Oportunidades de publicidade e inteligência de negócios: potencializando a experiência da audiência Alexandre Canatella, D...
Nossas Definições 1997  = Expertise em Redes Sociais e Colaboratividade Somos uma empresa que trabalha com o gerenciamento...
Aviso Esta palestra usará conceitos de Web 2.0
Apresentando (um dos) conceitos da Web 2.0! O que mais gosto! Web 2.0 é um conjunto de tendências econômicas, sociais e te...
Por favor liguem seus aparelhos celulares. Mas para o bem de todos por favor deixem no silencioso (vibra call), ok?
Vamos ensaiar uma sondagem que se dará como uma enquete. Quando eu falar “JÁ” liguem o painel luminoso de seus aparelhos e...
Vamos lá, levantem e acendam o painel do celular no JÁ... 1... 2... 3... JÁ!
Pergunta 1 Quem acessa o You Tube?
Pergunta 2 Quem já postou um vídeo  no You Tube?
Pergunta 3 Quem já leu um blog?
Pergunta 4 Quem tem um blog?
Pergunta 5 Quem compra CD de música original ou baixa música pagando pela internet?
Pergunta 6 Quem baixa música pela internet sem pagar ou copia de CD original?
Redes Sociais: um entendimento sociológico Michel Maffesoli  pensador francês, sociólogo, professor na Sorbonne - Paris V,...
Eu poderia falar do My Space, Orkut, Facebook para introduzir rede social... ... mas não vou fazer vou usar outra forma de...
Redes Sociais: Uma análise “ Portrait of an Elderly Man”   Rembrandt   1606 - 1669
Redes Sociais: Uma análise Gisele Büdchen Flagrada em uma praia do Caribe
Todos entenderam? “ Mas aonde está a Rede social (a tribo) que ele estava falando?” Vamos dar uma olhadinha de novo
Redes Sociais: Uma análise “ Portrait of an Elderly Man”   Rembrandt   1606 - 1669 Tem a ver com isto
Redes Sociais: Uma análise Gisele Büdchen Flagrada em uma praia do Caribe Menino! Agora que rolou o close você gostou né? ...
Redes Sociais: Uma análise MP3 Player
Redes Sociais: Uma análise Este cara estudou a humanidade antiga  E como Michel Maffesoli observou as pessoas  Não é qualq...
Todos usam...
Todos usam MESMO!
Quem usa tem O PODER – o iPod!
Fatos e aprendizado Colaboração através de uma rede social desde 1997 A experiência com a Comunidade Culinária de Cyber Co...
Fatos e aprendizado Redes sociais demandam de uma nova  estrutura de comando  onde a idéia de dono é transformado em  cura...
Fatos e aprendizado Nas redes sociais  emoções pessoais  e sentimentos de amizades convivem com a  disputa   e as   opiniõ...
Fatos e aprendizado Um  motivo  relevante para chamar a atenção é o que importa para ligar uma rede social e “acender” a f...
Fatos e aprendizado Desenvolver a percepção de  coletivo   é a vocação que pode reger o êxito de uma rede social. Este é o...
Fatos e aprendizado Os atributos que permeiam o potencial das redes sociais estão estruturados na  partilha   e  colaboraç...
MAS CUIDADO! Agora o consumidor tem o Poder! Você precisa adaptar sua relação de comunicação ficando preparado para isto!
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Espaço hostil? Livre até demais? Boca no trom...
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Espaço de elogios? Espontâneo? Relevância? Va...
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Potencializando problemas? Exposição negativa...
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Potencializando pontos positivos? Reunião de ...
Redes Sociais e colaboratividade Em  Cannes  foi  Grand Prix em Cyber  e também foi premiada na categoria   Titanium Oport...
Redes Sociais e colaboratividade Oportunidades de relações de afetividade com marcas PlayboyU Barbie Girls É nicho? É opor...
Break! Ver YouTube
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade http://br.youtube.com/watch?v=K9qdgmy896g
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade http://br.youtube.com/watch?v=eK4xvOz1lYU
Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade
Isto aqui pode ser uma cena que ficará mais difícil de se ver...
Meu Cyber Cook União Publicidade e inteligência de negócios
CASE: Funcionalidades COLABORAÇÃO CONTEÚDO PORTABILIDADE CUSTOMIZAÇÃO AFETIVIDADE (Rede Social)
CASE: Números 3.455.568 PAGE VIEWS EM  MESES... 4 810.802 UNIQUE VISITORS
CASE: Números 91.625 NA COMUNIDADE USUÁRIOS
CASE: Números 19.273 ANTES 43.829 DEPOIS NA COMUNIDADE RECEITAS
CASE: Números 4.310 COM FOTO RECEITAS NA COMUNIDADE
CASE: Números 2.444 DE UNIÃO MOMENTOS 151 CITAÇÃO DA MARCA
CASE: Enquetes Ao comprar açúcar, o que você prioriza? Solteiros(as), 10 a 25 anos Qualidade Preço / Promoção Marca / Trad...
CASE: Enquetes O que motiva você a fazer uma sobremesa, um doce? Vontade de comer doce Agradar ao Marido/namorado Experime...
Redes Sociais + Colaboratividade PROPULSORES
… e hoje! Pergunta 1 Quem acessa o You Tube? Em uma universidade…
… e hoje! Pergunta 2 Quem já postou um vídeo  no You Tube? Em uma universidade…
… e hoje! Pergunta 3 Quem já leu um blog? Em uma universidade…
… e hoje! Pergunta 4 Quem tem um blog? Em uma universidade…
… e hoje! Pergunta 5 Quem compra CD de música original ou baixa música pagando pela internet? Em uma universidade…
… e hoje! Pergunta 6 Quem baixa música pela internet sem pagar ou copia de CD original? Em uma universidade…
Obrigado! [email_address]
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Social networks! Web 2.0 and Tribes

620 visualizações

Publicada em

Social media, an anthropological thinking about social networks in the digital environment and from a "tribal case" out of network for users of iPod (based on analysis of the French philosopher Michel Mafesoli). Some considerations on training key to social networks. And trials on use for the good and the bad of the opportunities of social media, collaboration with communities.

"Social media, um pensamento antropológico sobre redes sociais no ambiente digital e partir de um "case tribal" fora da rede de usuários de iPod (partindo de análises do filosofo francês Michel Mafesoli). Algumas considerações sobre formação de chaves para redes sociais. E provações sobre uso para o bem e para o mal das oportunidades de social medias com as comunidades-colaborativas."

Publicada em: Negócios, Tecnologia
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
620
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
41
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Social networks! Web 2.0 and Tribes

  1. 1. Oportunidades de publicidade e inteligência de negócios: potencializando a experiência da audiência Alexandre Canatella, Diretor Geral
  2. 2. Nossas Definições 1997 = Expertise em Redes Sociais e Colaboratividade Somos uma empresa que trabalha com o gerenciamento de comunidades online, funcionando como curador de um conteúdo colaborativo criado ou aperfeiçoado por milhões de usuárias “ ” Nasce com um dos princípios básicos da culinária: o Caderninho de Receitas COLABORAÇÃO Se estabelece como um aplicativo bi-direcional onde a interação é a essência não só o meio APLICATIVOS Cresce a partir do conhecimento culinário da reunião de seus usuários REDE SOCIAL
  3. 3. Aviso Esta palestra usará conceitos de Web 2.0
  4. 4. Apresentando (um dos) conceitos da Web 2.0! O que mais gosto! Web 2.0 é um conjunto de tendências econômicas, sociais e tecnológicas que dão forma coletiva para as bases da nova geração de internet - um meio mais maduro e singular caracterizado pela participação efetiva, mais aberta e potencializando os pontos coletivos (rede) de contatos do usuário “ ”
  5. 5. Por favor liguem seus aparelhos celulares. Mas para o bem de todos por favor deixem no silencioso (vibra call), ok?
  6. 6. Vamos ensaiar uma sondagem que se dará como uma enquete. Quando eu falar “JÁ” liguem o painel luminoso de seus aparelhos e leventem ele.
  7. 7. Vamos lá, levantem e acendam o painel do celular no JÁ... 1... 2... 3... JÁ!
  8. 8. Pergunta 1 Quem acessa o You Tube?
  9. 9. Pergunta 2 Quem já postou um vídeo no You Tube?
  10. 10. Pergunta 3 Quem já leu um blog?
  11. 11. Pergunta 4 Quem tem um blog?
  12. 12. Pergunta 5 Quem compra CD de música original ou baixa música pagando pela internet?
  13. 13. Pergunta 6 Quem baixa música pela internet sem pagar ou copia de CD original?
  14. 14. Redes Sociais: um entendimento sociológico Michel Maffesoli pensador francês, sociólogo, professor na Sorbonne - Paris V, é diretor do Centro de Estudos sobre o Atual e o Quotidiano (CEAQ). Edita a revista Sociétés As relações entre os homens e os objetos tecnológicos exprimem as extensões de seus afetos e sociabilidades. Para ele, os meios de comunicação geram modos de comunidade e tribalização; logo aprecia a televisão, os telefones celulares, os videogames, a internet enquanto vetores de experiências afirmativas na espessura da vida cotidiana. Estes dispositivos geram imagens vinculadas a uma ética-estética remetendo às “figuras do estilo comunitários” (Uma interpretação atual do livro “O Tempo das Tribos”, 1987) “ O Espírito coletivo ressurge guiando as tribos urbanas que atualizam a extensão dos afetos sociais pelos objeto tecnológicos, ritualizando um novo estilo de vida comunitária” (A sombra do Dionísio, 1982)
  15. 15. Eu poderia falar do My Space, Orkut, Facebook para introduzir rede social... ... mas não vou fazer vou usar outra forma de rede social (tribo)
  16. 16. Redes Sociais: Uma análise “ Portrait of an Elderly Man” Rembrandt 1606 - 1669
  17. 17. Redes Sociais: Uma análise Gisele Büdchen Flagrada em uma praia do Caribe
  18. 18. Todos entenderam? “ Mas aonde está a Rede social (a tribo) que ele estava falando?” Vamos dar uma olhadinha de novo
  19. 19. Redes Sociais: Uma análise “ Portrait of an Elderly Man” Rembrandt 1606 - 1669 Tem a ver com isto
  20. 20. Redes Sociais: Uma análise Gisele Büdchen Flagrada em uma praia do Caribe Menino! Agora que rolou o close você gostou né? E isto!
  21. 21. Redes Sociais: Uma análise MP3 Player
  22. 22. Redes Sociais: Uma análise Este cara estudou a humanidade antiga E como Michel Maffesoli observou as pessoas Não é qualquer MP3 Player... É um iPod!
  23. 23. Todos usam...
  24. 24. Todos usam MESMO!
  25. 25. Quem usa tem O PODER – o iPod!
  26. 26. Fatos e aprendizado Colaboração através de uma rede social desde 1997 A experiência com a Comunidade Culinária de Cyber Cook nos ensinou... Moderação e gestão de redes sociais 1 O clima e a temperatura nas redes sociais 2 Redes sociais: partilha, colaboração e conhecimento 5 A marca e a afetividade nas redes sociais 3 Redes são alavancadas por conexões 4
  27. 27. Fatos e aprendizado Redes sociais demandam de uma nova estrutura de comando onde a idéia de dono é transformado em curadoria e o poder é repartido entre muitos. Em alguns casos criam-se figuras como os lideres de comunidade geralmente um heavy user com boa articulação, simpatia e uma relação de dedicação (tempo / intensidade / freqüência). Redes sociais são submetidas a uma base de regras de uso mas possuem e devem ser estimuladas pela curadoria a criarem uma espécie de auto-regulamentação que indica os valores de um conjunto. Moderação pode auxiliar mas devem ser usadas com cuidado e dentro dos limites previstos nas regras de uso . Moderação e gestão de redes sociais 1
  28. 28. Fatos e aprendizado Nas redes sociais emoções pessoais e sentimentos de amizades convivem com a disputa e as opiniões conflitantes . Com a impossibilidade de agradar a todos a curadoria deve sempre estar pronta para lidar com críticas e estar disposta a evoluir a partir dos apontamentos de seus membros. Se mostrar que ao menos é ouvida, a rede social e seus membros enxergam uma parceria construtiva com a curadoria que estimula potencializar e ampliar a confiança entre os envolvidos. O clima e temperatura nas redes sociais 2
  29. 29. Fatos e aprendizado Um motivo relevante para chamar a atenção é o que importa para ligar uma rede social e “acender” a faísca agrupa seus membros nela. Um ambiente onde uma marca mostra sua força na curadoria da rede social pode provocar aconchego , segurança e ser convidativo . Os afetos encontrados em uma rede social podem balizar o conhecimento de uma amostra consumidora ou propect de um produto ou serviço e devem entregar relevância para o grupo que compõe sua rede social e desenvolver um relacionamento claro , caso contrário uma nova oportunidade pode se transformar em viral ameaça. A marca e afetividade nas redes sociais 3
  30. 30. Fatos e aprendizado Desenvolver a percepção de coletivo é a vocação que pode reger o êxito de uma rede social. Este é o combustível para haver ligação entre as pessoas conectadas a tal rede e desta forma permitirem a inter-conexões que possibilitam a força e longevidade das relações ali dispostas. As redes sociais que partem de conexões de seus membros previamente estabelecidos são uma evolução do elo de ligação, mas conexões que são estabelecidas a partir de grupos ou temas de interesse podem ganhar uma proporção absolutamente única, pois possibilitam uma dimensão de coletivo sem as barreiras físicas que são conhecidas nas demais relações. Redes são alavancadas por conexões 4
  31. 31. Fatos e aprendizado Os atributos que permeiam o potencial das redes sociais estão estruturados na partilha e colaboração que interpretam, acrescem ou criam conhecimentos decorrentes das experiências e conexões ali encontradas por seus membros. Ao curador cabe potencializar , facilitar e evoluir as ferramentas desta rede social. O conhecimento surgido através de redes sociais permeiam toda cadeia de membros e sua relação com seus pares - assim estabelece afetividade com temas, marcas, serviços, produtos ou mesmo o registro simples de sua existência na rede. Redes sociais: partilha, colaboração e conhecimento 5
  32. 32. MAS CUIDADO! Agora o consumidor tem o Poder! Você precisa adaptar sua relação de comunicação ficando preparado para isto!
  33. 33. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Espaço hostil? Livre até demais? Boca no trombone? Críticas as marcas – gerenciamento de crise
  34. 34. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Espaço de elogios? Espontâneo? Relevância? Valores evidenciados das marcas Gerenciamento de oportunidade
  35. 35. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Potencializando problemas? Exposição negativa? Qual extensão desta imagem? Críticas as marcas – gerenciamento de crise
  36. 36. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade Potencializando pontos positivos? Reunião de fãs? Direcionamento da mensagem? Valores evidenciados das marcas Gerenciamento de oportunidade
  37. 37. Redes Sociais e colaboratividade Em Cannes foi Grand Prix em Cyber e também foi premiada na categoria Titanium Oportunidades de relações de afetividade com marcas É publicidade? É relacionamento? É serviço? Nike Plus
  38. 38. Redes Sociais e colaboratividade Oportunidades de relações de afetividade com marcas PlayboyU Barbie Girls É nicho? É oportunidade? É risco? Clube da Luluzinha? Pais aprovam? Estimula consumo?
  39. 39. Break! Ver YouTube
  40. 40. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade http://br.youtube.com/watch?v=K9qdgmy896g
  41. 41. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade http://br.youtube.com/watch?v=eK4xvOz1lYU
  42. 42. Reafirmando o poder da audiência... ...em uma nova relação com a publicidade
  43. 43. Isto aqui pode ser uma cena que ficará mais difícil de se ver...
  44. 44. Meu Cyber Cook União Publicidade e inteligência de negócios
  45. 45. CASE: Funcionalidades COLABORAÇÃO CONTEÚDO PORTABILIDADE CUSTOMIZAÇÃO AFETIVIDADE (Rede Social)
  46. 46. CASE: Números 3.455.568 PAGE VIEWS EM MESES... 4 810.802 UNIQUE VISITORS
  47. 47. CASE: Números 91.625 NA COMUNIDADE USUÁRIOS
  48. 48. CASE: Números 19.273 ANTES 43.829 DEPOIS NA COMUNIDADE RECEITAS
  49. 49. CASE: Números 4.310 COM FOTO RECEITAS NA COMUNIDADE
  50. 50. CASE: Números 2.444 DE UNIÃO MOMENTOS 151 CITAÇÃO DA MARCA
  51. 51. CASE: Enquetes Ao comprar açúcar, o que você prioriza? Solteiros(as), 10 a 25 anos Qualidade Preço / Promoção Marca / Tradição 46% 26% 24% Casados(as), 26 a 35 anos Qualidade Preço / Promoção Marca / Tradição 35% 32% 30%
  52. 52. CASE: Enquetes O que motiva você a fazer uma sobremesa, um doce? Vontade de comer doce Agradar ao Marido/namorado Experimentar nova receita 26% 21% 20% Solteiros(as), 10 a 25 anos Reunião de família ou amigos Vontade de comer doce Experimentar nova receita 21% 20% 19% Casados(as), 26 a 35 anos
  53. 53. Redes Sociais + Colaboratividade PROPULSORES
  54. 54. … e hoje! Pergunta 1 Quem acessa o You Tube? Em uma universidade…
  55. 55. … e hoje! Pergunta 2 Quem já postou um vídeo no You Tube? Em uma universidade…
  56. 56. … e hoje! Pergunta 3 Quem já leu um blog? Em uma universidade…
  57. 57. … e hoje! Pergunta 4 Quem tem um blog? Em uma universidade…
  58. 58. … e hoje! Pergunta 5 Quem compra CD de música original ou baixa música pagando pela internet? Em uma universidade…
  59. 59. … e hoje! Pergunta 6 Quem baixa música pela internet sem pagar ou copia de CD original? Em uma universidade…
  60. 60. Obrigado! [email_address]

×