Esta apresentação é parte integrante do Guia de Campo do Parque
Nacional da Tijuca, resultado de uma pesquisa desenvolvida...
PARQUE NACIONAL DA TIJUCA
PARNA Tijuca
O Parque Nacional da Tijuca é dividido em 4 setores: Setor A – Floresta da Tijuca;
...
Principais
Atrativos
A Pedra da Gávea é o maior
monólito à beira mar do mundo,
atraindo turistas, especialmente
montanhist...
O Parque Lage destaca-se por seu
requinte natural e pelo seu conjunto
arquitetônico.
A Vista Chinesa é um mirante em
estil...
Pico da
Tijuca
O Pico da Tijuca com seus 1.022 metros
de altitude é a parte mais alta de todo o
Parque. Na rocha, localiza...
Fauna
Apesar da Floresta da Tijuca estar
localizada em uma região metropolitana
densamente povoada, a fauna do
Parque é re...
Flora
A atual flora do Parque consiste numa combinação
do que havia antes do desmatamento e do que foi
introduzido desde a...
Setor Floresta da Tijuca
Composto pela Floresta da
Tijuca, Andaraí e Três Rios,
apresenta uma área de 14,72
km². É o setor...
Trilha dos Estudantes
A Trilha dos Estudantes está num trecho de uso intensivo e de fácil
locomoção e orientação. É a únic...
Chegada ao Parque Nacional da Tijuca
Ponto de partida:
Praça Afonso Viseu
Entrada do Parque: Setor
Floresta da Tijuca
Início da Trilha dos Estudantes
Caminho da Cascatinha
Início do trecho:
Caminho da Cascatinha
Placa 01
Destaque das planta...
Placas Informativas
Caminho da
Cascatinha
Espécies Invasoras
As espécies invasoras são facilmente vistas na Floresta da Tijuca, como as
jaqueiras e as dracenas. Ela...
Largo da Cascatinha
Estacionamento e
banheiros
Banco de alvenaria
Cascatinha Taunay
Com 35m de queda d’água, a
Cascatinha Taunay é a mais alta e a
mais conhecida cascata do Parque
Nacional...
Obras de arte
Durante o processo de reflorestamento, alguns
administradores investiram no paisagismo da região,
dotando-a ...
Painel de azulejaria
portuguesa: mapa onde são
vistas as principais estradas e
recantos da floresta.
Ponte Job de Alcântar...
Bancos revestidos com
azulejos de Sèvres,
datados do século XIX.
Início do Caminho
dos Bancos
Caminho dos Bancos
Placas Informativas
Caminho dos Bancos
Capela Mayrink
Final do Caminho dos Bancos:
Saída na Estrada do
Início do Caminho do
Mesquita
Sanitários
Capela Mayrink
A Capela Mayrink foi construída em 1850,
pelo Visconde Antonio Alves Souto, em
homenagem a N. Sra. de Belém...
Placas Informativas:
Caminho do Mesquita
Fim do Caminho do Mesquita
Centro de Visitantes
Fauna em Foco
Fauna em foco
Esculturas de exemplares da fauna
brasileira que foram doadas para o
Parque pela artista Dorré Camargo
Corrê...
Centro de Visitantes
Inaugurado em julho de 2001, o Centro de Visitantes
tem como objetivos prestar informações sobre o
ec...
Exposição Permanente:
“Uma Floresta na Metrópole”
A exposição foi o marco da comemoração dos 50 anos de criação do Parque ...
Para contar essa trajetória, a exposição
utiliza vídeos, textos, fotos, jogos,
maquetes e muitos dispositivos
interativos,...
AutoresDe cima para baixo, da esquerda
para a direita.
•Andréa Espinola de Siqueira - UERJ
•Ana Maria Donato - UERJ
•Alexa...
Parque Nacional da Tijuca
Endereço: Estrada da Cascatinha, 850
Alto da Boa Vista
Funcionamento: diariamente das 8h às 17h
...
Apresentação da trilha dos estudantes   guia de campo parna tijuca
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação da trilha dos estudantes guia de campo parna tijuca

1.179 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.179
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação da trilha dos estudantes guia de campo parna tijuca

  1. 1. Esta apresentação é parte integrante do Guia de Campo do Parque Nacional da Tijuca, resultado de uma pesquisa desenvolvida com recursos da Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa (FAPERJ), relativa ao Projeto A floresta como espaço multidisciplinar na educação: conhecendo o Parque Nacional da Tijuca, no âmbito do Edital FAPERJ n.º 08/2012 - Programa Apoio à produção de material didático para atividades de ensino e/ou pesquisa. ORGANIZADO POR ANDRÉA ESPINOLA DE SIQUEIRA Instituto de Biologia - UERJ
  2. 2. PARQUE NACIONAL DA TIJUCA PARNA Tijuca O Parque Nacional da Tijuca é dividido em 4 setores: Setor A – Floresta da Tijuca; Setor B – Paineiras/Corcovado/Parque Lage; Setor C –Pedra da Gávea/Pedra Bonita, Setor D – Covanca/Pretos Forros. Disponível em: http://www.corcovado.org.br/
  3. 3. Principais Atrativos A Pedra da Gávea é o maior monólito à beira mar do mundo, atraindo turistas, especialmente montanhistas. O Cristo Redentor é o principal ponto turístico e símbolo maior da cidade do Rio de Janeiro.
  4. 4. O Parque Lage destaca-se por seu requinte natural e pelo seu conjunto arquitetônico. A Vista Chinesa é um mirante em estilo chinês, construído em 1906 em homenagem aos imigrantes chineses que vieram para a cidade do Rio de Janeiro e iniciaram o cultivo de chá nesta área. Rampa de voo livre da Pedra Bonita. Vista Chinesa. Parque Lage.
  5. 5. Pico da Tijuca O Pico da Tijuca com seus 1.022 metros de altitude é a parte mais alta de todo o Parque. Na rocha, localizada no topo do pico, foram escavados degraus ladeados por um corrimão constituído uma grossa corrente de ferro.  A escadaria foi construída em 1920, para a visita do Rei belga Alberto ao Pico da Tijuca.
  6. 6. Fauna Apesar da Floresta da Tijuca estar localizada em uma região metropolitana densamente povoada, a fauna do Parque é relativamente diversa e inclui espécies de mamíferos de médio porte, répteis e espécies de pequeno porte como anfíbios e aves, além de inúmeras espécies de artrópodes.
  7. 7. Flora A atual flora do Parque consiste numa combinação do que havia antes do desmatamento e do que foi introduzido desde a ocupação. Da floresta primitiva poucos remanescentes podem ser identificados nas áreas ainda preservadas, como a Mata do Pai Ricardo, vertente sul do Maciço da Carioca, onde ainda podem ser vistos cedros, ipês, figueiras, canelas, orquídeas, antúrios, dentre outros.
  8. 8. Setor Floresta da Tijuca Composto pela Floresta da Tijuca, Andaraí e Três Rios, apresenta uma área de 14,72 km². É o setor do Parque mais visitado pela população local, com atrações como o Pico da Tijuca, a Vista Chinesa e a Cascatinha Taunay.
  9. 9. Trilha dos Estudantes A Trilha dos Estudantes está num trecho de uso intensivo e de fácil locomoção e orientação. É a única no Parque que em todo o seu trajeto apresenta placas informativas (total de 14), com curiosidades e informações sobre as características da Floresta da Tijuca e da própria história do Parque.
  10. 10. Chegada ao Parque Nacional da Tijuca Ponto de partida: Praça Afonso Viseu Entrada do Parque: Setor Floresta da Tijuca
  11. 11. Início da Trilha dos Estudantes Caminho da Cascatinha Início do trecho: Caminho da Cascatinha Placa 01 Destaque das plantas epífitas que podem ser observadas pela estrada
  12. 12. Placas Informativas Caminho da Cascatinha
  13. 13. Espécies Invasoras As espécies invasoras são facilmente vistas na Floresta da Tijuca, como as jaqueiras e as dracenas. Elas prejudicam as espécies nativas e por esse motivo é feito o manejo para combater a proliferação dessas espécies. À esquerda exemplares de dracenas e à direita uma jaqueira.
  14. 14. Largo da Cascatinha Estacionamento e banheiros Banco de alvenaria
  15. 15. Cascatinha Taunay Com 35m de queda d’água, a Cascatinha Taunay é a mais alta e a mais conhecida cascata do Parque Nacional da Tijuca. Suas águas são oriundas do rio Tijuca. Seu nome rende homenagem a Nicolas Antoine Taunay, pintor francês, do século XIX.
  16. 16. Obras de arte Durante o processo de reflorestamento, alguns administradores investiram no paisagismo da região, dotando-a de diversas pontes, recantos, fontes e lagos.
  17. 17. Painel de azulejaria portuguesa: mapa onde são vistas as principais estradas e recantos da floresta. Ponte Job de Alcântara: localizada em frente à Cascatinha, a bela ponte de pedras, em formato de arco romano foi construída por Job de Alcântara em 1860.
  18. 18. Bancos revestidos com azulejos de Sèvres, datados do século XIX. Início do Caminho dos Bancos Caminho dos Bancos
  19. 19. Placas Informativas Caminho dos Bancos
  20. 20. Capela Mayrink Final do Caminho dos Bancos: Saída na Estrada do Início do Caminho do Mesquita Sanitários
  21. 21. Capela Mayrink A Capela Mayrink foi construída em 1850, pelo Visconde Antonio Alves Souto, em homenagem a N. Sra. de Belém. Seu maior atrativo são os painéis pintados por Cândido Portinari, cujos originais estão no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro.
  22. 22. Placas Informativas: Caminho do Mesquita
  23. 23. Fim do Caminho do Mesquita Centro de Visitantes Fauna em Foco
  24. 24. Fauna em foco Esculturas de exemplares da fauna brasileira que foram doadas para o Parque pela artista Dorré Camargo Corrêa.
  25. 25. Centro de Visitantes Inaugurado em julho de 2001, o Centro de Visitantes tem como objetivos prestar informações sobre o ecoturismo, difundir pesquisas, arte, educação e cultura voltadas para o meio ambiente. Possui uma área de exposições, auditórios, sala de vídeo, biblioteca, acervo em vídeos e CDs, equipes de educação ambiental e ecoturismo.
  26. 26. Exposição Permanente: “Uma Floresta na Metrópole” A exposição foi o marco da comemoração dos 50 anos de criação do Parque e dos 150 anos do início do seu reflorestamento, por isso é dividida mostrando as três fases por qual o Parque passou: Mata Original, Intervenção Humana e Enfim um Parque.
  27. 27. Para contar essa trajetória, a exposição utiliza vídeos, textos, fotos, jogos, maquetes e muitos dispositivos interativos, que têm como objetivo mostrar a importância ambiental e cultural do Parque.
  28. 28. AutoresDe cima para baixo, da esquerda para a direita. •Andréa Espinola de Siqueira - UERJ •Ana Maria Donato - UERJ •Alexandre Justino Soares – PARNA Tijuca •Alfeu Barreto – SME/PCRJ •Ana Roberta Tartaglia – Oi Futuro •Danielle Bento De Souza Barros - UERJ •Danielle Cristina Duque Estrada Borim - UERJ •Lucio Meirelles Palma – PARNA Tijuca •Márcia Nunes Rodrigues – SME/PCRJ •Marcia Vera Ancora Da Luz – SEEDUC/RJ •Marlon Almeida Dos Santos - UERJ •Marly Da Cruz Veiga - UERJ •Thiago Rocha Haussig – PARNA Tijuca REALIZAÇÃO: APOIO:
  29. 29. Parque Nacional da Tijuca Endereço: Estrada da Cascatinha, 850 Alto da Boa Vista Funcionamento: diariamente das 8h às 17h (até às 18h no verão) Telefones: [21] 2492-2252 e 2492-5402 Homepage: http://www.corcovado.org.br

×