ALM - Testes Manuais no Microsoft Test Manager

2.439 visualizações

Publicada em

Uma visão geral de uso do Microsoft Test Manager para execução de Testes Manuais.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.439
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
58
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ALM - Testes Manuais no Microsoft Test Manager

  1. 1. ALM Application Lifecycle Management Microsoft Test Manager
  2. 2. Alan Carlos (NoxiusCoronet), Microsoft Trainer Especialista em Team Foundation Server® e Nuvem Privada com as soluções da Microsoft® MCPS, MCDST, MCTS, MCITP, MCSA, MCSE, MCT, ICC-TS, ITIL, COBIT, SCRUM MASTER... + 17 anos na área de tecnologia da informação; Implantação de soluções, treinamentos e palestras; Integrante do MSExchangeBR, Fórum Microsoft, Microsoft Technical Communities, Microsoft Partner Network. About me
  3. 3. Objetivo do Workshop
  4. 4. Agilidade Facilidade Qualidade Organização
  5. 5. Documentar em tempo real Relatórios em tempo real Histórico de funcionamento Velocidade na coleta de evidências Integração
  6. 6. Conceitos
  7. 7. Casos de Testes
  8. 8. É um conjunto de condições usadas para o teste de software. Normalmente associado a um Caso de Uso ou Requisito.
  9. 9. Script de Testes/Passos do Caso de Testes: É o descritivo de como deve ser feito o Caso de teste descrito. O mais formal deve conter entrada, saída e resultado esperado. Ex.: CT01 – Validação de CPF (Passos de Testes/Steps) Abra seu navegador; Digite o endereço http://internetbanking.com; No campo conta corrente, digite a conta 01212; No campo senha, digite a senha abcdef; Clique em OK; Logo que abrir o Menu, vá na opção Transferência - DOC; No campo CPF, digite o numero 000.000.000-00; Clique em “Verificar CPF”; Resultado: Deverá aparecer a mensagem “CPF Inválido, favor confirmar”. Clique em OK; Clique em Log OFF; Feche seu navegador;
  10. 10. Script de Testes/Passos do Caso de Testes: É o descritivo de como deve ser feito o Caso de teste descrito. O mais formal deve conter entrada, saída e resultado esperado. Ex.: CT01 – Validação de CPF (Passos de Testes/Steps) Abra seu navegador; Digite o endereço http://internetbanking.com; No campo conta corrente, digite a conta 01212; (Está em um lugar de fácil identificação?) No campo senha, digite a senha abcdef; (A senha fica aparente?) Clique em OK; (Se eu clicar ou apertar a tecla Enter, o resultado é o mesmo?) Logo que abrir o Menu, vá na opção Transferência - DOC; No campo CPF, digite o numero 000.000.000-00; (Só aceita números?) Clique em “Verificar CPF”; Resultado: Deverá aparecer a mensagem “CPF Inválido, favor confirmar”. (Texto correto?) Clique em OK; (Disposição dos itens, coloração é igual a versão anterior?)
  11. 11. Suítes de Testes
  12. 12. É um Conjunto de Casos de Testes. Ex.: Suíte de Testes Exploratórios, Suíte de Testes de Desempenho, Suíte de Testes de Relatórios.
  13. 13. Funcional: Caixa Branca, Caixa Preta, Regressão Não Funcional: Desempenho, Carga, Usabilidade, Confiabilidade, Recuperação e Segurança
  14. 14. Caixa Branca: Também chamada de teste estrutural ou orientado à lógica, a técnica de caixa-branca avalia o comportamento interno do componente de software. Essa técnica trabalha diretamente sobre o código fonte do componente de software para avaliar aspectos tais como: teste de condição, teste de fluxo de dados, teste de ciclos, teste de caminhos lógicos, códigos nunca executados. Caixa Preta: Também chamada de teste orientado a dado ou orientado a entrada e saída, a técnica de caixa-preta avalia o comportamento externo do componente de software, sem considerar o comportamento interno do mesmo. TesteFuncional
  15. 15. Regressão: Essa é uma técnica de teste aplicável a uma nova versão de software ou à necessidade de se executar um novo ciclo de teste durante o processo de desenvolvimento. Consiste em se aplicar, a cada nova versão do software ou a cada ciclo, todos os testes que já foram aplicados nas versões ou ciclos de teste anteriores do sistema. TesteFuncional
  16. 16. Carga: É usado para verificar o limite de dados processados pelo software até que ele não consiga mais processá-lo. Também é conhecido como Teste de Volume. Usado para validar e avaliar a aceitabilidade dos limites operacionais de um sistema de acordo com cargas de trabalho variáveis, ao passo que o sistema em teste permanece constante. Em geral, as medições são tomadas com base na taxa de transferência de dados da carga de trabalho e no tempo de resposta da transação alinhado. Desempenho: No contexto da engenharia de software, é similar ao teste de carga mas com o intuito de testar o software a fim de encontrar o seu limite de processamento de dados no seu melhor desempenho. No teste normalmente é avaliada a capacidade resposta em determinados cenários e configurações. TesteNãoFuncional
  17. 17. Confiabilidade: é um teste em que são validadas as entradas, saídas e operações efetuadas em relação aos requisitos definidos previamente para a aplicação. Sua função é a de assegurar que o software recebe corretamente os dados, realiza o processamento adequadamente e apresenta os resultados corretamente. Recuperação: é um teste utilizado para verificar a robustez e também a capacidade de um determinado software para retornar a um estado operacional após estar em um estado de falha. TesteNãoFuncional
  18. 18. Usabilidade: Tem por objetivo verificar a facilidade que o software ou site possui de ser claramente compreendido e manipulado pelo usuário. Verifica-se o sistema utiliza manuais, help on-line, assistentes eletrônicos, etc. Para avaliar a usabilidade de um sistema podemos aplicar uma metodologia chamada Avaliação Heurística, definida por Nielsen e Molich (1994), onde são abordadas 10 questões: Visibilidade do status do sistema, Compatibilidade entre o sistema e o mundo real, Controle e liberdade para o usuário, Consistência e padrões, Prevenção de erros, Reconhecimento em lugar de Lembrança, Flexibilidade e eficiência de uso, Projeto minimalista e estético, Auxiliar os usuários a reconhecer e Diagnosticar e recuperar erros, Ajuda e documentação. TesteNãoFuncional
  19. 19. Fases: Unidade, integração, sistema, aceitação, operação.
  20. 20. Unidade: Fase onde o menor componente é testado. Teste de caixa branca unitário. Integração: Fase onde os módulos são unidos e testado em grupo. Aceitação: Executado teste de caixa preta no software, regressão e os não funcionais. Operação: Executado em ambiente de homologação já para entrar em produção. Caixa preta, regressão e não funcionais. FasesdosTestes
  21. 21. Teste de Operação Teste de Aceitação Teste de Integração Teste de Unidade
  22. 22. Microsoft Test Manager
  23. 23. Requisitos de Sistema http://www.microsoft.com/visualstudio/ptb/products/visual-studio- test-professional-2012#product-edition-testpro-requirements
  24. 24. Criando um Plano de Teste no MTM
  25. 25. Criando um Plano de Teste no MTM
  26. 26. Criando um Plano de Teste no MTM
  27. 27. Criando um Plano de Teste no MTM http://msdn.microsoft.com/pt- br/library/vstudio/dd286583.aspx
  28. 28. Suítes de Testes - Criação
  29. 29. Suítes de Testes - Criação
  30. 30. Suítes de Testes - Criação
  31. 31. Criando Suítes de Testes: http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/vstudio/dd286738.aspx
  32. 32. Casos de Testes – Criação
  33. 33. Casos de Testes - Criação
  34. 34. Casos de Testes – Roteiros
  35. 35. Casos de Testes - Roteiros
  36. 36. Casos de Testes Criação e Roteiros http://msdn.microsoft.com/en-us/library/vstudio/dd380763.aspx
  37. 37. Configurações de Testes
  38. 38. Casos de Testes – Configurações de Testes
  39. 39. Casos de Testes – Test Settings http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/vstudio/ee231892.aspx
  40. 40. Caso de Testes - Execução
  41. 41. Casos de Testes - Execução
  42. 42. Casos de Testes – Alterar entre a Execução e o Testing Center Clique aqui para alternar ao Testing Center Clique aqui para retornar ao Test Runner
  43. 43. Casos de Testes – Pausar e Retornar o Teste 2. Save and Close Selecione o Caso de Teste e clique em “Resume Test Run” 1. Clique em Pause
  44. 44. Caso de Testes - Execução http://msdn.microsoft.com/pt- br/library/vstudio/dd286680.aspx
  45. 45. Tips
  46. 46. Economizar tempo... Manter padrão... Manter qualidade... Facilitar escrita... Facilitar teste...
  47. 47. Passos Compartilhados (Shared Steps)
  48. 48. Shared Steps
  49. 49. Passos Compartilhados (Shared Steps) http://msdn.microsoft.com/pt- br/library/vstudio/dd286655.aspx
  50. 50. Clonar Suítes e Casos de Testes
  51. 51. Clonar Suítes e Casos de Testes
  52. 52. Clonar Suítes e Casos de Testes http://msdn.microsoft.com/pt-br/library/vstudio/hh543843.aspx
  53. 53. Gravar e Executar (Record and Play)
  54. 54. Gravar e Executar
  55. 55. Gravar e Executar http://msdn.microsoft.com/en-us/library/vstudio/dd380686.aspx
  56. 56. Mapear Parâmetros (Variáveis)
  57. 57. Mapear Parâmetros (Variáveis)
  58. 58. Mapear Parâmetros (Variáveis) http://msdn.microsoft.com/pt- br/library/vstudio/dd997706.aspx
  59. 59. Configuração do Teste
  60. 60. Test Configuration
  61. 61. Configuração do Teste http://msdn.microsoft.com/en-us/library/vstudio/dd286643.asp
  62. 62. Ferramentas Adicionais
  63. 63. http://visualstudiogallery.msdn.microsoft.com/
  64. 64. Obrigado!

×