O mito do pelicano
Na Europa medieval, considerava-se o pelicano um animal especialmente zeloso
com seu filhote, a ponto de não havendo com q...
Em outra versão, explica-se que o pelicano costumava matar seus filhotes e,
depois, ressuscita-los com seu sangue, o que s...
Na verdade, o pelicano possui uma espécie de bolsa, logo depois do bico, descendo
para o papo. E, na forma de regurgitação...
A ave dessa forma alimenta seus filhotes, mas acreditava-se, naquela época,
que o pelicano arrancava parte do próprio corp...
O pelicano derramando sangue pelos seus filhotes foi adotado pela maçonaria,
na antiga arte cristã, como emblema do salvad...
A esta interpretação teológica, os místicos aplicaram, porém, outro significado,
considerando o pelicano como símbolo do p...
http://www.masonic.com.br/trabalho/pelicano.htm
http://www.masonic.com.br/trabalho/pelicano.htm
O Pelicano
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Pelicano

3.690 visualizações

Publicada em

Antigo Simbolismo

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.690
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Pelicano

  1. 1. O mito do pelicano
  2. 2. Na Europa medieval, considerava-se o pelicano um animal especialmente zeloso com seu filhote, a ponto de não havendo com que o alimentar, dava-lhes de seu sangue. Então o pelicano tornou-se um símbolo da Paixão de Cristo e da Eucaristia. Um símbolo de auto-imolação utilizado na heráldica como símbolo de piedade.
  3. 3. Em outra versão, explica-se que o pelicano costumava matar seus filhotes e, depois, ressuscita-los com seu sangue, o que seria análogo ao sacrifício de Jesus. Esta lenda talvez tenha surgido porque o pelicano costuma sofrer de uma doença que deixa uma marca vermelha em seu peito.
  4. 4. Na verdade, o pelicano possui uma espécie de bolsa, logo depois do bico, descendo para o papo. E, na forma de regurgitação, deposita ali os alimentos para os filhotes. Quando necessita, retira o alimento que ali está, servindo aos seus filhotes.
  5. 5. A ave dessa forma alimenta seus filhotes, mas acreditava-se, naquela época, que o pelicano arrancava parte do próprio corpo para alimentar a prole, ou extraísse o próprio sangue que alimentava os rebentos.
  6. 6. O pelicano derramando sangue pelos seus filhotes foi adotado pela maçonaria, na antiga arte cristã, como emblema do salvador e foi adotado como símbolo do Cristo, derramando o seu sangue pela Igreja e pela Humanidade.
  7. 7. A esta interpretação teológica, os místicos aplicaram, porém, outro significado, considerando o pelicano como símbolo do próprio sacrifício, indicando que na medida em que damos, nossas posses, as nossas aquisições intelectuais, as nossas habilidades, alimentamos nossa vida, desenvolvemos o nosso caráter e a nossa personalidade, e a medida que os anos passam, o nosso sacrifício se reflete em boas ações que perduram além da nossa vida, como que lembrando os sacrifícios que fizemos.
  8. 8. http://www.masonic.com.br/trabalho/pelicano.htm
  9. 9. http://www.masonic.com.br/trabalho/pelicano.htm

×