A CORTIÇA
NESTE POWERPOINT IREMOS FALAR DE: Fases de produção da cortiça.  Slide 3 Quantidade por ano de produção  Slide 4 Produç...
FASES DA PRODUÇÃO DA CORTIÇA                              Empilhamento: Construção de pilhas de pranchas de cortiça com vi...
Selecção: Separação da cortiça destinada à fabricação de rolhas segundo a sua espessura e classe.                         ...
Escolha Electrónica: Separação das rolhas em 5 classes base                                    utilizando máquinas equipad...
Marcação: Impressão, a tinta ou a fogo, de símbolos e/ou caracteres na superfície das                               rolhas...
A PRIMEIRA CORTIÇAA primeira cortiça produzida pelo sobreiro é retirada quando a árvore tem 30 a 50 anos. Esta casca não ...
A SEGUNDA PRODUÇÃO DO SOBREIRO   A árvore produz depois uma nova casca, uma    nova camada de cortiça. É necessário esper...
ESPERANÇA DE VIDA DO DOBREIRO   Um sobreiro pode viver 300 anos mas só será    explorado entre os 50 e os 130 anos ou sej...
TODOS OS ANOS AS EMPRESA PODEMPRODUZIR 15 MILHÕES DE ROLHAS DECORTIÇA
TAMBÉM APLICAMOS CORTIÇA EM OUTROSOBJECTOS PARA ALEM DE ROLHASA cortiça depois de preparada correctamente pode ser utiliza...
B.I. DO SOBREIRO          Nome Vulgar: sobreiro          Nome Botânico: Quercus suber          Família: Família das Fagáce...
TRABALHO REALIZADO POR: André Santos Nº 4 9ºA Rafael Camacho Nº22 9ºA Sara Duarte Nº26 9ºA
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rafael camacho 22

1.121 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Turismo
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.121
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
14
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rafael camacho 22

  1. 1. A CORTIÇA
  2. 2. NESTE POWERPOINT IREMOS FALAR DE: Fases de produção da cortiça. Slide 3 Quantidade por ano de produção Slide 4 Produção de cortiça Slide 5 Outras aplicações Slide 6 B.I. do sobreiro Slide 7
  3. 3. FASES DA PRODUÇÃO DA CORTIÇA Empilhamento: Construção de pilhas de pranchas de cortiça com vista à estabilização e maturação da matéria prima.Cozedura: Imersão das pranchas de cortiça em água a ferver com vista à sua limpeza,aumento da espessura e melhoramento da sua elasticidade Estabilização: Repouso da cortiça com vista à diminuição da humidade e estabilização mecânica de forma a se obter a consistência necessária à sua transformação.
  4. 4. Selecção: Separação da cortiça destinada à fabricação de rolhas segundo a sua espessura e classe. Separação de defeitos da cortiça. Rabaneação: Corte transversal da prancha de cortiça em tiras.Brocagem: Perfuração do traço de cortiça para obtenção de rolhas Rectificação dimensional: Acerto do diâmetro e comprimento da rolha por abrasão, de acordo com medida especificada.
  5. 5. Escolha Electrónica: Separação das rolhas em 5 classes base utilizando máquinas equipadas com sensores ópticos. Separação de defeitos.Lavação: Processo de lavagem que tem em vista a limpeza, desinfecção ebranqueamento das rolhas de cortiça. Segunda escolha electrónica: Separação das rolhas por classes, de acordo com padrões pré-estabelecidos; separação de defeitos.Escolha manual: Separação das rolhas de acordo com padrões pré-estabelecidos.Separação de defeitos.
  6. 6. Marcação: Impressão, a tinta ou a fogo, de símbolos e/ou caracteres na superfície das rolhas.Tratamento de superfície: Aplicação de produtos à base de silicone e/ou parafina nasuperfície das rolhas para auxiliar a sua funcionalidade (facilitar a sua introdução no0gargalo, permitir a sua extracção e melhorar a vedação) Esterilização: Injecção de dióxido de enxofre nos sacos de rolhas de forma a manter condições de aceitação, inibindo o crescimento microbiano.Embalagem: Embalagem conforme combinado com o cliente.
  7. 7. A PRIMEIRA CORTIÇAA primeira cortiça produzida pelo sobreiro é retirada quando a árvore tem 30 a 50 anos. Esta casca não é utilizada para as rolhas uma vez que tem muitas fendas. Aproveitamo-las para o fabrico de placas isoladoras para as paredes das casas ou ainda para o fabrico de bóias para fios de pesca.
  8. 8. A SEGUNDA PRODUÇÃO DO SOBREIRO A árvore produz depois uma nova casca, uma nova camada de cortiça. É necessário esperar alguns anos para que ela adquira a espessura pretendida. Esta cortiça, de melhor qualidade, está reservada para o fabrico de rolhas.
  9. 9. ESPERANÇA DE VIDA DO DOBREIRO Um sobreiro pode viver 300 anos mas só será explorado entre os 50 e os 130 anos ou seja são 80 anos. Esta árvore dará cortiça 10 a 12 vezes durante a sua existência. Uma árvore centenária produz facilmente 100 kg de cortiça.
  10. 10. TODOS OS ANOS AS EMPRESA PODEMPRODUZIR 15 MILHÕES DE ROLHAS DECORTIÇA
  11. 11. TAMBÉM APLICAMOS CORTIÇA EM OUTROSOBJECTOS PARA ALEM DE ROLHASA cortiça depois de preparada correctamente pode ser utilizada para produzir vários objectos e acessórios.Aqui estão alguns deles: - Mochos (bancos antigos) - Palmilhas - Pastas de livros - Porta-chaves - Carteiras - Copos - Certos brinquedos - Molduras - Cofres de jóias - Bases para panelas - Rótulos para garrafas - Bases para copos - Pratos para enfeites -Bóias utilizadas na pesca -Roupa -Imobiliário -Selos
  12. 12. B.I. DO SOBREIRO Nome Vulgar: sobreiro Nome Botânico: Quercus suber Família: Família das Fagáceas Utilidade: Cortiça (extraída do tronco) Nome colectivo: Sobral ou sobreiral
  13. 13. TRABALHO REALIZADO POR: André Santos Nº 4 9ºA Rafael Camacho Nº22 9ºA Sara Duarte Nº26 9ºA

×