Suspensão
Tipos de suspensão
Componentes
Sistema de lubrificação
Molas
Tipos de suspensão
Dependente
Dependente com feixe de molas
Dependente com mola helicoidal
independente
Semi-independ...
Introdução
A finalidade de uma suspensão é gerar conforto e segurança para todos que estão dentro de
um determinado veícul...
Dependente
A suspensão dependente é caracterizada por um eixo rígido
transversal unindo as rodas traseiras ou dianteiras,...
Dependente com feixe de molas
Feixe de molas: é uma configuração pouco utilizada em veículos de
passeio, uma vez que não ...
Dependente com Molas helicoidais
Os veículos fabricados atualmente possuem uma série de
características que levam a utili...
Independente
A suspensão independente permite que as rodas direita e
esquerda se movam individualmente, o que é excelente...
Independente
Vantagem: A maior vantagem das suspensões traseiras
independentes é a performance em superfícies irregulares...
Independente
Desvantagem: Uma desvantagem característica de um
sistema de suspensão independente é o peso que ele coloca
...
Independente
Custo de manutenção: Suspensões traseiras independentes
são equipamentos muito mais complicados de se manter...
Independente com Feixe de molas
O sistema independente com feixe de molas consiste em um feixe de mola transversal, que
é...
 Semi-independente
A suspensão semi-independente ela é parecida com a suspensão independente mas ela
possui um eixo flexí...
É um elemento de aço especial que interliga as torres de uma suspensão, a fim de
reduzir a movimentação do chassi provocad...
 Feixe de Torção
Ela possui um feixe de lâminas que por sua vez trabalha dentro de um tubo de aço. Este
feixe é fixado pe...
 Braço oscilante
Está suspensão possui duas bandejas (superior e inferior) e o amortecedor e a mola fica
entre elas este ...
 Macpherson
A suspensão MacPherson é atualmente uma das mais utilizadas na
dianteira de veículos de passeio de pequeno e ...
 Macpherson
Na parte traseira pode ser usado uma configuração diferente da dianteira como mostra a
imagem.
Suspensão dian...
 Hidropneumática
A suspensão Hidropneumática foi criada para ônibus e foi substituída pela pneumática.Esta
suspensão é um...
 Pneumática ou suspensão a ar
Esta suspensão foi a melhoria da hidropneumática ela foi criada para os ônibus, mas
recente...
 Suspensão formula 1
A suspensão dos carros de formula 1 possuem :
Molas(de torção)/Springs;
Amortecedores/Dampers;
Balan...
 Suspensão formula 1
a haste(push rod) aciona o balancim (rocker) empurrando-o, e então ocorre o acionamento
dos demais c...
 Componentes de uma suspensão
 Os componentes principais de uma suspensão são:
 Amortecedor;
 Molas;
 Articulação esf...
 Componentes de uma suspensão
 Os componentes principais de uma suspensão são:
 Amortecedor;
 Molas;
 Articulação esf...
 Amortecedor
O amortecedor tem três funções básicas:
• Manter o contato dos pneus com o solo.
• Controlar os movimentos d...
 Molas
Molas: elas servem para diminuir o impacto sofrido pelas rodas em
pisos com deformações, e com isso gerar conforto...
 Articulação esférica (pivô):
Articulação esférica (pivô): ele serve para fazer a ligação e
transmitir movimento entre a ...
 Bandeja
Bandeja: é o local onde as molas e o amortecedor ficam apoiados.
 Barra estabilizadora
Barra estabilizadora: ela serve para gerar mais conforto no veículo e
gerar estabilidade em determi...
 Bieletas
Bieletas: as bieletas pode ser de vários modelos, isso depende de qual veículo e modelo de
suspensão, em alguns...
 Tensor
Tensor: ele serve para fazer a ligação entre suspensão e o chassi,
para suporta a mudança de velocidade e mudança...
 Molas
Helicoidal;
Feixe de molas;
Feixe de torção;
Barra de torção.
 Molas
As molas tem a única finalidade de amortecer o impacto
sofrido pelas rodas, e com isso quando um veículo sofre
um ...
 Molas
 O rate de uma mola: é a medida de rigidez da mola,
quanto maior rate, mais rígida (mais dura) será a
mola. Exist...
Helicoidal
Existem três tipos de molas helicoidais com rates
diferentes:
Linear;
Progressivo;
Superprogressivo.
Helicoidal
Linear;
Apresentam um único RATE em toda a sua faixa de trabalho, normalmente são usadas na
dianteiras dos ve...
Helicoidal
Progressivo:
Apresentam dois RATES distintos, a passagem de um para o outro se dá progressivamente,
Apresenta...
Helicoidal
Superprogressivo:
Apresentam três rates distintos, é mais utilizados em veículos como picapes por exemplo,
po...
Helicoidal
Molas do servo-freio:
Produzimos uma ampla linha de molas helicoidais para servo-freio, com matéria prima
esp...
Feixe de molas
O feixe mola foi criado a muito tempo, os primeiros veículos usavam o feixe molas e depois
foram substituí...
Feixe de molas
O feixe mola é feito de lâminas de aço com manganês e silício para gerar elasticidade ao
conjunto de lâmin...
Feixe de molas
Há também o sobre feixe ele consiste em um feixe sobe outro, que é usado em veículos
pesados e extrapesado...
Perguntas
1. m
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Suspensão

4.292 visualizações

Publicada em

Publicada em: Carreiras
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.292
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
130
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Suspensão

  1. 1. Suspensão Tipos de suspensão Componentes Sistema de lubrificação Molas
  2. 2. Tipos de suspensão Dependente Dependente com feixe de molas Dependente com mola helicoidal independente Semi-independente Barra de torção Feixe de torção Hidropneumática Pneumática Braço oscilante Eixo articulado ou Macpherson
  3. 3. Introdução A finalidade de uma suspensão é gerar conforto e segurança para todos que estão dentro de um determinado veículo. A suspensão foi inventada a muitos anos para as carroças, carruagens e depois os primeiros carros e até hoje há modificações para gerar mais conforto e segurança.
  4. 4. Dependente A suspensão dependente é caracterizada por um eixo rígido transversal unindo as rodas traseiras ou dianteiras, o impacto sofrido por uma roda é transmitido pelo eixo e levado até a outra e com isso a uma perda de conforto no veiculo. As principais vantagens da suspensão dependente são a maior sustentação de peso, pouca variação de câmber em curva e o menor desgaste de pneus. Existem dois tipos de suspensão dependente com feixe de molas e mola helicoidal.
  5. 5. Dependente com feixe de molas Feixe de molas: é uma configuração pouco utilizada em veículos de passeio, uma vez que não oferece muito conforto, seu uso está mais direcionado aos veículos pesados como utilitários, caminhões e ônibus.
  6. 6. Dependente com Molas helicoidais Os veículos fabricados atualmente possuem uma série de características que levam a utilização de molas helicoidais, entra as principais vantagens em relação ao uso de feixe de molas destacam- se: diminuição de ruídos, maior conforto, fabricação mais simples, ocupam menos espaço, são mais leves, menor manutenção, entre outras.
  7. 7. Independente A suspensão independente permite que as rodas direita e esquerda se movam individualmente, o que é excelente para lidar com irregularidades e buracos. No caso de um carro com tração traseira, também ajuda a transmitir potência com mais eficácia às rodas esquerda e direita. O sistema é leve, estável e oferece uma condução confortável. Existem Vários tipos de suspensão independente feixe de mola, barra de torção, feixe de torção, hidropneumática e mola helicoidal.
  8. 8. Independente Vantagem: A maior vantagem das suspensões traseiras independentes é a performance em superfícies irregulares. O movimento de cada roda traseira não é afetado pela outra, por isso o veículo consegue manter a tração onde um veículo de eixo sólido poderia perder contato com a superfície. Isso também funciona para maximizar a performance dos pneus, uma vez que suspensões independentes permitem que a banda de rodagem faça contato maior com a área da estrada, fazendo com que o gasto do pneu seja mais distribuído e com que a vida útil dele seja estendida.
  9. 9. Independente Desvantagem: Uma desvantagem característica de um sistema de suspensão independente é o peso que ele coloca sobre o veiculo. O resultado de uma suspensão mais pesada acoplada com movimentos de rodas independentes pode resultar em condições conhecidas como "subviragem", onde a trajetória do carro durante uma curva não é a mesma pretendida pelo motorista. Isso pode resultar em dano significativo ao veículo e passageiros, se a curva for feita em alta velocidade ou durante condições climáticas rigorosas.
  10. 10. Independente Custo de manutenção: Suspensões traseiras independentes são equipamentos muito mais complicados de se manter quando comparados aos de eixo sólido. Isso acontece devido a vários projetos patenteados da suspensão terem exigências de equipamentos únicos que podem necessitar de um desenho específico do corpo do veículo.
  11. 11. Independente com Feixe de molas O sistema independente com feixe de molas consiste em um feixe de mola transversal, que é fixado pelo centro do feixe na carroceria do veiculo e por isso o impacto sofrido de um lado não é transmitido para o outro lado.
  12. 12.  Semi-independente A suspensão semi-independente ela é parecida com a suspensão independente mas ela possui um eixo flexível interligando uma roda a outra por isso se houver um impacto muito grande em uma das rodas a outra vai acabar recebendo uma parte do impacto.
  13. 13. É um elemento de aço especial que interliga as torres de uma suspensão, a fim de reduzir a movimentação do chassi provocada pelas solicitações em curvas fortes. Pode ser montada à frente ou atrás, bem como ser conectada a um terceiro ponto, estabelecendo uma triangulação que acentua seu efeito. Em alguns modelos importados, como a BMW series 5 e 7, pode ter assistência elétrica, onde um motor elétrico é montado no centro da barra corrigindo eletronicamente a inclinação da carroceria nas curvas. Barra de torção é também um tipo de mola, onde os impactos são absorvidos torcendo a barra de aço reta sobre seu eixo longitudinal. Essas molas podem ser encontradas nas suspensões traseiras dos VW Fusca, VW Kombi, e dianteiras das Chevrolet S10 e Chevrolet Blazer até 2012; Com a necessidade de ganhos em carros de corridas, as molas helicoidais estão perdendo espaço para as barras de torção, as quais proporcionam os mesmos efeitos porém com ganho de espaço.  Barra de Torção
  14. 14.  Feixe de Torção Ela possui um feixe de lâminas que por sua vez trabalha dentro de um tubo de aço. Este feixe é fixado pelo centro e suas extremidades ficam soltas para gerar a torção. Esse tipo de suspensão foi usado pelo fusca, mas esse tipo de suspensão tinha algumas desvantagens como: os feixes se deformarem por excesso de uso e deixavam as rodas tortas.
  15. 15.  Braço oscilante Está suspensão possui duas bandejas (superior e inferior) e o amortecedor e a mola fica entre elas este sistema foi substituído pelo sistema macpherson. A desvantagem desse sistema é que possui mais peças e com isso fica mais cara a manutenção.
  16. 16.  Macpherson A suspensão MacPherson é atualmente uma das mais utilizadas na dianteira de veículos de passeio de pequeno e médio porte, Idealizada por Earle S. MacPherson na qual a bandeja superior foi eliminada. A fixação superior do amortecedor, que é do tipo hidráulico telescópico, é feita direto na carroçaria ou chassi. A fixação inferior do amortecedor é feita rigidamente direto na manga de eixo. Por ter suas fixações no chassi ou na carroceria separados, este conceito é bem adaptado a veículos com carroceria monobloco. O sistema possui poucos componentes e distribui bem as cargas da suspensão. Uma desvantagem é a grande altura do conjunto que limita o projetista de carroçaria havendo necessidade de maiores alturas da parte frontal do veículo.
  17. 17.  Macpherson Na parte traseira pode ser usado uma configuração diferente da dianteira como mostra a imagem. Suspensão dianteira Suspensão traseira
  18. 18.  Hidropneumática A suspensão Hidropneumática foi criada para ônibus e foi substituída pela pneumática.Esta suspensão é um tipo hidráulico com câmara de gás nitrogênio, que por sua vez é acionada por um êmbolo que se move empurrando o óleo. Este óleo gera pressão na câmara de gás, que por sua vez empurra a membrana flexível que se incha e com isso reduz o impacto sofrido pelas rodas.
  19. 19.  Pneumática ou suspensão a ar Esta suspensão foi a melhoria da hidropneumática ela foi criada para os ônibus, mas recentemente ela vem sendo usada em carros de passeio. Há pessoas que fazem adaptações em seu carro para colocar esse tipo de suspensão, para que seus carros fiquem na altura que eles desejam. Ela consiste em um compressor que gera uma determinada pressão que infla um bolsão de ar de modo que o veículo fique mais baixo ou mais alto. Nos ônibus isso é controlado eletronicamente, mas nos carros existem controles que o motorista pode escolher a altura desejada.
  20. 20.  Suspensão formula 1 A suspensão dos carros de formula 1 possuem : Molas(de torção)/Springs; Amortecedores/Dampers; Balancins/Rockers; Terceira mola/Inerter ou Third Spring; Barra estabilizadoras ou Anti-torção/Antiroll Bars; Haste de acionamento/Pull Rod, Push Rod ou simplesmente Rod.
  21. 21.  Suspensão formula 1 a haste(push rod) aciona o balancim (rocker) empurrando-o, e então ocorre o acionamento dos demais componentes da suspensão. Ao ser empurrado o balancim gira acionando as molas, amortecedores, mas com a diferença de que estes componentes encontram-se na parte inferior do chassi. Acionando Retornando
  22. 22.  Componentes de uma suspensão  Os componentes principais de uma suspensão são:  Amortecedor;  Molas;  Articulação esférica (pivô);  Bandeja;  Barra estabilizadora;  Bieletas;  Tensor.
  23. 23.  Componentes de uma suspensão  Os componentes principais de uma suspensão são:  Amortecedor;  Molas;  Articulação esférica (pivô);  Bandeja;  Barra estabilizadora;  Bieletas;  Tensor.
  24. 24.  Amortecedor O amortecedor tem três funções básicas: • Manter o contato dos pneus com o solo. • Controlar os movimentos de abertura e fechamento das molas. • Proporcionar conforto, estabilidade e segurança ao veículo. As funções básicas do amortecedor contribuem significativamente para melhorar a dirigibilidade do veículo, proporcionando controle do movimento da suspensão, diminuição da distância de frenagem, redução do desgaste dos pneus, diminuição do desgaste dos componentes da suspensão, conservação dos pneus em permanente contato com o solo, controle da movimentação das molas, sustentação do alinhamento das rodas.
  25. 25.  Molas Molas: elas servem para diminuir o impacto sofrido pelas rodas em pisos com deformações, e com isso gerar conforto e segurança para o condutor, existem alguns tipos de molas como: Feixe de mola Molas helicoidais
  26. 26.  Articulação esférica (pivô): Articulação esférica (pivô): ele serve para fazer a ligação e transmitir movimento entre a caixa de direção para as rodas do veículo.
  27. 27.  Bandeja Bandeja: é o local onde as molas e o amortecedor ficam apoiados.
  28. 28.  Barra estabilizadora Barra estabilizadora: ela serve para gerar mais conforto no veículo e gerar estabilidade em determinadas curvas.
  29. 29.  Bieletas Bieletas: as bieletas pode ser de vários modelos, isso depende de qual veículo e modelo de suspensão, em alguns casos é um eixo tipi parafuso, com buchas de borracha nas extremidades de fixação junto a coluna do amortecedor e ou barra estabilizadora, este é o caso dos Monza, Kadet, Chevette, etc. Em outros casos ela é uma haste metálica com duas juntas esféricas protegidas por coifas de borracha nas extremidades, parecido com terminal de direção ou pivô duplo, é o caso do Fiesta, Courier, etc. Em outros casos ela é a mistura das duas anteriores, ou seja, buchas com arruelas de um lado e junta esférica do outro, é o caso do Corolla, Civic, s-10, blazer, etc.
  30. 30.  Tensor Tensor: ele serve para fazer a ligação entre suspensão e o chassi, para suporta a mudança de velocidade e mudança de piso. Tensor Braço tensor
  31. 31.  Molas Helicoidal; Feixe de molas; Feixe de torção; Barra de torção.
  32. 32.  Molas As molas tem a única finalidade de amortecer o impacto sofrido pelas rodas, e com isso quando um veículo sofre um determinado impacto as molas não transmitiram para a carroceria do veículo. As molas possui uma pintura de proteção de epóxi para evitar a corrosão.
  33. 33.  Molas  O rate de uma mola: é a medida de rigidez da mola, quanto maior rate, mais rígida (mais dura) será a mola. Existem três tipos de rates o linear, progressivo, superprogresivo.
  34. 34. Helicoidal Existem três tipos de molas helicoidais com rates diferentes: Linear; Progressivo; Superprogressivo.
  35. 35. Helicoidal Linear; Apresentam um único RATE em toda a sua faixa de trabalho, normalmente são usadas na dianteiras dos veículos.
  36. 36. Helicoidal Progressivo: Apresentam dois RATES distintos, a passagem de um para o outro se dá progressivamente, Apresentam variações ao longo de sua construção, São usadas normalmente na traseira dos veículos.
  37. 37. Helicoidal Superprogressivo: Apresentam três rates distintos, é mais utilizados em veículos como picapes por exemplo, pois está mola serve para gerar conforto mesmo com o veículo vazio ou cheio.
  38. 38. Helicoidal Molas do servo-freio: Produzimos uma ampla linha de molas helicoidais para servo-freio, com matéria prima especial e pintura epóxi de grande resistência à corrosão.
  39. 39. Feixe de molas O feixe mola foi criado a muito tempo, os primeiros veículos usavam o feixe molas e depois foram substituídos pelas molas helicoidais, pois elas são de fácil manutenção e mais baratas. Hoje o feixe de molas são usados para veículos de transporte de carga como caminhões, ônibus e algumas picapes.
  40. 40. Feixe de molas O feixe mola é feito de lâminas de aço com manganês e silício para gerar elasticidade ao conjunto de lâminas. Estas lâminas são postas umas sobre as outras de modo que a 1ª lamina maior é a mestra , a 2ª é a contra mestra, e as demais de 3ª, 4ª e sucessivamente. Elas são presas umas as outra por meio de um pino de centro e braçadeiras. O feixe de molas é fixado na carroceria por meio de olhais, e preso no eixo do veículo por um grampo em “U”, o feixe articula-se com o chassi por meio das algemas. Pino de centro Olhais
  41. 41. Feixe de molas Há também o sobre feixe ele consiste em um feixe sobe outro, que é usado em veículos pesados e extrapesados, ele é acionado quando o veículo atinge determinado peso para que o veículo suporte pesos maiores.
  42. 42. Perguntas 1. m

×