Apostila exame abdominal e urinario professor carlos magno

1.541 visualizações

Publicada em

Abdome e Aparelho Urinario

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.541
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
69
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apostila exame abdominal e urinario professor carlos magno

  1. 1. Prof. Carlos Magno Carvalho
  2. 2.  Sistema renal e urinário é formado por: 2 rins, 2 ureteres, bexiga urinária e uretra Introdução
  3. 3.  Aparelho Urinário É um conjunto de órgãos envolvidos com a formação, depósito e eliminação da urina. Consta dos Rins, Ureteres, Bexiga e Uretra.
  4. 4.  Rim Rim é cada um dos dois órgãos excretores, em forma de feijão (tendo no ser humano, aproximadamente 11 cm de comprimento, 5 cm de largura e 3 cm de espessura). É o principal órgão do Sistema Excretor e osmoregulador. Os rins filtram dejetos (especialmente uréia) do sangue, e os excretam, com água, na urina; a urina sai dos rins através dos ureteres, para a bexiga.
  5. 5.  Anatomia renal 1. Pirâmide renal 2. Artéria eferente 3. Artéria renal 4. Veia renal 5. Hilo renal 6. Pelve renal 7. Ureter 8. Cálice menor 9. Cápsula renal 10. Cápsula renal inferior 11. Cápsula renal superior 12. Veia aferente 13. Néfron 14. Cálice menor 15. Cálice maior 16. Papila renal 17. Coluna renal
  6. 6.  Funções do Rim Eliminar substâncias tóxicas oriundas do metabolismo, como por exemplo, a uréia e creatinina; Manter o equilíbrio de eletrólitos no corpo humano, tais como: sódio, potássio, cálcio, magnésio, fósforo, bicarbonato, hidrogênio, cloro e outras; Regular o equilíbrio ácido-básico, mantendo constante o pH sanguíneo;
  7. 7.  Funções do Rim Regular a osmolaridade e volume de líquido corporal eliminando o excesso de água do organismo; Excreção de substâncias exógenas como por exemplo medicações e antibióticos; Produção de hormônios: eritropoietina (estimula a produção de hemácias), renina (eleva a pressão arterial).
  8. 8.  Ureter É um tubo que faz parte das vias urinárias e que liga a pelve do rim à bexiga. A sua função é propelir a urina do rim até à bexiga. Cada ureter tem 25 a 30cm de comprimento e três milímetros de diâmetro.
  9. 9.
  10. 10.  Bexiga É o órgão humano no qual é armazenada a urina, que é produzida pelos rins. Na bexiga é encontrada a uretra, o ducto que exterioriza a urina produzida pelo organismo .
  11. 11.  Bexiga O esvaziamento da bexiga é uma reação reflexa, que as crianças demoram vários anos para controlar inteiramente. A capacidade média da bexiga de um adulto é de meio litro de líquido. A bexiga e os órgãos genitais femininos são muito relacionados. Por isso, o seu funcionamento é mutuamente alterado quando há afecções, tanto da bexiga como dos órgãos genitais.
  12. 12.  Uretra É a denominação dada ao canal condutor da urina, que parte da bexiga e termina na superfície exterior do corpo, no pênis ou vulva. O orifício uretral externo localiza-se logo acima da vagina, e debaixo do clitóris, protegida pelos grandes lábios da vulva.
  13. 13.
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16.  Aparelho Urinário A urina humana é composta principalmente água (96%, em média), mas contém também uréia, ácido úrico, sal e outras substâncias. A urina é normalmente estéril quando é expelida e tem apenas um vago odor. O cheiro desagradável de urina deteriorada deve-se à ação de bactérias que provocam a libertação de amoníaco.
  17. 17.  Aparelho Urinário Um adulto saudável pode produzir entre 0,5 e 2L de urina por dia. O volume mínimo de urina necessário para remover do organismo todos os produtos residuais é de cerca de 0,5 L; todo o volume produzido acima deste consiste em excesso de água.
  18. 18.  Aparelho Urinário Uma grande ingestão de líquidos aumenta a quantidade de urina produzida; uma grande perda de líquido através da transpiração, vômitos ou diarréia conduz à sua produção diminuída.
  19. 19.
  20. 20.  Queimação, dor ou urgência miccional; Hematúria; Cor e odor urina; Febre; Dor em região lombar; Perda involuntária de urina; Perda de urina aos esforços. Anamnese Sistema Unrinário
  21. 21.  FÁCIES RENAL edema peri-orbitário acentuado, podendo ou não ter edema facial.  palidez cutâneo-mucosa.  indica doenças renais difusas, principalmente síndrome nefrótica Inspeção (POTTER, PERRY, 2009) Fonte Imagem: http://midwives.blogfa.com
  22. 22.  Punho-percussão: presença de dor em processos inflamatórios agudos Sinal de Giordano Percussão
  23. 23.  Sinal de Devoto Palpação
  24. 24.  Método de Israel Palpação
  25. 25.  Útil somente na identificação de sopros abdominais, caracterizados por sons murmurantes de baixa intensidade, sugestivos de estenose da artéria renal. Ausculta
  26. 26.  Paciente de 42 anos, feminina, branca, deu entrada no Pronto Socorro com queixa de dor lombar à direita, febre e urina escura e escassa. Refere 2 episódios de infecção urinária pregressos e sabe que tem um irmão com problema renal. Ao exame físico: hipocorada, PA 150x110 mmHg, FC 90, Tº 38º C. Abdômen: duas massas palpáveis em regiões laterais dorsais direita e esquerda, cada uma a aproximadamente 8,0 cm dos Rebordos Costais D e E, lobuladas e endurecidas. Giordano à direita. Ex. Laboratoriais: Hem: 5.500.000, Hb 16 g%, Ht 48%, U 80, Cr 3,1. Urina I d= 1012 leuc 1 milhão/ml USG abdômen: rins com 18 cm com vários cistos de diversos tamanhos. Fígado apresenta dois cistos com 3,0 cm de diâmetro. A paciente foi internada e durante o tratamento apresentou quadro súbito de cefaléia e confusão mental. Caso Clínico

×