COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO
Nome: Andriele Szczepanik e Dienifer Jagielo
Turma: 35 TP
TRABALHO SOBRE CAPITALIS...
CAPITALISMO:
É um sistema sócio econômico onde o que é produzido possui um dono e os
lucros obtidos são privados. O capita...
transformaram-se em corporações multinacionais o qual ocorre à diminuição dos
custos de produção com a utilização da mão d...
A produção de larga escala permitiu que houvesse lucros nas metrópoles,
assim ocorrendo uma situação de subordinação tecno...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Texto para o prefessor sobre o capitalismo 35 tp

405 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
405
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
115
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Texto para o prefessor sobre o capitalismo 35 tp

  1. 1. COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO Nome: Andriele Szczepanik e Dienifer Jagielo Turma: 35 TP TRABALHO SOBRE CAPITALISMO Professor: Alexandre Misturini Componente curricular: Filosofia Bento Gonçalves, abril de 2015.
  2. 2. CAPITALISMO: É um sistema sócio econômico onde o que é produzido possui um dono e os lucros obtidos são privados. O capitalismo se originou na Europa no século XV por meio dos artesões e comerciantes os quais queriam obter lucros por meio da implantação de um novo sistema na economia Europeia. Dentre algumas características do capitalismo destacam-se: A economia de mercado, onde o dono decide como irá produzir e vender seus produtos existe a lei da oferta e procura, o preço dos produtos tem a tendência de aumentar quanto diminuir, dependendo a procura pelo produto, ocorre também à concorrência entre as empresas, pois todas querem vender seus produtos para adquirir lucros e consequentemente crescimento à empresa, outro fator que o capitalismo busca é o lucro, mas para isso os donos devem abaixar o preço de seus produtos para vender mais e consequentemente chegar ao resultado em que esperam ao final do mês. Com o passar do tempo houve uma divisão da sociedade, e ela ficou dividida em capitalismo comercial, capitalismo monopolista ou financeiro e capitalismo industrial. Vajamos um pouco sobre cada classe. CAPITALISMO COMERCIAL: Iniciou no século XV, com o apoio de Portugal, Espanha, Inglaterra e Holanda, onde firmaram colônias em outros países (África, América e Ásia), expandindo riquezas naturais como produtos agrícolas, especiarias e minerais. Assim estabelecendo bases na Divisão Internacional do Trabalho (DIT), onde ficou caracterizado pela produção de produtos os quais eram enviados para as colônias. CAPITALISMO FINANCEIRO OU MONOPOLISTA: Teve início no século XIX e predomina até os dias atuais. Suas potências são EUA, Alemanha e Reino Unido, as quais caracterizam uma concentração de dinheiro na produção das empresas, controlando a oferta dos preços de produtos e os serviços de mercados. Nessa etapa o capitalismo teve um importante papel exercido pelo banco na economia, pois financiou a produção agrícola e industrial. A maior parte das empresas abre seu capital, possibilitando suas ações para a bolsa de valores. As empresas que consolidaram essa fase do capitalismo
  3. 3. transformaram-se em corporações multinacionais o qual ocorre à diminuição dos custos de produção com a utilização da mão de obra barata das fontes de matéria- prima. Na década de 30 com a causa do balanceamento da força existente, o Estado passa a impedir na economia, financiando a produção de diversas constituições. Onde fundam empresas estatais como infraestruturas. Com isso a doutrina econômica procura adaptar o liberalismo ao capitalismo (nos dias atuais), onde a privatização de empresas estatais e ampliação do comércio externo participa do Estado, o qual ficam presentes nos países ricos industrializados como países desenvolvidos. CAPITALISMO INDUSTRIAL: Surgiu no século XVIII até XIX, nesta fase a economia das potências europeias passou a ser regidas pelo liberalismo, o qual era baseado na lei da oferta e procura. Ocorreu a produção de matérias primas baratas, pois o capitalismo industrial consolidou a DIT. A CRISE DO CAPITALISMO Em 1929, começou a crise e durou até a segunda guerra mundial, essa crise trouxe diversas consequências dentre elas podemos destacar, elevadas taxas de desemprego e com isso o aumento de desempregados, diminuição de produção industrial, queda do PIB e o preços de ações, a bolsa de valores de Nova Iorque, viu esses preços despencarem e com isso ocorreu o fechamento de muitas empresas e por consequência muitos desempregados. Com esperança de estabelecer esta crise, americanos votaram em Franklin Delano Roosevelt (1933) ele colocou em pratica um sistema para controlar os preços e a produção, assim fazendo com que não houvesse acúmulo em estoque, e finalmente em 1940 tudo voltou a funcionar normalmente. Um ponto positivo para as indústrias brasileiras foi que o governo comprou toneladas de café e queimou para manter o preço da mercadoria e isso acarretou para que os agricultores investissem no setor industrial.
  4. 4. A produção de larga escala permitiu que houvesse lucros nas metrópoles, assim ocorrendo uma situação de subordinação tecnológica e econômica das colônias as grandes metrópoles. Concluímos então que o capitalismo passou por fases, mudanças, porém o foco sempre foi obter lucro de qualquer forma e conquistar para si o que de fato faz a diferença para o empresário, tendo consigo a certeza de que para produzir alguma coisa se gasta dinheiro e que o mesmo produto é procurado por muitas pessoas e concorrido entre as empresas, e quanto melhor o produto e menos gastos possíveis, maior é obtenção de fins lucrativos.

×