Como aprendemos?

2.374 visualizações

Publicada em

Orientações para aumentar a eficiência do funcionamento cerebral para ajudar no processo de aprendizagem.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.000
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como aprendemos?

  1. 1. Como aprendemos? Adriana Gotschalg
  2. 2. O processo de aprender e lembrar do estudante acontece no cérebro. Quem é esse cérebro? Como ele aprende? Qual a melhor forma para aprender?
  3. 3. O cérebro é o principal órgão e centro do sistema nervoso em todos os animais vertebrados. É ele quem comanda o funcionamento do organismo, como o batimento cardíaco, a frequência respiratória etc. http://goo.gl/QlQlha O cérebro é formado por células nervosas, a exemplo do neurônio, que existem aos milhões. Os neurônios, através da transmissão de impulsos nervosos, passam as informações a todo o nosso corpo. Vídeo Sinapses
  4. 4. O cérebro é dividido em partes, que são estimuladas diferentemente. Vejam neste site http://www.alz.org/brain_portuguese/07.asp
  5. 5. Como eles aprendem? - Memória temporária - Memória permanente
  6. 6. Toda noite, quando dormimos, o cérebro se encarrega de fazer a limpeza em “arquivos desnecessários” que acumulamos durante o dia. Isso chama-se limpeza do sistema límbico! Graças à essa limpeza que, no dia seguinte, temos espaço para acumularmos mais conhecimento e vivermos novas emoções. Mas e se o que eu estudei durante o dia for apagado quando eu dormir?
  7. 7. Sabe-se, pela neurociência (ciência que estuda o funcionamento cerebral), que tendem a passar para a memória permanente as coisas que estimulam mais o cérebro. Ou seja, quando estimulamos um maior número de áreas cerebrais aumentamos a chance daquilo ficar guardado na nossa memória. Outra coisa que se sabe é que as emoções contam muito a favor da memória permanente. Um acontecimento que nos dá prazer ou, até mesmo, tristeza, tende a ficar guardado por maior tempo em nossa memória. Ainda, desde os primeiros estudos com relação a aprendizagem, é sabido que nós aprendemos mais quando falamos, verbalizamos, aquilo que queremos entender.
  8. 8. Então, como devemos estudar para aprender mais? Falar sobre o assunto Associar o assunto com algo que gostamos ou que já vivenciamos Rever o assunto, pelo menos, mais uma vez durante o dia AULA DADA É AULA ESTUDADA , HOJE! Relacionar o assunto com imagens, sons e cheiro Ter uma boa noite de sono!
  9. 9. Créditos IR. MARINEZ ROSSATO Diretora Administrativa IR ROSELI TERESINHA HART Diretora Pedagógica RITA RANGEL Coordenação Pedagógica ÁTILA ANDERSON D. AZEVEDO Coordenador de Ciências, Química e Biologia ADRIANA GOTSCHALG Professora de Ciências 6º ano – EFII 2014

×