Conhecimento (1)

508 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
508
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
252
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Conhecimento (1)

  1. 1. O que é? É a tendência de um indivíduo, de afirmar ou crer em algo como verdadeiro e indiscutível. É um termo muito usado pela filosofia e pela religião. É uma espécie de fundamentalismo intelectual onde expressa verdades que não são sujeitas a revisão ou crítica. O dogmatismo corresponde à atitude de todo aquele que crê que o homem tem meios para atingir a verdade não se confrontando com a dúvida e não problematizando o conhecimento. Ao longo da história o desenvolvimento de dogmas e doutrinas tem afetado as tradições, instituições e práticas religiosas.
  2. 2. DOGMATISMO NA FILOSOFIA O dogmatismo filosófico é a contestação do ceticismo, é quando as verdades são questionadas, para fazer com que os indivíduos não confiem e nem se tornem submissos perante as verdades estabelecidas. O dogmatismo filosófico pode ser compreendido como a possibilidade de conhecer a verdade, a confiança nesse conhecimento e a submissão a essa verdade sem questioná-la. Alguns dos filósofos dogmáticos mais conhecidos são Platão, Aristóteles e Parmênides. Em termos filosóficos, a palavra dogmatismo significava oposição, visto que era uma oposição filosófica, uma coisa referente aos princípios. Por esse motivo, a palavra "dogmático" significava "relativo a uma doutrina" ou "fundado em princípios".
  3. 3. Na Idade Moderna, Descartes pretende, com a instituição da dúvida metódica, evitar o uso do dogmatismo. Kant, por sua vez, opõe o dogmatismo ao criticismo, e o define como o procedimento da razão pura sem uma crítica preliminar de seu próprio poder. Segundo Augusto Comte, o dogmatismo é o estado normal da mente humana, uma vez que o homem necessita confiar em algo para viver, estando sempre se utilizando de uma determinada crença. Para este pensador, o ceticismo só poderia ser usado em um momento de crise, quando uma posição antiga deve ser evitada, de modo que se possa realizar a passagem de uma crença a outra.
  4. 4. Dogmatismo na filosofia Na Idade Moderna, Descartes pretende, com a instituição da dúvida metódica, evitar o uso do dogmatismo. Kant, por sua vez, opõe o dogmatismo ao criticismo, e o define como o procedimento da razão pura sem uma crítica preliminar de seu próprio poder. Segundo Augusto Comte, o dogmatismo é o estado normal da mente humana, uma vez que o homem necessita confiar em algo para viver, estando sempre se utilizando de uma determinada crença. Para este pensador, o ceticismo só poderia ser usado em um momento de crise, quando uma posição antiga deve ser evitada, de modo que se possa realizar a passagem de uma crença a outra.
  5. 5. Dogmatismo na Religião O dogmatismo é estabelecido na religião a partir do momento em que fiéis nas escrituras sagradas a reconheceram como revelação de Deus, através de diversos dogmas, e igrejas foram organizadas, num ambiente onde não há dúvida sobre a veracidade da existência de Deus, sobre a santíssima trindade, sobre a ressurreição de Jesus, entre outros dogmas. E justamente devido a Bíblia constituir um grande exemplo de dogmatismo, discorrendo sobre verdades absolutas que se tornaram conhecidas do senso comum, que foram traduzidas em quase todos os idiomas do globo (salvo raríssimos dialetos e culturas muitíssimo restritas do ponto de vista linguístico), afirmando por exemplo a certeza de que Jesus Cristo é o Messias, que veio à terra para expiar os pecados da humanidade.
  6. 6. Trabalho apresentado por: Kaliandra, Vinícius, Bruna.

×