Universidade de Mogi das Cruzes (UMC)
23/03/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 1
Raízes da Cultura
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 2
 Estuda aspectos sociais, filosóficos e
tecnológicos que influenciam a produção
sígnica de determinada cultura e que dão
...
 Memória não-genética
 Conjunto de informações que os grupos
acumulam e transmitem por meio de
diferentes manifestações
...
 Yuri Lotman (1922-1993)
 Escola de Moscou
 Semiosfera
▪ Ambiente virtual no qual os signos de determinado
grupo se enc...
 Yvan Bystrina
 Escola de Moscou +Teoria da Complexidade
▪ Religação dos Saberes
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e ...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Idade Moderna
 (1453 – 1789)
 Desenvolvimento das Ciências
 ...
 Edgard Morin
 Paris, 8 de julho de 1921
▪ Antropólogo
▪ Sociólogo
▪ Filósofo
 Teoria da Complexidade
Prof. Ms. Agnes A...
 Teoria da Complexidade
▪ Na vida cotidiana o homem representa vários papéis
sociais:
▪ Pai, filho, empregado, aluno, mar...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Edgard Morin
 Teoria da Complexidade
▪ O homem conhece muito pouco de si próprio;
▪ Conhece apenas uma aparência;
▪ Eng...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Edgard Morin
 Teoria da Complexidade
▪ Paradigma da Simplicida...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Edgard Morin
 Teoria da Complexidade
▪ Paradigma da Simplicida...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Teoria da Complexidade
 Ordem e desordem no Universo
 Fenômen...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Teoria da Complexidade
 A visão não complexa das ciências huma...
Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
 Teoria da Complexidade
 “Estamos condenados ao pensamento inse...
 Yvan Bystrina
 Escola de Moscou (Semiosfera) +
 Teoria da Complexidade
▪ TEXTOS CULTURAIS
23/03/2014 Prof. Ms. Agnes A...
 Yvan Bystrina
 Primeiros Registros deTextos Culturais
▪ Homem de Neandertal –Turquia
▪ Pólen de Flores emTúmulos
▪ Vari...
 Yvan Bystrina
 Tipos de textos culturais
▪ Instrumentais, cuja função primordial é atingir um
objetivo instrumental, té...
 Yvan Bystrina
 Tipos de textos culturais
▪ Racionais, que são textos lógicos, textos matemáticos,
textos das ciências n...
 Yvan Bystrina
 Textos Culturais Criativos
▪ Centro da Cultura Humana
▪ Sobrevivência Psíquica
▪ Mitos, os rituais, obra...
 Yvan Bystrina
 Código Primário, Código Secundário, CódigoTerciário
▪ Primeiridade, Secundidade,Terceiridade
▪ “O que pa...
 Yvan Bystrina
 Estrutura do código terciário (Criativo)
 1. Binariedade/Dualidade
▪ Oposição
 2. Polaridade
▪ Valor
...
 Yvan Bystrina
 Queria saber de onde vinham os conteúdos para o
código terciário (criativo)
▪ CULTURA
▪ Raízes da Cultur...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

14-03-12_Raízes-da-Cultura_Parte-1

435 visualizações

Publicada em

Os estudos de Ivan Bystrina a respeito das raízes da cultura humana.

Slides da disciplina Comunicação e Semiótica, ministrada pela prof. ms. Agnes Arruda, aos alunos do 1º período de Jornalismo e de Publicidade e Propaganda da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
435
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

14-03-12_Raízes-da-Cultura_Parte-1

  1. 1. Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) 23/03/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 1
  2. 2. Raízes da Cultura Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 2
  3. 3.  Estuda aspectos sociais, filosóficos e tecnológicos que influenciam a produção sígnica de determinada cultura e que dão conta dos processos de significação de um grupo social.  Todo signo obedece uma ordem cultural. Não existe processo de significação sem cultura. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 3
  4. 4.  Memória não-genética  Conjunto de informações que os grupos acumulam e transmitem por meio de diferentes manifestações  Religião, arte, leis etc.  Inteligência coletiva  Quando um signo passa a ter o mesmo significado para o grupo Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 4
  5. 5.  Yuri Lotman (1922-1993)  Escola de Moscou  Semiosfera ▪ Ambiente virtual no qual os signos de determinado grupo se encontram Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 5
  6. 6.  Yvan Bystrina  Escola de Moscou +Teoria da Complexidade ▪ Religação dos Saberes Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 6
  7. 7. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13  Idade Moderna  (1453 – 1789)  Desenvolvimento das Ciências  René Descartes – Renatus Cartesius ▪ (França, 1596 – 1650) ▪ Pai do Racionalismo ▪ Método Cartesiano ▪ Verificar, analisar, sintetizar, enumerar ▪ Influenciou pensadores e cientistas que vieram em seguida
  8. 8.  Edgard Morin  Paris, 8 de julho de 1921 ▪ Antropólogo ▪ Sociólogo ▪ Filósofo  Teoria da Complexidade Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
  9. 9.  Teoria da Complexidade ▪ Na vida cotidiana o homem representa vários papéis sociais: ▪ Pai, filho, empregado, aluno, marido, patrão... ▪ “Vê-se que cada ser tem uma multiplicidade de identidades, uma multiplicidade de personalidades nele próprio.” (MORIN, p. 84, 1995) Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
  10. 10. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
  11. 11.  Edgard Morin  Teoria da Complexidade ▪ O homem conhece muito pouco de si próprio; ▪ Conhece apenas uma aparência; ▪ Engana-se sobre si. ▪ Não é simplesmente a sociedade que é complexa, mas cada átomo do mundo humano. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13
  12. 12. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13  Edgard Morin  Teoria da Complexidade ▪ Paradigma da Simplicidade ▪ Paradigma = relação lógica extremamente forte entre noções mestras, noções chave e princípios chave que comandam todos os princípios que obedecem inconscientemente ao seu império.
  13. 13. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13  Edgard Morin  Teoria da Complexidade ▪ Paradigma da Simplicidade ▪ Põe ordem no universo e expulsa dele a desordem ▪ Separa o que está ligado
  14. 14. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13  Teoria da Complexidade  Ordem e desordem no Universo  Fenômenos desordenados são necessários, em certos casos, para a produção de fenômenos organizados
  15. 15. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13  Teoria da Complexidade  A visão não complexa das ciências humanas, das ciências sociais, é pensar que há uma realidade econômica de um lado, uma realidade psicológica de outro, uma realidade demográfica de outro etc.  Esquece-se que na economia, por exemplo, existem as necessidades e os desejos humanos. Por detrás do dinheiro há todo um mundo de paixões, há a psicologia humana.
  16. 16. Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica - 03/13  Teoria da Complexidade  “Estamos condenados ao pensamento inseguro, a um pensamento crivado de buracos, um pensamento que não tem nenhum fundamento absoluto de certeza. Mas somos capazes de pensar nestas condições dramáticas.” (MORIN, p. 101, 1995)
  17. 17.  Yvan Bystrina  Escola de Moscou (Semiosfera) +  Teoria da Complexidade ▪ TEXTOS CULTURAIS 23/03/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 17
  18. 18.  Yvan Bystrina  Primeiros Registros deTextos Culturais ▪ Homem de Neandertal –Turquia ▪ Pólen de Flores emTúmulos ▪ Variação do biotipo após a transferência da vida nas matas para a vida nas savanas ▪ Homem frágil e sensível ▪ Superação do medo existencial 23/03/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 18
  19. 19.  Yvan Bystrina  Tipos de textos culturais ▪ Instrumentais, cuja função primordial é atingir um objetivo instrumental, técnico e cotidiano, pragmático Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 19
  20. 20.  Yvan Bystrina  Tipos de textos culturais ▪ Racionais, que são textos lógicos, textos matemáticos, textos das ciências naturais Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 20
  21. 21.  Yvan Bystrina  Textos Culturais Criativos ▪ Centro da Cultura Humana ▪ Sobrevivência Psíquica ▪ Mitos, os rituais, obras de arte, utopias, ideologias, ficções etc. 23/03/2014 Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica 21
  22. 22.  Yvan Bystrina  Código Primário, Código Secundário, CódigoTerciário ▪ Primeiridade, Secundidade,Terceiridade ▪ “O que para os códigos primários é uma necessidade, por exemplo, a oposição entre claro e escuro, o é realizado pela atuação de um código secundário - a construção gramatical da frase, por exemplo. Na esfera dos códigos terciários, a informação binária dos códigos secundários significa muito mais.As oposições que mencionamos, como dia/noite ou claro/escuro, são mais que uma necessidade técnica de comunicação ou expressão linguística adequada.Vistas pelo eixo cultural, vão até a estrutura mais profunda do texto. Por exemplo: tem a ver com os bons aos maus espíritos, com o céu e o inferno, com uma visão luminosa como teve Jesus, até o medo primordial do reino das trevas.” (BYSTRINA, p. 6, 1995). Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 22
  23. 23.  Yvan Bystrina  Estrutura do código terciário (Criativo)  1. Binariedade/Dualidade ▪ Oposição  2. Polaridade ▪ Valor  3. Assimetria ▪ Peso Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 23
  24. 24.  Yvan Bystrina  Queria saber de onde vinham os conteúdos para o código terciário (criativo) ▪ CULTURA ▪ Raízes da Cultura  Sonhos  Jogos  Psicopatologias  EstadosAlterados de Consciência Prof. Ms. Agnes Arruda | Comunicação e Semiótica23/03/2014 24

×