Guerra Fria De: Pedro Ottajano, Thomaz, Mauricio, Rafael Rego, Matheuz Gattas, Bruno, Diogo, João Paulo e Danilo
Guerra Fria: Resumo <ul><li>A União Soviética possuía um sistema socialista, baseado na economia planificada, partido únic...
Paz Armada <ul><li>Na verdade, uma expressão explica muito bem este período: a existência da Paz Armada. As duas potências...
Corrida Espacial <ul><li>EUA e URSS travaram uma disputa muito grande no que se refere aos avanços espaciais. Ambos corria...
Caça as Bruxas <ul><li>Os EUA liderou uma forte política de combate ao comunismo em seu território e no mundo. Usando o ci...
Revolução socialista na China   <ul><li>China e socialismo. Durante as três décadas que se seguiram ao estabelecimento da ...
Cortina de Ferro <ul><li>Depois da Segunda Guerra Mundial em 1945, os vitoriosos Aliados: Estados Unidos, Inglaterra, Fran...
<ul><li>Nikita Kruschev, o premier soviético, ordenou então a construção do Muro de Berlim para parar o fluxo de refugiado...
Planos: Marshall e COMECO <ul><li>As duas potências desenvolveram planos para desenvolver economicamente os países membros...
O FIM <ul><li>A falta de democracia, o atraso econômico e a crise nas repúblicas soviéticas acabaram por acelerar a crise ...
 
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Guerra Fria

4.098 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.098
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
154
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Guerra Fria

  1. 1. Guerra Fria De: Pedro Ottajano, Thomaz, Mauricio, Rafael Rego, Matheuz Gattas, Bruno, Diogo, João Paulo e Danilo
  2. 2. Guerra Fria: Resumo <ul><li>A União Soviética possuía um sistema socialista, baseado na economia planificada, partido único (Partido Comunista), igualdade social e falta de democracia. Já os Estados unidos, a outra potência mundial, defendia a expansão do sistema capitalista, baseado na economia de mercado, sistema democrático e propriedade privada. Na segunda metade da década de 1940 até 1989, estas duas potências tentaram implantar em outros países os seus sistemas políticos e econômicos. </li></ul><ul><li>A definição para a expressão guerra fria é de um conflito que aconteceu apenas no campo ideológico, não ocorrendo um embate militar declarado e direto entre Estados Unidos e URSS. Até mesmo porque, estes dois países estavam armados com centenas de mísseis nucleares. </li></ul>
  3. 3. Paz Armada <ul><li>Na verdade, uma expressão explica muito bem este período: a existência da Paz Armada. As duas potências envolveram-se numa corrida armamentista, espalhando exércitos e armamentos em seus territórios e nos países aliados. Enquanto houvesse um equilíbrio bélico entre as duas potências, a paz estaria garantida, pois haveria o medo do ataque inimigo.  Nesta época, formaram-se dois blocos militares, cujo objetivo era defender os interesses militares dos países membros. A OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (surgiu em abril de 1949) era liderada pelos Estados Unidos e tinha suas bases nos países membros, principalmente na Europa Ocidental. O Pacto de Varsóvia era comandado pela União Soviética e defendia militarmente os países socialistas. Alguns países membros da OTAN : Estados Unidos, Canadá, Itália, Inglaterra, Alemanha Ocidental, França, Suécia, Espanha, Bélgica, Holanda, Dinamarca, Áustria e Grécia. Alguns países membros do Pacto de Varsóvia : URSS, Cuba, China, Coréia do Norte, Romênia, Alemanha Oriental, Iugoslávia, Albânia, Tchecoslováquia e Polônia. </li></ul>
  4. 4. Corrida Espacial <ul><li>EUA e URSS travaram uma disputa muito grande no que se refere aos avanços espaciais. Ambos corriam para tentar atingir objetivos significativos nesta área. Isso ocorria, pois havia uma certa disputa entre as potências, com o objetivo de mostrar para o mundo qual era o sistema mais avançado. No ano de 1957, a URSS lança o foguete Sputnik com um cão dentro, o primeiro ser vivo a ir para o espaço. Doze anos depois, em 1969, o mundo todo pôde acompanhar pela televisão a chegada do homem a lua, com a missão espacial norte-americana. </li></ul>
  5. 5. Caça as Bruxas <ul><li>Os EUA liderou uma forte política de combate ao comunismo em seu território e no mundo. Usando o cinema, a televisão, os jornais, as propagandas e até mesmo as histórias em quadrinhos, divulgou uma campanha valorizando o &quot;american way of life&quot;. Vários cidadãos americanos foram presos ou marginalizados por defenderem idéias próximas ao socialismo. O Macarthismo, comandado pelo senador republicano Joseph McCarthy, perseguiu muitas pessoas nos EUA. Essa ideologia também chegava aos países aliados dos EUA, como uma forma de identificar o socialismo com tudo que havia de ruim no planeta. Na URSS não foi diferente, já que o Partido Comunista e seus integrantes perseguiam, prendiam e até matavam todos aqueles que não seguiam as regras estabelecidas pelo governo. Sair destes países, por exemplo, era praticamente impossível. Um sistema de investigação e espionagem foi muito usado de ambos os lados. Enquanto a espionagem norte-americana cabia aos integrantes da CIA, os funcionários da KGB faziam os serviços secretos soviéticos. </li></ul>
  6. 6. Revolução socialista na China <ul><li>China e socialismo. Durante as três décadas que se seguiram ao estabelecimento da República Popular da China (RPC), em 1949, parecia que estas palavras estariam juntas para sempre numa unidade inspiradora. A China foi forçada a sofrer a humilhação da derrota na Guerra do Ópio com a Grã-Bretanha em 1840-42 e o tratado de abertura de portos que se seguiu. O povo chinês sofreu não só sob o governo despótico do seu imperador e depois de uma série de senhores da guerra como também sob o peso esmagador do imperialismo, o qual dividiu o país em esferas de influência controladas pelo estrangeiro. Gradualmente, principiando na década de 1920, o Partido Comunista Chinês conduzido por Mao Zedong organizou a resistência popular crescente à dominação estrangeira, à exploração do país e à ditadura de Chiang Kai-shek. O triunfo da revolução sob a liderança do Partido Comunista Chinês chegou finalmente em 1949, quando o partido proclamou que poria um fim não só ao sofrimento do povo como traria um novo futuro democrático baseado na construção do socialismo. </li></ul>
  7. 7. Cortina de Ferro <ul><li>Depois da Segunda Guerra Mundial em 1945, os vitoriosos Aliados: Estados Unidos, Inglaterra, França e Rússia dividiram a Alemanha em 4 setores, cada um sob o controle de um aliado. O setor dos Estados Unidos, Inglaterra e França combinados, formou um Estado capitalista, a República Federal da Alemanha (RFA) ou Alemanha Ocidental. O setor soviético virou um estado comunista, a República Democrática da Alemanha (RDA) ou Alemanha Oriental. </li></ul><ul><li>Mesmo considerando que Berlim estava em território soviético, os Aliados acharam melhor dividir a metrópole também. Portanto, Berlim foi dividida em quatro setores. De novo, os Estados Unidos, a Inglaterra e a França se juntaram para formar a Berlim Ocidental. O setor soviético formou a Berlim Oriental. A maioria da população da Alemanha Oriental e da Berlim Oriental não gostava do regime comunista. Na verdade, a maioria dos pessoas nem era comunista. Entre Janeiro e o começo de Agosto de 1961, 160.000 refugiados atravessaram a fronteira, em direção à Berlim Ocidental, buscando uma vida melhor. </li></ul>
  8. 8. <ul><li>Nikita Kruschev, o premier soviético, ordenou então a construção do Muro de Berlim para parar o fluxo de refugiados. O muro começou a ser construído em 13 de Agosto de 1961. Os comunistas rasgaram ruas e demoliram prédios para usar como barricadas na fronteira. Por 28 anos, o Muro de Berlim separou amigos, famílias e uma nação. O Muro era feito de aço, cimento e cercas de arame farpado com armadilhas e explosivos. Também haviam torres de guarda com metralhadoras e outras armas pesadas e se alguém insistisse em atravessar a muralha sem a permissão do governo comunista, que era quase impossível de conseguir, os guardas tinham ordens de atirar para matar. Durante 28 anos, de 1961 a 1989, a população de Berlim, ex-capital do Reich alemão, com mais de três milhões de pessoas, padeceu uma experiência ímpar na história moderna: viu a cidade ser dividida por um imenso muro. Situação de verdadeira esquizofrenia geopolítica que cortou-a em duas partes, cada uma delas governada por regimes políticos ideologicamente inimigos. Abominação provocada pela guerra fria, a grosseira parede foi durante aqueles anos todos o símbolo da rivalidade entre Leste e Oeste, e, também, um atestado do fracasso do socialismo real em manter-se como um sistema atraente para a maioria da população alemã. </li></ul>
  9. 9. Planos: Marshall e COMECO <ul><li>As duas potências desenvolveram planos para desenvolver economicamente os países membros. No final da década de 1940, os EUA colocaram em prática o Plano Marshall, oferecendo ajuda econômica, principalmente através de empréstimos, para reconstruir os países capitalistas afetados pela Segunda Guerra Mundial. Já o COMECON foi criado pela URSS em 1949 com o objetivo de garantir auxílio mútuo entre os países socialistas . </li></ul>
  10. 10. O FIM <ul><li>A falta de democracia, o atraso econômico e a crise nas repúblicas soviéticas acabaram por acelerar a crise do socialismo no final da década de 1980. Em 1989 cai o Muro de Berlim e as duas Alemanhas são reunificadas. No começo da década de 1990, o então presidente da União Soviética Gorbachev começou a acelerar o fim do socialismo naquele país e nos aliados. Com reformas econômicas, acordos com os EUA e mudanças políticas, o sistema foi se enfraquecendo. Era o fim de um período de embates políticos, ideológicos e militares. O capitalismo vitorioso, aos poucos, iria sendo implantado nos países socialistas. </li></ul>

×