PROJETO LOGÍSTICO DE INSTALAÇÃO
INTRALOGÍSTICA DA TECNOLOGIA RFID

Orientador:
Prof. Esp. Valter de Jesus Martins
Alex F...
ESCOPO
Objetivo
Justificativas
Benefícios
ANTES DA INSTALAÇÃO RFID
DURANTE A INSTALAÇÃO
RFID
DEPOIS DA INSTALAÇÃO
RFID
COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÕES DOS
PROCESSOS
Tabela de Comunicação/ Integrações no Projeto
Fases do Projeto
1 - Orçamento
2 - A...
DESCRIÇÃO DOS CARGOS
ATRIBUÍDOS NO PROJETO
RISCOS


São ocasionadores de perdas ao projeto a ser
desenvolvido:



Risco Operacional



Risco de Fator Humano



R...
RISCOS


Aumento significativo do que foi orçado;



Não entregar o projeto na data acordada;



Admissão de mão de obr...
ORÇAMENTO
Produto
Kit portal RFID
Sensor de Presença
Módulo GPIO
Coletor Móvel

Quantidade
6
12
6
3

$
$
$
$

Valor US$
13...
CRONOGRAMA (Gráfico de
Gantt)
ASPECTOS DE QUALIDADE
•

Ponderado um tempo de somatória maior na aquisição
dos materiais

•

Eliminando assim possíveis r...
Iniciou no mercado de trabalho dentro da Cadeia de Suprimentos no
segmento de ligação Transporte.
*Ao longo de oito (08) a...
Carreira profissional na indústria iniciada em
2008, na área de produção, onde teve
oportunidade de exercer a função de lí...
Iniciou sua carreira em 2011 como Atendente de
Restaurante, se formou como Técnica em Nutrição e
Dietética pela instituiçã...
Iniciou a carreira profissional 2005 onde atuou no
comercio na área administrativa, com a intenção
de ingressar na indústr...
Iniciou no mercado de trabalho dentro de uma
empresa familiar onde no mercado o segmento
da empresa era de manutenção e fa...
Administrador, Especialista em Operações
e Logística e futuro tecnólogo em Logística.
Atualmente colaborador da Universida...
OBRIGADO!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

PROJETO LOGÍSTICO DE INSTALAÇÃO INTRALOGÍSTICA DA TECNOLOGIA RFID (RADIO FREQUENCY IDENTIFICATION) PARA OTIMIZAÇÕES EM CONTROLES, RASTREIOS E IDENTIFICAÇÕES DE MATERIAIS

1.015 visualizações

Publicada em

Projeto desenvolvido através de embasamento prático e teórico, para analisar de forma exploratória e imparcial a aplicação da tecnologia de rádio frequência em processos logísticos em um C.D. (Centro de Distribuição) e seu reflexos otimizadores, com intuito de atender a proposta de trabalho do componente de Gestão de Projetos Logísticos, do curso de Gestão da Tecnologia em Logística, da Universidade de Sorocaba (UNISO).
Demonstração de aplicação da tecnologia RFID (Rádio Frequency Identification), em C.D.’s (Centros de Distribuições), que operam com movimentações, armazenagens, transportes de produtos fracionados em pequenos e ou em grande escala de volumes, tecnologia esta que utiliza de rádio frequência em etiquetas para identificação, controle e rastreio de materiais, com base de conhecimento prático das utilidades da tecnologia através de experiência profissional por parte dos integrantes do projeto em vivência empresarial, utilizando então para modelo de benchmark e direcionamento holístico prático no uso dos instrumentos e suas funcionalidades da tecnologia RFID.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.015
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
38
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

PROJETO LOGÍSTICO DE INSTALAÇÃO INTRALOGÍSTICA DA TECNOLOGIA RFID (RADIO FREQUENCY IDENTIFICATION) PARA OTIMIZAÇÕES EM CONTROLES, RASTREIOS E IDENTIFICAÇÕES DE MATERIAIS

  1. 1.   PROJETO LOGÍSTICO DE INSTALAÇÃO INTRALOGÍSTICA DA TECNOLOGIA RFID Orientador: Prof. Esp. Valter de Jesus Martins Alex Felix Nepomuceno Charles Souza Jaqueline Rodrigues Romão Patrícia Bensi Paulo Makoto Ikegami Tiago Alves da Silva
  2. 2. ESCOPO Objetivo Justificativas Benefícios
  3. 3. ANTES DA INSTALAÇÃO RFID
  4. 4. DURANTE A INSTALAÇÃO RFID
  5. 5. DEPOIS DA INSTALAÇÃO RFID
  6. 6. COMUNICAÇÃO E INTEGRAÇÕES DOS PROCESSOS Tabela de Comunicação/ Integrações no Projeto Fases do Projeto 1 - Orçamento 2 - Apresentação do projeto 3 - Aprovação de Projeto 4 - Aquisição de Materiais 5 - Implementação 6 - Montagens/instalações e testes 7 - Treinamento Meio Origem E-mail Fornecedor Taggen Verbal Analista de Custo Documentado Fornecedor Taggen Documentado Fornecedor Taggen Documentado Gerente intralogistico Verbal Gerente intralogistico Documentado Fornecedor Taggen Observações 1 - Documentado através de anexo 2 - Através de reuniões 3 - Contrato 4 - Através de contrato 5 - Através de ata de reunião 6 - Reuniões 7 - Através de LUP, SOP, Intruções de trabalho Destino Analista de Custos Gerente de Projetos Gerente de Projetos Analista de Custos Contratante Fornecedor Taggen Funcionarios
  7. 7. DESCRIÇÃO DOS CARGOS ATRIBUÍDOS NO PROJETO
  8. 8. RISCOS  São ocasionadores de perdas ao projeto a ser desenvolvido:  Risco Operacional  Risco de Fator Humano  Risco de Mercado
  9. 9. RISCOS  Aumento significativo do que foi orçado;  Não entregar o projeto na data acordada;  Admissão de mão de obra não especializada;  Não vende no mercado brasileiro tal mercadoria;  Atraso na entrega da mercadoria,
  10. 10. ORÇAMENTO Produto Kit portal RFID Sensor de Presença Módulo GPIO Coletor Móvel Quantidade 6 12 6 3 $ $ $ $ Valor US$ 13.247,00 352,00 1.275,00 5.825,00 Valor Total US$ $ 79.482,00 $ 4.224,00 $ 7.650,00 $ 17.475,00 Software Middlewae RFID Smart ID 1 $ 11.800,00 $ 11.800,00 $ 700,00 $ 2.800,00 Serviços Implantação Fisica 4 Tag Tag de RFID 1 R$ 2,01 R$ TOTAL $ 2,01 123.433,01
  11. 11. CRONOGRAMA (Gráfico de Gantt)
  12. 12. ASPECTOS DE QUALIDADE • Ponderado um tempo de somatória maior na aquisição dos materiais • Eliminando assim possíveis riscos em atrasos • Proporcionando qualidade no prazo previsto da implementação do projeto • Risco minimizado por antecipação com plano B funcional que se aplica neste projeto.
  13. 13. Iniciou no mercado de trabalho dentro da Cadeia de Suprimentos no segmento de ligação Transporte. *Ao longo de oito (08) anos atuando com dedicação nessa mesma área, com finalidade de resultado no crescimento em conhecimentos galgados e especialização através das diversas funções e responsabilidades atribuídas, isso em diversas prestações dentro desse segmento de ligações, passando pelo Ro d o v iá rio , Lo c a ç õ e s e Re m o ç õ e s , Tra ns p o rte s Es p e c ia is , Pro d uto s A e ntíc io s e Pe rig o s o s . E atualmente atuando com lim Cro s s -Do c king e Fra c io na m e nto abastecido de O ve rnig ths como cargo de Controlador de Tráfego (Assistente Operacional), programador e c o ntro lle r de atividades em M ilk-Run nas operações regionais. *Universitário na instituição de ensino superior UNISO: Informações de destaques relevantes: M L ORP OJ TO – Ela bo ra ç ã o I rd is c ip lina r d e Dia g nó s tic o Lo g ís tic o EH R E nte c o m e m ba s a m e nto te ó ric o e Prá tic o p o r Es tud o d e Ca s o - 4º Se m e s tre e m 2 0 1 3 . AL UNO TOP– Co nd e c o ra ç ã o Ce rtific a d a , Ex c e lê nc ia e m De s e m p e nho 3 º Se m e s tre e m 2 0 1 3 . P OJ TO INTR OGÍS R E AL TICO DEL AYOUT – Cria ç ã o d e Pla nilha
  14. 14. Carreira profissional na indústria iniciada em 2008, na área de produção, onde teve oportunidade de exercer a função de líder de produção que lhe proporcionou desenvolver sua comunicação e gestão de pessoas. Hoje trabalha na área de logística em uma empresa de maquinas e equipamentos agrícola e de construção com atividades de picking, atua também como auditor interno do programa 5 S. Busca capacitar-se cada vez mais para assim conquistar melhores oportunidades profissionais. Tem como hobby a musica, onde toca bateria em uma banda na igreja, prática esportes eventualmente e valoriza o convívio em família. “Por Ele dais ao mundo todo bem e toda graça.”
  15. 15. Iniciou sua carreira em 2011 como Atendente de Restaurante, se formou como Técnica em Nutrição e Dietética pela instituição SENAC. No decorrer da sua trajetória em concessionárias terceirizadas, trabalhou no auxilio da gestão das unidades, obtendo conhecimento e experiência no segmento e consecutivamente atingindo cargos de gestão na área. Atualmente, atua como Gerente de Restaurante na empresa Consuma Serviços de Alimentação. No aspecto de capacitação profissional, está no último semestre do curso de Tecnologia em Logística na Universidade de Sorocaba (UNISO), ingressou na universidade com o objetivo de agregar conhecimento de gestão logística, na ampliação da visão sistêmica para aplicação no segmento de atuação. Seu lado pessoal valoriza muito a família e amigos, buscando sempre conhecimento espiritual.
  16. 16. Iniciou a carreira profissional 2005 onde atuou no comercio na área administrativa, com a intenção de ingressar na indústria iniciou o curso de Logística na Universidade de Sorocaba, apenas dois messes após inicio do curso ingressou em um estagio na Cervejaria Petrópolis do qual esta até hoje. Começou trabalhando no setor PCP onde era responsável por auxiliar na área de fretes. Atualmente trabalha no almoxarifado, onde é responsável pelo estoque de uma Boutique que existe dentro da empresa. Pessoalmente gosta de passear e viajar, ver filmes e ouvir musica.
  17. 17. Iniciou no mercado de trabalho dentro de uma empresa familiar onde no mercado o segmento da empresa era de manutenção e fabricação de válvulas de alta performance, nesta empesa pude atuar em todos os setores. No decorrer de um ano ingressei no projeto de menor aprendiz, neste período como aprendiz pode me capacitar e desenvolver, em diversas áreas da empresa, pincipalmente a área de logística da mesma. Após realizar um técnico administrativo, dentro do projeto de aprendiz ingressei no curso de Gestão Tecnológica em Logística para pode me capacitar ainda mais ao segmento que atuava, Hoje continuo na empresa que no qual ingressei como menor aprendiz. e atuo no controle e planejamento de produção.
  18. 18. Administrador, Especialista em Operações e Logística e futuro tecnólogo em Logística. Atualmente colaborador da Universidade de Sorocaba - UNISO, no setor Assessoria Acadêmica, setor este que cuida de todos os cursos da Universidade, desde sua abertura, acompanhamento e avaliações com o MEC. Pessoalmente, faz parte da Diretoria de um time de futsal da cidade. Aproveita os finais de semana para sair com a noiva em bares, shoppings e curtir os familiares.
  19. 19. OBRIGADO!

×