Páginas amarelas - FELIPE E MARCO

442 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
104
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Páginas amarelas - FELIPE E MARCO

  1. 1. Entrevista FELIPE GOMESDançando num velho ritmo FELIPE RIBEIRO E MARCO ANTONIOO dançarino Felipe Gomes explica as razões e inspirações do movimento Locking ePopping no cenário brasileiroF elipe Gomes , é dançarino a quatro anos tendo como seu estilo de dança o Locking e o Popping. Dentro das danças urbanasexistem locking, poping, brake, hiphop, house, entre diversos outrosestilos, dentre eles nós não chamamosas danças urbanas de brake dance. Ementrevista, o dançarino nos conta queo Brasil consegue chamar atençãodos dançarinos de fora e quem venceuo campeonato mundial é um b-boybrasileiro, mostrando as qualidades edesempenho dos dançarinos daqui, eletambém nos fala das dificuldades dese conseguir um patrocínio e comoadquirem suas técnicas e experiênciaspara as batalhas e os campeonatos.Como iniciou o seu interesse peladança? Há quatro anos eu trabalhavano Tatuapé e tinha alguns amigosque dançavam e falavam para mimque uma galera se reunia no metrôConceição para praticarem. Eu fuilá algumas vezes conhecer algunsdançarinos e a partir disso entrei nomeio da dança, treinava no metrôConceição e depois fui fazer aula como Filipe, da Discípulos do Ritmo emPinheiros e desde dessa época, finalde 2007, eu estou na dança.Qual foi sua maior dificuldade no “Não há apoio comomomento em que você entrou? O maiorpreconceito? A maior dificuldadequando eu comecei foi dançar, porqueninguém começa sabendo dançar,você tem que aprender. Preconceito em qualquer trabalhonão tem, pois você esta com ummonte de gente, não têm preconceito envolvendo culturaentre estas pessoas. E a falta deinformação também, porque não tem aqui no Brasil, neminformação aqui no Brasil, ou melhor,não tinha. Então as pessoas têm varias mesmo apoio doopiniões diferentes sobre o mesmoassunto, então você tem que ficarfiltrando o que é verdade e o que não governo, nem nada ”é, o que é real para você e o que não veja/universidade cruzeiro do sul I 28 DE MAIO, 2011 I 17
  2. 2. Entrevista FELIPE GOMESé. Essa é umas das maiores “Você pode até entrar terceiro momento quando converseidificuldades, a informação real. confiante, porque com um amigo, ele falou que a maioria dos dançarinos daqui cometeVocê tem um grupo de dança? E o quepensa em relação a esses? Quando eu você pesquisa, esse erro de ter muitas inspirações internacionais, sendo que as pessoasentrei no mundo da dança, eu queriaum grupo, eu não tenho grupo, pois estuda, pratica, esquecem dos mais conhecidos nacionalmente e de quem realmentedanço “solo”, tenho alguns amigosque tem, os grupos são conhecidos, olha para o outro colocou ele na dança, que são as pessoas que estão perto e ao seu redor.e nas competições geralmente eubatalho. A batalha é solo e com dançarino e vê a Primeiramente tenho como inspiração alguns amigos, sem eles não teriaisso eu não tinha motivo para terum grupo. Venho tentando criar um técnica dele. Entra começado a dançar, o Hudson, Flip, Juju, Cris, Frank Jara e o Ivo queagora, mas é muito recente e aindanão está fechado, o grupo é mais para com uma confiança hoje considero um grande dançarino. Já internacionalmente você tem oespetáculos com coreografias, mas Popping Pity, Popping Taco, Jugapop,ainda assim eu prefiro dançar solo. elevada, pois é quase Mr. Eagles, Don Campbell e o The Lockers que foi o primeiro grupo deAs batalhas nas danças seguem a certeza que vai dança urbana que teve no mundo,mesma tendência das batalhas de rap?É basicamente a mesma coisa, é umcontra o outro, existe um jurado mas ganhar ” começou nos Estados Unidos no final dos anos 60 e começo dos anos 70, o Buffalo Fantasy do grupo Electroo que seria correto é ter três, para Bugalows que é o estilo de dança queter três opiniões diferentes, a batalha eu disse, nunca é cem por cento, pois eu pratico e diversos outros gruposfunciona no seguinte esquema, o o jurado pode achar outra coisa. Então internacionais.dançarino entra enquanto toca uma todas as batalhas que eu entrei nuncamúsica, ele improvisa, mostra as suas achei que ia ganhar de primeira. Diante dos diversos apelidos dadoshabilidades contra o outro dançarino a esses dançarinos, existe algumae esse tenta superar o primeiro. Em relação a inspiração musical, quais justificativa para eles ou é só porGeralmente são duas entradas, músicos que te inspira a continuar com prazer de serem chamados assim?podendo variar muitas vezes. Isso são o trabalho de dança? Eu gosto de funk Apelido para nós aqui no Brasil nãobatalhas de competição, já a batalha original e pro meu estilo é o que se tem tanto significado quanto lá fora, éreal não acontece assim, por exemplo, encaixa melhor, mesmo que possa algo normal, que nem você ganha naonde tem uma festa e as pessoas ser dançado em qualquer tipo de escola, no primeiro momento talvezestão dançando e tem uma roda de música. James Brown, Kool And The você não goste, mas vai pegando.dança, a pessoa entra e dança, olha Gang, Dj Bis, entre diversos outros Às vezes alguns dançarinos têm umpara outra e com isso surge um clima de funk original. Em outro estilo que apelido pelo estilo de dança quede rivalidade, nisso elas começam a eu danço, o popping, que também usa praticam e representam, por exemplo,dançar uma contra a outra, não tem funk e qualquer outro tipo de música o Popping Pity, o Popping que vemjurado, não tem nada. E geralmente como eu disse anteriormente, tem o do estilo que ele dança, o Pity eué o publico que decide quem é o Funk-Deli, George Clinton, Zapping já não saberia explicar porque nãomelhor, ou mesmo o dançarino sabe Roger, Dj Tayla, que já é mais atual, é nem o nome dele. O Bugalo Samquando perdeu. tem Olly, George Talk Box e diversos porque pratica a dança bugalo. Crazy outros. legs pelo estilo de dança que ele fazTem alguma batalha que você achou com as pernas. Mas acho que aquique ia perder ou que ia ganhar? Eu E inspiração de dançarino, seja nacional no Brasil não tem tanto significado,acho que todas as batalhas que eu ou internacional, famosos ou não, que apesar das pessoas sempre tentarementrei eu não sabia se ganharia ou não, fizeram você gostar e sentir prazer se engrandecer com um apelido,não dá pra ter certeza, porque você pela dança? Como a maioria dos geralmente é um apelido que vocêacha uma coisa e o jurado pode achar dançarinos atuais eu comecei vendo ganha de infância e acaba te seguindo.outra, então você até pode entrar vídeos na internet e eu achava oconfiante, porque você pesquisa, pessoal louco, eles acabaram virando Você viajou para vários lugares doestuda, pratica, olha para o outro inspiração no primeiro momento, Brasil, nessas viagens foram paradançarino e vê a técnica dele. Entra depois eu conheci algumas pessoas batalhar ou para ensinar as pessoas decom uma confiança elevada, pois é que eram boas e viraram inspiração outras regiões a dançar? A maioriasquase certeza que vai ganhar. Como num segundo momento e em um das viagens que eu fiz foram para18 I 28 DE MAIO, 2011 I veja/universidade cruzeiro do sul
  3. 3. workshop, ter aula e batalhar. Já fui “É como em qualquer as despesas, passagens e custo depara Joinville, Indaiatuba, Rio deJaneiro, Taubaté, Ribeirão Preto, outra tribo, em um hospedagem são pagos pelo evento ou o dançarino tira do próprio bolso, queCampinas, Mogi das Cruzes e váriasoutras regiões. A maioria das vezes foi primeiro momento é o dinheiro que ela ganha dando aula, em batalhas ou em eventos. Mas viverpara batalhar e rever amigos, tambémjá fui convidado uma vez para dar ela é vista com olhos da dança, pelo que as pessoas dizem é realmente complicado aqui no Brasil.aula. ruins pela sociedade O estado de São Paulo, é onde háVocê mencionou o funk, quando falasobre ele vem a imagem do funk carioca porque ela tem a o maior número de dançarinos? As pessoas têm uma visão que em Sãoou até mesmo quando menciona adança, você acha que as pessoas imagem daquilo Paulo é o melhor local para aprender sobre dança e até digo que não étendem a olhar de uma forma ruim? Euacho que é a imagem de um leigo, é que é passado pela verdade, eu acredito que aqui seja onde tem mais informação, porémalgo que a mídia faz. Quando falo que com a internet tudo isso é possível.gosto de funk geralmente as pessoas televisão e pelo rádio, Mas as pessoas têm essa visão de Sãoacham que é o funk carioca, mas é Paulo porque aqui foi onde começousó explicar que é o funk original, o então não os culpo as danças urbanas no Brasil, no metrôamericano, e já vem a imagem deoutra música. É como em qualqueroutra tribo, em um primeiro momento por isso ” São Bento, as pessoas iam lá para dançar e acabou começando lá, mas acredito que as pessoas de fora têmé vista com olhos ruins pela sociedade uma visão de que São Paulo é comoporque ela tem a imagem daquilo que visto no exterior como um locker, Nova York, se eu saio da minhaé passado pela televisão e pelo rádio, sendo referência para as pessoas que cidade e vou para São Paulo eu vouentão não os culpo por isso, do fato de dançam locking e popping. Acredito virar um grande dançarino, vouquem dança ou faz parte do hip-hop que temos um bom nível, talvez em conseguir muito dinheiro, enfim, vaisó usa roupa larga, não sabe falar algumas danças ainda não, mas é uma ser isso. O que não é verdade comodireito e é da zona leste de São Paulo. questão de tempo, pois em outras já em qualquer outra profissão que asAcredito que seja a visão de um leigo, dominamos muito bem. pessoas venham tentar aqui em Sãoeu não culpo porque a pessoa desde Paulo.pequena vê na televisão e cresce Pretende algum dia viajar para fora doachando isso e ela não vai pesquisar país para competir? Para competir Para uma pessoa leiga, que nãosobre a arte e história. É como eu ver ainda não, porque meu nível ainda conhece nem os estilos musicais,um metaleiro ou um gótico, posso não é de competições internacionais, você acha que essa pessoa terá maiorter a visão de uma pessoa que fica no e também ainda não tenho interesse dificuldade para passar, caso no futurocemitério, mas sei que não é só isso em competir, eu penso em dançar fora queira estar competindo? Acreditoporque faço parte de uma cultura que do Brasil, ir no final do ano para Los que todo mundo começa leigo,a mídia passa uma idéia e sei que tudo Angeles e fazer aula, talvez lá eu sinta ninguém começa sabendo algumanão é do jeito que a gente vê e sempre vontade, sempre falo que não vou coisa, ninguém começa a tocartem uma história por trás. competir e no final acabo competindo. violão sozinho, a pessoa é um leigo Mas em especial vou para conhecer e vai se transformando. Depende daE no cenário internacional, você acha alguns pioneiros da dança. pessoa e de quanto estuda, se começaque o Brasil consegue chamar atenção? a dançar hoje e quer se tornar umAcredito que consiga sim, o melhor No Brasil é muito difícil conseguir campeão amanha só depende dele.b-boy que dança o break, é aquela patrocínio para os dançarinos Tem que estudar, praticar, fazer aula,dança mais conhecida que é quando competirem? Eu não trabalho com sacrificar algumas coisas, treinar,se gira e vai para o chão no meio dança, mas quem trabalha diz que é pegar alongamento e acho que nãoda dança, que faz os movimentos complicado pois não há apoio como existe barreiras, isso quem cria é agrandiosos, aqueles pelo qual a em qualquer trabalho envolvendo própria pessoa, pois se ela fala eu nãogalera gosta mais. O melhor b-boy cultura aqui no Brasil, nem mesmo consigo e não tenta mais, ela criouatualmente que venceu o campeonato apoio do governo e nem nada. Então essa barreira que não vai conseguir, semundial é um brasileiro, o b-boy patrocínios são poucas pessoas que ela fala isso e pelo menos tentou, aí éNeguinho. O Frank Jara que faz parte possui, geralmente quem viaja para outra historia. Acredito que um leigodo Electro Bugalo Family, o grupo fora do Brasil é porque foi convidado começar a dançar normalmente, epioneiro no popping, também é bem internacionalmente e com isso todas todo mundo começa como um. veja/universidade cruzeiro do sul I 28 DE MAIO, 2011 I 19

×