Idade moderna

586 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
586
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
212
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Idade moderna

  1. 1. COLÉGIO ESTADUAL VISCONDE DE BOM RETIRO Andriele Szczepanik Bárbara T. Casagrande Bruna Basso Gabriele B. Primieri
  2. 2. • Esta contextualizada historicamente entre a Idade Média e a Idade Contemporânea (século XV até XVIII). • Nesse período ocorreram diversas transformações no âmbito econômico (sistema capitalista), científico, social e religioso. • Dentre os principais acontecimentos estão: • Grandes Navegações, como pelos europeus a locais desconhecidos; • O Renascimento; • A Reforma Religiosa; • O Absolutismo; • O Iluminismo; • Revolução Francesa.
  3. 3. • Iniciou-se no século XX, com destaque nas artes plásticas e é considerado um movimento literário que teve como objetivo o rompimento com o tradicionalismo, a estética, experimentos e cultura própria. Sua principal forma de representação no Brasil é a Semana da Arte Moderna, começada no ano de 1922 (Centenário da Independência) em São Paulo. • Porém, antes disso e ainda influenciado pelo tradicionalismo (Pré-Modernismo), foram criadas obras pelo Lasar Segall (1913), Anita Malfatti (1917), bem como por Lima Barreto, Monteiro Lobato, Euclides Da cunha e Augusto dos Anjos.
  4. 4. • Já após 1922 e até 1930, iniciou-se a Primeira Fase do Modernismo ou Fase Heroica, havendo grandes movimentos sociais, com o objetivo de inovar a estética, romper o tradicional, modificar a gramática e a liberdade formal, valorizar fatos do dia-a-dia e reescrever o passado. • A Segunda Fase do Modernismo ou Fase da Consolidação (1930-1945) se fortaleceu e ampliou ainda mais (surgindo mais participantes, como Carlos Drummond de Andrade), baseando-se nas prosas de ficção e no nacionalismo. • Entre 1945 até 1960, predominou a Terceira Fase do Modernismo, atualmente denominada Pós-Modernista. Esta fase envolveu prosas (urbana, intimista e regionalista) formalmente renovadas e poesias em aperfeiçoamento, propondo equilibrar e gerar seriedade nas poesias.
  5. 5. • O racionalismo é uma corrente filosófica que valoriza a razão como maneira de adquirir o conhecimento, sem atribuir essa capacidade ao sentimento. • A partir da Idade Moderna ocorreu a adoção da matemática como maneira de auxiliar a razão na busca da sabedoria verdadeira. • Dentre os adeptos dessa ideia para atingir o conhecimento, destacou-se o francês René Descartes.
  6. 6. • A base do Racionalismo eram as operações mentais, a lógica e o discurso a fim de extrair conclusões tendo como pilares a certeza e a demonstração. • Uma das características do Renascimento foi a valorização da razão e de métodos experimentais como maneira de atingir o conhecimento, conhecido como racionalismo. • Isso chocou-se com os valores da cultura medieval que se baseava no divino, o que substituiu esse período pela Idade Moderna. • Essa corrente filosófica ajuda a estabelecer o planejamento social econômico, o que tem como consequência a elaboração de soluções eficazes e racionais para os problemas a serem resolvidos.
  7. 7. • O método científico é realizado por meio de classificações (diferenciando semelhanças e divergências) e investigações sistemáticas (fatos empiricamente controlados), produzidas por, anteriormente, gênios individuais e atualmente em equipe. • Na Idade Moderna a ciência obteve o ápice através da revolução científica, baseada em Galileu. Baseando-se na observação de objeto determinado e em um método confiável, obtendo conhecimento e descobrindo relações universais (fenômenos, previsões e ações sobre a natureza).
  8. 8. • Além disso, por meio desta evolução científica, foram formados vários tipos de ciência, cada qual com seu método e campo pesquisado, consagrando individualmente ou toda a equipe pelo projeto desenvolvido. • Por exemplo, na física pesquisa-se sobre o movimento; na química, sobre as transformações e na biologia, a respeito dos seres vivos, bem como em matérias que são unidas uma com as outras, como a bioquímica, biofísica, entre outras.
  9. 9. • Ética (derivada de ethos) foi introduzida na filosofia por Aristóteles cujo significado é basicamente o caráter e a organização da sociedade (particularmente ou socialmente), pretendendo extinguir os valores imorais, como o egoísmo, o desrespeito, entre muitos outros. • Na Idade Moderna, surgiram variadas tendências a respeito da ética. Porém aquela que as resume pode ser caracterizada pela oposição à ética religiosa e introdução da doutrina antropocêntrica.
  10. 10. Dentre os tipos de ética, é possível destacar: • Ética pessoal: É uma ação individual, realizada de acordo com a consciência, o caráter e os valores morais, na qual há liberdade em escolhas e responsabilidade. • Ética Pública (ou social): Relaciona-se com responsabilidades sociais e pelo bem comum. • Ética Profissional: Significa uma ação pessoal de forma particular, mas considerando a comunidade pertencente. • Ética do Consenso: Baseia-se em ações individuais a fim de evitar a exclusão social e alcançar a realização, resultados positivos a um ser próprio, mas sem prejudicar o próximo. Ou seja, soluciona conflitos de interesses e evitar as éticas individuais.
  11. 11. • Segundo Maquiavel as ciências humanas, assim como as ciências naturais, são uniformes e imutáveis. Essa temática foi aplicada na administração do Estado burguês porque necessitava desenvolver suas atividades a fim de prosperar. • Segundo ele, a forma de governo deveria ser uma preocupação secundária (Maquiavel ora atribui a qualidade de melhor governo a República, ora a Monarquia); o que realmente importava era o controle da cobiça pelo poder. Se isso não ocorresse a administração iria se degenerar.
  12. 12. • Maquiavel formula dois conceitos chaves que delimitam os tipos de indivíduos existentes: • VIRTU: são as capacidades adaptativas que cada pessoa tem para se manter no poder; • FORTUNA: representa atribuições individuais que não podem ser transferidas e possuem a capacidade de conduzir ou tirar alguém do poder. • As obras de Maquiavel possuem a fama de serem polêmicas, podendo causar constrangimentos à sociedade submetida às propostas desse filósofo. Por isso, o termo maquiavélico significa “os fins justificam os meios”, em que para alcançar seus objetivos o governador tem o direito de fazer uso de qualquer método que for tido como ideal.
  13. 13. • Avanços tecnológicos e transformações, que facilitaram a globalização (iniciada na idade moderna); • Grandes navegações a partir dos avanços tecnológicos, criando-se o astrolábio (instrumento astronômico que serve para medir distâncias de um astro acima do horizonte), a bússola, barcos mais resistentes, e as máquinas a vapor.
  14. 14. • Movimentos sociais como o Renascimento comercial e artístico, Reforma Protestante e o Iluminismo, transformaram o período e essas mudanças são conhecidas até os dias atuais, ente elas a teoria do antropocentrismo. • Nos dias atuais, a arte do modernismo ocorreu na Semana da Arte Moderna, em São Paulo (1922), sendo um movimento que teve influência das novas gerações de artistas que participaram desse evento, como Tarsila do Amaral com seu trabalho únicos sobre o Pau-Brasil demostrando em sua arte os tons europeus e as cores vivas do país.

×