[palestra] Design Thinking e Canvas: Ferramentas para Empreendedores

5.561 visualizações

Publicada em

O objetivo do material é apresentar o Design Thinking, o Business Model Canvas e o Lean Canvas, ferramentas que podem ajudá-los a definir e descrever o modelo de negócios do seu empreendimento

Palestra apresentada na Semana Cultural do UNIFIEO

Publicada em: Negócios
1 comentário
10 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.561
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
199
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
217
Comentários
1
Gostaram
10
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

[palestra] Design Thinking e Canvas: Ferramentas para Empreendedores

  1. 1. DESIGN THINKING E CANVAS: FERRAMENTAS PARA EMPREENDEDORES Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com
  2. 2. Sejam bem-vindos!
  3. 3. Por que estamos aqui? Objetivo
  4. 4. Objetivo  Apresentar o Design Thinking, o Business Model Canvas e o Lean Canvas, ferramentas que podem ajudá-los a definir e descrever o modelo de negócios do seu empreendimento
  5. 5. Relembrando o conceito Empreendedorismo
  6. 6. Empreendedorismo  DISPOSIÇÃO ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços, negócios  INICIATIVA de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes, geralmente com alterações que envolvem inovação e riscos  Fonte: Dicionário Houaiss
  7. 7. Empreendedorismo  Resumindo em uma frase... Empreendedorismo é atitude!
  8. 8. Como nasce um empreendimento? Ou, o gatilho do empreendedor!
  9. 9. Como pode nascer um empreendimento? Uma ideia! Execução! Uma necessidade ou desejo (meu, de outra pessoa ou da empresa) Incômodo com alguma situação Ociosidade Crises Problemas ONDE TUDO COMEÇA:
  10. 10. Foto do Boomerang  Fonte: http://www.flickr.com/photos/sapiamaia/4200296 153/
  11. 11. Tá, mas como eu desenvolvo a minha ideia de empreendimento?
  12. 12. Calma, jovem... Vamos conversar sobre Design Thinking
  13. 13. Design Thinking
  14. 14. Design Thinking WTF O que é Design Thinking?
  15. 15. Design Thinking Ao ouvir a palavra design, provavelmente imaginamos algo assim...
  16. 16. Design Thinking
  17. 17. Design Thinking  A palavra design é frequentemente associada a qualidade ou aparência de produtos  Mas o design como disciplina tem por objetivo máximo promover bem-estar na vida das pessoas
  18. 18. Design Thinking  O Design Thinking não é “coisa de designer”, mas reflete a essência do Design, que é o foco nas pessoas  Ele pega emprestado do Design o olhar necessário para criar coisas melhores para as pessoas
  19. 19. Design Thinking  Design Thinking não é um framework ou metodologia! É um modelo mental, um novo jeito de pensar e abordar os problemas  Para aplicá-lo, você pode (e deve) usar conceitos multidisplinares (desde psicologia até TI)... Tudo depende do problema que precisa ser resolvido!
  20. 20. Três palavras que compõem a essência do Design Thinking: Empatia Colaboração Experimentação
  21. 21. O processo (exemplo 1)...
  22. 22. O processo (exemplo 2)...
  23. 23. O processo (exemplo 3)...
  24. 24. Saiba mais...
  25. 25. Cara, o que isso tem a ver com empreendedorismo?!?!
  26. 26. Cara, o que isso tem a ver com empreendedorismo?  A aplicação do Design Thinking vai ajudá-lo a entender PLENAMENTE a necessidade do seu público-alvo e a desenvolver a solução mais adequada Três palavras que compõem a essência do Design Thinking: Empatia | Colaboração | Experimentação
  27. 27. Como aplicamos o DT no curso de Sistemas de Informação? IDEAÇÃO CRIAÇÃO DO CANVAS
  28. 28. Como aplicamos o DT no curso de Sistemas de Informação? IDEAÇÃO (geração de ideias)
  29. 29. Como aplicamos o DT no curso de Sistemas de Informação? IDEAÇÃO (síntese)
  30. 30. CRIAÇÃO DO CANVAS
  31. 31. Cara, que papo é esse de Canvas?!?!
  32. 32. Calma, jovem... Antes eu tenho uma pergunta para você.
  33. 33. Como documentar o nosso modelo de negócios?
  34. 34. Plano de Negócios
  35. 35. Plano de Negócios  Documento onde o negócio é descrito nos detalhes pertinentes aos objetivos que visa cumprir e ao público a quem é apresentado  objetivos que visa cumprir...  desde um estudo da viabilidade da ideia até a obtenção de recursos para iniciar o empreendimento
  36. 36. Plano de Negócios  Pode ser um documento complexo...  Plano de Marketing  Análise do mercado, dos concorrentes, dos fornecedores e dos clientes  Estratégia de Marketing  Objetivos, produto, preço, distribuição, comunicação  Plano Financeiro  Investimentos iniciais, apuração dos resultados, fluxo de caixa, ponto de equilíbrio  Produção e Operações  Equipamentos  Etc...  ... e com dezenas de páginas
  37. 37. Plano de Negócios  Basicamente, sua construção é um exercício de pesquisa feito por um empreendedor...  Antes mesmo de ter começado a criar o produto
  38. 38. Plano de Negócios  Considera a premissa de que é possível responder a maioria das interrogações de um empreendimento, antes de colocar a ideia em prática
  39. 39. Plano de Negócios
  40. 40. Somente após finalizar o plano de negócios o empreendimento entra em operação...
  41. 41. Plano de Negócios
  42. 42. Plano de Negócios Mas, em poucas semanas ou meses, alguém pode REALIZAR a ideia que você teve hoje!
  43. 43. Plano de Negócios Por isso, o modelo tradicional de Plano de Negócios pode ficar obsoleto...
  44. 44. Plano de Negócios ...ou ser resultado de um trabalho mais dinâmico, colaborativo e centrado no cliente (ou seja, mantendo o mindset do desing thinking)
  45. 45. Business Model Canvas e Lean Canvas: Se preparando para a execução! Descrevendo o nosso Modelo de Negócios
  46. 46. Lean Canvas
  47. 47. Business Model Canvas
  48. 48. Exemplo: Células de Estudo
  49. 49. Exemplo: Nespresso
  50. 50. Exemplo: Nespresso Células de Estudo Promover a evolução cultural de crianças, jovens e adultos de comunidades carentes através da utilização de todos os recursos tecnológicos e pedagógicos disponíveis Adolescentes Crianças Adultos Famílias dos participantes do projeto Somente moradores de regiões periférias (avaliar indicador: IDH?) Escolas públicas (rede estadual) ONGs da região? Rede de empregos Encontro anual das células APLs e Cooperativas Principal: Doações (PF ou PJ) Venda de material didático (preço de custo)Material didático Ajuda de custo para os voluntários Criar material didático Promover os cursos e eventos Captação de recursos e voluntários Marca Voluntários Dinâmica inovadora Escolas Empresas ONGs Associações dos Bairros
  51. 51. CRIAÇÃO DO CANVAS
  52. 52. Próximo passo: Fazer acontecer! Planejamento Requisitos Análise & DesignImplementação Teste Avaliação
  53. 53. Faz sentido? IDEAÇÃO CRIAÇÃO DO CANVAS
  54. 54. Venha aprender e praticar!
  55. 55. DÚVIDAS?
  56. 56. alessandro.almeida@uol.com.br www.slideshare.net/alessandroalmeida www.linkedin.com/in/alessandroalmeida www.alessandroalmeida.com Muito obrigado!

×