Ciberbullying
Bullying Virtual Uso da internet e de outros avanços tecnológicos fixos ou móveis com o covarde intuito de constranger, hu...
Bullying Real Quase sempre é possível para as vitimas conhecer e reconhecer seus agressores.
Bullies cibernéticos (ou virtuais) se valem de apelidos (nicknames), nomes de outras pessoas conhecidas ou de personagens ...
Exclusão social intensa e traumática.
Antes:  Correio elegante / Amigo oculto. Hoje:  Ciberbullying
Rede Mundial E – Mails  Facebook Blogs  Torpedos Fotoblogs  Twitter MSN  Google + Skype  Orkut Tumbir  Youtube
Hoje é possível rastrear os autores de ciberbullying com a ajuda de peritos policiais especializados em informática.
Características: Agressores: Maioria absoluta de adolescentes – 11 a 18 anos. Vitimas: Raramente denunciam os agressores.
<ul><li>Fatores propícios para a proliferação do bullying virtual: </li></ul><ul><li>Inexistência de padrões legais e étic...
Conversão entre vitimas e agressores No ciberbullying a conversão é mais intensa, uma vez que o anonimato facilita a liber...
<ul><li>Adolescência e Ciberbullying </li></ul><ul><li>Repentinas mudanças de humor dos adolescentes; </li></ul><ul><li>Os...
<ul><li>Adolescência e Ciberbullying </li></ul><ul><li>A sede insaciável de novidades; </li></ul><ul><li>-A irresponsabili...
Crianças e adolescentes podem assumir os dois papéis: AGRESSORES  E  AGREDIDOS
É tarefa dos Pais : - Criar um ambiente de confiança - Observar quantas horas por dia eles ficam “navegando”. - Observar s...
Os Pais devem procurar ajuda especializada quando perceberem as primeiras alterações significativas no comportamento de se...
Denunciar e exigir que as leis sejam cumpridas e os agressores responsabilizados e punidos por seus atos.
Nunca  é  Nunca mesmo.
Trabalho baseado no livro:  Bullying - Mentes Perigosas nas Escolas Autora: Ana Beatriz Barbosa Silva Editora Fontanar
Evelyn Rocha Pedagoga e Fonoaudióloga Especialista em: Psicopedagogia ,  Planejamento Educacional ,  Avaliação Educacional...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Tudo sobre o Cyberbullying

2.252 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.252
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
33
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tudo sobre o Cyberbullying

  1. 1. Ciberbullying
  2. 2. Bullying Virtual Uso da internet e de outros avanços tecnológicos fixos ou móveis com o covarde intuito de constranger, humilhar e maltratar sua vitimas.
  3. 3. Bullying Real Quase sempre é possível para as vitimas conhecer e reconhecer seus agressores.
  4. 4. Bullies cibernéticos (ou virtuais) se valem de apelidos (nicknames), nomes de outras pessoas conhecidas ou de personagens famosos de filmes, novelas e seriados..
  5. 5. Exclusão social intensa e traumática.
  6. 6. Antes: Correio elegante / Amigo oculto. Hoje: Ciberbullying
  7. 7. Rede Mundial E – Mails Facebook Blogs Torpedos Fotoblogs Twitter MSN Google + Skype Orkut Tumbir Youtube
  8. 8. Hoje é possível rastrear os autores de ciberbullying com a ajuda de peritos policiais especializados em informática.
  9. 9. Características: Agressores: Maioria absoluta de adolescentes – 11 a 18 anos. Vitimas: Raramente denunciam os agressores.
  10. 10. <ul><li>Fatores propícios para a proliferação do bullying virtual: </li></ul><ul><li>Inexistência de padrões legais e éticos para a utilização dos recursos tecnológicos da informação e da comunicação; </li></ul><ul><li>Falta de empatia, de sensibilidade e de responsabilidade nas relações interpessoais; </li></ul><ul><li>Certeza do anonimato, da impunidade e do silêncio acuado das vitimas. </li></ul>
  11. 11. Conversão entre vitimas e agressores No ciberbullying a conversão é mais intensa, uma vez que o anonimato facilita a liberação da raiva contida em quem foi alvo da agressão no passado .
  12. 12. <ul><li>Adolescência e Ciberbullying </li></ul><ul><li>Repentinas mudanças de humor dos adolescentes; </li></ul><ul><li>Os infindáveis questionamentos sobre regras e limites; </li></ul><ul><li>Os sentimentos de insegurança e insatisfação constantes; </li></ul><ul><li>As distorções da autoimagem; </li></ul><ul><li>A necessidade de pertencer a algum grupo; </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Adolescência e Ciberbullying </li></ul><ul><li>A sede insaciável de novidades; </li></ul><ul><li>-A irresponsabilidade e inconseqüência; </li></ul><ul><li>Dificuldades de se colocar no lugar do outro; </li></ul><ul><li>Não entendem que ao repassarem uma mensagem dolosa, se tornam cúmplices ou coautores da agressão e também são passiveis de punição. </li></ul>
  14. 14. Crianças e adolescentes podem assumir os dois papéis: AGRESSORES E AGREDIDOS
  15. 15. É tarefa dos Pais : - Criar um ambiente de confiança - Observar quantas horas por dia eles ficam “navegando”. - Observar se nestes momentos eles costumam ter reações como xingar, chorar, gargalhar, ou ficam muito quietos. - Se tentam esconder a tela do computador quando alguém entra em seu quarto. - Se evitam a escola - Dormem demais - Perda ou ganho de apetite - Insônia, explosões de raiva ou crises de choro.
  16. 16. Os Pais devem procurar ajuda especializada quando perceberem as primeiras alterações significativas no comportamento de seus filhos. Esclarecer: - O anonimato e a menoridade não os isentam de responsabilidades e de punições, caso cometam esses atos ilícitos. Já existem leis específicas para isso. - Se as condutas forem praticadas por menores de 18 anos, caberá ao Ministério Público (com atribuição na Vara da Infância e da Juventude) pleitear ao juiz competente a apuração do ato infracional.
  17. 17. Denunciar e exigir que as leis sejam cumpridas e os agressores responsabilizados e punidos por seus atos.
  18. 18. Nunca é Nunca mesmo.
  19. 19. Trabalho baseado no livro: Bullying - Mentes Perigosas nas Escolas Autora: Ana Beatriz Barbosa Silva Editora Fontanar
  20. 20. Evelyn Rocha Pedagoga e Fonoaudióloga Especialista em: Psicopedagogia , Planejamento Educacional , Avaliação Educacional , MBA em Gestão de Instuições Educacionais CONTATO: [email_address] www.evelynrocha.com.br

×