Noçoes de qualidade ambiental adriana arezes

527 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
527
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Noçoes de qualidade ambiental adriana arezes

  1. 1. Adriana Arezes nº1 José António Silva
  2. 2. • É um conjunto de propriedades e características do ambiente, generalizada ou local, uma vez que afecta tanto o ser humano como outros organismos desse ambiente. • Refere-se a características que dizem respeito tanto ao ambiente natural como o ambiente construído, como a qualidade do ar e qualidade da água ou do nível geral de poluição, características essas que podem ser prejudiciais ao ser humano, directa ou indirectamente.
  3. 3. • Segundo a Resolução n. 20/86 do Conselho Nacional de Meio Ambiente - CONAMA, as águas são classificadas em nove grupos.  Águas Doces  Águas Salinas  Águas Salobras
  4. 4.  I - Classe Especial - águas destinadas ao abastecimento doméstico, sem tratamento prévio ou com simples desinfecção e à preservação do equilíbrio natural das comunidades aquáticas;  II - Classe 1 - águas destinadas ao abastecimento doméstico após tratamento simplificado, à proteção das comunidades aquáticas, à recreação de contato primário e à irrigação de hortaliças e frutas consumidas cruas;  III - Classe 2 - águas destinadas ao consumo doméstico após tratamento convencional, à proteção das comunidades aquáticas, à recreação de contato primário, à irrigação de hortaliças e plantas frutíferas e à criação de natural e/ou intensiva de espécies destinadas à alimentação de espécies destinadas à alimentação humana.
  5. 5.  IV - Classe 3 - águas destinadas ao abastecimento doméstico após tratamento convencional, à irrigação de espécies arbóreas, cerealíferas e forrageiras e à dessedentarão dos animais;  V - Classe 4 - águas destinadas à navegação, à harmonia paisagística e aos usos menos exigentes;
  6. 6.  VI -Classe 5 - águas destinadas à recreação de contato primário, à proteção das comunidades aquáticas e à criação natural e/ou intensiva de espécies destinadas à alimentação humana;  VII - Classe 6 - águas destinadas à navegação comercial, à harmonia paisagística e à recreação de contato secundário;
  7. 7.  VIII - Classe 7 - águas destinadas à recreação de contato primário, a proteção das comunidades aquáticas e à criação natural e/ou intensiva de espécies destinadas à alimentação humana;  IX - Classe 8 - águas destinadas à navegação comercial, à harmonia paisagística e à recreação de contato secundário.
  8. 8.  O ar é uma mistura de gases que envolve superfície da Terra.
  9. 9. Os constituintes do ar tem três propriedades:  Invisíveis  Incolores  Inodoros O ar é indispensável aos seres vivos.  Nos frigoríficos, nas arcas congeladoras onde se pretende a refrigeração é utilizado o azoto  O oxigénio é fundamental na fundição dos metais. etc.
  10. 10.  É que cobre a superfície terrestre emersa, entre a litosfera e a atmosfera. Atmosfera Hidrosfera Litosfera Os sistemas são:  Biosfera  Atmosfera  Litosfera  Hidrosfera Biosfera
  11. 11.  A Biosfera é o conjunto de todos os seres vivos, animais e vegetais, que habitam o nosso planeta, e do espaço que estes ocupam.  Neste está incluída a camada superior do solo, as águas e a atmosfera.  A Atmosfera é uma fina camada de gases que envolve e protege a Terra, acompanhando-a em todos os seus movimentos devido à força de atração gravitacional.
  12. 12. • A litosfera representa o conjunto de todas as massas de Terra que existem à superfície do planeta, ou seja, a crosta terrestre e uma parte superior do manto. • A Hidrosfera é o conjunto de toda a água, líquida ou sólida, que existe na superfície terrestre, nomeadamente oceanos, mares, rios, lagos e icebergs.
  13. 13. Aquecimento global Alterações climáticas Destruição da camada de ozono Chuvas ácidas Clima humano – “ilha de calor”
  14. 14.  Resíduos industriais  Resíduos hospitalares  Resíduos agrícolas  Resíduos sólidos urbanos (RSU)
  15. 15.  Lixeiras  Centrais de Compostagem  Aterros sanitários  Unidades de Incineração  ETAR’s  Centros de Recolha Selectiva
  16. 16.  A atividade industrial está, inevitavelmente, associada a uma certa degradação do ambiente, uma vez que não existem processos de fabrico totalmente limpos.  A perigosidade das emissões industriais varia com o tipo de indústria, matérias primas usadas, processos de fabrico, produtos fabricados ou substâncias produzidas, visto conterem componentes que afetam os ecossistemas.  A poluição industrial esta devastando não apenas os rios com produtos químicos, como também um dos maiores fatores no aquecimento do planeta.
  17. 17.  As tecnologias utilizadas, muitas vezes envelhecidas e fortemente poluentes, com elevados consumos energéticos e de água, sem tratamento adequado dos efluentes com rara valorização de resíduos;  A inexistência de circuitos de eliminação adequados dos resíduos, em particular dos perigosos.  Localização das unidades na proximidade de áreas urbanas, causando incômodos e aumentando os riscos;  Localização das unidades em zonas ecologicamente sensíveis, perturbando e prejudicando a fauna e a flora;  Realização das descargas de efluentes em águas subterrâneas ou superficiais, com risco de contaminação das águas de consumo;  Depósitos indevidos de resíduos, cuja lixiviação é fonte de poluição do solo e do meio hídrico.
  18. 18.  Atuando no processo de licenciamento de novos estabelecimentos referidos na legislação, na sua ampliação ou modificação, tendo em especial atenção a avaliação do impacte ambiental, privilegiando a utilização de tecnologias menos poluentes e medidas que permitam o tratamento dos efluentes líquidos, emissões gasosas e resíduos e o seu efetivo controlo;  Reforçando a capacidade fiscalizadora das entidades que superintendem a atividade industrial.

×