Curso de Fotografia da VPR

11.132 visualizações

Publicada em

Esse é o slide apresentado no Curso de Fotografia da VPR Rio de Janeiro e que será disponibilizado após o próximo evento no Rio.

Abraços!

Publicada em: Educação
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.132
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.377
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
749
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Curso de Fotografia da VPR

  1. 1. Curso Básico de Fotografia Digital
  2. 2. Por que fotos digitais? A Turma responde!Qual a parte boa do digital?
  3. 3. Uma câmera digital pequena é fácil de carregar, assim você pode tê-la para tirarfotos quando vê coisas legais ou inusitadas.Se você estiver considerando optar pelo digital, aqui estão mais algumas razõesconclusivas:• Optando pelo digital economizará dinheiro em longo prazo, não tendo que comprar rolos e rolos de filmes (película) e não pagando pela revelação.• Economiza tempo porque você não tem que fazer duas viagens à loja para deixar o filme e depois voltar para pegar seus retratos.• As câmeras digitais mostram-lhe imediatamente como seus retratos ficaram. Assim você não terá mais aqueles desapontamentos um ou dois dias mais tarde quando seu filme não foi revelado.• Você pode ver imagens antes que sejam impressas e se você não gostar do que vê, edite-as com perfeição ou as apague.• Fotografia digital não usa produtos químicos tóxicos que terminam frequentemente fluindo no esgoto e em nossos córregos, rios e lagos.• Não se tem mais que esperar para terminar um rolo antes que se possa processá-lo (ou desperdiçando o filme não exposto quando você não puder esperar).
  4. 4. A parte ruim?O fim do álbum de familia e infantil
  5. 5. Novo MercadoÁlbuns de Casamento
  6. 6. Álbuns Infantís
  7. 7. CAP 1: QUE É UMA FOTOGRAFIA DIGITAL? As fotografias digitais são compostas das centenas de milhares ou de milhões de minúsculos quadrados chamados elemento de imagem ou simplesmente pixels. Pixel é o mesmo que 1 ponto de luz. Aqui você vê um retrato de Amelia Earhart feito inteiramente em jujubas. Pense cada jujuba como sendo um pixel e fica fácil de ver como os pontos podem dar forma a imagens.
  8. 8. Cap 1.1 - Tamanho da imagemEsta imagem digital de uma borboleta monarch tem1800 pixels de largura e 1600 pixels de altura. Diz-seser 1800x1600. – simbologia - px
  9. 9. Cap 2 – Como funciona uma câmera digital As câmeras digitais são muito parecidas como as câmeras de filme 35mm. Ambos contêm uma lente, uma abertura, e um obturador. A lente traz a luz da cena em foco dentro da câmera assim que se pode expor a imagem. A abertura é um buraco que pode ser diminuído ou aumentado para controlar a quantidade de luz que entra na câmera. O obturador é um dispositivo que pode ser aberto ou fechado para controlar o tempo em que a luz entra.
  10. 10. A diferença grande entre câmeras tradicionais da filme e câmeras digitais é comocapturam a imagem. Em vez do filme, as câmeras digitais usam um dispositivo emestado sólido chamado de sensor de imagem, geralmente umdispositivo CCD. Na superfície de cada uma destas microplaquetas de silicone está uma grade que contem centenas de milhares ou de milhões de diodos foto sensíveis chamados photosites, photoelements, ou pixels. Cada photosite captura um único pixel da futura fotografia.
  11. 11. EXPOSIÇÃOCada pedacinho de luz contém um pouco de informação: éa luz refletida dos objetos que está indo até o nosso olhoe, também, até a nossa câmera.
  12. 12. Nem sempre a câmera está certa, mas com a experiência podemos nos basear no que elanos diz para expor exatamente do jeito que queremos as diferentes situações!Ao olhar no visor da câmera conseguimos ver uma régua de exposição. Ela nos conta comoestá a exposição da nossa imagem com a quantidade de luz que está entrando pelaslentes!Como essa régua funciona ou se parece depende um pouquinho da sua câmera, masbasicamente ela é assim: Subexposição: Uma foto está subexposta quando uma quantidade insuficiente de luz entrou na câmera pelas lentes. Quando isso acontece vários pontos da imagem ficam pretos: sem informação nenhuma de cor ou luminosidade. Superexposição: Uma foto está superexposta quando muita luz entrou na câmera. Quando isso acontece vários pontos da imagem ficam “estourados”: brancos e sem informação nenhuma de cor ou luminosidade.
  13. 13. Tipos de fotometriaEsses são recursos que, geralmente, encontramos emcâmeras mais avançadas, mas já encontrei algumascompactas com esse tipo de regulagem. Existem trêsformas de gerenciarmos a forma como nossas câmerasfazem a fotometria e alguns símbolos universais queindicam elas no equipamento.
  14. 14. Medição Média – é a forma de medição de luz que encontramosnos modos automáticos de todas as câmeras. O que é levado emconsideração aqui é a quantidade de luz em toda a cena. A luz émedida e feita a calibração do obturador e do diafragma. Essemodo de medição é indicado para cenas bem iluminadas e combaixo contraste.
  15. 15. Medição Centralizada Média – Esse tipo de medição já é umpouco mais precisa do que a anterior. Embora ainda seja utilizadacomo fator de medição a luz de todo o quadro, existe umaprioridade para a área central. Esse modo é indicado quando oobjeto central da foto difere um pouco da luz que está no fundo,mas não chega a ser um grande contraste entre eles. Esse modo émuito indicado para retratos.
  16. 16. Medição Central ou Spot – essa é indicada para cenas onde a diferença deiluminação do objeto central e do fundo são muito diferentes. Exemplospodem ser encontrados em Shows ou espetáculos teatrais onde ospersonagens principais são iluminados por holofotes.Aqui a fotometria vai ser realizada pela parte central do visor da câmera edescartando as informações do resto. É importante nesse modo que ofotógrafo mire bem o centro do visor no objeto a ser fotometrado.Dependendo do equipamento, existem algumas variações desses trêsmodos, como a Medição Parcial (parecida com a Central, mas um poucomais abrangente em relação a área central) e a Matricial, utilizada emcâmeras mais avançadas.
  17. 17. O que é abertura do diafragma?O diafragma é um “olhinho” que abre na hora de tirarmos a foto para que a luz passe.Controlamos a abertura desse olhinho para expor corretamente.
  18. 18. Pupila dos olhos das câmeras
  19. 19. O que é velocidade do obturador?A velocidade é a quantidade detempo que o diafragma ficaráaberto expondo o filme ou osensor. Quando mais tempo, maisluz entra.
  20. 20. Congelamento Movimento
  21. 21. Foco e profundidade de campo
  22. 22. Cap 2.2 - CorQuando a fotografia foi inicialmenteinventada, podia somente gravarimagens em preto e branco. A buscada corfoi um processo longo e árduo, emuita coloração feita a mão foiusada no ínterim (que fez com queum fotógrafocomentasse "assim que no final vocêtêm que saber pintar!").
  23. 23. O RGB usa cores aditivas. Quandotodos as três são misturadas emquantidades iguais, dão forma aobranco.Quando o vermelho e o verde sesobrepõem, formam o amarelo eassim por diante.Cada vez que você tira uma foto,milhões de cálculos têm que serfeitos apenas em algunssegundos. É estes cálculos quefazem possível com que a câmerainspecione, capture, comprima,filtre, armazene, transfira, emostre a imagem.Todos estes cálculos sãoexecutados por ummicroprocessador na câmera queé similar a esse em seucomputador de mesa.
  24. 24. O que é Balanço de Branco?O Balanço de Branco faz com que as cores da nossa foto sejam iguais às cores darealidade, dependendo da luz que está iluminando nossa cena.Lembra que no começo contei que a luz bate em tudo que está por aí e refletenos nossos olhos e na câmera? Então: o balanço de branco existe porque existemvários tipos de luz por aí. E dependendo da luz que bate na nossa cena as corespodem ficar diferentes. Isso acontece porque cada tipo de luz tem umatemperatura de cor.Ok, vamos por partes: às vezes fotografamos com a luz do sol. Às vezesfotografamos com uma luz artificial como o flash ou uma lâmpada. Nosso olho émuito esperto então conseguimos ver as cores corretamente em qualquersituação, mas as câmeras nem sempre são tão espertas então precisamos contarpara ela qual luz estamos usando para que ela a interprete da forma correta.Assim o vermelho vai continuar vermelho e o azul vai continuar azul e – como éde se imaginar – o branco continuará branco.
  25. 25. Temperatura de corA diferença entre uma luz e outra é a temperatura de cor – medidanormalmente em Kelvins.Todo mundo já tirou uma foto iluminada por lâmpada que ficou amarelada. Issoacontece porque a câmera não estava preparada para a temperatura de cordessa luz.Procure no seu manual a forma de mudar o Balanço de Branco na sua câmera:normalmente você encontra todas as opções que você precisa: luz do sol,sombra, tungstênio (aquela lâmpada antiga que gasta mais energia), lâmpadafria, tempo nublado, luz de flash, entre outros.Também é possível medir manualmente a temperatura de cor. Mas primeiro useos ajustes automáticos para depois procurar fazer isso.
  26. 26. ZOOM
  27. 27. LentesCarl WeissLeica
  28. 28. LENTE BÁSICA 3X
  29. 29. 300mm a 600mm
  30. 30. Lente Teleobjetiva
  31. 31. Só 120.000 US$
  32. 32. 70 A 200 mm
  33. 33. Como segurar a câmera?
  34. 34. CERTO OU ERRADO?
  35. 35. Tripé ?
  36. 36. TABELA DE AMPLIAÇÃO DE IMAGEM DIGITALResolução 7x10 10x15 13x18 15x21 18x24 20x25 24x30640x4800,3 Mpixel Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim800x6000,5 Mpixel Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim1024x768 Qualidade0,8 Mpixel Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Fotográfica1280x960 Qualidade1,2 Mpixel Muito Bom Ruim Ruim Ruim Ruim Ruim Fotográfica1600x1200 Qualidade Qualidade2 Mpixel Muito Bom Ruim Ruim Ruim Ruim Fotográfica Fotográfica2048x1536 Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade3,1 Mpixel Bom Bom Ruim Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica2240x1680 Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade4 Mpixel Excelente Bom Ruim Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica2560x1920 Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade5 Mpixel Muito Bom Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica3032x2008 Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade Qualidade6 Mpixel Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica Fotográfica
  37. 37. VAMOS CONHECER A SUA CÂMERA, ALGUNS SÍMBOLOS E ESPECIFICAÇÕES?
  38. 38. Câmeras Compactas - SIMPLES
  39. 39. COMPACTAS AVANÇADAS / SUPERZOOM / PROSUMER SONY H-50 CANON SX100
  40. 40. DSLRREFLEXCANONNIKONPENTAXFUJISONY
  41. 41. CANON REBELA partir de R$ 1300,00 NIKON D5000 A partir de R$ 2300,00 SONY α A partir de R$ 2500,00

×