Associação Espiritualista   Luzes de Aruanda   HOMENAGEM AOS PRETOS-VELHO        13 DE MAIO DE 2012
13 DE MAIO ...Os negros estão dormindo na senzala,sonham com sonhos de liberdade.Revêm a geografia distante da terra-mãe,r...
Os negros estão espalhados na lavoura,espalham no café o gosto o suor estrangeiro.Tocam os grãos com seus calos,reforçam a...
Os negros cantam suas cantigas,remetem seus espíritos livres à uma época de paz.Temperam o trabalho com denso sangue,escra...
Os negros são condenados,carregam para sempre pesados grilhões.Mais que o corpo aprisionado,castigam o coração com a sauda...
Pretos e Pretas Velhas correm livres no terreiro,suas cumbucas transbordam ervas e mirongas.Ritmam os atabaques com suas b...
O trabalho agora é de caridade.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Homenagem aos pretos velho 2012

945 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
945
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
97
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Homenagem aos pretos velho 2012

  1. 1. Associação Espiritualista Luzes de Aruanda HOMENAGEM AOS PRETOS-VELHO 13 DE MAIO DE 2012
  2. 2. 13 DE MAIO ...Os negros estão dormindo na senzala,sonham com sonhos de liberdade.Revêm a geografia distante da terra-mãe,revivem a chuva que lava a alma dos puros.
  3. 3. Os negros estão espalhados na lavoura,espalham no café o gosto o suor estrangeiro.Tocam os grãos com seus calos,reforçam a colheita com suas lágrimas.
  4. 4. Os negros cantam suas cantigas,remetem seus espíritos livres à uma época de paz.Temperam o trabalho com denso sangue,escravos que são do egoísmo dos senhores.
  5. 5. Os negros são condenados,carregam para sempre pesados grilhões.Mais que o corpo aprisionado,castigam o coração com a saudade.
  6. 6. Pretos e Pretas Velhas correm livres no terreiro,suas cumbucas transbordam ervas e mirongas.Ritmam os atabaques com suas bengalas e cajados,o descanso justo e liberto na calma de Aruanda.
  7. 7. O trabalho agora é de caridade.

×