3 taylor e_fayol Ramón jr

2.468 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.468
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
194
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
91
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

3 taylor e_fayol Ramón jr

  1. 1. CONTRIBUIÇÕES CLÁSSICAS DA ADMINISTRAÇÃO
  2. 2. ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA É a corrente administrativa iniciada por Frederick Winslow Taylor (1856-1915) e que enfatiza a administração das tarefas, isto é, focaliza a racionalização do trabalho operário, a padronização e o estabelecimento de princípios básicos de organização racional do trabalho.
  3. 3. PRINCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO CIENTIFICA DE TAYLOR 1. PLANEJAMENTO 2. PREPARO 3. CONTROLE 4. EXECUÇÃO
  4. 4. 1. PLANEJAMENTO Substitui no trabalho o critério individual do operário, a improvisação e atuação empírico- prática, por métodos baseados em procedimentos científicos, através do planejamento do método do trabalho.
  5. 5. 2. PREPARO Selecionar os trabalhadores de acordo com suas aptidões, prepara- los e treina-los para produzirem mais e melhor, de acordo com o método planejado. Preparar também máquinas e equipamentos através do arranjo físico e disposição racional das ferramentas e materiais.
  6. 6. 3. CONTROLE Controlar o trabalho para se certificar de que este está sendo executado de acordo com os métodos estabelecidos e segundo o plano previsto.
  7. 7. 4. EXECUÇÃO Distribui distintamente atribuições e responsabilidades para que a execução do trabalho seja disciplinada.
  8. 8. TEORIA CLÁSSICA É a corrente administrativa predominante na primeira metade do século XX e que enfatiza a estrutura organizacional e os princípios universais da Administração. Foi iniciada por Henri Fayol (1841-1925).
  9. 9. Funções básicas da Empresa segundo FAYOL FAYOL salienta que toda empresa apresenta seis funções: 1.FUNÇÕES TÉCNICAS: relacionadas com a produção de bens ou de serviços da empresa. 2.FUNÇÕES COMERCIAIS: relacionadas com a compra, venda e permutação. 3.FUNÇÕES FINANCEIRAS: relacionadas com a procura e gerência de capitais. 4.FUNÇÕES DE SEGURANÇA: relacionadas com a proteção e preservação dos bens e das pessoas. 5.FUNÇÕES CONTÁBEIS: relacionadas com inventários, registros, balanços, custos e estatísticas. 6.FUNÇÕES ADMINISTRATIVAS: relacionadas com a integração de cúpula das outras cinco funções, coordenando e sincronizando as demais funções da empresa, pairando sempre acima delas.
  10. 10. PRINCÍPIOS GERAIS DAADMINISTRAÇÃO PARA FAYOL A Administração- como toda a ciência deve se basear em leis ou em princípios. Fayol tentou também definir os “princípios” gerais de Administração, sistematizando-os muito bem, adotando a denominação princípio , afastando dela qualquer idéia de rigidez, portanto, nada existe de rígido ou de absoluto em matéria administrativa.
  11. 11. FUNÇÕES DO ADMINISTRADOR (atividades administrativas essenciais dentro do seu respectivo nível) . Prever . Organizar . Comandar . Coordenar . Controlar Níveis hierárquicos mais altos outras funções não administrativas Níveis hierárquicos mais baixoS
  12. 12. FUNÇÕES UNIVERSAIS DA ADMINISTRAÇÃO 1. PREVISÃO 2. ORGANIZAÇÃO 3. COMANDO 4. COORDENAÇÃO 5. CONTROLE
  13. 13. 1. PREVISÃO Envolve a avaliação do futuro e o aprovisionamento em função dele. 2. ORGANIZAÇÃO Proporciona todas as coisa úteis ao funcionamento da empresa e pode ser dividida em organização material e organização social.
  14. 14. 3. COMANDO Leva a organização a funcionar. Seu objetivo é alcançar o máximo retorno de todos os empregados no interesse dos aspectos globais.
  15. 15. 4. COORDENAÇÃO Harmoniza todas as atividades do negócio, facilitando seu trabalho e sucesso. Ela sincroniza coisas e ações em suas proporções certas e adapta os meios aos fins.
  16. 16. 5. CONTROLE Consiste na verificação para certificar se todas as coisas ocorrem em conformidade com o plano adotado, as instruções transmitidas e os princípios estabelecidos. O objetivo é localizar as fraquezas e os erros no sentido de retifica-los e prevenir a recorrência.
  17. 17. PRINCÍPIOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO PARA FAYOL A Administração - como toda ciência, deve se basear em leis ou em princípios.
  18. 18. Fayol tentou também definir os “princípios” gerais de Administração, sistematizando-os muito bem, adotando a denominação princípio , afastando dela qualquer idéia de rigidez, portanto, nada existe de rígido ou de absoluto em matéria administrativa.
  19. 19. Tudo em Administração é questão de medida, de ponderação e de bom senso. Tais princípios, portanto, são maleáveis e adaptam-se a qualquer circunstância, tempo ou lugar.
  20. 20. OS 14 PRINCÍPIOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO (FAYOL) 1 – DIVISÃO DO TRABALHO, 2 – AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE, 3 – DISCIPLINA, 4 – UNIDADE DE COMANDO, 5 – UNIDADE DE DIREÇÃO, 6 – SUBORDINAÇÃO DOS INTERESSES INDIV. AOS GERAIS, 7 – REMUNERAÇÃO DO PESSOAL,
  21. 21. OS 14 PRINCÍPIOS GERAIS DA ADMINISTRAÇÃO (FAYOL) 8 – CENTRALIZAÇÃO, 9 – CADEIA ESCALAR, 10 – ORDEM, 11 – EQUIDADE, 12 – ESTABILIDADE DO PESSOAL, 13 – INICIATIVA, 14 – ESPÍRITO DE EQUIPE.
  22. 22. 1- DIVISÃO DO TRABALHO Consiste na especialização das tarefas e das pessoas para aumentar a eficiência.
  23. 23. 2- AUTORIDADE E RESPONSABILIDADE Autoridade é o direito de dar ordens e o poder de esperar obediência. A responsabilidade é uma conseqüência natural da autoridade e significa o dever de prestar contas. Ambas devem estar equilibradas entre si.
  24. 24. 3. DISCIPLINA Depende da obediência, aplicação, energia, comportamento e respeito aos acordos estabelecidos.
  25. 25. 4. UNIDADE DE COMANDO Cada empregado deve receber ordens de apenas um superior. É o princípio da autoridade única.
  26. 26. 5. UNIDADE DE DIREÇÃO Uma cabeça e um plano para cada conjunto de atividades que tenham o mesmo objetivo.
  27. 27. 6. SUBORDINAÇÃO DOS INTERESSES INDIVIDUAIS AOS GERAIS Os interesses gerais da empresa devem sobrepor-se aos interesses particulares das pessoas.
  28. 28. 7. REMUNERAÇÃO DE PESSOAL Deve haver justa e garantida satisfação para os empregados e para a organização em termos de distribuição.
  29. 29. 8. CENTRALIZAÇÃO Refere-se à concentração da autoridade no topo da hierarquia da organização.
  30. 30. 9. CADEIA ESCALAR É a linha de autoridade que vai do escalão mais alto ao mais baixo em função do princípio do comando.
  31. 31. 10. ORDEM Um lugar para cada coisa em seu lugar. É a ordem material e humana.
  32. 32. 11. EQÜIDADE Amabilidade e justiça para alcançar a lealdade do pessoal
  33. 33. 12. ESTABILIDADE DO PESSOAL A rotatividade do pessoal é prejudicial para a eficiência da organização. Quanto mais tempo uma pessoa permanecer no cargo, tanto melhor para a empresa.
  34. 34. 13. INICIATIVA A capacidade de visualizar um plano e assegurar pessoalmente o seu sucesso.
  35. 35. 14. ESPIRÍTO DE EQUIPE A harmonia e união entre as pessoas são grandes forças para a organização.
  36. 36. TAYLOR - Administração Científica - Ênfase nas tarefas - Aumentar a eficiência da empresa por meio do aumento da eficiência ao nível operacional. FAYOL - Teoria Clássica - Ênfase na estrutura - Aumentar a eficiência da empresa por meio da forma e disposição dos órgãos componentes da organização e das suas inter-relações estruturais.

×