Cultura, linguagem e ideologia18t1111

847 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
847
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
244
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cultura, linguagem e ideologia18t1111

  1. 1. CULTURA, LINGUAGEM E IDEOLOGIA Eduardo, Francieli e Mateus 18TP
  2. 2. CULTURA  A cultura pode ser definida como qualquer manifestação cultural (dança, música, festas, literatura, folclore, arte, etc) em que o povo produz e participa de forma ativa.Ao contrário da cultura de elite, a cultura popular surge das tradições e costumes e é transmitida de geração para geração, principalmente, de forma oral.  Segundo o seu mais profundo significado, é a transmissão de conhecimentos cultivados, através de palavras, gestos, costumes, histórias, tradições, e suas mais diversas manifestações de um povo.  Exemplos de culturas populares O carnaval, danças e festas folclóricas, manifestações da cultura popular literatura de cordel, provérbios, samba, frevo, capoeira, artesanato, cantigas de roda, contos e fábulas, lendas urbanas, superstições, etc
  3. 3. .  O Brasil tem uma mistura e herança de muitas outras, onde podemos citar a indígena, por serem os primeiros e legítimos habitantes do solo verde-amarelo, (destacando-se o Tupi- Guarani, os Kaiapós, Ticunás, Macuxis,etc.), os Portugueses, por serem os primeiros colonizadores, em seguida os Africanos, os Bantos e os Sudaneses, á época do regime escravocrata, foram os principais, e em uma menor, mas significativa escala, espanhóis, holandeses, franceses, italianos, alemães, asiáticos, e mais tarde árabes, judaicos, etc, a partir do século XIX e início do Século XX, com o ciclo do Café, o início da expansão das grandes capitais, e mais adiante juntamente, com as primeiras Grandes Guerras, aliado ao desenvolvimento das Indústrias no país.
  4. 4. LINGUAGENS  Quando falamos de linguagem nos referimos ao sistema do qual o homem comunica seus conceitos e sentimentos, seja através da fala, da escrita ou de outros signos convencionais. Linguística é o nome da ciência que se dedica ao estudo da linguagem.  Na linguagem do cotidiano, usamos linguagem verbal e não-verbal para se comunicar. Recursos de comunicação como: imagens, gestos, músicas, desenhos, símbolos, tom de voz, constituem a linguagem não-verbal.  A linguagem corporal é um tipo de linguagem não-verbal, pois determinados movimentos corporais podem transmitir mensagens e intenções.
  5. 5.  Linguagem mista é o uso da linguagem verbal e não-verbal ao mesmo tempo. Por exemplo, uma história em quadrinhos integra, simultaneamente, imagens, símbolos e diálogos.  As linguagens artificiais, também são designadas por linguagens formais.  A linguagem é comunicação, vista que proporciona ao indivíduo a possibilidade de exercer atividade sobre o outro, sobre si mesmo e sobre o mundo.  É também uma atividade basicamente humana, histórica e social. Se for bem conduzida, pode ser uma adepta na luta contra os preconceitos sociais, pois é a partir de seu uso que observamos, compreendemos e interagimos com o mundo natural.
  6. 6. IDEOLOGIA  No senso comum significa ideal, e contém um conjunto de idéias, pensamentos,doutrinas ou de visões de mundo de um indivíduo ou de um grupo, orientado para suas ações sociais e, principalmente, políticas. é a ciência que trata da formação das ideias e da sua origem;  A princípio, o mais importante é saber que nada, absolutamente nada neste mundo que tenha sido criado por seres humanos é vazio de ideias. Tudo o que falamos, pensamos e fazemos está marcado por um conjunto de ideias produzidas ou não por cada um de nós.  Nos anos 80 Cazuza e Frejat fizeram a música “Ideologia”.
  7. 7. IDEOLOGIA  CAZUZA/ROBERTO FREJAT Meu partido É um coração partido E as ilusões estão todas perdidas Os meus sonhos foram todos vendidos Tão barato que eu nem acredito Eu nem acredito Que aquele garoto que ia mudar o mundo (Mudar o mundo) Frequenta agora as festas do "Grand Monde" Meus heróis morreram de overdose Meus inimigos estão no poder Ideologia Eu quero uma pra viver Ideologia Eu quero uma pra viver O meu prazer Agora é risco de vida Meu sex and drugs não tem nenhum rock 'n' roll Eu vou pagar a conta do analista Pra nunca mais ter que saber quem eu sou Pois aquele garoto que ia mudar o mundo (Mudar o mundo) Agora assiste a tudo em cima do muro Meus heróis morreram de overdose Meus inimigos estão no poder Ideologia Eu quero uma pra viver Ideologia Eu quero uma pra viver

×