Dce ciencias (1)

662 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Dce ciencias (1)

  1. 1. DIRETRIZES CURRICULARESORIENTADORAS DA EDUCAÇÃOBÁSICA PARA A REDEESTADUALSecretaria de Estado da EducaçãoDepartamento de Educação BásicaEquipe de CiênciasMarco Aurelio Pereira BuenoGiselle Marquette NicarettaCIÊNCIASENSINO FUNDAMENTAL
  2. 2. DCEdeCiências• Dimensão Histórica;• Fundamentos Teórico-Metodológico;• Conteúdos Estruturantes;• EncaminhamentosMetodológicos;• Avaliação.
  3. 3. DIMENSÃO HISTÓRICA
  4. 4. Objeto de Estudo• “A disciplina de Ciências tem comoobjeto de estudo o conhecimentocientífico que resulta da investigaçãoda Natureza.”• “Do ponto de vista científico, entende-se por Natureza o conjunto deelementos integradores que constitui oUniverso em toda sua complexidade.”
  5. 5. Objeto de Estudo• “Ao ser humano cabe interpretarracionalmente os fenômenos observados naNatureza, resultantes das relações entreelementos fundamentais como tempo,espaço, matéria, movimento, força, campo,energia e vida.”• “A Natureza legitima, então, o objeto deestudo das ciências naturais e da disciplinade Ciências. ”
  6. 6. ENSINO DE CIÊNCIASNO BRASIL
  7. 7. Resumindo:• Chegada da Corte Portuguesa;• Século XIX, influência Portuguesa – Universidades eMuseus de História Natural:• Ex. Museu de História Natural do Rio de Janeiro (1818);• até 1950:• Ensinar Ciências não é prioridade até 1930;• Poucas escolas, voltadas para os filhos da elite,professores estrangeiros;• Ensino voltado para os produtos da Ciência na época;• Classe trabalhadora – ensino informativo, professoressem formação especializada;
  8. 8. Resumindo:• 1950-1970:• Programas de Ensino rígidos;• Futuros cientistas - elite intelectual• Reprodução do método científico e experimentação• 1970-1990:• Formação do cidadão trabalhador• Tecnicismo (início)• Pensamento lógico crítico (final)• 1990-2000:• Questões sociais + importantes que o conteúdo• Conhecimento por meio de temas transversais
  9. 9. Panorama Atual• A) Educação científica a partir do que o aluno já sabe;• B) Superação do tecnicismo, compreensão maior sobre ahistória da ciência, currículo e valorização doconhecimento escolar;• C) Crítica a neutralidade da Ciência, a hegemonia, averdade absoluta (El-hani e Sepúlveda, 2007).
  10. 10. FUNDAMENTOSTEÓRICO-METODOLÓGICO
  11. 11. Conceito de Ciência• “A ciência é uma atividade humanacomplexa, histórica e coletivamenteconstruída, que influencia e sofreinfluências de questões sociais,tecnológicas, culturais, éticas e políticas(KNELLER, 1980; ANDERY et al., 1998).”• A ciência não revela a verdade, maspropõe modelos explicativos construídos apartir da aplicabilidade de método(s)científico(s).
  12. 12. CIÊNCIAS• “o quadro conceitual da disciplina deCiências é composto por referências daBiologia, da Física, da Química, daGeologia, da Astronomia, entre outras(MACEDO e LOPES, 2002), estedocumento pressupõe uma perspectivapedagógica de integração conceitual.”
  13. 13. Conteúdos Estruturantes• Astronomia;• Matéria;• Sistemas Biológicos;• Energia;• Biodiversidade.
  14. 14. Conteúdos Estruturantes• entende-se o conceito de Conteúdo Estruturante como:• conhecimentos de grande amplitude que identificam eorganizam os campos de estudo de uma disciplina escolar,considerados fundamentais para a compreensão de seuobjeto de estudo e ensino.• Na disciplina de Ciências, os Conteúdos Estruturantessão construídos a partir da historicidade dos conceitoscientíficos e visam superar a fragmentação do currículo,além de estruturar a disciplina frente ao processoacelerado de especialização do seu objeto de estudo eensino (LOPES, 1999).
  15. 15. Conteúdos Estruturantes• A seleção dos conteúdos de ensino de Ciências deve considerara relevância dos mesmos para o entendimento do mundo no atualperíodo histórico, para a constituição da identidade da disciplina ecompreensão do seu objeto de estudo, bem como facilitar aintegração conceitual dos saberes científicos na escola.• Sendo assim, os conteúdos de Ciências valorizam conhecimentoscientíficos das diferentes Ciências de referência – Biologia, Física,Química, Geologia, Astronomia, entre outras.• A metodologia de ensino deve promover inter-relações entre osconteúdos selecionados, de modo a promover o entendimento doobjeto de estudo da disciplina de Ciências.• Essas inter-relações devem se fundamentar nos ConteúdosEstruturantes.
  16. 16. Conteúdos Estruturantes• Propõe-se, então, que:• o ensino de Ciências aconteça por integraçãoconceitual e que estabeleça relações entre osconceitos científicos escolares de diferentesconteúdos estruturantes da disciplina(relações conceituais);• entre eles e os conteúdos estruturantes dasoutras disciplinas do Ensino Fundamental(relações interdisciplinares);• entre os conteúdos científicos escolares e oprocesso de produção do conhecimentocientífico (relações contextuais).
  17. 17. Lembre-se:• Conteúdos de Ciências:• valorizam conhecimentos científicos das diferentes :• Biologia, Física, Química, Geologia, Astronomia, entre outras.• Metodologia de Ensino:• promover inter-relações para promover o entendimento do objeto deestudo da disciplina de Ciências;• integração conceitual:• relações entre os conceitos científicos escolares de diferentesconteúdos estruturantes da disciplina relações conceituais;• entre eles e os conteúdos estruturantes das outras disciplinas doEnsino Fundamental  relações interdisciplinares;• entre os conteúdos científicos escolares e o processo deprodução do conhecimento científico  relações contextuais.
  18. 18. Antes de começar...Canal de Ciência - DEB/SEEDPR:Lose This Child (HD Version) – http://www.youtube.com/watch?v=yVAZh8UGbxo
  19. 19. Conteúdos Estruturantes• Astronomia;• Matéria;• Sistemas Biológicos;• Energia;• Biodiversidade.
  20. 20. Astronomia• Tendo a lua aquelagravidade aonde ohomem flutua/Merecia a visitanão demilitares,/mas debailarinos /e devocê e eu.(Tendo A Lua -Os Paralamas doSucesso);• Quando o segundosol chegar/ Pararealinhar as órbitasdos planetas/Derrubando comassombro exemplar/O que os astrônomosdiriam se tratar/De um outro cometa(O SEGUNDO SOL –NANDO REIS)
  21. 21. Astronomia• Uso do software Stellarium – (http://www.stellarium.org/pt/)• Foto: Stellarium – consultado em julho de 2011.Disponivel em: http://ibxk.com.br/materias/stellarium_artigo_1.jpg
  22. 22. Conteúdos Básicos - Astronomia• Universo;• Sistema Solar;• Movimentos terrestres;• Astros;• Movimentos celestes;• Origem e evolução do Universo;• Gravitação Universal.
  23. 23. Matéria• “as coisas tem peso, massa, volume/ tamanho, tempo, forma,cor/posição, textura, duração/ densidade, cheiro, valor/consistência, profundidade/contorno, temperatura, função/aparência, preço, destino e idade/ sentido/ as coisas não tempaz(4x)” (As Coisas - Arnaldo Antunes)Canal de Ciência - DEB/SEEDPR:http://www.youtube.com/user/debciencias?feature=mhee#p/a/f/0/fVTG049pTzI
  24. 24. Conteúdos Básicos - Matéria• Constituição da matéria;• Propriedades da matéria.
  25. 25. Sistemas BiológicosFoto: Caranguejo usando o gargalo de uma garrafa em vez de uma concha.Autor: Alex Marttunen – consultado em julho de 2011Disponível em: http://fotografia.folha.uol.com.br/galerias/1036-fotografia#foto-19483
  26. 26. Conteúdos Básicos – SistemasBiológicos• Níveis de organização;• Célula;• Morfologia e fisiologia dos seres vivos;• Mecanismos de herança genética.
  27. 27. Energia
  28. 28. Conteúdos Básicos - Energia• Formas de energia;• Conversão de energia;• Transmissão de energia;• Conservação da energia.
  29. 29. Biodiversidade
  30. 30. Conteúdos Básicos -Biodiversidade• Organização dos seres vivos;• Ecossistemas;• Evolução dos seres vivos;• Origem da vida;• Sistemática;• Evolução dos seres vivos;• Interações ecológicas.
  31. 31. PLANO DE TRABALHODOCENTE
  32. 32. Aula 1Trecho 1Filme Corpos Celestes - Direção: Marcos Jorge, Fernando Severo - 2001http://www.youtube.com/user/debciencias?feature=mhee#p/u/0/DrELtUGnUs4
  33. 33. Aula 2Trecho 2Filme Corpos Celestes - Direção: Marcos Jorge, Fernando Severo - 2001http://www.youtube.com/user/debciencias?feature=mhee#p/a/u/0/j4LvkJU4PEc
  34. 34. ConteúdosJustificativaAvaliaçãoEncaminhamentos MetodológicosRecursos DidáticosPLANO DE TRABALHO DOCENTE
  35. 35. Exemplo:• Conteúdo: Sistemas Biológicos• Justificativa: Apresentar as adaptações dos seres vivosao ambiente• Encaminhamentos Metodológicos:• - Utilizar a imagem do caranguejo que ilustra o tópicosistemas biológicos como ponto de partida para adiscussão do tema.• - Levantar o conhecimento prévio dos estudantes sobre oorganismo mostrado, por meio de questionamentos sobrea imagem.• - Buscar no conteúdo encontrado nos recursospedagógicos (imagem, livro didático, vídeo, entre outros)
  36. 36. Exemplo :• Recursos Didáticos:• Fotos, vídeos, livro didático, revistas de divulgaçãocientífica, textos selecionados.• Avaliação:• Propor questões que levem os alunos a refletir sobre aadaptação dos seres vivos ao ambiente e a sua relaçãocom a poluição da água.
  37. 37. Avaliação• Mediadora:• “ação, movimento, provocação, tentativa dereciprocidade intelectual entre os sujeitos daação educativa. Professor e aluno buscandocoordenar seus pontos de vista, trocandoidéias, reorganizando-as” (Hoffmann, 1991)
  38. 38. Avaliação• “[...] avaliar no ensino de Ciências implicaintervir no processo ensino-aprendizagemdo estudante, para que ele compreenda oreal significado dos conteúdos científicosescolares e do objeto de estudo deCiências, visando uma aprendizagemrealmente significativa para sua vida.”
  39. 39. Estratégias de Avaliação• Novos problemas e questões, não familiares aosestudantes;• Estabelecer:• relações conceituais, interdisciplinares ou contextuais• Jogos educativos;• Observação e Relato de Experiências• Relatórios e Desenhos• Registros:• descritivos• de acompanhamento dos alunos feito pelo professor
  40. 40. P.S: Expectativas deAprendizagem• Expectativas:• em processo de elaboração;• consultas junto aos professores;• um subsídio para o planejamento do professor;• aponta o que é fundamental o aluno saber dentro de cada conteúdobásico;• Referencial:• Diretrizes Curriculares Orientadoras da Educação Básica para aRede Estadual (Parecer CEE/CEB nº 130/10).• Não é sinônimo de critério de avaliação;• Critério de Avaliação:• deve ser elaborado pelo professor no Plano de Trabalho Docente;• de acordo com o conteúdo específico e o recorte estabelecido peloprofessor.
  41. 41. Contato• Departamento de Educação Básica:• Equipe Disciplinar de Ciência:Giselle Marquette NicarettaMarco Aurelio Pereira BuenoE-mail: debciencias@gmail.com

×