Engenharia de Software II - Aula 2

804 visualizações

Publicada em

Slides da 2ª aula da disciplina "Engenharia de Software II".

Curso: Sistemas de Informação.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
804
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Engenharia de Software II - Aula 2

  1. 1. Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com
  2. 2. Retomando as bases...
  3. 3. Parte essencial do projeto, direcionando as tomadas de decisões,planejamento, desenvolvimento e manutenção de todo o ciclo devida do projeto.Responsável pelo levantamento de requisitos, ou seja, toda adocumentação do projeto necessária para o entendimentoaprofundado do software a ser desenvolvido.Fundamental para o desenvolvimento de um software com qualidade. Odesenvolvimento é complexo, envolvendo diversas áreas. Permitepadronizar os processos, reduzindo custo e prazo.
  4. 4. Especificação, desenvolvimento e manutençãode sistemas de software. Contém melhorespráticas de gerenciamento de projetos, quevisa organização, produtividade e qualidade.Conjunto de metodologias e boas práticas para arquitetar eplanejar o desenvolvimento de qualquer tipo de software queatenda uma necessidade específica do cliente.Padrão para todas as fases de um desenvolvimento desistemas, desde o levantamento de requisitos (regras denegócio) até testes e manutenções.
  5. 5. Sobre as “boas práticas” ou “melhores práticas”
  6. 6.  Cuidado!!!!  Quem definiu que as práticas são boas ou melhores?  A empresa fez uma avaliação?  Houve um diagnóstico?  Os principais stakeholders foram ouvidos? Sinal de alerta:  Consultoria ou um grupo restrito definindo e decidindo as “melhores” práticas para a área de TI
  7. 7. Facilita o desenvolvimento de um projeto e defineseus objetivos através de um estudo detalhado.Define o roteiro de construção do projeto, por meiode metodologias como ITIL, CMMI, etc.Como modelo conceitual, possui 3 elementos: Métodos,procedimentos e ferramentas. Nesses processos sãoenvolvidos a parte de testes e manutenções,documentações que são desenvolvidas com custos eprazos estimados.
  8. 8. Independente do tamanho do projeto e/ou empresa,a Engenharia de Software está presente na áreade TI, organizando e auxiliando nodesenvolvimento de projetos.Na maioria das empresas o responsável pelo levantamento de requisitosrecebe toda a especificação dos projetos e alinha de acordo com asnecessidades, utilizando, por exemplo, conceitos de UML. Passa asinformações para a equipe de desenvolvimento, mas sempreacompanhando para que nada saia fora do que foi combinado.
  9. 9. A Engenharia de Software ajuda napadronização e criação de processos,gerando várias documentações queauxiliam na tomada de decisões.Na minha empresa, é aplicada quando asfases de desenvolvimento de umsoftware são divididas, definindo seusprocessos e padrão de qualidade.
  10. 10. Cada empresa utiliza a Engenharia de Softwareconforme sua necessidade, onde, de acordo com oprojeto, é estudado o melhor método para utilizar.Alguns mais complexos e detalhados, outros maissimples.Normalmente, a Engenharia de Software éaplicada nas empresas para que haja melhorianos sistemas conforme levantamento dosrequisitos com os usuários/clientes.
  11. 11. Em empresas de grande porte, onde o cliente exige aqualidade do serviço, as consultorias utilizam todas as etapasda Engenharia de Software, incluindo recursos como CMMI,COBIT, entre outros. Mas internamente, nas consultorias e nosdepartamentos de uma empresa, o uso da Engenharia deSoftware é defasado, devido ao curto espaço de tempo pararesolução de problemas e falta de conhecimento da gerência edireção.
  12. 12.  Disciplina de engenharia cujo foco está em todos os aspectos da produção de software, desde os estágios iniciais da especificação do sistema até sua manutenção, quando o sistema já está sendo usado.
  13. 13.  ...engenharia...  “construção, criação, execução de algo em que se utilize engenho e arte” (Fonte: Dicionário Houaiss)
  14. 14.  ...todos os aspectos da produção de software...  Não apenas processos “técnicos”, mas também as atividades de gerenciamento de projeto, por exemplo.
  15. 15. Motivação
  16. 16.  Os números apresentados nos próximos slides são baseados nas edições 2011 e 2012 do Benchmarking em Gerenciamento de Projetos  Realizado por capítulos nacionais e internacionais (Argentina, França e Uruguai) do PMI  Disponível para download gratuito no endereço www.pmsurvey.org Setor considerado: Tecnologia da Informação  Não é possível filtrar por tipo de projeto (por exemplo: “Projeto de desenvolvimento ou manutenção de software”)
  17. 17. 80% 71%70% 64%60%50%40% 2011 2012 29%30% 27%20% 9%10% 0% 0% 0%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  18. 18. 80% 71%70% 64%60%50%40% 2011 2012 29%30% 27%20% 9%10% 0% 0% 0%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  19. 19. Gerente de Projeto
  20. 20. Como assim?!?!Nós
  21. 21. Consigo terminar meus projetos, mas sempre estoura algo...Nós
  22. 22. ... principalmente custo e prazo.Nós
  23. 23. Além disso, tenho uns 3 projetos que nunca terminam...Nós
  24. 24. ... pois meu cliente não quer homologar.Nós
  25. 25. 80% 71%70% 64%60%50%40% 2011 2012 29%30% 27%20% 9%10% 0% 0% 0%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  26. 26. Como podemos definir 80%maioria das vezes e 71% 70%poucas vezes? 64% 60% 50% 40% 2011 2012 29% 30% 27% 20% 9% 10% 0% 0% 0% 0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  27. 27. Quem respondeu a 80%pesquisa? O gerente do 71% 70%projeto ou o cliente? 64% 60% 50% 40% 2011 2012 29% 30% 27% 20% 9% 10% 0% 0% 0% 0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  28. 28. Gerente de Projeto (na vida real)
  29. 29. 50% 47% 45% 45%45% 43%40%35%30%25% 2011 201220%15%10% 9% 5%5% 3% 3%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  30. 30. 60% 55% 55%50%40% 34% 33%30% 2011 201220%10% 7% 7% 5% 4%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  31. 31. 70% 64% 61%60%50%40% 2011 201230% 23% 23%20% 12% 13%10% 3% 1%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  32. 32. 80% 74% 69%70%60%50%40% 2011 201230%20% 15% 16% 13% 11%10% 2% 0%0% Sempre Na maioria das vezes Poucas vezes Nunca
  33. 33.  Não cumprimento dos prazos Comunicação Escopo não definido adequadamente Mudanças de escopo constantes Estimativas incorretas Entre outros...
  34. 34. Gerente de Projeto (na vida real)
  35. 35.  Agora, a principal motivação para pensarmos em Engenharia de Software: E na minha empresa, como funcionam os projetos de desenvolvimento ou manutenção de software? Enfrentamos problemas com prazo, custo, qualidade, escopo, satisfação do cliente, etc.?
  36. 36.  Agora, a principal motivação para pensarmos em Engenharia de Software: E na minha empresa, como funcionam os projetos de desenvolvimento ou manutenção de software? Enfrentamos problemas com prazo, custo, qualidade, escopo, satisfação do cliente, etc.?
  37. 37. alessandro.almeida@uol.com.brwww.slideshare.net/alessandroalmeida

×