Edgar Willems1890 - 1978
 Nasceu na Bélgica e radicou-se na Suiça,  foi aluno de Émile-Jacques Dalcroze e  Lydia Malan. 1925 – com 35 anos procur...
Princípios Básicos: Relações psicológicas entre a música  e o ser humano; Não utilizar recursos extra-musicais  no ensin...
Relações Psicológicos   RITMO – vida fisiológica – Ação   MELODIA – vida afetiva –    sensibilidade, (Questão Sonora,   ...
Características do Método Ligação entre a música e o ser  humano; Acessível a todos; Elementos inspirados na música: M...
Características do Método Baseia-se na escala diatônica. Nome das notas (do,re, mi...) Algarismos Romanos para os graus...
Características do Método Willems também valora o movimento  corporal. O mais importante para ele é  associação com área ...
Características do Método   Mínimo de Teoria para o máximo de prática    interiolizada;   Prática, Vivência, sentir sens...
Conteúdos da EducaçãoMusical A iniciação musical segundo o método  Willems estrutura-se em quatro níveis  ou graus pedagó...
Conteúdos da EducaçãoMusical Embora exista uma proposta de faixa  etária para cada grau, sua aplicação é  flexível e adap...
Conteúdos da EducaçãoMusical Desenvolvimento Auditivo: uso de  som, melodia, escala, acorde  maior, intervalos, acordes  ...
Conteúdos da EducaçãoMusical Panorama Pedagógico de Educação  Musical de Willems: Iº Grau: É o momento da revelação  dos...
Conteúdos da EducaçãoMusical 2º Grau: Fase mais consciente, com  início da codificação simbólica escrita  dos elementos m...
Conteúdos da EducaçãoMusical   4º Grau: Início de um programa de    educação musical global,    compreendendo a leitura e...
Conteúdos da EducaçãoMusical   Gg                     1º grau:                          Iniciação Musical                 ...
Material Sonoro   Para proporcionar o desenvolvimento    auditivo as crianças, Willens    pesquisou e colocou a ponto uma...
Material Sonoro Flauta de Êmbolo e Sirene  (Pancromatismo); Família de sininhos diferentes –  (Treinamento de timbres);...
Atividades   Willens trabalha associando sons,    gráficos e nomes de notas:         FA             FA   FA              ...
Atividades Jogo da memória musical com  Xilofone; Jogo com pergunta e resposta  ascendente descendente; Pergunta e resp...
Atividades Sem ver, reproduzem o movimento  com as mãos; Criam variações; Inventam motivos – Rítmicos ou  Melódicos;
Atividades Dominó Sonoro (Desenhar na Lousa); Gráfico de Pulso:   Gráficos de Intensidade:Gráficos de Ritmos – Longos e...
Atividades   Duração e Altura:
Atividades   Percepção: Escrever graficamente o    som no papel:
Atividades: Harmonia: Bolinhas de Tênis ou  borracha; Tríade e intervalos; Jogo da memória com intervalos –  Cartões co...
Referências ILARI, Beatriz (Org), PAREJO, Enny –  Pedagogias em Educação Musical,  Curitiba: Ipex, 2011; Stencel, Ellen ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Edgar willems

7.878 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.878
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
330
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
239
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edgar willems

  1. 1. Edgar Willems1890 - 1978
  2. 2.  Nasceu na Bélgica e radicou-se na Suiça, foi aluno de Émile-Jacques Dalcroze e Lydia Malan. 1925 – com 35 anos procurou o Conservatório de Geneve para estudar música; 1928 – ensinava Filosofia e Psicologia da Música; 1968 – Associação Internacional de Professores de Educação Musical Método Willems.
  3. 3. Princípios Básicos: Relações psicológicas entre a música e o ser humano; Não utilizar recursos extra-musicais no ensino da música; Enfatizar a necessidade do trabalho prático antes do ensino musical propriamente dito;
  4. 4. Relações Psicológicos RITMO – vida fisiológica – Ação MELODIA – vida afetiva – sensibilidade, (Questão Sonora, Música). HARMONIA – vida mental – conhecimento, Pensamento, Raciocínio, Conhecimento.
  5. 5. Características do Método Ligação entre a música e o ser humano; Acessível a todos; Elementos inspirados na música: Material auditivo variado; Batimentos; Canções; Vocabulário de termos musicais sem teoria.
  6. 6. Características do Método Baseia-se na escala diatônica. Nome das notas (do,re, mi...) Algarismos Romanos para os graus (quantitativos) I, II, III etc. Algarismos Arábicos ordinais para os intervalos (qualitativo) 1ª, 2ª, 3ª
  7. 7. Características do Método Willems também valora o movimento corporal. O mais importante para ele é associação com área auditiva; Leitura Relativa antes da absoluta; Ditado baseado na memória musical, audição anterior; Improvisação rítmica e melódica;
  8. 8. Características do Método Mínimo de Teoria para o máximo de prática interiolizada; Prática, Vivência, sentir sensorialmente e afetivamente; Enfatiza que “é muito importante que a criança viva os fatos musicais antes de tomar consciência deles.” Primeiramente é preciso viver e fazer música, depois, pensar sobre ela. Música antes do instrumento; “O Instrumento deve estar a serviço da música e esta a serviço da cultura humana”. Edgar Willems;
  9. 9. Conteúdos da EducaçãoMusical A iniciação musical segundo o método Willems estrutura-se em quatro níveis ou graus pedagógicos e pode começar a partir dos três anos de idade: 1º Grau: iniciação musical – indicado para a faixa etária de 3 e 4 anos. 2º Grau: Iniciação Musical – 4 a 5 anos. 3º Grau: pré-solfégico e pré instrumental – 5 e 6 anos;
  10. 10. Conteúdos da EducaçãoMusical Embora exista uma proposta de faixa etária para cada grau, sua aplicação é flexível e adaptável, conforme a reralidade que o professor encontre em seu ambiente de trabalho; Pensando na situação brasileira dificilmente o nível 3 poderia cumprir- se nessa faixa etária;
  11. 11. Conteúdos da EducaçãoMusical Desenvolvimento Auditivo: uso de som, melodia, escala, acorde maior, intervalos, acordes diversos, polifonia e harmonia. Desenvolvimento Ritmico: Movimentos corporais naturais, tempo (pulsação), o compasso, subdivis~~ao, e oritmo propriamente dito, (células e fórmulas ritmicas).
  12. 12. Conteúdos da EducaçãoMusical Panorama Pedagógico de Educação Musical de Willems: Iº Grau: É o momento da revelação dos fenômenos musicais, através de elementos pré-musicais e musicais, do ponto de vista psicológico, valoriza o funcionamento global (sincrético da criança);
  13. 13. Conteúdos da EducaçãoMusical 2º Grau: Fase mais consciente, com início da codificação simbólica escrita dos elementos musicais já vistos no primeiro grau; momento mais exigente quanto à afinação, beleza da voz, memória e reforço do sentido tonal; 3º Grau: Passagem do concreto ao abstrato, aquisição de automatismos de notas e terminologias;
  14. 14. Conteúdos da EducaçãoMusical 4º Grau: Início de um programa de educação musical global, compreendendo a leitura e a escritura musicais, com aulas bem dosadas e vivas;
  15. 15. Conteúdos da EducaçãoMusical Gg 1º grau: Iniciação Musical I –Desenvolvimento II-Desenvolvimento do sentido ritmico 223º grau: pelos batimentos. Pré Solfégico e pré III-canto e canções. instrumental 222º grau: I – Audição. I – Audição e IV – Movimentos corporais naturais. II – pré solfejo Grafismos; III- batimentos pré II – Batimentos e solfégicos Grafismos. IV – batimentos pré III- Cantos e instrumentais Canções; V- Canções IV – Movimentos Gg4º grau: Solfejo Vivo VI - Movimentos Corporais Naturais; I –Sentido Melódico. II-Leitura Corporais Melódica. III-Leitura Harmônica.IV sentido ritmico. V-sentido ordenações. VI- ditado.VII-Senorialidade, tétrades, acordes de cinco sons e agregados VIII – canto e canções. IX – Improvisação. X – Escalas e Tonalidade. XI. Movimentos Corporais
  16. 16. Material Sonoro Para proporcionar o desenvolvimento auditivo as crianças, Willens pesquisou e colocou a ponto uma série de instrumentos e fontes sonoras, distribuídos com muito critério para cada grau da educação musical. Na sequência destacam-se os mais originais:
  17. 17. Material Sonoro Flauta de Êmbolo e Sirene (Pancromatismo); Família de sininhos diferentes – (Treinamento de timbres); Família de sininhos iguais(3 a 6), com tamanhos e alturas diferentes (Classificação); Família de tamanhos idênticos e do mesmo tamanho (Classificação);
  18. 18. Atividades Willens trabalha associando sons, gráficos e nomes de notas: FA FA FA MI RÉ DO
  19. 19. Atividades Jogo da memória musical com Xilofone; Jogo com pergunta e resposta ascendente descendente; Pergunta e resposta rítmica e melódica; Vendo: Escutam e respondem reproduzindo com a mão e cantando; Sem ver: Respondem se subiu, desceu ou ficou igual;
  20. 20. Atividades Sem ver, reproduzem o movimento com as mãos; Criam variações; Inventam motivos – Rítmicos ou Melódicos;
  21. 21. Atividades Dominó Sonoro (Desenhar na Lousa); Gráfico de Pulso: Gráficos de Intensidade:Gráficos de Ritmos – Longos e Curtos
  22. 22. Atividades Duração e Altura:
  23. 23. Atividades Percepção: Escrever graficamente o som no papel:
  24. 24. Atividades: Harmonia: Bolinhas de Tênis ou borracha; Tríade e intervalos; Jogo da memória com intervalos – Cartões com intervalos e pautas escritas: 3ª M
  25. 25. Referências ILARI, Beatriz (Org), PAREJO, Enny – Pedagogias em Educação Musical, Curitiba: Ipex, 2011; Stencel, Ellen – Metodologias da Educação Musical – Notas de Aula, 4 f. UNASP – 2010.

×