo, minha bela, meu amor...amor... Pra você quero contar o meu sofrer a minha dor... Eu sô que nem sabiá quando canta é sóEu sô que nem sabiá quando canta é só tristeza, dez do gaio onde ele esta...tristeza, dez do gaio onde ele esta... Nesta viola eu canto e gemo de verdade, cada toada representa uma saudade...
  44. 44. Eu nasci naquela serra, num ranchinho beira chão, tudo cheio de buraco, donde a lua faz clarão... Vou parar com minha viola já não posso mais cantar, pois o Jeca quando canta tem vontade de chorar... Nesta viola eu canto e gemo de verdade, cada toada representa uma saudade... Quando chega a madrugada, lá no mato a passarada principia um barulhão...
  45. 45. O choro que vai caindo devagar vai se sumindo, como as águas vão pro mar!!!
  46. 46. Comitiva Esperança Almir Sater Nomes: Fernanda e Paola
  47. 47. Nossa viagem não é ligeira,ninguém tem pressa de chegar A nossa estrada,é boiadeira não interessa onde vai dar.Onde a Comitiva Esperaça,chega já começa a festança. Através do Rio Negro, Nhecolândia e Paiaguás. Vai descendo o Piqueri, o São Lourenço e o Paraguai. Tá de passagem, abre a porteira, conforme for para pernoitar. Se a gente é boa, hospitaleira, a Comitiva vai tocar.
  48. 48. Moda ligeira,que é uma doideira,assanha o povo e faz dançar.Oh moda lenta que faz sonhar. Onde a Comitiva Esperança chega já começa a festança.Através do Rio Negro ,Nhecolândia e Paraguai Vai descendo o Piqueri ,o São Lourênço e o Paraguai.Ê,tempo bom que tava lá,nem vontade de regressar Só vortemo e vô confessar. É que as águas chegaram em janeiro, descolamos um barco ligeiro. Fomos para Corumbá.
  49. 49. Adeus mariana Cantor : Sérgio Reis Compositor : Pedro Raimundo E.M.E.F Alfredo B. Peteffi Nome : Victor e Leonardo Turma : 71
  50. 50. Nasci lá na cidade, me casei na serraNasci lá na cidade, me casei na serra Com minha Mariana moça lá de foraCom minha Mariana moça lá de fora Um dia estranhei o carinho delaUm dia estranhei o carinho dela Disse: adeus Mariana que eu já vouDisse: adeus Mariana que eu já vou emboraembora
  51. 51. É gaúcha de verdade de quatro costadosÉ gaúcha de verdade de quatro costados Só usa chapéu grande de bombacha e esporaSó usa chapéu grande de bombacha e espora E eu que estava vendo o casoE eu que estava vendo o caso complicadocomplicado
  52. 52. Disse: -Adeus Mariana, que já vou meDisse: -Adeus Mariana, que já vou me emboraembora Nem bem 'rompemo' o dia, me tirou daNem bem 'rompemo' o dia, me tirou da camacama Celou o meu tordilho e saiu campo aCelou o meu tordilho e saiu campo a forafora E eu fiquei danado e sai dizendo:E eu fiquei danado e sai dizendo:
  53. 53. -adeus Mariana que eu já vou me embora-adeus Mariana que eu já vou me embora Ela não disse nada mas ficou sismandoEla não disse nada mas ficou sismando Se era desta vez que eu dariaSe era desta vez que eu daria o forao fora
  54. 54. Segurou a açoiteira e veio contra mimSegurou a açoiteira e veio contra mim EuEu disse:disse: Larga MarianaLarga Mariana que eu não vouque eu não vou emboraembora E ela de zangada foi quebrando tudoE ela de zangada foi quebrando tudo Pegou a minha roupa e jogou porta aPegou a minha roupa e jogou porta a forafora
  55. 55. Agarrei , fiz uma trouxa e sai dizendo :Agarrei , fiz uma trouxa e sai dizendo : Adeus , Mariana que já vou emboraAdeus , Mariana que já vou embora

×