Eficiência de Radiação do  dispositivo móvel  O item chave para a  qualidade de serviço  do ponto de vista  da percepção d...
Pensamento atual: A  rede  é responsável pela qualidade e presença do sinal …  <ul><li>Mais BTS </li></ul><ul><ul><li>Aume...
Importância da Antena: (Exemplo Celular) A Antena é o ponto de contato do dispositivo com a Rede <ul><li>Analogias do impa...
Como medir qualidade de RF? <ul><li>As métricas usadas para medição de eficiência de radiação de dispositivos sem fio são:...
Testes / Padronização: Sugestão para ANATEL/Operadoras <ul><li>Por que não são feitos testes de performance OTA (para medi...
Novos   dispositivos  (muitos “vilões”) conectados à rede (50 bilhões…) já estão “competindo” com handsets <ul><li>Noteboo...
Análise do Link Budget:  Ganho de 2dB = Aumenta o Raio da Célula <ul><li>O aumento  da eficiência do dispositivo  pode ser...
A Densidade de Células diminui para a mesma QOS se a rede tem  dispositivos  mais eficientes <ul><li>Considerações   </li>...
Exemplo nos EUA: AT&T Em regiões dispersas, eficiência melhora a COBERTURA All values in dBm (Nominal TX Power) Free space...
<ul><li>Total Radiated Power (TRP 3D, free space) </li></ul><ul><li>EGSM 900 / GSM 850  29 dBm </li></ul><ul><li>GSM 1800 ...
Imagine em 2014... e o 4G (LTE)!? Dimensões Continentais Lei Anti furto (2012) Smart Grid (2012) Expansão da banda larga s...
Referencias <ul><li>AT&T Developer Program – Antenna Fundamentals </li></ul><ul><li>http://developer.att.com/developer/ind...
CTIA – Over the Air Performance
Conclusão <ul><li>A melhoria de qualidade não depende  exclusivamente  da rede </li></ul><ul><li>A melhoria de qualidade p...
O que os experts falam? <ul><li>OTA specs are closely related to three things:  * Available bandwidth in the relevant band...
Obrigado!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Antena Anatel Forum

694 visualizações

Publicada em

Addressed to regulator and carriers about the need to define minimum RF efficiency requirements

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • 1
  • Doc.: IEEE 802.11-05/0944r0 September 2011 Dr. Michael D. Foegelle, ETS-Lindgren
  • Antena Anatel Forum

    1. 1. Eficiência de Radiação do dispositivo móvel O item chave para a qualidade de serviço do ponto de vista da percepção do usuário
    2. 2. Pensamento atual: A rede é responsável pela qualidade e presença do sinal … <ul><li>Mais BTS </li></ul><ul><ul><li>Aumento da capacidade de rede </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumentar cobertura </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumentar taxa de dados </li></ul></ul><ul><ul><li>Mas... </li></ul></ul><ul><ul><li>Há outra solução! </li></ul></ul><ul><li>Enquanto cada rede/tecnologia tem seus tradeoff’s, um modelo simples permite explorar a relação rede vs. requisitos mínimos do dispositivo de RF </li></ul><ul><ul><li>Qual o lado do link é tem melhor custo-benefício para melhorar a qualidade do serviço percebido pelo usuário ? </li></ul></ul>Graphics Source - http://findbyclick.com/layer/cell_towers http://www.ertyu.org/steven_nikkel/cancellsites.html
    3. 3. Importância da Antena: (Exemplo Celular) A Antena é o ponto de contato do dispositivo com a Rede <ul><li>Analogias do impacto da antena: </li></ul><ul><li>Um carro sem pneus, ou com pneu furado... (“não conecta, queda de conexão”) </li></ul><ul><li>Um telefone fixo com chiados... (“falta de imunidade, interferencias”) </li></ul><ul><li>Uma torneira com vazamento ... (“baixa taxa de transmissão”) </li></ul>Dispositivo 1- Interferencia 2- Imunidade 3- Eficiência TRP TIS
    4. 4. Como medir qualidade de RF? <ul><li>As métricas usadas para medição de eficiência de radiação de dispositivos sem fio são: </li></ul><ul><ul><li>TRP: Total Radiated Power: Potencia Transmitida </li></ul></ul><ul><ul><li>TIS: Total Isotropic Sensitivity: Sensibilidade de recepção </li></ul></ul>
    5. 5. Testes / Padronização: Sugestão para ANATEL/Operadoras <ul><li>Por que não são feitos testes de performance OTA (para medir TRP/TIS)? </li></ul><ul><li>Risco de qualidade de serviço pobre (“sem sinal”) ou falta de conexão ( “não transmite” ) </li></ul><ul><li>Produtos de baixo desempenho/eficiência inundam o mercado </li></ul><ul><li>Efetividade da Nova Regulamentação de qualidade (PGMQ) da ANATEL em risco e de custo muito mais elevado! </li></ul><ul><li>Consequências são catastróficas com o aumento de dispositivos com baixa performance. </li></ul>PTCRB Testing CTIA Anatel Operadoras Brasil Conformance Testing for 2G/2.5G Technologies: GSM, GPRS, EDGE, AMR (850/900/1800/1900) SIM SIM SIM SIM Conformance Testing for 3G Technologies: W-CDMA, UMTS, HSDPA (FDD I/FDD II/FDD V) SIM SIM SIM SIM TTY and SIM/USIM Testing SIM SIM No SIM Application Enabler (AE): MMS, PoC, VT SIM SIM No SIM TRP & TIS Measurements (Over-the-Air Performance Testing) SIM SIM NÃO NÃO Radiated Spurious Emissions Testing - EMI SIM SIM SIM SIM Specific Absorption Rate (SAR) SIM SIM SIM SIM
    6. 6. Novos dispositivos (muitos “vilões”) conectados à rede (50 bilhões…) já estão “competindo” com handsets <ul><li>Notebooks/netbooks </li></ul>Sistemas de medição inteligente (Smart Grid) Sistemas de segurança Rastreadores, localizadores Lei anti-furto: (5 milhões de veículos conectados... Sistemas de Pagamento POS Roteadores/gateways Computação industrial A sua rede está preparada para a explosão destes dispositivos que podem estar prejudicando a rede, consumindo mais energia, prejudicando os serviços e gerando percepcões de qualidade incorretas?
    7. 7. Análise do Link Budget: Ganho de 2dB = Aumenta o Raio da Célula <ul><li>O aumento da eficiência do dispositivo pode ser aplicado no link budget permitindo: </li></ul><ul><ul><li>Aumento da área de cobertura </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento da taxa de transmissão de dados </li></ul></ul><ul><ul><li>Para a mesma QOS, maior distância entre estações radio base </li></ul></ul><ul><li>Freq = 1900 MHz </li></ul><ul><li>Tx power = 20 w </li></ul><ul><li>Base antenna gain = 16 dBi </li></ul><ul><li>24 dBm TRP@handset </li></ul><ul><li>Cost 231 & Okumura Hata Model </li></ul><ul><li>Estimated figures for discussion </li></ul>Handset Antenna gain, dB (relative) Range, km* Coverage Area Improvement Urban Suburban Rural Urban Suburban Rural 0 3.3 20.0 28.6 - - - 1 3.53 21.4 30.5 14% 14% 14% 2 3.78 22.9 32.7 31% 31% 31% 3 4.04 24.4 34.9 50% 49% 49% 0dB 1dB 2dB 3dB 3.78km 3.3km 3.53km 4.04km
    8. 8. A Densidade de Células diminui para a mesma QOS se a rede tem dispositivos mais eficientes <ul><li>Considerações </li></ul><ul><li>5180 km quadrados </li></ul><ul><li>Condções Urbanas </li></ul><ul><li>210 células para cobertura </li></ul><ul><li>$250K por célula </li></ul><ul><li>Cobertura população = 3M </li></ul><ul><li>1% pequeno = 30K subs </li></ul><ul><li>10% Media = 300K subs </li></ul><ul><li>25% Grande = 735K subs </li></ul>Visão bem simplificada do Planejamento de rede Celular Baseline Case 2dB Ganho do dispositivo (relativo) Célula Área de Cobertura 72 km 72 km 72 km 72 km <ul><li>Benefícios potenciais para a Rede </li></ul><ul><li>50 células a menos </li></ul><ul><li>$12.5M de economia </li></ul><ul><li>Aumento do Custo no dispositivo : $2 </li></ul><ul><li>$60K para penetracao baixa </li></ul><ul><li>$600K para penetracao média </li></ul><ul><li>$1.5M for para penetracao alta </li></ul><ul><li>Tradeoff </li></ul><ul><li>Economia de $12.5M, menos aumento de $600K dispositivo </li></ul><ul><li>$Economia de 11.9M para operadora média </li></ul>Baseline Case Normal Com dispositivos de maior eficiência
    9. 9. Exemplo nos EUA: AT&T Em regiões dispersas, eficiência melhora a COBERTURA All values in dBm (Nominal TX Power) Free space & Head GSM850 GSM1900 GMSK / GPRS TRP 22.0 (33.0) 24.5 (30.0) TIS -99.0 -101.5 EDGE TRP 20.5 (27.0) 19.5 (26.0) TIS -92.5 -93.5 UMTS TRP 13.0 (24.0) 18.5 (24.0) TIS -96.4 -100.7
    10. 10. <ul><li>Total Radiated Power (TRP 3D, free space) </li></ul><ul><li>EGSM 900 / GSM 850 29 dBm </li></ul><ul><li>GSM 1800 /1900 26 dBm </li></ul><ul><li>3G UMTS Band I </li></ul><ul><li>Power class 3 21 dBm </li></ul><ul><li>Total Received Sensitivity (TRS 3D or 2D, free space, static conditions) </li></ul><ul><li>EGSM 900 / GSM 850 -104,5 dBm </li></ul><ul><li>GSM 1800 /1900 -103 dBm </li></ul><ul><li>3G UMTS Band I -106 dBm </li></ul><ul><li>Remarks </li></ul><ul><li>• All channel need to comply with the target values. Minimum three channels have to be measured. </li></ul><ul><li>• Manufacture MUST present PTCRB certification for 1900 MHz band. </li></ul><ul><li>• Clam Shell Mobiles will have measurements performed in the open position. </li></ul><ul><li>• Target Values apply also to Datacards. </li></ul><ul><li>• The Datacard and laptop are regarded as one UE. </li></ul>Exemplo na Europa: Critério de Aceitação Vodafone Em regiões densas, eficiência melhora a CAPACIDADE
    11. 11. Imagine em 2014... e o 4G (LTE)!? Dimensões Continentais Lei Anti furto (2012) Smart Grid (2012) Expansão da banda larga sem fio 4G (serviços de alta taxa a partir de 2013 para atender a Copa2014, Olimpíadas2016) Avanço econômico (expansão de classe consumidora...)
    12. 12. Referencias <ul><li>AT&T Developer Program – Antenna Fundamentals </li></ul><ul><li>http://developer.att.com/developer/index.jsp?page=goToMarketDetail&id=3800061 </li></ul><ul><li>CTIA : Over-the-Air (OTA): </li></ul><ul><li>http://files.ctia.org/pdf/CTIA_OTA_Test_Plan_Rev_3.1.pdf </li></ul><ul><li>Normas e referencias internacionais: ETSI, 3GPP, CTIA, PTCRB, IEEE para ensaio OTA </li></ul>
    13. 13. CTIA – Over the Air Performance
    14. 14. Conclusão <ul><li>A melhoria de qualidade não depende exclusivamente da rede </li></ul><ul><li>A melhoria de qualidade pode ser obtida a partir apenas de uma mudança de visão/postura/processos. </li></ul><ul><ul><li>A melhoria da Qualidade do Serviço depende também da qualidade/eficiencia do dispositivo ! </li></ul></ul><ul><ul><li>A ANATEL poderia criar um selo com o valor da eficiência do dispositivo (similar ao selo de eficiência energética). </li></ul></ul><ul><ul><li>As operadoras podem adotar os requisitos mínimos de TRP e TIS, assim como no resto do mundo, de modo a garantir que os dispositivos não prejudiquem a rede e de modo a contribuir para os requisitos de qualidade de experiência do usuário . </li></ul></ul><ul><ul><li>Um aumento de 2-5% de eficiência na antena dos dispositivos pode poupar milhões nos custos de rede . </li></ul></ul>
    15. 15. O que os experts falam? <ul><li>OTA specs are closely related to three things:  * Available bandwidth in the relevant bands.  * Population Density.  * Contracts and terms surrounding sale of handsets.  </li></ul><ul><li>The reason for the great interest in OTA specs in the US is because that country hits all three bullet points. Population density isn't very high in suburbs, there isn't much bandwidth available for cellular (that's changing) and fixed term contracts with subsidized handsets are legal.  </li></ul><ul><li>there is a direct impact to the network with poor OTA, additional signaling, dropped data/calls impacting performance metrics. If it is just the odd device there is no impact, if it is millions of devices in the same RF locations it could be catastrophic.  </li></ul>
    16. 16. Obrigado!

    ×