O que é o aborto? 
Indice 
• O que é o aborto? 
• Tipos de abortos 
• Métodos de Indução do Aborto 
• Aborto em clinicas 
...
Aborto é a remoção ou expulsão prematura 
de um embrião ou feto do útero, resultando 
na sua morte
Aborto Espontâneo 
Aborto induzido 
Aborto Ilegal 
Complicações do Aborto
Aborto Espontâneo 
Surge quando a gravidez é interrompida sem que seja por 
vontade da mulher. Pode acontecer por vários f...
Aborto induzido 
O aborto induzido é um procedimento usado para interromper 
uma gravidez. 
Pode acontecer quando existem ...
Aborto Ilegal 
O aborto ilegal é a interrupção duma gravidez quando os 
motivos apresentados não se encontram enquadrados ...
Complicações do Aborto 
Entre as complicações do aborto destacam-se as 
hemorragias, as infeções e evacuações incompletas,...
Métodos de Indução ao Aborto 
quimico 
Cirúrgico
Métodos de Indução ao Aborto 
ABORTO QUIMICO 
A gravidez pode ser interrompida medicamente, 
usando uma combinação do anti...
Métodos de Indução ao Aborto 
ABORTO QUIMICO 
Trata-se de uma hemorragia semelhante a uma 
menstruação. As dores também sã...
Métodos de Indução ao Aborto 
ABORTO CIRUGICO 
O método consiste na remoção do conteúdo 
uterino por aspiração e curetagem...
PROCEDIMENTOS 
Procedimentos 
Cosulta previa 
É obrigatório para todas as mulheres um período 
de reflexão de 3 dias, entr...
PROCEDIMENTOS 
Apoio psicologico 
Cosulta previa 
Disponível para as mulheres que o solicitem para 
a tomada de decisão ou...
PROCEDIMENTOS 
As escolhas a fazer, caso opte pela I.V.G 
A mulher optar por interromper a gravidez 
num estabelecimento h...
PROCEDIMENTOS 
Outras consultas necessária 
Se o método escolhido implicar anestesia, ainda 
que apenas local, poderá ser ...
Abortar ou não abortar
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Abortar ou não abortar

468 visualizações

Publicada em

vantagens e desvantagens em abortar

Publicada em: Governo e ONGs
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
468
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
29
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Abortar ou não abortar

  1. 1. O que é o aborto? Indice • O que é o aborto? • Tipos de abortos • Métodos de Indução do Aborto • Aborto em clinicas especializadas vs aborto em clinicas clandestinas
  2. 2. Aborto é a remoção ou expulsão prematura de um embrião ou feto do útero, resultando na sua morte
  3. 3. Aborto Espontâneo Aborto induzido Aborto Ilegal Complicações do Aborto
  4. 4. Aborto Espontâneo Surge quando a gravidez é interrompida sem que seja por vontade da mulher. Pode acontecer por vários fatores biológicos, psicológicos e sociais que contribuem para que esta situação se verifique.
  5. 5. Aborto induzido O aborto induzido é um procedimento usado para interromper uma gravidez. Pode acontecer quando existem mas formações congénitas, quando a gravidez resulta de um crime contra a liberdade e autodeterminação sexual, quando a gravidez coloca em perigo a vida e a saúde física e/ou psíquica da mulher ou simplesmente por opção da mulher. É legal quando a interrupção da gravidez é realizada de acordo com a legislação em vigor. Quando feito precocemente por médicos experientes e em condições adequadas apresenta um elevadíssimo nível de segurança.
  6. 6. Aborto Ilegal O aborto ilegal é a interrupção duma gravidez quando os motivos apresentados não se encontram enquadrados na legislação em vigor ou quando é feito em locais que não estão oficialmente reconhecidos para o efeito. O aborto ilegal e inseguro constitui uma importante causa de mortalidade e de morbilidade maternas. O aborto clandestino é um problema de saúde pública.
  7. 7. Complicações do Aborto Entre as complicações do aborto destacam-se as hemorragias, as infeções e evacuações incompletas, e, no caso de aborto cirúrgico, as lacerações cervicais e perfurações uterinas. Estas complicações, muito raras no aborto precoce , entre outras
  8. 8. Métodos de Indução ao Aborto quimico Cirúrgico
  9. 9. Métodos de Indução ao Aborto ABORTO QUIMICO A gravidez pode ser interrompida medicamente, usando uma combinação do anti progestativo mifepristone (RU 486) com uma prostaglandina, como o misoprostol. A RU 486 (Mifepristone) é reconhecida como substância abortiva. Atua bloqueando o desenvolvimento fetal, pelo que em alguns casos requer uma intervenção cirúrgica para finalizar o processo de expulsão . Após um aborto químico, a mulher pode ter uma hemorragia mais intensa do que a hemorragia causada por um aborto cirúrgico.
  10. 10. Métodos de Indução ao Aborto ABORTO QUIMICO Trata-se de uma hemorragia semelhante a uma menstruação. As dores também são mais frequentes e pode ocorrer alguma febre e diarreia. Se este método falhar, o aborto terá de ser completado cirurgicamente. O recurso à RU486 encontra-se restrito ao uso hospitalar e clínicas especializadas devidamente credenciadas para o efeito. Não se deve confundir com a pílula de Contraceção de Emergência nem com o Misopostol (no mercado, comercializado com o nome de Cytotec).
  11. 11. Métodos de Indução ao Aborto ABORTO CIRUGICO O método consiste na remoção do conteúdo uterino por aspiração e curetagem. A intervenção pode ser realizada sob método anestésico que melhor se adapte à situação (anestesia local ou geral), de acordo com a informação médica. Uma breve hospitalização é suficiente numa situação de interrupção da gravidez, mesmo se praticada sob anestesia geral. A intervenção decorre no bloco operatório e dura apenas alguns minutos.
  12. 12. PROCEDIMENTOS Procedimentos Cosulta previa É obrigatório para todas as mulheres um período de reflexão de 3 dias, entre a consulta previa e a data da interrupção da gravidez
  13. 13. PROCEDIMENTOS Apoio psicologico Cosulta previa Disponível para as mulheres que o solicitem para a tomada de decisão ou que queiram falar com um técnico sobre a sua escolha. Este momento de escuta e de diálogo pode ser importante para a ajudar a tomar a decisão de forma livre e consciente
  14. 14. PROCEDIMENTOS As escolhas a fazer, caso opte pela I.V.G A mulher optar por interromper a gravidez num estabelecimento hospitalar público ou privado: a interrupção poderá ser medicamentosa ou cirúrgica, de acordo com a situação clínica e os recursos disponíveis na instituição. Se a mulher optar por interromper a gravidez sem hospitalização, em ambulatório: a interrupção da gravidez será medicamentosa
  15. 15. PROCEDIMENTOS Outras consultas necessária Se o método escolhido implicar anestesia, ainda que apenas local, poderá ser necessário uma consulta por anestesista, antes da intervenção. A mulher deve fazer uma revisão ginecológica 15 dias após a intervenção e deverá ser informada acerca dos vários métodos contraceptivos existentes de forma a decidir qual o mais adequado ao seu caso, à sua relação, estado de saúde e idade.

×