PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                     FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
         ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                       FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
       ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                     FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
         ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                     FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
         ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                     FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
         ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                        FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
      ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                   FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
           ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
                                     FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
         ...
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO
          FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
     PROGRAMA DE DISCIPLINA




    ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

América Contemporânea 1º Semestre De 2010

2.195 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

América Contemporânea 1º Semestre De 2010

  1. 1. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso: História Disciplina: História da América Latina (América IV) Professor(a): Vera Lucia Vieira Semestre: 1º/2010 Período: 7º Turma: MA7 e NA-7 Turno: Matutino e Noturno Créditos: 04 Carga Horária: 60 Ementa Após os processos de independência os países latino americanos enfrentam três problemas essenciais: a consolidação do Estado liberal; os ciclos ditatoriais do século XX; e a supremacia norte americana na correlação de forças internacionais a partir da Guerra Fria. A historiografia sobre essas questões não só é densa, mas também é polarizada demonstrando os antagonismos ideológicos que permeiam as alternativas de soluções sobre os rumos a serem tomados, visando a solução dos problemas que a região vai construindo e que necessita resolver, sob pena de travar o próprio desenvolvimento. Neste contexto, não há como não situar a historia contemporânea de países da região, sem trabalhar com o tempo presente, tomado enquanto categoria do historiador. Avaliação: a) O aluno deve elaborar três ensaios analíticos sobre as leituras b) Cada ensaio é elaborado em parte em sala de aula, a partir de exercícios solicitados pelo professor. c) Dos três, dois podem ser feitos em grupos e um deve ser individual. d) Cada texto vale 10 pontos e a nota final resulta da soma do total de pontos dividido por três. I - NACIONALIDADES LATINO-AMERICANAS: problemas históricos e perspectivas atuais Contextos latino-americanos Dias Previstos: 1º e 2º aulas (23/02 + 2/03) Bibliografia 1.1. CHOMSKI, Noam. Perspectivas Históricas sobre o Desenvolvimento da América Latina. In Agência Carta Maior. 10/01/2007. 1.2. ACEMOGLU, Daron e ROBINSON, James A.. Desenvolvimento político na América Latina: algumas observações preliminares. Abril de 1998 1.3. ROUQUIÉ, Alain – O Extremo Ocidente – Introdução à América Latina. São Paulo: EDUSP, 1984. 1.4. AGUIRRE, Inés. Algunos ejes teórico-metodológicos em el estudio del conflicto social. In: SEOANE, José (comp.). Movimientos sociales y conflicto en América latina. BUENOS AIRES: CLACSO, 2004, pg. 249 a 257. 1
  2. 2. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA 1.5. GONÇALVES, Carlos Walter Porto. A geograficidade do social: uma contribuição para o debate metodológico sobre estudos de conflitos e movimentos sociais na America latina. In: SEOANE, José (comp.). Movimientos sociales y conflicto en América latina. BUENOS AIRES: CLACSO, 2004, pg. 261 a 277. 1.6. FANDINO MARINO, Juan Mario. Ciclos históricos da violência na América Latina. São Paulo em Perspectiva. São Paulo. Perspec. v.18 n.1 São Paulo jan./mar. 2004. In http:// www.scielo.br/scielo.php? script=sci_arttext&pid=S1517-45222002000200003&lng=pt&nrm=iso 1.7. BETHELL, Leslie e ROXBOROUGH, Ian, A conjuntura do pós-guerra na América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996. (introdução). 1.8. BETHELL, Leslie e ROXBOROUGH, Ian. BETHELL, Leslie e ROXBOROUGH, Ian. A conjuntura do pós-guerra na América Latina, pg. 17 a 61. 1.9. VITALE, Luis, La formacion social latinoamericana (1931 a 1978). Barcelona: Ed. Fontamara, 1979, pg. 33 a 38 e 41 a 74. 1.10. Izaguirre, Inês. Algunos ejes teórico-metodológicos em el estudio del conflicto social. In: SEOANE, José (comp.). Movimientos sociales y conflicto en América latina. BUENOS AIRES: CLACSO, 2004, pg. 143 a 163, pg. 251 a 257. II - MILITARIZAÇÃO NA AMÉRICA LATINA Dias Previstos: 3º aula (09 e 16/03) Bibliografia 2.1. LÖWY, Michael; SADER, Eder. “A militarização do Estado na América Latina” in: PADIS, Pedro Calil (org.). América Latina: cinqüenta anos de industrialização. São Paulo: Hucitec, 1979, p.59-88. 2.2. WEEKS. Gregory B. “Repensando factores históricos: las transiciones políticas y militares en América del Sur”. Politics & Policy. Volume 32, nº1, mar/2004. Universidade da Carolina do Norte. a) ARGENTINA Dia Previsto: 3º aula (09/03) Bibliografia 2.3. AYERBE, Luís Fernando. “O Peronismo na Argentina: 1946-1955”, In Estados Unidos e América Latina: A Construção da Hegemonia, São Paulo, Ed. UNESP, S.D. 2.4. COGGIOLA, Osvaldo. “Os Regimes Militares Sul-Americanos na Década de 1960”, in Governos Militares na América Latina, São Paulo, Ed. Contexto, 2001. pg. 17 a 24; 27 a 32; 46 a 52; 72 a 76; 80 a 85. 2
  3. 3. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA 2.5. BANDEIRA, Moniz Luiz Alberto. Estado Nacional e Política Internacional na América Latina: O Continente nas Relações Argentina – Brasil (1930-1940). São Paulo, Ed. Ensaio, S/D., Cap. I, pg. 21 à 30; e Cap. III, pg. 43 à 56. 2.6. MATSUSHITA, Hiroschi. Perón y Su Concepto de armonía de Clases. In Movimiento Obrero Argentino 1930/1945, Buenos Aires, Siglo Veinte, S.D. b) CHILE Dia previsto: 4º aula (16/03) Bibliografia 2.7. SADER, Emir. Chile (190-199). Da independência à redemocratização. São Paulo: Brasiliense. Col. Tudo é História. 1996. 2.8. BITAR, Sérgio. “Chile (1970): Atraso Econômico e Desenvolvimento Político”, in Transição, Socialismo e Democracia. Chile com Allende, Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1980. 2.9. COGGIOLA, Osvaldo. “Os Regimes Militares Sul-Americanos na Década de 1960”, in Governos Militares na América Latina, São Paulo, Ed. Contexto, 2001. pg. 40 a 43; 52 55; 56 a 62. 16/03 - Filme: a escolher dentre os filmes disponíveis. Sala 134-C Bibliografia CABALLERO, Rufo. Un pez que huye. Cine latinoamericano 1991-2003. Habana: Argos Ensayo, 2005. ALVES, Giovanni. Trabalho e cinema. 2 vol. Londrina: Editora Praxis, 2008. (www.telacritica.org) III - INTERVENÇÕES NA AMERICA LATINA Dias Previstos: 5º, 6º e 7º aulas (23 e 30/03 + 6/4) Bibliografia 3.1. FLORESTAN, Fernandes. Padrões da dominação externa na América latina. In: BARSOTTI, Paulo e PERICÁS, Luiz Bernardo. América latina: história, idéias e revolução. São Paulo: Xamã. 1998, pg. 95 a 112. 3.2. FIORI, José Luis. “Sistema mundial e América Latina: mudanças e perspectivas”. Revista Projeto História, São Paulo, (32), p.55-77. 3.3. MENDES, Ricardo Antonio Souza. “América Latina: Interpretações da origem do imperialismo norte-americano”. Revista Projeto História, São Paulo, (31), dez/2005, p. 167-188 (disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/revph) 3.4. SADER, Eder. Um rumor de botas. Coleção Teoria e História (11). São Paulo:Polis, 1982, pg. 16 a 71. 3
  4. 4. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA 06/04 - Filme: a escolher dentre os filmes disponíveis. Sala 134-C Dia 06 de Abril (7º aula) Entrega do 1º trabalho Relatório sobre um dos filmes à luz dos textos lidos até o momento. IV – REVOLUÇÕES E SUBLEVAÇÕES SOCIAIS Dias Previstos: da 08º à 15º aulas (18 e 25/05 + 01, 08 e 15/06) a) MÉXICO: da revolução mexicana à autocracia burguesa Dias Previstos: 08º e 09º aula (13 e 20/04) Bibliografia 4.1. CURZIO, Leonardo. O México no século XX: da revolução à democratização. In: AGGIO, Alberto e LAHUERTA, Milton (org.) Pensar o século XX. Problemas políticos e história nacional na America latina. São Paulo: UNESP. 2003. pg. 291 a 316. 4.2. BRUIT, Hector. Revoluções na America latina: o que são as revoluções? México e Bolívia, Cuba e Nicarágua. São Paulo: Atual, 1998, pg. 15 a 49 (México). 4.3. NUNES, Américo. As revoluções do México. São Paulo: Perspectiva. Pg. 13 a 39. 4.4. CORRÊA, Anna Maria Martinêz. A revolução Mexicana 1910-1917. Brasiliense, 1983. 113 pg. 20/04- Palestra Prof. Dr. Héctor Mondragón. Sala 134-C b) CUBA e o confronto norte americano Dias Previstos: 10º (27/4) Bibliografia 4.6. DRAPER, Theodore. A Revolução de Fidel Castro: Mitos e Realidades, Rio de Janeiro, Edições GRD, 1962, pg. 09 à 72; e pg. 73 à 131. 4.7. GOTT, Richard. “A Revolução de Castro toma Forma (1953/1961)”, e “A Revolução no Poder (1961/1968)”, in Cuba: Uma Nova História, Rio de Janeiro, Jorge Zahar Editor, 2006. 4.8. AYERBE, Luís Fernando. A Revolução Cubana, São Paulo, Editora UNESP, Coleção Revoluções do Século XX, 2004. 4.9. BRUIT, Hector. Revoluções na America latina: o que são as revoluções? México e Bolívia, Cuba e Nicarágua. São Paulo: Atual, 1998, pg. 60 a 90 (Cuba). 4
  5. 5. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA c) A revolução NICARAGUENSE (SANDINISTA) Dias Previstos: Dias Previstos: 10º (27/4) Bibliografia 4.10. ZIMMERMANN, Matilde. A Revolução Nicaragüense, São Paulo, Editora UNESP, Coleção Revoluções do Século XX, 2006. 4.11. BRUIT, Hector. Revoluções na America latina: o que são as revoluções? México e Bolívia, Cuba e Nicarágua. São Paulo: Atual, 1998, pg. 91 a 110 (Nicarágua). d) A revolução na BOLÍVIA, GUATEMALA, COLÔMBIA Dias Previstos: 11º (04/05) BOLÍVIA Bibliografia 4.12. ANDRADE, Everaldo de Oliveira. A Revolução Boliviana, São Paulo, Editora UNESP, Coleção Revoluções do Século XX, 2007. 4.13. ZULUAGA NIETO, JAIME. Colombia: entre la democracia y el autoritarismo. In: SEOANE, José (comp.). Movimientos sociales y conflicto en América latina. BUENOS AIRES: CLACSO, 2004, pg. 143 a 163. 4.14. BRUIT, Hector. Revoluções na America latina: o que são as revoluções? México e Bolívia, Cuba e Nicarágua. São Paulo: Atual, 1998, pg. 50 a 59 (Bolívia). e) SAN SALVADOR e GUATEMALA Dias Previstos: 12º (11/05) Bibliografia 4.15. SUE-MONGMERY, Tomie E WADE, Christine – A Revolução Salvadorenha. São Paulo, Editora UNESP, Coleção Revoluções do Século XX, 2006. 4.16. GRANDIN, Greg. A revolução Guatemalteca. São Paulo, Editora UNESP, Coleção Revoluções do Século XX, 2006. f) VENEZUELA Dias Previstos: 13º (14/05) Bibliografia 4.16.a. ARAUJO, Rafael. A história do Tempo Presente Venezuelana desde 1950 ao século XXI. Olinda: Livro Rapid, 2009. g) PARAGUAI e URUGUAI, PERU Dias Previstos: 14º (18/05) Bibliografia 5
  6. 6. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA 4.17. FALERO, Alfredo. Sociedad civil y construcción de nueva subjetividad social em Uruguay? condicionamientos, conflictos, desafíos. In: SEOANE, José (comp.). Movimientos sociales y conflicto en América latina. BUENOS AIRES: CLACSO, 2004, pg. 41 a 54. 4.19. RIQUELME, Quintín. Los conflictos sociales en el contexto de la democracia paraguaya. In: SEOANE, José (comp.). Movimientos sociales y conflicto en América latina. BUENOS AIRES: CLACSO, 2004. pg. 55 a 72. 4. 20. SOARES, Gabriela Pellegrino. Projetos politicos de modernização e reforma no Peru, 1950-1975. São Paulo: ANNABLUME, pg. 8 a 26. Dia 01 de junho – 15º aula – Prova Dia 08 de junho – 16º aula – entrega de um paper (ensaio de um artigo com análise de documento) Dia 15 – 17º - finalização do curso. BIBLIOGRAFÍA COMPLEMENTAR Contextos Latino Americanos ABREU, Victor, “El estado social y los desafios de la globalizacion: pistas para América Latina”. In: KON, Anita e outros (org.). Costos sociales de las reformas neoliberales em América latina, SP: PUC, 2000, pg. 01 a 13. AYERB, Luiz Fernando – “A Crise do Capitalismo e o Declínio da Hegemonia nos Anos 70”, in Estados Unidos e América Latina: A Construção da Hegemonia, São Paulo, Ed. UNESP, S.D. BETHELL, Leslie (org.) História da América Latina, 6 volumes. SP:EDUSP, 2001 COGGIOLA, Osvaldo – “Os Regimes Militares Sul-Americanos na Década de 1960”, in Governos Militares na América Latina, São Paulo, Ed. Contexto, 2001. DÍAZ-CALLEJAS, Apolinar, “Estados Unidos contra el Pacto Andino”. In: ARANA, Roberto González y CRISÓRIO, Beatriz Carolina, Integración em América Latina y el Caribe. Ed.Uninorte, 2001, pg. 52 a 76. BETHELL, Leslie (org.) História da América Latina, 6 volumes. SP: EDUSP, 2001 MORAGA, Enrique Gomariz – “O Populismo Nacionalista e a Sua Funcionalidade no Sistema Capitalista”, in O Estado Nas Sociedades Dependentes: O Caso da América Latina, Lisboa, Editorial Presença Ltda., S/D. AYERB, Luiz Fernando – “A Crise do Capitalismo e o Declínio da Hegemonia nos Anos 70”, in Estados Unidos e América Latina: A Construção da Hegemonia, São Paulo, Ed. UNESP, S.D. 6
  7. 7. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA BECKER, J. (E OUTROS). Democracias em desconfiança. Ensayos em socieadad civil y política en América latina. Uruguay: Ed. Coscoroba, 2006. Interferências Internacionais. MONDRAGÓN, Héctor A estratégia do império. Tudo para o capital transnacional. In httpwww.pidhdd.orgcomponentoption,com_jdownloadsItemid,127task,view.downloadcid,3 7. ENTREVISTA: Os Rumos da América Latina la historiadora Patricia Funes habla de América latina analizando sus tradiciones y sus novedades. In http://www.opovo.com.br/opovo/vidaearte/665778.html BRICEÑO-LEÓN, Roberto. La nueva violencia urbana de América Latina. DOSSIÊ- Sociologias. n.8. Porto Alegre. jul./dez. 2002. (http://www.scielo.br/scielo) DÍAZ-CALLEJAS, Apolinar, “Estados Unidos contra el Pacto Andino”. In: ARANA, Roberto González y CRISÓRIO, Beatriz Carolina, Integración em América Latina y el Caribe. Ed.Uninorte, 2001, pg. 52 a 76 MILITARIZAÇÃO Argentina 1. BANDEIRA, Moniz Luiz Alberto – Estado Nacional e Política Internacional na América Latina: O Continente nas Relações Argentina – Brasil (1930-1940), São Paulo, Ed. Ensaio, S/D., Cap. I - Pg. 21 à 30; e Cap. III - Pg. 43 à 56. 2. MATSUSHITA, Hiroschi – Perón y Su Concepto de armonía de Clases, in Movimiento Obrero Argentino 1930/1945, Buenos Aires, Siglo Veinte, S.D. 3. AYERBE, Luís Fernando – “O Peronismo na Argentina: 1946-1955”, In Estados Unidos e América Latina: A Construção da Hegemonia, São Paulo, Ed. UNESP, S.D. CONTEXTOS E DISCUSSÕES SOBRE QUESTÕES DOS TEMPOS PRESENTES E SUA HISTORICIDADE Consultar o acervo da CLACSO integralmente disponível no site: www.clacso.org IBECHI, Raúl. América Latina: movimientos sociales, tendencias y desafío. In Correo de Prensa de la IV Internacional, Boletín Electrónico No 829 - América Latina y el Caribe - 26/7/03. BERTONHA, JOÃO FÁBIO, A instabilidade política latino-americana e a problemática indígena, in: Revista Espaço Acadêmico, n° 49, junho, 2005. http://www.espacoacademico.com.br; 7
  8. 8. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA COSTA, Antonio Luiz Monteiro Coelho da. Trinta séculos de luta. Há milênios, a reforma agrária serve à construção da cidadania e da liberdade. In http://antonioluizcosta.sites.uol.com.br/LutaAgraria.htm; ANDRADE, Everaldo de Oliveira. A formação da assembléia popular na Bolívia (1971). Texto cedido pelo autor em Outubro 21, 2003. GONZÁLEZ CASANOVA, Pablo. Causas da rebelião em Chiapas. Olho da História nº 3. In www.ufba.br/~revistao/sumário3.html LEDEZMA, Gerson Professor colombiano, do Departamento de História da UFC, discorre sobre a atual conjuntura da Latino-América, e como bolivarianismo e populismo se encontram. 27/01/2007 15:03. BARREIRO, Júlio. Violencia y política en América latina. México: Siglo XXI, 1971. CONCEITOS DE REVOLUÇÃO BRUIT, Hector H. – Revolução na América Latina, O que São as Revoluções, São Paulo, Atual Editora, 1988, p. 07 a 109. FERNANDES, Florestan – O Que é Revolução, São Paulo, Editora Brasiliense, 1984. GOUVEIA, Maria de Fátima – “Revoluções e independências: notas sobre conceito e os processos revolucionários na America espanhola”. In: Estudos Históricos, America Latina. RJ: FJV, vol. 10, nº 20, 1997, pg. 275 a 294. MORAGA, Enrique Gomariz – “O Populismo Nacionalista e a Sua Funcionalidade no Sistema Capitalista”, in O Estado Nas Sociedades Dependentes: O Caso da América Latina, Lisboa, Editorial Presença Ltda., S/D NASCIMENTO, Mariângela M. – “Em Busca do Marco Perdido: O Entendimento Arendtiano de Revolução”, in Revista Ética e Filosofia Política, Volume 9, Número 1, Junho de 2006. PAULA, Sérgio Góes de – “Revolução da Informação: Uma Força de Expressão”, in Revista do Terceiro Setor http//www.rits.org.br/rets/edições_a/re_opiniao.cfm Avaliação É um processo cumulativo, cujos critérios de pontuação são: 1º - Assiduidade às aulas e às leituras dos textos; 2º - Participação e contribuição nas aulas teóricas e nas discussões dos textos; 3º - Participação e contribuições espontâneas; 4º - Apresentação dos Seminários das unidades, conforme datas do Cronograma; 5º - Paper em grupo sobre o Seminário Apresentado; 6º - Avaliação individual do curso. 8
  9. 9. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS PROGRAMA DE DISCIPLINA 9

×