Empreendedorismo (10/02/2015)

341 visualizações

Publicada em

Slides da aula apresentada no dia 10 de fevereiro de 2015.

Disciplina: Gestão de Projetos e Empreendedorismo.

Tema da aula: Definições iniciais (projeto, gestão de projetos, empreendedorismo). Introdução do estudo de caso do Instituto Beleza Natural.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
341
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Empreendedorismo (10/02/2015)

  1. 1. Alessandro Almeida | www.alessandroalmeida.com 10/02/2015 1° Semestre de 2015 SIN-NA7
  2. 2. Entendimento sobre Gestão de Projetos e Empreendedorismo
  3. 3. 1. O que é um projeto? Citem exemplos. 2. O que é gestão de projetos? Por que é importante se preocupar com a forma como os projetos são gerenciados? 3. O que é empreendedorismo? 4. Qualquer pessoa pode empreender, ou esta é uma habilidade inata (que pertence ao ser desde o seu nascimento)? 5. “Um empreendedor de sucesso sempre estará focado no lucro.” O grupo concorda com esta afirmação? Justifiquem.
  4. 4. Analisando a atividade da aula passada...
  5. 5. Conjunto de tarefas bem estabelecidas a fim de atingir um determinado objetivo. Exemplo: Desenvolvimento de um software. É uma ação tomada por etapas que visa um objetivo final. Exemplo: Projeto de auditoria. Planejamento para criação e execução de um determinado trabalho que visa alcançar um objetivo. Exemplo: TCC.
  6. 6. Conjunto de tarefas bem estabelecidas a fim de atingir um determinado objetivo. Exemplo: Desenvolvimento de um software. É uma ação tomada por etapas que visa um objetivo final. Exemplo: Projeto de auditoria. Planejamento para criação e execução de um determinado trabalho que visa alcançar um objetivo. Exemplo: TCC.
  7. 7. Conjunto de tarefas bem estabelecidas a fim de atingir um determinado objetivo. Exemplo: Desenvolvimento de um software. É uma ação tomada por etapas que visa um objetivo final. Exemplo: Projeto de auditoria. Planejamento para criação e execução de um determinado trabalho que visa alcançar um objetivo. Exemplo: TCC.
  8. 8. Conjunto de tarefas bem estabelecidas a fim de atingir um determinado objetivo. Exemplo: Desenvolvimento de um software. É uma ação tomada por etapas que visa um objetivo final. Exemplo: Projeto de auditoria. Planejamento para criação e execução de um determinado trabalho que visa alcançar um objetivo. Exemplo: TCC.
  9. 9. É o processo de administrar, coordenar e planejar um projeto, desde a sua concepção até a conclusão. É fundamental para que se possa chegar a conclusão de um projeto com grau satisfatório. São boas práticas que, com a necessidade do projeto, podem ser adotadas para otimizar as atividades e recursos envolvidos. Graças a ela, o projeto ganha qualidade, tempo e reduz custos desnecessários. É um controlee gerenciamento de todas as etapas do projeto. Garante que o resultado final seja atingido conforme o planejado.
  10. 10. É o processo de administrar, coordenar e planejar um projeto, desde a sua concepção até a conclusão. É fundamental para que se possa chegar a conclusão de um projeto com grau satisfatório. São boas práticas que, com a necessidade do projeto, podem ser adotadas para otimizar as atividades e recursos envolvidos. Graças a ela, o projeto ganha qualidade, tempo e reduz custos desnecessários. É um controlee gerenciamento de todas as etapas do projeto. Garante que o resultado final seja atingido conforme o planejado.
  11. 11. É o processo de administrar, coordenar e planejar um projeto, desde a sua concepção até a conclusão. É fundamental para que se possa chegar a conclusão de um projeto com grau satisfatório. São boas práticas que, com a necessidade do projeto, podem ser adotadas para otimizar as atividades e recursos envolvidos. Graças a ela, o projeto ganha qualidade, tempo e reduz custos desnecessários. É um controlee gerenciamento de todas as etapas do projeto. Garante que o resultado final seja atingido conforme o planejado.
  12. 12. É o processo de administrar, coordenar e planejar um projeto, desde a sua concepção até a conclusão. É fundamental para que se possa chegar a conclusão de um projeto com grau satisfatório. São boas práticas que, com a necessidade do projeto, podem ser adotadas para otimizar as atividades e recursos envolvidos. Graças a ela, o projeto ganha qualidade, tempo e reduz custos desnecessários. É um controlee gerenciamento de todas as etapas do projeto. Garante que o resultado final seja atingido conforme o planejado.
  13. 13.  Definição do Dicionário Houaiss:  “ideia, desejo, intenção de fazer ou realizar (algo), no futuro; plano”  Definição do PMBOK, 5ª edição:  Um esforço temporário empreendido para criar um produto, serviço ou resultado único.
  14. 14.  Algumas características de um projeto:  Objetivo e metas definidos  Início e fim definidos  São únicos (é improvável que você realize dois projetos exatamente iguais)  Entregas (conforme requisitos)  Possui premissas, restrições, partes interessadas (stakeholders) e patrocinador (sponsor)
  15. 15.  Exemplos:  Organização de uma festa de casamento  Desenvolvimento de um software  Implementação de um ERP  Construção de uma casa  Compra de um carro  Viagem  Trabalho de Conclusão do Curso
  16. 16.  Palavras-chave: Gestão e Gerir  Gestão:  “ato ou efeito de gerir; administração, gerência”  Fonte: Dicionário Houaiss  Gerir:  “exercer gerência sobre; administrar, dirigir, gerenciar”  Fonte: Dicionário Houaiss
  17. 17.  Conclusão:  Gerenciamento de Projetos é administrar, dirigir e ter controle sobre o projeto  Definição do PMBOK, 5ª edição:  A aplicação de conhecimentos, habilidades, ferramentas e técnicas às atividades do projeto a fim de atender aos seus requisitos.
  18. 18. Qual é a forma correta de gerenciar um projeto?
  19. 19. Em março voltaremos ao tema Gestão de Projetos
  20. 20. São ideias visionárias, sabendo ver oportunidades e transformá-las em um projeto lucrativo. É uma forma de tentar convencer o seu público de que sua ideia ou produto é realmente bom. É o ato de empreender em ideias visando o crescimento, é o ato de se arriscar e transformar uma ideia em um negócio.
  21. 21. São ideias visionárias, sabendo ver oportunidades e transformá-las em um projeto lucrativo. É uma forma de tentar convencer o seu público de que sua ideia ou produto é realmente bom. É o ato de empreender em ideias visando o crescimento, é o ato de se arriscar e transformar uma ideia em um negócio.
  22. 22. São ideias visionárias, sabendo ver oportunidades e transformá-las em um projeto lucrativo. É uma forma de tentar convencer o seu público de que sua ideia ou produto é realmente bom. É o ato de empreender em ideias visando o crescimento, é o ato de se arriscar e transformar uma ideia em um negócio.
  23. 23. São ideias visionárias, sabendo ver oportunidades e transformá-las em um projeto lucrativo. É uma forma de tentar convencer o seu público de que sua ideia ou produto é realmente bom. É o ato de empreender em ideias visando o crescimento, é o ato de se arriscar e transformar uma ideia em um negócio.
  24. 24.  Disposição ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços, negócios  Inciativa de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes, geralmente com alterações que envolvem inovação e riscos
  25. 25.  DISPOSIÇÃO ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços, negócios  INICIATIVA de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes, geralmente com alterações que envolvem inovação e riscos
  26. 26. Nem todas as pessoas nascem com a habilidade, porém é possível ser trabalhada, podendo alcançar ou não o sucesso. Qualquer pessoa pode empreender, contanto que estude e se esforce para tal. Independente de ter o dom, qualquer um consegue empreender usando técnicas e artifícios corretos.
  27. 27. Nem todas as pessoas nascem com a habilidade, porém é possível ser trabalhada, podendo alcançar ou não o sucesso. Qualquer pessoa pode empreender, contanto que estude e se esforce para tal. Independente de ter o dom, qualquer um consegue empreender usando técnicas e artifícios corretos.
  28. 28. Nem todas as pessoas nascem com a habilidade, porém é possível ser trabalhada, podendo alcançar ou não o sucesso. Qualquer pessoa pode empreender, contanto que estude e se esforce para tal. Independente de ter o dom, qualquer um consegue empreender usando técnicas e artifícios corretos.
  29. 29. Nem todas as pessoas nascem com a habilidade, porém é possível ser trabalhada, podendo alcançar ou não o sucesso. Qualquer pessoa pode empreender, contanto que estude e se esforce para tal. Independente de ter o dom, qualquer um consegue empreender usando técnicas e artifícios corretos.
  30. 30. Sim, se um empreendedor não levar o lucro em consideração, consequentemente terá prejuízos, o que compromete a realização dos projetos. Não. Concordamos que além do lucro, o principal fator é satisfação pessoal. Sim, o objetivo do empreendedor é sempre o lucro. Não, pois ele pode se preocupar com outras coisas, como satisfação de terceiros e projetos sociais, o lucro se torna uma consequência.
  31. 31. Sim, se um empreendedor não levar o lucro em consideração, consequentemente terá prejuízos, o que compromete a realização dos projetos. Não. Concordamos que além do lucro, o principal fator é satisfação pessoal. Sim, o objetivo do empreendedor é sempre o lucro. Não, pois ele pode se preocupar com outras coisas, como satisfação de terceiros e projetos sociais, o lucro se torna uma consequência.
  32. 32. Sim, se um empreendedor não levar o lucro em consideração, consequentemente terá prejuízos, o que compromete a realização dos projetos. Não. Concordamos que além do lucro, o principal fator é satisfação pessoal. Sim, o objetivo do empreendedor é sempre o lucro. Não, pois ele pode se preocupar com outras coisas, como satisfação de terceiros e projetos sociais, o lucro se torna uma consequência.
  33. 33. Sim, se um empreendedor não levar o lucro em consideração, consequentemente terá prejuízos, o que compromete a realização dos projetos. Não. Concordamos que além do lucro, o principal fator é satisfação pessoal. Sim, o objetivo do empreendedor é sempre o lucro. Não, pois ele pode se preocupar com outras coisas, como satisfação de terceiros e projetos sociais, o lucro se torna uma consequência.
  34. 34. Sim, se um empreendedor não levar o lucro em consideração, consequentemente terá prejuízos, o que compromete a realização dos projetos. Não. Concordamos que além do lucro, o principal fator é satisfação pessoal. Sim, o objetivo do empreendedor é sempre o lucro. Não, pois ele pode se preocupar com outras coisas, como satisfação de terceiros e projetos sociais, o lucro se torna uma consequência.
  35. 35. Uma história que poderia ser sua
  36. 36. Instituto Beleza Natural: Uma história que poderia ser sua!
  37. 37.  Rede voltada para tratamento de cabelos crespos  Público-alvo: Mulheres e homens da Classe C  Possui quase 30 lojas:  Rio de Janeiro  Salvador  Vitória  Belo Horizonte  São Paulo
  38. 38.  Em 2013 faturou R$ 180 milhões  Emprega mais de 3000 pessoas e atende, em média, 120 mil clientes por mês  Ticket médio: R$ 175,00  Até 2018...  120 salões  Filiais nos EUA
  39. 39.  ZicaAssis, fundadora do Beleza Natural, aparece entre as dez mulheres de negócios mais poderosas do país  Fonte: Forbes (www.forbes.com/pictures/eifl45ekgd/no-10-heloisa- helena-assis/)
  40. 40.  LeilaVelez, também fundadora do Beleza Natural, recebeu do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, o título de jovem líder global.  Fonte: Época (http://epoca.globo.com/ideias/noticia/2014/07/leila- velez-e-preciso-quebrar-algema-dos-bpadroes-de-beleza-b.html)
  41. 41. Ou seja, é uma empresa relevante!
  42. 42. Mas será que sempre foi assim?
  43. 43.  Para saber mais:  http://belezanatural.com.br/wp- content/uploads/2013/08/Jornal-Valor-Econ%C3%B4mico- 1jul13-2.jpg  http://en.insper.edu.br/sites/default/files/Dona_Zica.pdf  http://gazetaonline.globo.com/_conteudo/2011/11/noticias/a_g azeta/economia/1039846-heloisa-assis-a-zica--quando-meu- cabelo-ficou-bonito-muita-gente-me-procurou.html  http://premioclaudia.abril.com.br/finalistas/heloisa-helena- assis/  http://www.endeavor.org.br/videos/start-up/day1/aprendendo- a-ser-empreendedor/a-formula-da-autoestima-zica-e-leila- velez-e-o-beleza-natural-day1
  44. 44. Vídeo disponível no endereço http://www.endeavor.org.br/videos/start-up/day1/aprendendo-a-ser-empreendedor/a-formula-da-autoestima-zica-e-leila-velez-e-o-beleza-natural-day1
  45. 45. O que este exemplo nos ensina?
  46. 46. alessandro.almeida@uol.com.br www.slideshare.net/alessandroalmeida

×