Essencia e Personalidade

604 visualizações

Publicada em

Quarto Caminho

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
604
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Essencia e Personalidade

  1. 1. ESSÊNCIA E PERSONALIDADE
  2. 2. Essência e Personalidade A parte de nós que pode estar presente e transcender conscientemente a si mesmo é aquilo que o sistema chama de essência. Como disse Ouspensky: “Sono, despertar, consciência - tudo isto não tem a ver com a personalidade, mas com a essência. O verdadeiro desenvolvimento está na essência.”
  3. 3. A essência é quem somos quando nascemos: nossa raça, química corpórea, tendências e talentos, e a maneira como respondemos ao mundo exterior. Cada um de nós, por exemplo, tem uma distinta disposição para o trabalho físico, os esportes, viagens, estudos, negócios e as artes. Nossos interesses e preferências naturais não são algo que aprendemos. São apenas parte de quem somos.
  4. 4. Por outro lado, a personalidade é aquilo que nos tornamos. É tudo o que aprendemos, tudo o que nos ensinaram, tudo o que imitamos. Aprendemos, por exemplo, o comportamento social, ensinaram-nos certas habilidades e profissões, imitamos opiniões, posturas e expressões faciais. Tudo isto assume uma vida própria e imaginária que gradualmente toma o lugar da essência. Ficamos artificialmente complicados e perdemos o contato com a nossa natureza mais simples.
  5. 5. Podemos ver a essência nas crianças pequenas, ainda inocentes, puras e interessadas em tudo ao seu redor. Elas não são pretensiosas, nem mostram preocupações. Elas não vivem para o amanhã. Simplesmente, existem como são no momento presente. Como indica Robert Earl Burton: “As crianças vêem aquilo que está no seu ambiente, enquanto os adultos estão saturados.” A razão disto é que o estado interno das crianças é muito próximo do terceiro estado de consciência. A diferença está no fato de que o estado das crianças não inclui a divisão da atenção o que as faz existir num estado de fascinação, e não de presença.
  6. 6. A essência, em sua forma mais pura, é um estado simples que não está ciente de si mesmo. Entretanto, a personalidade consiste de funções que incluem a maioria dos nossos “eus”, atitudes, preconceitos e comportamentos. Essas funções servem a um propósito, mas mesmo assim não podem estar conscientes de si mesmas; não podem estar presentes. O estado de essência, no entanto, pode tornar-se presente por meio da divisão da atenção. Pode assim observar as funções e estar ciente de si observando-as. Como freqüentemente nos lembra Burton: “Você não é o que está observando. Você é aquilo que observa.” Na medida em que a essência torna-se ciente de si mesma, a presença a transforma em estados superiores de consciência
  7. 7. Para que isto ocorra com sucesso, algumas das funções da personalidade precisam apoiar a essência no seu esforço para estar presente. Por exemplo: a parte mais elevada da personalidade é o mordomo e as partes intelectuais dos centros, que originam os "eus" de Trabalho. Essas partes não podem estar presentes por si mesmas, mas podem promover a presença ao empurrarem a essência nessa direção. Elas agem como andaimes para que a essência possa aprender a estar presente por si mesma. Como diz Burton: “Para a personalidade, o desenvolvimento significa a personalidade verdadeira desenvolvendo “eus” de Trabalho e a essência desejando estar presente.” Complementa dizendo que os “eus” de Trabalho por si não são suficientes; a essência tem que estar por trás deles e presente.
  8. 8. Ouspensky explicou que funcionando corretamente, a personalidade é um escudo para a essência, protegendo-a das influências planetárias danosas e das mudanças extremas do clima. Isto é ainda mais verdadeiro do ponto de vista interior, onde o funcionamento correto da personalidade é proteger a essência das influências mecânicas da imaginação, da identificação, e das emoções negativas, que alteram a essência e a impedem de estar presente.
  9. 9. Enquanto a personalidade adere aos "eus" mecânicos, é chamada de personalidade falsa, pois reforça tudo aquilo que em nós é falso e imaginário. Porém, na medida em que afasta a mecanicidade e promove a presença, é denominada personalidade verdadeira, pois nutre aquilo que é verdadeiro - a divina presença do nosso ser real. Com o apoio da personalidade verdadeira podemos dividir a atenção e por meio da atenção dividida podemos retornar ao estado de essência, mas desta feita com presença consciente. Para citar Hafiz:“O Amado, com suas próprias mãos, como uma preciosa criança, está elevando a si mesmo em ti.”
  10. 10. Pensamentos sobre essência
  11. 11. O verdadeiro Eu de um homem, sua individualidade pode crescer apenas da sua própria essência. George Gurdjieff
  12. 12. Uma personalidade forte significa uma forte influência daquilo que não é seu, daquilo que você adquiriu - palavras de outras pessoas, teorias e pontos de vista de outras pessoas. Isto tudo pode formar uma casca tão espessa ao redor da essência que nada pode penetra-la e alcançar aquilo que você é. Peter Ouspensky
  13. 13. A lembrança de si e apenas a lembrança de si torna o homem capaz de perder a camada mais externa da personalidade, de sentir e agir livremente a partir da própria essência, ou seja, de ser ele mesmo. Rodney Collin
  14. 14. A presença é um processo simples e imperceptível. Presença é a essência ciente de si mesma. Nas escolas a essência desenvolve-se em presença. A essência floresce na presença. Nunca imagine que a sabedoria seja mais do que a presença consciente da criança que existe em você. Robert Earl Burton
  15. 15. O estudante deve retornar ao estado de criança que perdeu. Pensamento tibetano
  16. 16. A menos que se tornem como criancinhas, vocês não entrarão no reino dos céus. Jesus
  17. 17. Abandone os pensamentos complicados para ver a resposta oculta. Jalaluddin Rumi
  18. 18. A essência de Deus é simples e invisível e essencialmente de nada necessita. Philokalia
  19. 19. A linguagem da verdade é simples. Eurípides
  20. 20. Para a mente intelectual, uma criança deve aprender, crescer e tornar-se um adulto. Mas no estado de amor, você vê homens mais velhos ficando cada vez mais jovens. Jalaluddin Rumi
  21. 21. Estude o Quarto Caminho “Ouse viver no mundo sem ser do mundo” Texto extraído de www.apollo.org

×