Trabalho parasitismo

2.349 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.349
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho parasitismo

  1. 1. Curso de Graduação -Bacharelado em Enfermagem Módulo II
  2. 2. Conceito Ecológico eBioquímico de Parasitismo
  3. 3. Os Organismos e o Meio Fatores Genéticos e Interação Homem-ambiente Conceito de Parasitismo; baseado na interpretação ecológica e bioquímica das relações parasito-hospedeiro. Habitat; onde ele vive e pode ser encontrado.
  4. 4. O Ambiente e suas Mudanças “Todas as mudanças ocorridas nesse meio, ao longo do tempo, e todas as diversificaçõesgeográficas se traduzem também por mudanças nos próprios organismos vivos.”
  5. 5. Evolução das Espécies e Diversificação Faunística Surgimento dos primeiros seres vivos Mutação e Seleção Nicho Ecológico Mudanças artificiais do Ecossistema
  6. 6. Relações entre os seres vivos: Populações População; conjunto de indivíduos da mesma espécie que habita área ou região. Métodos de Estudo de Populações Contagem de Todos os indivíduos; como nos censos demográficos, contam-se os indivíduos de todas as idades ou fases evolutivas Contagem de Indivíduos de uma Classe; é util quando o interesse esta voltado somente para essa classe ou categoria de membros da população; exemplo: calculo da população de insetos alados ( anofelinos) no interior das habitações , para o estudo da transmissão da malária. Métodos de Marcação; seu uso é recomendado pra os estudos de populações, de insetos, mamíferos etc. Nº de indivíduos da amostraP= X Total de indivíduos da amostra Nº de indivíduos marcados na amostra
  7. 7.  Métodos de Biomassa ; é conveniente, para os estudos sobre palncton, para o calculo de populações de microrganismos em cultura etc. Métodos de Amostragem; um dos mais utilizados para se estimar o tamanho e as características de uma população. Métodos Indiretos; são menos precisos e empregados somente quando não se possa lançar mão de outros melhores. Natalidade , Mortalidade e DisperçãoEsses fatores atuam sobre as populaçõesdeterminando qual será sua forma de crescimento,seu equilíbrio numérico, suas oscilações eflutuações, bem como declínio ou desapariçãoeventual.
  8. 8. Comunidades e sua Organização As comunidades são agrupamentos complexos, porque em sua constituição entram indivíduos de diferentes espécies, pertencentes aos mais variados grupos de organismos queincluem vegetais, fungos, vírus, protozoários, metazoários e bactérias.
  9. 9. Fluxos Energético e Cadeias AlimentaresOrganismos PRODUTORES; (AUTÓTROFOSCOMPLETOS ou VERDADEIROS);Organismos CONSUMIDORES; (HETERÓTROFOS); (consumidoresPRIMÁRIOS e SECUNDÁRIOS);Organismos DECOMPOSITORES;
  10. 10. Na formação das cadeias alimentares alguns organismos que servem de alimento para outros transferem a energiaacumulada em suas proteínas, carboidratos e lipídios a esses consumidores. As cadeias constituem verdadeiros circuitosfechados que se completam com a morte e decomposição de seus participantes em todos os níveis. Sem a morte oudecomposição o meio dessas cadeias acabaria por esgotar-se de materiais essenciais a continuidade dos processos metabólicos dos seres vivos e conduziria ao colapso do ecossistema.
  11. 11. TIPOS DE CADEIAS ALIMENTARES E PIRÂMIDES ECOLÓGICASCadeia PREDADORA;Cadeia PARASITÁRIA;Cadeia SAPROFÍTICA ou SAPROZÓICA;
  12. 12. Garante perpetuação da espéciedo parasitismo e funciona comofonte de infecção para outrosanimais e para o homem.
  13. 13. Abrigam parasitas na faselarvária ou assexuada
  14. 14. Abrigam os parasitas em fase dematuridade ou de atividadesexual.
  15. 15. Principais Tipos de Habitat dos Parasitos
  16. 16. O Aparelho Digestivo
  17. 17. Fígado

×