Sensação, percepção e razão

461 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
461
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
274
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sensação, percepção e razão

  1. 1. Sensação, Percepção e Razão. Nome: Andressa, Joice e Paola. Turma: 21MP
  2. 2. Sensação  Significa sensibilidade, sentimento ou a ativação de uma determinada função sensorial.  A sensação: É um processo fisiológico de ligação do organismo com o meio, através dos órgãos sensoriais, e consiste na transmissão de um influxo nervoso (corrente eléctrica que percorre os nossos nervos) desde o órgão sensorial até aos centros de descodificação. Realiza-se pela ação de um estímulo específico sobre um receptor que é apropriado para recebê-lo. Assim, por exemplo, os olhos recebem estímulos luminosos, os ouvidos estímulos sonoros, também é reação física do corpo ao mundo físico, sendo regida pelas leis da física, química, biologia, etc.
  3. 3.  Os nossos sensores são, os órgãos dos sentidos que recebem e transmitem mensagens bioquímicas sob a forma de influxo nervoso que após serem descodificadas e interpretadas nos centros nervosos de conexão (medula espinal e encéfalo), desencadeiam uma resposta motora ou glandular. Com o efeito, a sensação consiste numa espécie de apresentação isolada das qualidades dos objetivos constituído a base da percepção, se bem que não se possa isolar dela.  Embora por vezes se considere a sensação como o ponto de partida para a construção da experiência e do saber, ela não é, no entanto, um dado imediato da consciência: a sensação só se apresenta ao nosso espírito sob uma forma mais complexa, a forma de percepção. Apenas podemos falar de sensações nas percepções se as considerarmos em si mesmas, sem considerar o que significam.
  4. 4. Percepção  Percepção é a função cerebral que atribui significado a estímulos sensoriais, a partir de histórico de vivências passadas.  Em geral a percepção visual foi base para diversas teorias científicas ou filosóficas.  Newton e Goethe estudaram a percepção de cores como a fenomenologia e o existencialismo baseiam toda a sua teoria na percepção do mundo.
  5. 5.  A percepção é um dos campos mais antigos dos processos fisiológicos e cognitivos envolvidos. Os primeiros a estudar com profundidade a percepção foram Hermann von Helmholtz, Gustav Theodor Fechner e Ernst Heinrich Weber, A Lei de Weber- Fechner é uma das mais antigas.
  6. 6. Razão  A razão é a melhor maneira de organizar a realidade para que ela se torne compreensível. A razão ordena o nosso pensamento e deve ordenar nossas ações.  Todo ser humano é racional, embora muitas vezes deixe a razão de lado e use as emoções, o que pode ser prejudicial.  Para a filosofia, a razão é a faculdade em virtude da qual o ser humano é capaz de identificar conceitos e de os questionar/pôr em causa. Desta forma, consegue determinar a coerência ou a contradição entre eles e pode induzir ou deduzir outros diferentes daqueles que já conhece.
  7. 7.  Por outro lado, pode-se mencionar dois grandes tipos de raciocínio: o dedutivo (que considera que a conclusão está implícita nas premissas) e o indutivo (obtém conclusões gerais de algo em concreto).
  8. 8. Principais filósofos da percepção

×