Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica

25.051 visualizações

Publicada em

Resumir a poucas aulas dois mil anos de história e o trabalho evangelístico, missionário e discipular da igreja é tarefa impensável. Mas é possível obter, em perspectiva, uma visão panorâmica geral, identificando na história bíblica e eclesiástica, os principais fatos e acontecimentos, aqueles que pontuaram.

Publicada em: Educação
4 comentários
26 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
25.051
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
210
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.434
Comentários
4
Gostaram
26
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 1 - Primeiro Período - A Igreja Apostólica

  1. 1. Lição 01 PRIMEIRO PERÍODO: A IGREJA APOSTÓLICAde pentecostes até a morte do apóstolo João (30 a 100 d.C ).Fonte: História da Igreja: dos primórdios à atualidade (IBUHT)
  2. 2.  LEITURA BÍBLICA ~ At 2. 43-4743 Os apóstolos faziam muitas milagres e maravilhas, e porisso todas as pessoas estavam cheias de temor.44 Todos os que criam estavam juntos e unidos e repartiamuns com os outros o que tinham.45 Vendiam as suas propriedades e outras coisas e dividiam odinheiro com todos, de acordo com a necessidade de cada um.46 Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. Enas suas casas partiam o pão e participavam das refeições comalegria e humildade.47 Louvavam a Deus por tudo e eram estimados por todos. Ea cada dia o Senhor juntava ao grupo as pessoas que iamsendo salvas. ICMM
  3. 3. ESBOÇO PRIMEIRO PERÍODO: A Igreja apostólica de Pentecostes até a morte do apóstolo João.INTRODUÇÃOI VISÃO PANORÂMICAII PERÍODOS GERAISIII CONTRIBUIÇÃO DOS POVOS Romanos Gregos JudeusIV PRIMEIROS FATOS - da ascensão de Cristo a pregação de Estevão(30 a 35 dc). Primeiras conversões Instituição do diaconato
  4. 4. V A EXPANSÃO DA IGREJA (do martírio de Estevão até o concílio deJerusalém (35 a 50 dc). Principais Fatos: Diáspora cristã judaica. Conversão de Saulo (At 9). O Evangelho chega aos gentios (At 10,11). Paulo na Igreja de Antioquia. Separação e envio dos primeiros missionários (Át. 13). Evangelização de grandes cidades e centros urbanos.VI A IGREJA ENTRE OS GENTIOS (do concílio em Jerusalém até omartírio de Paulo). Principais Fatos.VII A DÉCADA SOMBRIA (do martírio de Paulo até a morte de João68 a 100).
  5. 5. INTRODUÇÃOA identidade de um povo é construída pelo conjunto decaracterísticas sociais, morais, éticas, pessoais, religiosas eculturais agrupadas num processo histórico que seperpetua pela transmissão de uma geração a outra, atravésdos meios possíveis ( Dt 6:6-9; Js 4:1-7; Pv 22:28 ).Investigar odesenvolvimento dasocorrências na históriamundial/local da igreja édescortinar a suatrajetória evangelística emissionária bem comosuas lutas e vitóriasatravés dos séculos. ICMM
  6. 6. I VISÃO PANORÂMICAResumir a poucas aulas dois mil anos de história e o trabalhoevangelístico, missionário e discipular da igreja é tarefaimpensável. Mas é possível obter, em perspectiva, uma visãopanorâmica geral, identificando na história bíblica eeclesiástica, os principais fatos e acontecimentos, aqueles quepontuaram.Do nosso ponto de observação contemplamos toda paisagem:2000 anos de história. A vida, as lutas, as vitórias e o legadodaqueles que nos precederam.Que o E.S possa guiar-nos, passo a passo através da estrada dahistória, e que pela sua unção todo conhecimento adquiridoseja transformado em combustível que alimente a vocaçãoprofética da igreja e nos transforme em incontidos ganhadoresde almas, persistentes pescadores de homens (Lc 5:10 ). ICMM
  7. 7. ICMM
  8. 8. II PERÍODOS GERAISDe forma geral a história da igreja está organizada em seis grandes períodos: Apostólico (pentecostes até cerca de 100 AD) Era das Perseguições ( 100 a 313 d.C) Imperial (313 a 476 d.C) Idade Média ou Igreja Medieval (476 a 1453 d.C) A Reforma (1453 a 1648) Cristianismo Moderno (de 1648 até início do séc. 20) Acrescidos a esses estudaremos ainda: A Igreja no Brasil Movimento Pentecostal ICMM
  9. 9. III CONTRIBUIÇÃO DOS POVOSCada um, ao seu tempo, pela providência divina, criou ascondições da sociedade em que o Cristianismo apareceurealizando as suas primeiras conquistas.1. Os Romanosa) Contribuiram com a unificação dos povos.b) Com a Pax Romana (29 a.C a 180 d.C).c) Intercâmbio entre os povos.2. Os Gregosa) Contribuiram com a filosofia.b) Influenciaram os povos a pensar.c) Com uma língua universal.3. Os Judeusa.) Mordomos da verdadeira religião.b) Contribuíram com livros inestimáveis.c). Com a diáspora.
  10. 10. IV PRIMEIROS FATOS (da ascensão de Cristo a pregação de Estevão 30 a 35)A Igreja de Cristo iniciou sua trajetória com ummovimento de caráter mundial, no dia de Pentecostes (LerAt 2.1-6; 41-47), cerca do ano 30, no fim da primavera, emIsrael. Na cidade de Jerusalém começa a trajetória históricada Igreja. Primeiras conversões, movimentos de evangelização; Instituição do diaconato (Ler At 6. 1-7); Primeira perseguição culminando com o martírio de Estevão (Ler At 7. 54-60) ; Observa-se nesse tempo a falta de expansãomissionária. A igreja permanecia em seu próprio territórioquando deveria avançar com a evangelização. ICMM
  11. 11. V A EXPANÇÃO DA IGREJA(do martírio de Estevão ao concílio de Jerusalém 35 a 50 )Nessa época decidiu-se uma importante questão: Ocristianismo continuaria como seguimento judaico ouabriria suas portas para todas as raças (Concílio deJerusalém - Ler At 15. 1-19).A igreja nesse tempoestava restrita aJerusalém e aldeiasvizinhas, seus membroseram judeus ouprosélitos. Em 50 d.C. aigreja estava estabelecidana Síria, Frigia, ÁsiaCentral e Europa. ICMM
  12. 12. PRINCIPAIS FATOS: Diáspora cristã judaica. Nesse tempo o evangelho chega a Antioquia da Síria cerca de 480 km de Jerusalém; Conversão de Saulo, (Ler At 9. 1-9); O evangelho chega ao gentio Cornélio (Ler At 10. 9-15 e 11.17); Integração de Paulo na Igreja de Antioquia (At. 11. 25,26); Separação e envio dos primeiros missionários (At 13. 2,3); Evangelização de grandes cidades e centros urbanos (At. 13 e 14): Antioquia, Lista, Derbe, Listra, Icônio, Salamina etc. ICMM
  13. 13. ICMM
  14. 14. VI A IGREJA ENTRE OS GENTIOS (do concílio em Jerusalém ao martírio de Paulo 50 a 68)Para conhecimento sobre osacontecimentos dos 20 anosposteriores ao concílio deJerusalém dependemos dolivro de Atos, Epístolas dePaulo e, talvez, o primeiroversículo da primeira cartade Pedro, que se refere,possivelmente, a paísesvisitados por ele. Nessetempo foram escritos a maiorparte dos livros do NT. ICMM
  15. 15. PRINCIPAIS FATOS: A obra missionária alcança todo Império Romano – “ocampo é o mundo“ conforme Mt 13, para a igreja da época. 2ª e 3ª viagens missionárias de Paulo e sua equipe. Oevangelho chegou a Europa, através da cidade de Filipos,(At 16). Os principais líderes do período foram: Paulo,Pedro e Tiago. Acontece a primeira perseguição imperial, 64 d.C. OImperador Nero, lança sobre os cristãos a culpa peloincêndio de Roma, 18 de julho 64 d.C. Milhares forampresos, torturados e mortos. Entre esses, Pedro (67) ePaulo (68 d.C). ICMM
  16. 16.  Morte dePedro,crucificado decabeça parabaixo, por seachar indignode ter umamorte igual ade Cristo (amando deNero). “Também o apóstolo Paulo sofreu sob esta primeiraperseguição sob Nero. [...] Os soldados chegaram e otiraram da cidade para o lugar das execuções, onde, depoisde ter orado, deu seu pescoço à espada.” (O Livro dosMártires) e Tiago foi apedrejado depois de ser jogado doalto do templo
  17. 17. VII A ERA SOMBRIA (do martírio de Paulo até a morte de João 68 a 100 d.C)A última geração do primeiro século, a que vai do ano 60ao 100 AD, chamamos de "Era Sombria", em razão de astrevas da perseguição estarem sobre a igreja. Nessemomento foram escritos os últimos livros do NT.Entretanto a formação do Novo Testamento com os livrosque o compõem, como cânon, não foi imediata. AlgumasIgreja aceitavam somente alguns livros como inspirados eoutra igrejas livros diferentes. Gradualmente os livros doNovo Testamento, tal como usamos hoje, conquistaram aproeminência de escritura inspirada conforme veremos emaulas posteriores. ICMM
  18. 18. No fim da era apostólica encontramos luz e sombrasmisturadas nos relatos que se referem a igreja. As normasde caráter eram elevadas, porém o nível da vida espiritualera inferior ao que se manifestava nos primitivos diasapostólicos.Neste período (80 d.C) Domicianoproibiu totalmente o culto cristão erenovou o decreto que obrigava todos acultuarem o imperador.Nesta fase as igrejas da Ásia muito sofreram vitimando porexemplo o apóstolo João, que foi enviado de Éfeso a Roma,onde se afirma que foi lançado num caldeiro de óleofervendo. Escapou milagrosamente, sem dano algum.
  19. 19. CONCLUSÃOEstudamos neste primeiro momento o início da igreja, osprimeiros 100 anos do cristianismo conhecido como a eraapostólica e seus desafios.No próximo assunto analisaremos o período da igrejaperseguida, pós apostólica, as perseguições e osperseguidores, bem como o aparecimento de seitas eheresias no meio da igreja. Ir. Adriano Pascoa e-mail e msn: adrianoiuris@hotmail.com Facebook: http://www.facebook.com/adrianoiuris
  20. 20. Pentecostes: “o quinquagésimo [dia]" é uma dascelebrações importantes do calendário cristão, ecomemora a descida do Espírito Santo sobreos apóstolos de Jesus Cristo em Jerusalém. O Pentecostes écelebrado 50 dias depois do domingo de Páscoa. O dia dePentecostes ocorre no décimo dia depois do dia daAscensão de Jesus.Diáspora cristã judaica: saída dos cristãos judeus pelomundo. Também houve diversas expulsões forçadasdos judeus pelo mundo. No ano 70 d.C os romanosdestruíram Jerusalém, e isso acarretou uma nova diáspora,fazendo os judeus irem para outros países da ÁsiaMenor, África ou sul da Europa.Imperador Nero: Nero Cláudio César AugustoGermânico foi um imperador romano que governou de 13de outubro de 54 até a sua morte em 9 de junho de 68.
  21. 21. Concílio de Jerusalém: foi uma reunião inicial entre aslideranças cristãs nos meados do século I, para abordar seos gentios (não-judeus) deveriam seguir costumes dareligião israelita.

×