Coopetur

243 visualizações

Publicada em

Divulgação do projeto de criação da COOPETUR - Cooperativa dos Profissionais Liberais e Empresas do Setor de Turismo

Publicada em: Marketing
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
243
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Ional
  • Coopetur

    1. 1. Diretrizes, Ações, Estatísticas
    2. 2.  3,7% do PIB;  2003 a 2009 – crescimento de 32,4%;  Segundo MTUR previsão de expansão de 24,6%;  Empregos diretos em 2012 – 2,74 milhões;  Empregos diretos em 2013 – 2,95 milhões;  Estimativa de 3,63 milhões de empregos;  Geradores de Emprego 1. Hotelaria 2. Agências de Viagens 3. Companhias aéreas 4. Outros tipos de transportes de passageiros 5. Restaurante e lazer
    3. 3.  BNDES, BB, BNB, CAIXA, BASA – 2003 a 2012 crescimento de 923,6%;  2011 – investimentos de 7,84 bilhões de reais;  2012 – investimento de 11,2 bilhões de reias;  2011 a 2012 – crescimento de 30%
    4. 4.  Diretrizes 1. Geração de Oportunidades de emprego e empreendedorismo; 2. Participação e diálogo com a sociedade; 3. Incentivo a inovação e ao conhecimento; 4. Regionalização.  Objetivos estratégicos 1. Preparar o turismo brasileiro para os megaeventos; 2. Incrementar a geração de divisas e a chegada de turistas estrangeiros; 3. Incentivar o brasileiro a viajar pelo Brasil; 4. Melhorar a qualidade e aumentar a competitividade do turismo brasileiro
    5. 5.  Conhecer o turista, o mercado e o território;  Estruturar os destinos turísticos;  Promover os produtos turístico;  Estimular o desenvolvimento sustentável da atividade turística;  Fortalecer a gestão descentralizada, as parcerias e a participação social;  Promover a melhoria de ambiente jurídico favorável
    6. 6. COOPETUR COOPERATIVA DOS PROFISSIONAIS LIBERAIS E EMPRESAS DO SETOR DE TURISMO DE SOBRADINHO - BA
    7. 7. OBJETIVO – Promover o desenvolvimento sustentável através de ações no setor de turismo, a partir da exploração dos principais potenciais da cidade de Sobradinho – BA. MISSÃO – Criar uma cadeia produtiva do setor de turismo que tenha como princípios básicos a responsabilidade ambiental e social; a geração de emprego e renda; e a restauração e preservação do patrimônio local.
    8. 8. PÚBLICO-ALVO – Escolas de Ensino fundamental e Médio; turistas brasileiros de outros estados e estrangeiros; população local e das cidades circunvizinhas; empresas; e grupos específicos como praticantes de esportes radicais e esportes aquáticos. COOPERADOS – Profissionais liberais do setor de turismo; hotéis e pousadas; cooperativas de transporte alternativo, taxistas e moto-taxistas; proprietários de bares e restaurantes.
    9. 9. PRODUTOS E SERVIÇOS – Pacotes de turismo rural; turismo de aventura e ecológico; turismo de lazer e gastronômico; esportes aquáticos e de verão (vôlei de areia e futebol de areia). REGIÃO DE ATUAÇÃO – Sobradinho – BA.
    10. 10. ESTRUTURA ORGANIZACIONAL Diretoria Executiva Administração Turismo Rural e Ecológico Turismo de Lazer e Esportivo Turismo Gastronômico e Cultural
    11. 11. Descrição Quantitativo Tempo Previsto Criação da comissão de formação da cooperativa, de elaboração do Estatuto Social e de direção da Assembleia de Eleição e posse da Diretoria Executiva 10 membros De 10 a 30 de junho de 2014 Divulgação do Projeto para a comunidade, formação de chapas para concorrer à diretoria Executiva da Cooperativa e Estabelecimento do período de campanha das chapas caso haja mais de uma 05 de Julho de 2014 Elaboração do Estatuto Social 01 a 31 de Julho de 2014 Convocação para Assembleia Geral de Eleição e Posse da Diretoria Executiva De 01 a 09 de Agosto de 2014 Assembleia Geral de Eleição e Posse da Diretoria Executiva 20 de Setembro de 2014 Apresentação da Equipe Administrativa e das Coordenações 27 de Setembro de 2014 Cadastramento de cooperados A partir de 27 de setembro CRONOGRAMA
    12. 12. Conclusão Somente através do trabalho cooperado será possível modificar a realidade social e econômica da cidade de Sobradinho. A COOPETUR estará sendo criada como uma alternativa para que se desenvolvam as transformações desejadas, assim, o que se espera é contar com pessoas que possam compor está instituição no intuito de promover ações voltadas para o desenvolvimento sustentável do município.
    13. 13. COOPETUR PLANO DE AÇÃO
    14. 14. INTRODUÇÃO Nossa missão é criar uma cadeia produtiva do setor de turismo que tenha como princípios básicos a responsabilidade ambiental e social; a geração de emprego e renda; e a restauração e preservação do patrimônio local. Assim, as ações propostas Terão como eixos norteadores trabalho, meio ambiente, cidadania e cultura.
    15. 15. EIXOS E SUB-EIXOS  Trabalho 1. Capacitação e Qualificação profissional; 2. Cooperativismo; 3. Exploração dos diversos setores produtivos.  Meio Ambiente 1. Preservação; 2. Restauração; 3. Conscientização; 4. Uso sustentável.  Cidadania 1. Mobilidade; 2. Acessibilidade; 3. Lazer; 4. Prática de esportes; 5. Educação.  Cultura 1. Artesanato; 2. Patrimônio Histórico; 3. Música; 4. Teatro; 5. Dança; 6. Folclore; 7. Religião.
    16. 16. PRINCIPAIS PROPOSTAS  Transporte coletivo (linhas) para os principais pontos turísticos;  Levantamento dos principais pontos turísticos e suas demandas;  Cadastramento de profissionais liberais (guias, vendedores ambulantes, etc.); cadastramento de hotéis, pousadas e pensões; cadastramento de agências de viagens e outras empresas do setor de turismo;  Cursos de capacitação e qualificação para garçons, guias, cozinheiros (as) e outros profissionais do setor de turismo;  Padronização dos serviços prestados aos turistas;  Cadastramento de pequenas propriedades da agricultura familiar para a exploração do turismo rural;  Construção de Espaços Multiuso com palco, playground, toboágua, banheiros e duchas para os turistas (Juacema e Chico);  Elaboração de roteiro turístico e calendário cultural que possam ser explorados durante todo o ano;  Desenvolvimento de ações sócio-ambientais, campanhas de preservação e resgate cultural;  Implantação de um teleférico para levar turistas até o alto do cruzeiro.
    17. 17. FONTES DE RECURSOS  Mensalidades dos cooperados;  Prestação de serviços como transporte; cursos e treinamentos; venda de pacotes de turismo; convênio com prefeituras, escolas, empresas privadas,etc.;  Realização de eventos (artísticos, esportivos, culturais, etc.);  Venda de artigos diversos (confecções, lembranças, acessórios, etc.);  Teleférico.
    18. 18. PRINCIPAIS PRODUTOS  Pacote de Turismo de Lazer e Gastronômico;  Pacote de turismo de aventura, esportivo e ecológico;  Pacote de turismo rural;  Eventos esportivos, culturais e artísticos;  Passeio no teleférico;  Venda de produtos diversos para turistas.
    19. 19. COMPOSIÇÃO  DIRETORIA EXECUTIVA 1. Presidente e Vice 2. Secretários (1º e 2º) 3. Tesoureiro (1º e 2º) 4. Conselheiros (03 ou 05)  ADMINISTRAÇÃO 1. Diretor Administrativo; 2. Diretor de Marketing; 3. Diretor de Finanças; 4. Diretor de Logística e Transporte; 5. Diretor de Vendas.  COORDENADORIAS 1. Turismo Rural; 2. Turismo Gastronômico, de Lazer e cultural; 3. Turismo Ecológico, Esportivo e de aventura; 4. Eventos; 5. Lojas, Teleférico e outros produtos da Cooperativa.  COOPERADOS 1. Guias, vendedores ambulantes e outros profissionais liberais; 2. Proprietários de bares e quiosques; 3. Proprietários de hotéis, pousadas e pensões; 4. Taxistas, moto-taxistas, cooperativas de transporte; 5. Proprietários de chácaras, sítios e pequenas propriedades rurais da agricultura familiar; proprietários de fazendas do perímetro irrigado.  CONVENIADOS 1. Prefeituras; 2. Instituições de Ensino; 3. ONGs.
    20. 20. COMPOSIÇÃO ADMINISTRAÇÃO •Diretoria Executiva •Administração GERENCIA •Coordenadorias de Turismo •Coordenadorias de Eventos •Coordenadorias de Lojas e outros produtos OPERACIONAL •Cooperados •Funcionários não-cooperados PARCERIAS E CONVÊNIOS •Instituições privadas, públicas e ONGs

    ×