Como elaborar um questionario

39.969 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
11 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
39.969
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
567
Comentários
0
Gostaram
11
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como elaborar um questionario

  1. 1. COMO ELABORAR UM QUESTIONÁRIOCURSO: Mestrado em Administração com ênfase em FinançasDISCIPLINA: Metodologia de PesquisaPROFESSOR: Edson Sadao IizukaParticipantes:Alexandre PereiraDanilo DupasFabio IorioFabio Würzl Setembro - 2012
  2. 2. AGENDAA IntroduçãoB Estrutura Lógica do QuestionárioC Perguntas do QuestionárioD Aplicação do Questionário e Encerramento
  3. 3. A COMPREENDER O COMPORTAMENTO HUMANO1- Observar o comportamento “on time”2- Criar situações artificiais e observar o comportamento3- Perguntar às pessoas sobre o que fazem / fizeram e pensam / pensaram
  4. 4. A PONTOS FORTES1- Observar o comportamento “on time” - realismo da situação estudada2- Criar situações artificiais e observar o comportamento - randomização de características das pessoas - inferências casuais3- Perguntar às pessoas sobre o que fazem / fizeram e pensam / pensaram –Levantamento de dados por amostragem (questionário) - melhor representatividade - generalização para uma população mais ampla
  5. 5. A QUESTIONÁRIO - DEFINIÇÕES“método para coletar informação de pessoas acerca de suas ideias, sentimentos,planos, crenças, bem como origem social, educacional e financeira”.FONTE: Fink & Kosekoff (1985) in Günther Hartmut, (2003 p.01)“conjunto de perguntas sobre um determinado tópico que não testa a habilidade dorespondente, mas mede sua opinião, seus interesses, aspectos de personalidadee informação biográfica”.FONTE: Yarenko, Harari, Harrison & Lynn, 1986 p.186 in Günther Hartmut, (2003 p.01)Nesta apresentação iremos focar:1- levantamento de dados somente através de perguntas2- construção do questionário. Sem considerar a qualificação da amostra
  6. 6. A REFLEXÃOQual o objetivo da pesquisa em termos do conceitos a serem pesquisados e da população alvo? Fonte: Schuman & Kalton, (1985, p. 641) in Günther Hartmut (2003, p.03)
  7. 7. A CONTEXTO SOCIAL DA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIOA disposição do respondente em revelar sobre si mesmo. É diferente?
  8. 8. A CONTEXTO SOCIAL DA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO Background Cultural  Quais assuntos são públicos?  Quais assuntos são privados? Limites? Background do Pesquisador  Imagem do pesquisador/organização  Distância social e cultural pesquisador/organização e respondente  Viés do pesquisador/organização Contexto da Pesquisa  Influência sobre a disposição do respondente de participar da pesquisa Background do Respondente  Será que o respondente possui capacidade para opinar sobre o tema?  Não entrevistar o respondente que não apresente interesse
  9. 9. A CONTEXTO SOCIAL DA APLICAÇÃO DO QUESTIONÁRIO“O envio de um questionário a potenciais respondentes, conseguir que completem edevolvam o questionário de maneira honesta pode ser visto como uma situação de“troca social”. (Dilman, 1978) Troca Social Homans (1961) afirma que o comportamento social é uma troca de atividades, tangível ou impalpável, vantajosa ou custosa para algumas pessoas.  Uma situação de troca social envolve lidar com questões como:  Poder  Capacidade de Negociação  Eficiência  Estratégia
  10. 10. B ESTRUTURA LÓGICA DO QUESTIONÁRIO Os indivíduos desejam coisas de várias naturezas:  Afetiva (sentimento)  Material (carro novo, roupa nova, etc.) Como podem obter tais coisas:  Os indivíduos procuram conjugar de maneira ótima suas ações ao procurarem maximizar ganhos e minimizar custos, adaptando-se à situação necessária.
  11. 11. B ESTRUTURA LÓGICA DO QUESTIONÁRIODilman (1978) estruturou as ações necessárias que o pesquisador deverealizar em seu questionário: Estabelecer confiança: Estabelecer contato com o respondente e assegurar sua cooperação; Concentração na qualidade e quantidade de informação sobre a pesquisa; Oferecer um sinal de apreciação antecipadamente; Identificar-se com uma instituição conhecida e legitimada; Aproveitar outros relacionamentos de troca.
  12. 12. B ESTRUTURA LÓGICA DO QUESTIONÁRIO Reduzir o custo de responder (interação pergunta-resposta): Fazer com que a tarefa pareça breve; Reduzir o esforço mental requerido; Eliminar a possibilidade de situações embaraçosas; Eliminar qualquer possibilidade de subordinação; Eliminar custos financeiros; Facilitar o máximo possível a tarefa do respondente; Manter elevados os níveis de atenção e interesse do respondente.Gunther (1995) e Rodeghier (1996).
  13. 13. B ESTRUTURA LÓGICA DO QUESTIONÁRIO Recompensar o respondente: Agradecer a participação do entrevistado na despedida; Evitar fazer promessas irreais; Demonstrar consideração; Oferecer apreciação verbal; Apoio aos seus valores; Oferecer recompensas concretas; Tornar o questionário interessante. Comunicar os resultados da pesquisaGunther (1995)
  14. 14. C ELEMENTOS DO INSTRUMENTOFowler (1998, p.344) define um bom questionário como aquele que gera respostas fidedignas. As cinco condições básicas para construção de um bom questionário Características Premissas de asseguração A pergunta precisa ser compreendida Especificidade Perguntas elaboradas com objetivos consistentemente claramente especificados A pergunta precisa ser comunicada consistentemente Brevidade Perguntas adequadamente sintetizadas As expectativas quanto à resposta adequada precisam ser claras para o respondente Clareza O respondente, inexoravelmente, deve entender a questão A menos que não esteja verificando o conhecimento, os respondentes devem ter todas as informações necessárias Vocabulário Adequado ao público respondente Os respondentes precisam estar dispostos a responderFonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  15. 15. C ELEMENTOS DO INSTRUMENTOA ordenação e a escolha do tipo de pergunta é fator importante para construção de umquestionário. Além disso, é indispensável a realização de pilotos para verificar acompreensão do questionário (1/2) Perguntas abertas Perguntas Fechadas ► Pesquisas exploratórias, sem o ► Conhecimento sobre os tópicos conhecimento sobre a mencionados pelos respondentes variabilidade e abrangência das respostas ► Grande número de respondentes ► Recomenda-se a utilização no ► Limitação de tempo início da entrevista Questõe s ► Percepções podem não ser ► Podem cobrir os gaps de capturadas de forma adequada percepções não capturas pelas perguntas fechadas ► Maior respeito a opinião do respondente (Sommer e Sommer, ► Respostas mais “custosas” e 1997) aumento da probabilidade de não reciprocidade do respondentesFonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  16. 16. C ELEMENTOS DO INSTRUMENTOA ordenação e a escolha do tipo de pergunta é fator importante para construçãode um questionário. Além disso, é indispensável a realização de pilotos paraverificar a compreensão do questionário (2/2) São perguntas fechadas, mas que Perguntas de múltipla A técnica de múltipla escolha é apresentam uma série de possíveis escolha facilmente tabulável e respostas, abrangendo várias facetas do mesmo assunto proporciona uma exploração em profundidade quase tão boa quanto a de perguntas abertas Perguntas com As respostas possíveis estão mostruário estruturadas junto à pergunta, devendo o respondente assinalar uma ou várias delas A combinação de respostas de múltipla escolha com respostas abertas possibilita mais Perguntas de estimação Consiste em emitir um julgamento informações sobre o assunto, ou avaliação através de uma escala com vários sem prejudicar a tabulação graus de intensidade para um mesmo itemFonte: Lakatos, Eva Maria – Fundamentos de Metodologia Científica
  17. 17. C ELEMENTOS DO INSTRUMENTOQuanto aos objetivos, algumas perguntas podem ser sensíveis ao respondente,originado respostas não autênticas ao pesquisador Itens para avaliar São filtros para ponderar o conhecimento do respondente conhecimento ► Um intróito adequado pode reduzir o nível de ameaça ► Se bem estruturados, evitam advinhação por parte do respondente Itens para aferir atitudes É importante definir claramente o objeto de atitudes e cuidar da vertente que e opiniões está sendo medida ► Vertentes afetivas, cognitivas e comportamentais ► A intensidade da atitude pode ser medida por um conjunto de perguntas Itens para obter Perguntas com com caráter sócio-demográficos informação factual ► A contextualização prévia é algo indispensável, principalmente, quando se tratam de perguntas sensíveis ► As perguntas devem ser específicas para minimizar o risco de respostas sem o grau de acuracidade devidoFonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  18. 18. D DIFERENÇA NOS INSTRUMENTOS Apresentação dos Itens Pode ser conceitualizada como estimulo do que se espera alguma resposta, que porsua vez precisa de alguma maneira ser registrada para poder ser analisada. Há 3 atores envolvidos diretamente ou indiretamente: 1. Quem administra o instrumento 2. Quem responde o instrumento 3. Quem transcreve a informaçãoFonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  19. 19. D TABELATabela de aplicação de Aplicação do Estimulo: Controle dainstrumentos: Vantagens e variabilidade na aplicação doDesvantagens: instrumento Baixo Alto Questionário Baixo Entrevista enviado via Pessoal correio ou Transcrição da aplicado em Resposta GrupoControle da variabilidade na transcrição das Alto Entrevista via Questionáriorespostas ao instrumento Telefone enviado via e-mail / Internet Tabela extraída do artigo de Gunther, H (2003), como citar um texto
  20. 20. D MODELOS DE SURVEY - ALGUMAS CONSIDERAÇÕES Estimulação concorrente:  Comportamento do próprio entrevistador, local calmo, acesso restrito, boa mesa, etc. Pessoas envolvidas na administração do survey:  Entrevistador bem treinado  Assegurar a estimulação  Padronizar a apresentação  Identificar habilidades no respondente (física ou intelectual) Layout:  Deve permitir orientação a sequencia da informação a ser transcrita  Pode conter, perguntas do tipo: aberta, fechada ou múltipla escolha.  Deve seguir uma progressão lógica. Goode e Hatt (1969:177)  Deve fugir do chamado efeito do contágio. Augras (1974:156)Fonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  21. 21. D QUATRO MODELOS DE SURVEY Entrevista Pessoal  É mais problemática  Exige maior treinamento e cuidados para o entrevistador  E também para quem transcreve as respostas.  Pergunta aberta requer um cuidado ainda maior.  Método mais demorado e caro para usar esses preceitos ou normas, a parte prática. Questionário auto-aplicável via Correio ou em Grupo  Maior desvantagem é a taxa de resposta  Uma das formas de obter maior taxa de retorno do questionário é estipular uma data limite.Dillman e Frey (1974): Conseguem aumentar a taxa de retorno, quando utiliza saudação pessoal.Por outro lado Krosnick (1999) cita em pesquisas que baixas taxas de respostas não significabaixo grau de representatividade, especialmente amostra probabilísticas.Fonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  22. 22. D QUATRO MODELOS DE SURVEY Entrevista Pessoal por Telefone  Do ponto de vista da padronização das perguntas, a entrevista por telefone tem grande valor.  Requer treinamento dos entrevistadores  Sequencia das perguntas precisam ser programadas Questionário auto-aplicável via E-mail / Internet  Grande potencial na padronização das perguntas.  São mais rápidos  Tem baixo custoFonte: Günther, H. (2003). Como elaborar um questionário
  23. 23. REFERÊNCIAGunther, H. (2003). Como elaborar um Questionário (Série: Planejamento de Pesquisanas Ciências Sociais, N° 01). Brasília, DF: UnB Laboratório de Psicologia Ambiental.Lakatos, Eva Maria (2003). Fundamentos da Metodologia Cientifica – 7° ed. São Paulo:

×