Sua poesia é pautada pelo
 uso de rimas toantes,
 uma linguagem seca,
 direta e enxuta.
 Sua obra é evidenciada por su...
Morte e Vida Severina (1965)
O Cão Sem Plumas
O Rio
Psicologia da Composição (1947)
Terceira Feira (1961)
Agestes (1...
Analogia ao nascimento de Jesus que
veio ao mundo resgatar o homem da
morte e do sofrimento.
Denuncia as injustiças e de...
Cena 1: Apresentação de Severino
Cena 2 à cena 10: peregrinação de Severino até Recife.
Cena 11 à cena 18: Severino em Rec...
João Cabral De Melo Neto (Pós-Modernismo) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
João Cabral De Melo Neto (Pós-Modernismo) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
João Cabral De Melo Neto (Pós-Modernismo) - Prof. Kelly Mendes - Literatura
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

João Cabral De Melo Neto (Pós-Modernismo) - Prof. Kelly Mendes - Literatura

321 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
321
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

João Cabral De Melo Neto (Pós-Modernismo) - Prof. Kelly Mendes - Literatura

  1. 1. Sua poesia é pautada pelo  uso de rimas toantes,  uma linguagem seca,  direta e enxuta.  Sua obra é evidenciada por sua individualidade e genialidade.  Poesia calculada, racional X choroso – rigor na construção.  Poesia Engajada – rio Capibaribe – O cão sem Plumas.  Autoaproxima-se de Gil Vicente por denunciar características semelhantes – latifundiários e feudalismo. Acreditava que o poema não era fruto de inspiração, mas fruto de uma construção muito bem elaborada, por isso, conhecido como ARQUITETO DAS PALAVRAS.
  2. 2. Morte e Vida Severina (1965) O Cão Sem Plumas O Rio Psicologia da Composição (1947) Terceira Feira (1961) Agestes (1985) Primeiros Poemas (1990) Educação pela Pedra Preocupação com a realidade social Reflexão sobre o fazer artístico, linguagem objeto.
  3. 3. Analogia ao nascimento de Jesus que veio ao mundo resgatar o homem da morte e do sofrimento. Denuncia as injustiças e desigualdades sociais de maneira universal. Universalidade Ser humano ultrajado humilhado e oprimido Trajetória do homem sofredor m busca de uma razão de existir – existencialismo.
  4. 4. Cena 1: Apresentação de Severino Cena 2 à cena 10: peregrinação de Severino até Recife. Cena 11 à cena 18: Severino em Recife.

×