Fanzine

1.155 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fanzine

  1. 1. Alphonsus Gabriel Capone , considerados por muitos como um dos maiores gângsteres dos Esta- dos Unidos. “Al”, como era chamado pelo seu círculo íntimo, tinha o apelido de Scarface (Cara de Cicatriz), devido a uma cicatriz que tinha no rosto. Al Capone, teve sua imagem imortalizada nas telas do cinema com o filme “Os Intocáveis”, que retratou com bastante fidelidade a vida de um dos maiores criminosos que os Estados Unidos já viram. Nascido na Itália mais precisamente em Nápoles no dia 17 de janeiro de 1899, foi para os Estados Unidos ainda recém nascido, acompanhado dos pais, o cabeleireiro Gabriele Capone e de sua mãe Tereza Capone. Todos movidos por um único ideal que ficou conhecido como “O Novo Mundo”, pois na época o governo americano era muito favorável a imigração, principalmente de italianos. Gente muito honesta, sonhavam com uma nova vida na América, e desembarcaram na cidade de Nova Iorque. Quis o destino, que dessa família de tão boa índole surgisse um dos bandidos considerados como o inimigo “número 1” de todos os Estados Unidos. Al Capone começo a trabalhar ainda muito jovem como foi office boy de Johnny Torrio, um homem muito reservado e elegante, mas que, por trás da fachada respeitável, era dono de inúmeros cassinos, bordéis e bares. Essa foi a primeira lição que Al Capone aprendeu: criar uma imagem e manter as aparências. Em 1917, aprendeu mais uma. Ao brigar com o irmão de uma moça, Al Capone levou três facadas no rosto. Dessa experiência ficaram as cicatrizes e seu apelido: Scarface. Depois disso, houve uma fase tranqüila na vida de quem seria, no futuro, o "inimigo público número um" nos EUA. Em 1919, já pai de família, trabalhava em Baltimore como contador. Um ano depois, retomou o contato com o amigo e ex patrão, Johnny Torrio, que se mudara para Chicago, uma cidade que atraía quem queria ganhar muito dinheiro com negócios ilegais. Um prato cheio para as atividades da máfia. Sua sociedade com Torrio foi extremamente rentável. Logo lhe pertenciam vários bordéis e bares e, Al Capone pegou 11 anos por sonega- em no ano de1925, ele tornou-se o herdeiro do gigantesco império ilegal que Torrio construirá em ção de impostos. A condenação foi o fim Chicago. A partir de então, residia numa suíte de cinco quartos do Hotel Metropole, que custava 1500 de sua carreira no mundo do crime. Nos dólares por dia, mais uma prova do glamour e status que possuía, circulando entre os mais influentes dois primeiros anos, o gângster ainda con- da cidade. seguiu viver de forma relativamente confor- Longe das badaladas festa da classe alta de Chicago , as gangues travavam uma guerra sem trégua, tável na penitenciária de Atlanta. Mas de- que culminou no tiroteio de 14 de fevereiro de 1929. As vítimas foram sete integrantes da banda de pois, no rígido presídio de Alcatraz, acaba- Bugs Moran, os principais inimigos de Al Capone. Este, como sempre, muito esperto já tinha prepara- ram-se as mordomias e subornos. Como do um bom álibi. Nesse dia, estava em Palm Island, na Flórida. se não bastasse, o médico diagnosticaram O massacre teve uma grande repercussão na sociedade americana e mobilizou o presidente Herbert sífilis em estágio avançado. Hoover. Em 29 de março, ele escreveu a seu secretário do Tesouro, Andrew Mellon: "O sr. já conse- Em 1939, Al Capone foi libertado sem guiu pegar finalmente esse Capone? Eu quero esse fulano na cadeia!". haver cumprido toda a pena. Doente, o ex- Apesar disso, a brutal eliminação dos concorrentes ficou impune. No entanto, uma nova lei determi- rei dos gângsteres era uma pálida sombra nava a cobrança de impostos até sobre rendimentos ilegais, e Al Capone teria muito o que declarar ao do que fora e acabou morrendo em 1947, fisco. Com base em velhos livros de contabilidade, os fiscais da Fazenda calcularam, em 1931, que o aos 48 anos de idade. Um melancólico fim gângster devia ao "leão" mais de 200 mil dólares. No processo, o promotor exigiu uma pena de 34 anos de um dos mais aterrorizantes criminosos de prisão. A sentença foi promulgada no dia 24 de outubro do mesmo ano. que a América já viu.
  2. 2. Os verdadeiros mafiosos Os verdadeiros mafiosos Os verdadeiros mafiosos Os verdadeiros mafiosos Os verdadeiros mafiosos um péssimo comportamento e não respeita os valores. ordem italianas, quem já traiu sentimentalmente dentro da família (mafiosa) e quem tem Bernardo Provenzano, de 74 anos, foi preso em 11 de abril de 2006 na cidade de Corleone (Sicília) depois de 43 10 - Não pode fazer parte da Cosa Nostra quem tem um parente nas diversas forças de anos de buscas. conhecido como Binnu u tratturi (Bento, o trator) é o atual capo di tutti i capi ("chefe de todos os 9 - Não pode se apropriar de dinheiro que pertence a outros ou a outras famílias. chefes") da máfia siciliana, a Cosa Nostra. 8 - Quando for chamado para esclarecer qualquer coisa, deverá dizer a verdade. Salvatore Lo Piccolo, de 65 anos, foragido há 23, é considerado o sucessor de Provenzano. Ele teria assumido o 7 - Deve-se respeitar a esposa. posto depois de ter conseguido eliminar Matteo Messina Denaro, com quem disputava o comando desta organiza- 6 - Os compromissos devem ser respeitados. ção criminosa. por dar à luz. 5 - Deve estar disponível a qualquer momento à Cosa Nostra. Até mesmo se a mulher está Gaetano Lo Presti, 52 anos foi preso numa mega operação que permitiu desarticular um grupo que pretendia reorganizar a Cosa Nostra, máfia da Sicília, com ele foi preso mais 89 mafiosos. Na noite de terça-feira 16 de 4 - Não se deve frequentar bares ou clubes. dezembro, foi encontrado morto enforcado em sua cela. 3 - Não deve se meter em confronto com os policiais. 2 - Não se deve olhar para as mulheres dos nossos amigos. Tony Accardo, (28 de Abril de 1906 - 22 de Maio de 1992) foi o chefe da Organização de Chicago desde 1945 até (Ou seja - nenhum membro da Cosa Nostra pode ir sozinho a um encontro) um pouco antes de morrer de causas naturais. Quando garoto por volta dos quatorze anos, ele ficou vadiando pela 1 - Não pode se apresentar sozinho a um amigo nosso, senão um terceiro irá fazer isso. vizinhança e juntou-se à "Circus Gang". Logo depois, ele foi recrutado num grupo da Organização capitaneado por Jack "Machine Gun" McGurn”, Foi durante essa época que Al Capone deu a ele o apelido de "Joe Batters" devido máfia italiana à sua habilidade com um bastão de baseball. Antonio Salamone (San Giuseppe Jato, 12 de dezembro de 1918 - São Paulo, 31 de maio de 1988) foi um mafioso Os 10 Mandamentos da italiano integrante da máfia siciliana. Comandou a organização criminosa Cosa Nostra. Fugiu para o Brasil em 1963 após o massacre de Ciaculli. Consegui a nacionalidade brasileira. É considerado um dos fundadores da máfia no Brasil. como um Az na manga. Joe Bonanno (Castellammare del Golfo, Sicília, 18 de Janeiro de 1905 — Tucson, 11 de Maio de 2002) Nasceu no com a máfia, não cumpre a promessa e o guarda com o nome de Giuseppe e, mais tarde, mudou para Joseph. Com apenas três anos de idade emigrou para os EUA, mentos que comprovaria as alianças do governo italia- onde se tornou um dos mafiosos mais famosos daquela época. O capo morreu de insuficiência cardíaca, em Tucson, o seu testamento, juntamente com uma série de docu- no Arizona, aos 97 anos, onde, milionário, vivia com filhos e netos, deixando uma enorme fortuna e várias históri- prometera que se Giuliano fosse morto tornaria público todos. E Don Vito,que no papel de protetor de Giuliano as, algumas documentadas em sua autobiografia de 1983, intitulada A Man of Honor (Um Homem de Honra). capi “ Don Croce Malo via em o em um problema para regresso de um exílio de três anos na ilha. O “ capo di Alphonsus Gabriel Capone (Brooklyn, Nova Iorque, 17 de janeiro de 1899 — Palm Beach, 25 de janeiro de 1947) Giuliano a salvo e então ele o leva para Sicilia no seu Foi um gângster Ítalo-americano que liderou um grupo criminoso dedicado ao contrabando e venda de bebidas deroso Chefão, encarrega o seu filho Michael, para pôr entre outras atividades ilegais, durante a Lei seca entre as décadas de 20 e 30. Considerado por muitos como um dos Don Vito Corleone, o famoso personagem de O Po- matar friamente todos os que o enfrentem ou traiam. maiores gângsteres dos Estados Unidos. Al - como era chamado pelo seu círculo íntimo, tinha o apelido de Scarface se auto-proclame quarto poder local não exitando em ("Cara de Cicatriz"), devido a uma cicatriz que tinha no rosto. de aumenta, seu ego também é elevado e faz que ele com o dinheiro. Porém à medida que a sua popularida- Carmine John Persico (Brooklyn, 8 de Agosto de 1933 - ), conhecido pelos apelidos de "Junior" (como era conhe- e servis camponeses incitando-os a comprarem terras queia os ricos proprietários rurais para dar aos pobres cido pelas ruas), "The Snake" (como era apelidado pelos amigos) e "Imortal", devido ao fato de ter sido alvejado por Giuliano, dando uma de Robin Wood, rouba e sa- vinte vezes, é um dos principais chefes da Máfia nos EUA. É conhecido pelo seu mau feitio e pela maneira bruta e tornar a Sicília num estado Independente da Itália. sádica como governava a sua família. Foi condenado a 100 anos de prisão mas o FBI acha que ele continua a dirigir poderes que reinavam na, na tentativa de conseguir os destinos da chamada família Colombo. Quando adolescente, tornou-se líder de um grupo chamado "The Garfield a Igreja, o Estado e a Máfia, que eram os três grandes Giuliano, que, nos finais da década de 1940, enfrentou Boys". Quando tinha 17 anos fez a sua primeira vítima. e dos sonhos do infame bandido siciliano Salvatore "O Siciliano" relata-nos a saga da vida, dos amores ninguém, convertendo-se entã OS PRINCIPAIS CHEFES DA MÁFIA desconfiava dos mafiosos e não queria aliar-se com Giuliano o herdeiro do seu império, mas o bandido Tony Accardo Antonio Salamone Joe Bonanno Tommaso Buscetta Mario Puzo ) Al Capone Carmine Persico Frank Nitti Frank Yale John Gotti Salvatore Gravano Joey Aiuppa Joseph Ferriola romance de Luciano Liggio Paul Ricca Salvatore Riina Salvatore Greco Vito Genovese Salvatore Lo Piccolo Charles "Lucky" Luciano ( Baseado no Matteo Messina Denaro Bernardo Provenzano O Siciliano
  3. 3. The Godfather “Você nunca quis minha amizade. Você tinha medo de ficar me devendo alguma coisa (...) ago- ra você vem aqui e me diz: “Don Corleone, faça justiça”, mas você não pede com respeito. Não oferece amizade nem pensa em me chamar de pa- drinho. Vem no casamento de minha filha e me pede pra matar por dinheiro. Don Corleone “Meu pai fez uma oferta irrecusável. Luca Brasi pôs uma arma na cabeça dele e papai disse que ou seu cérebro ou sua assinatura estariam no contra- to.” Michael Corleone “Sou um homem supersticioso. Se aconteces- se um incidente com ele (Michael), se fosse balea- do por algum policial ou se, por acaso, se enfor- da casse na cela de uma cadeia ou fosse atingido por recéuma da um raio, eu teria de culpar alguém nesta sala. E bair m con s mais isso eu não perdoaria.” Don Vito Corleone sa a ro ajud quista influ ser a d en Antes de qualquer coisa eu gostaria de dar um o lídndo algo. Cor tes “fa aviso aos navegantes. Se você não viu ou leu nada inte Vito C er. uns leone míli lige ladr a sobre o Poderoso Chefão 1, 2 ou 3, então mante- cap orle az d nte qu one d õez começ s” do p inho a e nha a honra de sua família e se retire para que me- cad a um e cap e os de esde o s e l m s aís lhor nos entendamos, este é um FANzine, portan- (tro cad , este tar a v mais, início ogo eu il e e s pas- to não se meta com a máfia capiche paesano?! nat Voc ho infa dom é rdade acima e mostr ê m p d a Agora, se você sabe do que estamos falando nós ced os e ate já rep e não? o que or trás e tudo mais podemos voltar a nos entender, Vá Bene?!?! idos nta a ! fe d e Sozinho. É assim que Vito Corleone, com ape- de c dos d rou que?) em N z dele a fala le é com Com enas o film em ova um de nas nove anos de idade chega aos EUA. Toda sua ento um fa o bem em qu e este todos Yorqu Don família fora assassinada na Sicília e ele tem que nos rpecen nnuch sabem e apar s são s os ass e. EUA tes i de v ec em as lutar por si para sobreviver, não importa como, , pa e está um tuocês, o em lara pre pr si- “não me importa o que um homem faz para sobre- ra is r f n e viver, desde que seus interesses não conflitam com so S aumen co que ilme se jas?!?! - oloz tand trab os da minha família”. zo c o seu alha inicia onta s ne com E é este molecote que aportou na terra da com góci liberdade no começo do século passado que fun- o ap os oio de Don Corleone para protegê-lo da polícia e fi- Michael finaliza a Vendetta. Em uma das mais impressionan- nanciar sua expansão, pelo que a família ganharia tes, épicas, fantásticas, espetaculares, fenomenais e inesque- 30% dos lucros. cíveis seqüências do cinema, Francis Ford Coppola inter- Mesmo contra os conse- cala cenas do batizado do fi- lhos de seu filho Sonny e de lho de Conney – o Don do seu consiglieri Tom Hagem Poderoso Chefão 3 – com a (que conseguem ver que os morte de todos os rivais da entorpecentes são o negócio família Corleone. do futuro), Don Corleone re- O filme pode parecer for- jeita a oferta deste maledeto te, pois as cenas de violência fannuchi. O turco se junta à são muitas, porém Coppola uma das outras da famílias não é fã de violência. O dire- da capital americana (se você tor, para dar mais sutileza ao não entendeu esta por favor roteiro, se utilizou de artifíci- vá estudar um pouquinho de os como laranjas rolando no geografia antes de sair lendo asfalto durante um tiroteio, um tudo o que vê pela frente) e pé saindo pelo para-brisas tenta matar o Goodfather. durante um estrangulamento e O plano falha, porém não formas bizarras de assassina- a vingança, a qual gera uma tos para ocultar todo o hor- guerra entre as famílias. A ror que poderia ser mostrado guerra só termina quando de forma nua e crua se fosse Don Corleone abdica junto um diretor menos brilhante. as demais famílias de seu di- Essa saga da família reito de vingança, na verda- Corleone não deveria ter aca- de nada mais que um plano bado, infelizmente Vincenzo para preservar seu filho Mike Mancini Corleone foi o ulti- para que ele possa voltar de mo dos chefões de Copola, seu exílio forçado na Itália e para felicidade dos desonra- assumir os negócios da fa- dos de plantão que se dispu- mília, o Don já sabe que não serem a abusar de mocinhas vai durar muito. inocentes ou aterrorizar nego- Assim que seu pai morre ciantes sicilianos pelas ruas.
  4. 4. Calhau ou Jabá? á á á á The Sopranos A série Família Soprano (The Sopranos) é incrível, pois, retrata bem o que são os clãs italianos, e eu nem me refiro à máfia, mas às famílias italianas.Não é um clichê do cinema ou da tv, pois, quem faz parte de um família italiana sabe que elas são exatamente como na série, ou seja, brutas, loucas e competitivas,mas também amorosas, divertidas e solidárias. Tudo é muito intenso numa família italiana.Essa série coloca um Chefão, com síndrome do pânico, no divã de uma psiquiatra, a onde ele vai desfiando todas suas agruras, desde o seu ódio pela mãe opressora, até sua admiração pela brutalidade do pai, chegando ao peso da responsabilidade de ser um Chefão e não poder demonstrar nenhuma fraqueza. Algumas cenas são bem ba- nais, mostrando coisas do cotidiano, como uma conversa sobre trocar a geladeira ou limpar o porão; outras são mais ousadas e vão da violência desses mafiosos com esquartejamentos de cadáveres e espancamentos de pessoas e até cenas mais eróti- cas. E há também as gírias engraçadas que os mafiosos usam, tipo calçar botas de concreto e ir dormir com os peixes. E i capi desses grupos são figuras bem peculi- ares, com seus jeitões de andar, falar e gesticular.Um show de interpretação dos atores. Nota 1000. The Sopranos acertou em cheio com o estilo que segue e como a história da máfia é narrada. De drama a humor negro, os personagens cativam e, de repente, nós nos pegamos familiarizados e torcendo por um criminoso em frente à TV. É a magia do poder e do paradoxo em que vive Tony Soprano. Tony, que ganha vida através da maravilhosa interpretação de James Gandolfini. A série segue uma linha verossí- mil de raciocínio, faz referências e homenagens interessantes a outras produções que retratam o mundo da máfia, tem personagens bem incorporados e, mesmo na falta de ação não se torna maçante pelas peculiaridades de seus personagens. Quem diria que a máfia iria acabar no divã. Tony soprano é um cara muito ator- mentado, mas, com senso de humor estranho, algumas pessoas irão assistir a esse seriado tão polêmico pela Warner. Pena que a legenda está muito ruim.

×