Colégio Estadual Visconde de Bom
Retiro
Disciplina: Filosofia
Professor: Alexandre Misturini
Turma: 26TP
Alunas: Larissa L...
Sofistas
 Os sofistas viveram nos séculos IV e V a.C na Grécia antiga, tendo
como os mais importantes: Protágoras, Górgia...
PROTÁGORAS (491-400 A.C)
Em suas palavras, a frase :
“O homem é a medida de todas as coisas, das
coisas que são enquanto s...
Dualismo Platônico
Dualismo
 Conceito religioso e filosófico que admite a existência de dois
princípios necessários, de duas posições ou de ...
Corpo e alma
 Segundo Platão, antes de se encarnar, a alma teria vivido no
mundo das ideias, onde tudo conheceu por simpl...
 No entanto, o aforismo “corpo são em mente sã”
apenas confirma a superioridade do espírito: na
posse de saúde perfeita, ...
Epicurismo
 Epicurismo é um sistema criado por um filósofo ateniense
chamado Epicuro de Samos .Existem vários fundamentos
básicos , ...
Cinismo
 Cinismo, é um sistema e doutrina filosófica dos cínicos
que diz respeito ao cão.
 Os cínicos são, membros de um movimen...
Pirronismo
 Toma o seu nome de Pirro de Élis, um céptico que viveu cerca
360 a 270 a.C. Embora a relação entre a filosofia da escola...
Conhecimento lógico e científico
Tipos de conhecimentos
 A filosofia não é uma ciência, não possui objeto
definido. Trabalha com a universalidade de objet...
Conhecimento lógico
 É uma parte da filosofia que estuda o fundamento, a estrutura e
as expressões humanas do conheciment...
Conhecimento Científico
 O conhecimento científico difere dos outros tipos de
conhecimento por ter toda uma fundamentação...
Filo 2 trimestre larissa e monique 26
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filo 2 trimestre larissa e monique 26

471 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
471
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
166
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filo 2 trimestre larissa e monique 26

  1. 1. Colégio Estadual Visconde de Bom Retiro Disciplina: Filosofia Professor: Alexandre Misturini Turma: 26TP Alunas: Larissa Lemes e Mônique Galves Dos Anjos
  2. 2. Sofistas  Os sofistas viveram nos séculos IV e V a.C na Grécia antiga, tendo como os mais importantes: Protágoras, Górgias e Isócrates .  Prezavam pelo desenvolvimento do espírito crítico e pela capacidade de expressão. Uma consequência importante que se fez pelos sofistas foi a abertura da filosofia para todas as pessoas das cidades que antes era somente uma seita intelectual fechada formada apenas por nobres.  Também eram, professores viajantes que vendiam ensinamentos práticos da filosofia, com seu preço. Eles ensinavam técnicas para que as pessoas soubessem a defender o seu pensamento e suas próprias opiniões, para que dessa forma conseguisse o seu espaço.
  3. 3. PROTÁGORAS (491-400 A.C) Em suas palavras, a frase : “O homem é a medida de todas as coisas, das coisas que são enquanto são, das coisas que não são, enquanto não são”. Por meio dela e de outras, foi acusado de ateísta tendo seus livros queimados em praça pública, o que o fez fugir de Atenas e refugiar-se em Sicília.
  4. 4. Dualismo Platônico
  5. 5. Dualismo  Conceito religioso e filosófico que admite a existência de dois princípios necessários, de duas posições ou de duas realidades contrárias entre si, como o espírito e a matéria, o corpo e a alma, o bem e o mal, e que estejam um e outro em eterno conflito.
  6. 6. Corpo e alma  Segundo Platão, antes de se encarnar, a alma teria vivido no mundo das ideias, onde tudo conheceu por simples intuição, ou seja, por conhecimento intelectual direto e imediato, sem precisar usar os sentidos. Quando a alma se une ao corpo, ela se degrada por se tornar prisioneira dele. Alma para Platão é a causa da vida e portanto imortal. Almas platônicas  Alma racional (situada no cérebro)  Alma inferior e irracional (situada no corpo)  Alma apetitiva (situada no abdômen)
  7. 7.  No entanto, o aforismo “corpo são em mente sã” apenas confirma a superioridade do espírito: na posse de saúde perfeita, a alma se desprende dos sentidos para melhor se concentrar na contemplação das ideias. Caso contrario, a fraqueza física torna-se empecilho maior á vida intelectual.
  8. 8. Epicurismo
  9. 9.  Epicurismo é um sistema criado por um filósofo ateniense chamado Epicuro de Samos .Existem vários fundamentos básicos , se distinguindo o desejo para encontrar a felicidade, buscar a saúde da alma, lembrando que o sentido da vida é o prazer, objetivo imediato de cada ação humana considerando sem sentido as angústias em relação à morte, e a preocupação com o destino.  Também sendo um sistema filosófico, que prega a procura dos prazeres moderados para atingir um estado de tranquilidade e de libertação do medo, sem sofrimento corporal pelo conhecimento do funcionamento do mundo e da limitação dos desejos. Valores epicuristas  Os epicuristas e , devem procurar evitar a dor e as perturbações, levar uma vida longe das multidões (mas não solitário), dos luxos excessivos, se colocando em harmonia com a natureza e desfrutando da paz.  Outro valor defendido é a amizade.
  10. 10. Cinismo
  11. 11.  Cinismo, é um sistema e doutrina filosófica dos cínicos que diz respeito ao cão.  Os cínicos são, membros de um movimento filosófico na qual a doutrina se caracteriza por um anticonformismo social, político e religioso.Os cínicos infletiram o sentido da ironia socrática. Posteriormente, o termo adquire um sentido pejorativo pela contradição verificada, por vezes, entre o ideal ascético divulgado e o hedonismo vivido.  A verdadeira felicidade do Homem, que os cínicos ensinavam, baseava-se na vida reta e inteligente e isto constituía, também para eles, o conceito de vida virtuosa.
  12. 12. Pirronismo
  13. 13.  Toma o seu nome de Pirro de Élis, um céptico que viveu cerca 360 a 270 a.C. Embora a relação entre a filosofia da escola e essa figura histórica seja pouco clara.  Pirronismo foi uma tradição da corrente filosófica do cepticismo.  O pirronismo tornou-se influente há alguns séculos desde o surgimento da moderna visão científica do mundo. “Nada pode ser conhecido, nem mesmo isto”.  Pirrónicos afirmam que uma falta de provas não constitui prova do oposto, e que essa falta de crença é profundamente diferente de uma descrença activa. Ao invés de descrer em Deus, poderes psíquicos etc.  Baseados na falta de evidências de coisas, pirrónicos reconhecem que não podemos estar certos de que evidências novas não possam aparecer no futuro, de modo que eles mantém-se abertos em sua pesquisa. Também questionam o saber estabelecido, e vêem o dogmatismo como uma doença da mente.”
  14. 14. Conhecimento lógico e científico
  15. 15. Tipos de conhecimentos  A filosofia não é uma ciência, não possui objeto definido. Trabalha com a universalidade de objetos, possuindo hipótese, não tem experiência. Trabalha com a comprovação chamada argumento, não são argumentos aleatórios. Trabalha com argumento lógico, aquele que não apresenta incoerência, não pode haver dois argumentos.
  16. 16. Conhecimento lógico  É uma parte da filosofia que estuda o fundamento, a estrutura e as expressões humanas do conhecimento. A lógica foi criada por Aristóteles, para estudar o pensamento humano e distinguir interferências e argumentos certos e errados.  Aristóteles estabeleceu um conjunto de regras rígidas para que conclusões pudessem ser aceitas como logicamente válidas: o emprego da lógica leva a uma linha de raciocínio baseado em premissas e conclusões.  A Lógica ao mesmo tempo em que define as leis ideais do pensamento, estabelece as regras do pensamento correto, cujo conjunto constitui uma arte de pensar. E como o raciocínio é a operação intelectual que implica todas as outras operações do espírito, define-se muitas vezes a lógica como a ciência do raciocínio correto. É então necessária para tornar o espírito mais penetrante e para ajudá-lo a justificar suas operações recorrendo aos princípios que fundam a sua legitimidade. Em outras palavras, lógica é arte que nos faz proceder, com ordem, facilmente e sem erro, no ato próprio da razão.
  17. 17. Conhecimento Científico  O conhecimento científico difere dos outros tipos de conhecimento por ter toda uma fundamentação e metodologias a serem seguidas, além de se basear em informações classificadas, submetidas à verificação, que oferecem explicações plausíveis a respeito do objeto ou evento em questão.  Objeto definido  Método lógico  Hipótese: resposta plausível, possível.

×