• Lucas Martins
• Gabriel Ramos
• Lucas Godoi
Turma: 14t
Colégio Visconde de Bom Retiro
*
*
* A felicidade, pela conquista do
bem, é o fim último interno do
homem, entre felicidade e
prazer. Referindo-se a
felici...
*
* A felicidade para Sócrates é livrar-se das
coisas materiais e isso só poderá ser feito
através do conhecimento de si m...
*
Propondo um pensamento que, embora
valorizasse a atividade intelectual,
teórica, contemplativa como
fundamental, resgata...
*
*felicidade era o prazer
continuo, ou seja, esta sempre
vivendo aquilo que gosta,
aquilo que da prazer, era sinal
de fel...
*Nenhum prazer é em si um mal,
porém certas coisas capazes de
engendrar prazeres trazem consigo
maior número de males que ...
*
*Sábio é aquele que conhece os
limites da própria ignorância.
*
*O sábio nunca diz tudo o que pensa,
mas pensa sempre tudo o que diz.
*
*Tente mover o mundo - o primeiro
passo será mover a si mesmo.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Felicidade 14t01

767 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
767
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
275
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Felicidade 14t01

  1. 1. • Lucas Martins • Gabriel Ramos • Lucas Godoi Turma: 14t Colégio Visconde de Bom Retiro *
  2. 2. * * A felicidade, pela conquista do bem, é o fim último interno do homem, entre felicidade e prazer. Referindo-se a felicidade à inteligência e o prazer aos sentidos. Desde logo, pois, refuta a tese de que o prazer sensível é o único fim. Mas não exclui da felicidade os prazeres da sensibilidade; estes são honestos desde que subordinados harmonicamente.
  3. 3. * * A felicidade para Sócrates é livrar-se das coisas materiais e isso só poderá ser feito através do conhecimento de si mesmo e assim a pessoa pode ser feliz enquanto não sabendo dos outros não sofre, pois é sábio enquanto sabe de não saber e isso permite se livrar dos vínculos materiais, porque são eles que trazem o sofrimento.
  4. 4. * Propondo um pensamento que, embora valorizasse a atividade intelectual, teórica, contemplativa como fundamental, resgatava o papel dos bens humanos, terrestres, materiais para alcançar uma vida boa. Para Aristóteles existiam três formas essenciais para alcançar a felicidade: manter uma vida prazerosa, política e filosófica.
  5. 5. * *felicidade era o prazer continuo, ou seja, esta sempre vivendo aquilo que gosta, aquilo que da prazer, era sinal de felicidade, de ser uma pessoa feliz. Para o Epicuro, a presença do prazer era sinônimo de ausência de dor, ou de qualquer tipo de aflição como a fome, a abstenção sexual, o aborrecimento. Liberdade, a Amizade e um Tempo para meditar.
  6. 6. *Nenhum prazer é em si um mal, porém certas coisas capazes de engendrar prazeres trazem consigo maior número de males que de prazeres.
  7. 7. * *Sábio é aquele que conhece os limites da própria ignorância.
  8. 8. * *O sábio nunca diz tudo o que pensa, mas pensa sempre tudo o que diz.
  9. 9. * *Tente mover o mundo - o primeiro passo será mover a si mesmo.

×