FILOSOFIA 
Camila dos Anjos e Thayna Felix 
18 TP
TIPOS DE CULTURAS 
A diversidade cultural refere-se aos diferentes costumes de 
uma sociedade, entre os quais podemos cita...
Os principais disseminadores da cultura 
brasileira são os colonizadores europeus, a 
população indígena e os escravos afr...
REGIÃO NORDESTE 
Entre as manifestações culturais da região estão danças e festas como o bumba 
meu boi, carnaval, ciranda...
REGIÃO NORTE 
A quantidade de eventos culturais do Norte é imensa. As duas maiores festas 
populares do Norte são o Círio ...
REGIÃO CENTRO-OESTE 
A cultura do Centro-Oeste brasileiro é bem diversificada, recebendo 
contribuições principalmente dos...
REGIÃO SUDESTE 
Os principais elementos da cultura regional são: festa do divino, festejos da páscoa e 
dos santos padroei...
REGIÃO SUL 
O Sul apresenta aspectos culturais dos imigrantes portugueses, espanhóis 
e, principalmente, alemães e italian...
LINGUAGEM 
Não devemos confundir língua com escrita, pois são dois meios de 
comunicação distintos. A escrita representa u...
No Brasil dentre eles destacam-se: Fatores Regionais, Fatores Culturais, 
Fatores Contextuais, Fatores Profissionais e Fat...
IDEOLOGIA 
Ideologia é um conjunto de ideias ou pensamentos de uma pessoa ou de um 
grupo de indivíduos. A ideologia pode ...
CAPITALISMO 
Capitalismo é um sistema econômico em que os meios de produção e 
distribuição são de propriedade privada e c...
O capitalismo é o sistema socioeconômico baseado no reconhecimento dos 
direitos individuais, em que toda propriedade é pr...
SOCIALISMO 
Socialismo é uma doutrina política e econômica que surgiu no final do 
século XVIII e se caracteriza pela idei...
A origem do socialismo tem raízes intelectuais e surgiu como resposta aos 
movimentos políticos da classe trabalhadora e à...
LIBERALISMO 
O liberalismo é uma doutrina político-econômica e sistema 
doutrinário que se caracteriza pela sua atitude 
d...
O liberalismo surgiu na época do iluminismo contra a tendência absolutista e 
indica que a razão humana e o direito inalie...
MARXISMO 
No século XIX, vários pensadores tinham grande preocupação em 
dar respostas aos vários problemas sociais que se...
Em 1848, os pensadores Karl Marx e Friedrich Engels apareceram 
com um elaborado arcabouço teórico que visava renovar o 
s...
NEOLIBERALISMO 
É um conjunto de ideias políticas e econômicas capitalistas que defende a 
não participação do estado na e...
O crescimento comercial foi notório e, para enfrentar a 
concorrência, medidas foram tomadas no Reino Unido e 
nos Estados...
IDEOLOGIA 
Hoje em dia os partidos e políticos quase em sua totalidade perderam 
identidade, deixaram os discursos polític...
O poder hoje é mais poderoso que há anos atrás. Prefeitos hoje não 
têm oposição, a câmara de vereadores que tem por funçã...
Filosofia 18t2
Filosofia 18t2
Filosofia 18t2
Filosofia 18t2
Filosofia 18t2
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filosofia 18t2

644 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
644
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
238
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filosofia 18t2

  1. 1. FILOSOFIA Camila dos Anjos e Thayna Felix 18 TP
  2. 2. TIPOS DE CULTURAS A diversidade cultural refere-se aos diferentes costumes de uma sociedade, entre os quais podemos citar: vestimenta, culinária, manifestações religiosas, tradições, entre outros aspectos. O Brasil, por conter um extenso território, apresenta diferenças climáticas, econômicas, sociais e culturais entre as suas regiões.
  3. 3. Os principais disseminadores da cultura brasileira são os colonizadores europeus, a população indígena e os escravos africanos. Posteriormente, os imigrantes italianos, japoneses, alemães, poloneses, árabes, entre outros, contribuíram para a pluralidade cultural do Brasil.
  4. 4. REGIÃO NORDESTE Entre as manifestações culturais da região estão danças e festas como o bumba meu boi, carnaval, ciranda, frevo, e capoeira entre outras. Algumas manifestações religiosas são a festa de Iemanjá e a lavagem das escadarias do Bonfim. A literatura de Cordel é outro elemento forte da cultura nordestina. O artesanato é representado pelos trabalhos de rendas. Os pratos típicos são: carne de sol, peixes, frutos do mar, buchada de bode, acarajé, vatapá, feijão-verde, canjica, arroz-doce, bolo de fubá cozido, bolo de massa de mandioca, broa de milho verde, pamonha, cocada, tapioca, pé de moleque, entre tantos outros.
  5. 5. REGIÃO NORTE A quantidade de eventos culturais do Norte é imensa. As duas maiores festas populares do Norte são o Círio de Nazaré, em Belém (PA); e o Festival de Parintins, a mais conhecida festa do boi-bumbá do país, que ocorre em junho, no Amazonas. Outros elementos culturais da região Norte são: o carimbó, o congo ou congada, a folia de reis e a festa do divino. A influência indígena é fortíssima na culinária do Norte, baseada na mandioca e em peixes. Outros alimentos típicos do povo nortista são: carne de sol, tucupi (caldo da mandioca cozida), tacacá (espécie de sopa quente feita com tucupi), jambu (um tipo de erva), camarão seco e pimenta-de-cheiro.
  6. 6. REGIÃO CENTRO-OESTE A cultura do Centro-Oeste brasileiro é bem diversificada, recebendo contribuições principalmente dos indígenas, paulistas, mineiros, gaúchos, bolivianos e paraguaios. São manifestações culturais típicas da região: a cavalhada e o fogaréu, no estado de Goiás; e o cururu, em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. A culinária regional é composta por arroz com pequi, sopa paraguaia, arroz carreteiro, arroz boliviano, maria-isabel, empadão goiano, pamonha, angu, cural, os peixes do Pantanal - como o pintado, pacu, dourado, entre outros.
  7. 7. REGIÃO SUDESTE Os principais elementos da cultura regional são: festa do divino, festejos da páscoa e dos santos padroeiros, congada, cavalhadas, bumba meu boi, carnaval, peão de boiadeiro, dança de velhos, batuque, samba de lenço, festa de Iemanjá, folia de reis, caiapó. A culinária do Sudeste é bem diversificada e apresenta forte influência do índio, do escravo e dos diversos imigrantes europeus e asiáticos. Entre os pratos típicos se destacam a moqueca capixaba, pão de queijo, feijão-tropeiro, carne de porco, feijoada, aipim frito, bolinho de bacalhau, picadinho, virado à paulista, cuscuz paulista, farofa, pizza, etc.
  8. 8. REGIÃO SUL O Sul apresenta aspectos culturais dos imigrantes portugueses, espanhóis e, principalmente, alemães e italianos. As festas típicas são: a Festa da Uva (italiana) e a Oktoberfest (alemã). Também integram a cultura sulista: o fandango de influência portuguesa, a tirana e o anuo de origem espanhola, a festa de Nossa Senhora dos Navegantes, a congada, o boi-de-mamão, a dança de fitas, boi na vara. Na culinária estão presentes: churrasco, chimarrão, camarão, pirão de peixe, marreco assado, barreado (cozido de carne em uma panela de barro), vinho.
  9. 9. LINGUAGEM Não devemos confundir língua com escrita, pois são dois meios de comunicação distintos. A escrita representa um estágio posterior de uma língua. A língua falada é mais espontânea, abrange a comunicação linguística em toda sua totalidade. Além disso, é acompanhada pelo tom de voz, algumas vezes por mímicas, incluindo-se fisionomias. A língua escrita não é apenas a representação da língua falada, mas sim um sistema mais disciplinado e rígido, uma vez que não conta com o jogo fisionômico, as mímicas e o tom de voz do falante.
  10. 10. No Brasil dentre eles destacam-se: Fatores Regionais, Fatores Culturais, Fatores Contextuais, Fatores Profissionais e Fatores Naturais.
  11. 11. IDEOLOGIA Ideologia é um conjunto de ideias ou pensamentos de uma pessoa ou de um grupo de indivíduos. A ideologia pode estar ligada a ações políticas, econômicas e sociais. O termo ideologia foi usado de forma marcante pelo filósofo Antoine Destutt de Tracy. O conceito de ideologia foi muito trabalhado pelo filósofo alemão Karl Marx, que ligava a ideologia aos sistemas teóricos (políticos, morais e sociais) criados pela classe social dominante. De acordo com Marx, a ideologia da classe dominante tinha como objetivo manter os mais ricos no controle da sociedade.
  12. 12. CAPITALISMO Capitalismo é um sistema econômico em que os meios de produção e distribuição são de propriedade privada e com fins lucrativos. Decisões sobre oferta, demanda, preço, distribuição e investimentos não são feitos pelo governo e os lucros são distribuídos para os proprietários que investem em empresas e os salários são pagos aos trabalhadores pelas empresas. O capitalismo é dominante no mundo ocidental desde o final do feudalismo.
  13. 13. O capitalismo é o sistema socioeconômico baseado no reconhecimento dos direitos individuais, em que toda propriedade é privada e o governo existe para banir a iniciação de violência humana. Em uma sociedade capitalista, o governo tem três órgãos: a polícia, o exército e as cortes de lei.
  14. 14. SOCIALISMO Socialismo é uma doutrina política e econômica que surgiu no final do século XVIII e se caracteriza pela ideia de transformação da sociedade através da distribuição equilibrada de riquezas e propriedades, diminuindo a distância entre ricos e pobres. Noël Babeuf foi o primeiro pensador que apresentou propostas socialistas sem fundamentação teológica e utópica como alternativa política.
  15. 15. A origem do socialismo tem raízes intelectuais e surgiu como resposta aos movimentos políticos da classe trabalhadora e às críticas aos efeitos da Revolução Industrial (capitalismo industrial). Na teoria marxista, o socialismo representava a fase intermediária entre o fim do capitalismo e a implantação do comunismo.
  16. 16. LIBERALISMO O liberalismo é uma doutrina político-econômica e sistema doutrinário que se caracteriza pela sua atitude de abertura e tolerância a vários níveis. De acordo com essa doutrina, o interesse geral requer o respeito pela liberdade cívica, econômica e da consciência dos cidadãos.
  17. 17. O liberalismo surgiu na época do iluminismo contra a tendência absolutista e indica que a razão humana e o direito inalienável à ação e realização própria, livre e sem limites, são o melhor caminho para a satisfação dos desejos e necessidades da humanidade. Este otimismo da razão exigia não só a liberdade de pensamento mas também a liberdade política e econômica.
  18. 18. MARXISMO No século XIX, vários pensadores tinham grande preocupação em dar respostas aos vários problemas sociais que se desenvolviam no seio da sociedade capitalista. Os socialistas utópicos foram os primeiros a proporem e teorizarem meios que pudessem resolver a expressa diferença percebida entre os membros do proletariado e da classe burguesa.
  19. 19. Em 1848, os pensadores Karl Marx e Friedrich Engels apareceram com um elaborado arcabouço teórico que visava renovar o socialismo. Para tanto, realizaram um complexo exercício de reflexão sobre as relações humanas e as instituições que regulavam as sociedades. Como resultado, obtiveram uma série de princípios que fundamentaram o marxismo, também conhecido como socialismo científico.
  20. 20. NEOLIBERALISMO É um conjunto de ideias políticas e econômicas capitalistas que defende a não participação do estado na economia. De acordo com esta doutrina, deve haver total liberdade de comércio (livre mercado), pois este princípio garante o crescimento econômico e o desenvolvimento social de um país. Surgiu na década de 1970, através da Escola Monetarista do economista Milton Friedman, como uma solução para a crise que atingiu a economia mundial em 1973, provocada pelo aumento excessivo no preço do petróleo.
  21. 21. O crescimento comercial foi notório e, para enfrentar a concorrência, medidas foram tomadas no Reino Unido e nos Estados Unidos. As principais características dessas medidas foram a redução dos investimentos na área social, ou seja, no que se refere à educação, saúde e previdência social.
  22. 22. IDEOLOGIA Hoje em dia os partidos e políticos quase em sua totalidade perderam identidade, deixaram os discursos políticos de lado em troca somente de cargos e benesses. Os partidos possuem estatutos por mera formalidade, pois não são cumpridos, os ideais e programas partidários são esquecidos e a única coisa que não é esquecida é o fisiologismo.
  23. 23. O poder hoje é mais poderoso que há anos atrás. Prefeitos hoje não têm oposição, a câmara de vereadores que tem por função fiscalizar cede seu poder mediante acertos e conluios. E o povo na doce ilusão continua achando que o vereador, deputado ou qualquer outro político irá lembrar dele e de suas necessidades.

×