Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi

2.951 visualizações

Publicada em

Plano de Trabalho "ADEMI e a Sustentabilidade" 2010/2011 apresentado por Fábio Rocha a parceiros (Engenho Novo) para contribuições.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.951
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
44
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Fábio Rocha - Plano de Sustentabilidade Ademi

  1. 1. Plano de Trabalho “ADEMI e a Sustentabilidade” 2010/2011
  2. 2. PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DO PLANO <ul><li>Alinhamento Conceitual Interno </li></ul><ul><li>Estudo de Experiências Similares </li></ul><ul><li>Workshop Interno para Construção do Plano </li></ul><ul><li>Apresentação Formal do Plano a </li></ul><ul><li>Parceiros (Engenho Novo) para </li></ul><ul><li>Contribuições. </li></ul>
  3. 3. CONCEITOS CHAVES <ul><li>Gestão Sustentável, Investimento Social Privado – ISP e Construção Sustentável são os três conceitos que permearam e estão permeando todo o Plano de Trabalho “ADEMI e a Sustentabilidade”. </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Por Gestão Sustentável entendemos toda e qualquer práticas de gestão, ações de responsabilidade social internas e externas que a empresa gerencia, realiza, investe e/ou apóia para aproximar seu modelo de gestão de um modelo de gestão sustentável e/ou socialmente responsável, envolvendo um ou mais públicos que são impactados pela atividade da empresa. </li></ul>CONCEITOS CHAVES
  5. 5. <ul><li>Por Investimento Social Privado – ISP entendemos toda e qualquer ação de responsabilidade social externa que a empresa realiza, investe e/ou apóia para melhoria social de um segmento, comunidade e/ou área de atuação, geralmente através do repasse formal de recursos financeiros para outras organizações formais, na grande maioria sem fins lucrativos e/ou através de projetos próprios. </li></ul>CONCEITOS CHAVES
  6. 6. GESTÃO SUSTENTÁVEL INVESTIMENTO SOCIAL PRIVADO - ISP CONCEITOS CHAVES
  7. 7. <ul><li>Por Construção Sustentável entende-se a inserção do conceito de sustentabilidade no planejamento e execução da construção e/ou de um empreendimento imobiliário. Segundo o Conselho Internacional para a Pesquisa e Inovação em Construção (CIB) a construção sustentável é “um processo holístico que restabelece e mantém a harmonia entre os ambientes natural e construído criando estabelecimentos que confirmam a dignidade humana e estimulam a igualdade econômica” (CIB, 2002). </li></ul>CONCEITOS CHAVES
  8. 8. OBJETIVOS DO PLANO 1 – Ser um “Divisor de Águas” – um Marco 2 - Profissionalizar a condução das ações relativas ao tema sustentabilidade na ADEMI 3 - Guiar (instrumento estratégico) todas as ações relativas a este tema 4 - Subsidiar o detalhamento de práticas de gestão, programas, projetos e/ou eventos da ADEMI, originários deste Plano 5 - Propiciar maiores impactos e coerência do ponto de vista das ações realizadas
  9. 9. PREMISSAS <ul><li>1- ADEMI como indutora das ações e suporte aos seus associados </li></ul>2 - Adesão Voluntária dos Associados 3 - Comprometimento dos líderes 4 - Definição de Metas 5 - Definição dos Projetos e Ações com foco no business da Associação 6 - Definição dos indicadores para avaliação (com base nas metas)
  10. 10. As palavras-chaves INTERIORIZAÇÃO com foco no negócio SUSTENTABILIDADE
  11. 11. O POSICIONAMENTO <ul><li>Compartilhar com a sociedade, contribuindo para o futuro da cidade e das pessoas => Redução dos Impactos Negativos e Ampliação dos Impactos Positivos da Atividade da Construção/Empreend. Imobiliários </li></ul>
  12. 12. Raciocínio Estratégico
  13. 13. SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL • Competitividade Empresarial • Perenização dos Negócios SUSTENTABILIDADE SOCIAL • Melhora da Qualidade de Vida • Inclusão social SUSTENTABILIDADE PLANETÁRIA • Desenvolvimento Sustentável • Proteção ao Meio Ambiente
  14. 14. Os Eixos
  15. 15. Negócios Planeta Pessoas
  16. 16. Capacitação Profissional
  17. 17. Objetivos 1. Qualificar mão de obra produtiva 2. Formar novos profissionais 3. Inclusão social Como Apoiando projetos, já existentes, de qualificação profissional para o mercado de empreendimentos imobiliários. Parceiros Sinduscon-BA e empresas do Setor Capacitação Profissional
  18. 18. Ação Selo de Responsabilidade Social Arrecadação Selo de Responsabilidade Social; Unidades vendidas no Salão Imobiliário. Quem Diretoria de Sustentabilidade Quando Segundo Semestre 2011. Capacitação Profissional
  19. 19. Meta: deve ser definida a partir do cálculo entre - custo de cada profissional treinado pelo SENAI e a disponibilidade de verba da ADEMI. Orçamento: Destinar a verba total do Selo e das unidades vendidas no Salão. Capacitação Profissional
  20. 20. Negócios Planeta Pessoas
  21. 21. Práticas Sustentáveis
  22. 22. Guia de Sustentabilidade Boas práticas sustentáveis na construção
  23. 23. Será um instrumento em meio físico e digital que disponibilizará aos associados da ADEMI-BA e ao mercado em geral, informações de toda natureza no intuito de facilitar a adoção de práticas de gestão sustentável por toda e qualquer empresa do setor, tanto na atividade da construção, como na relação com todas as suas partes interessadas. Guia de Sustentabilidade
  24. 24. Desenvolvimento de três edições: 1. Física: apenas com informações padrões. 2. Digital: edição no site. 3. Edição Especial: encadernação diferenciada, conteúdo ampliado com cases, dicas. Guia de Sustentabilidade
  25. 25. Estrutura: Apresentação; Como Utilizar Este Guia; Conceitos Chaves da Gestão Sustentável e da Construção Sustentável; Práticas de Gestão Sustentável nas Relações com os stakeholders; Práticas e Tecnologias Disponíveis para uma Construção Sustentável; Casos Concretos; Fontes de Pesquisa e Entidades Referência. Guia de Sustentabilidade
  26. 26. QUEM: Parceria com uma instituição de peso nacional do setor, dando maior legitimidade ao conteúdo. QUANDO: 2o semestre de 2011. Lançamento oficial para os associados, formadores de opinião e imprensa. Guia de Sustentabilidade
  27. 27. Meta: 1.000 Guias impressos, distribuídos para todos os associados da ADEMI, às entidades do setor, à imprensa e às principais universidades da Bahia (cursos de engenharia e arquitetura prioritariamente). Guia de Sustentabilidade
  28. 28. Guia de Sustentabilidade Produza um balanço de suas atividades envolvendo todas as partes interessadas interagindo as dimensões econômica, social e ambiental e incluindo os resultados negativos e as metas a serem alcançadas Prática 5 Exerça uma postura incisiva contra a formação de trustes, cartéis, práticas desleais de comércio, fraudes em licitações e espionagem industrial Prática 4 Introduza na gestão de seu negócio critérios sócio-ambientais que sejam incorporados em todos os planos de ação empresariais Prática 3 Além de comunicar e praticar claramente os princípios e valores da organização para todos os funcionários, estabeleça medidas sobre denúncias sobre o desrespeito ao seu descumprimento Prática 2 Estabeleça seu código de conduta utilizando também as premissas e necessidades oriundas de todas as partes interessadas com a atuação de sua organização Prática 1 Acionistas, Proprietários, Investidores, Público Interno e Sociedade em Geral Stakeholder
  29. 29. Guia de Sustentabilidade Reintrodução no ciclo produtivo Especificação de materiais e componentes propícios de serem reutilizados sem a necessidade de transformação e ainda aqueles possíveis de reciclagem Segregação dos resíduos por classes e tipos Especificar materiais e sistemas construtivos com baixo impacto ambiental com escolha de materiais que gerem resíduos não perigosos em detrimento aos perigosos e contaminantes Análise e quantificação dos resíduos Coleta seletiva Mapeamento dos locais onde os resíduos devem ser depositados observando a legislação local e a destinação ambientalmente correta para receptores licenciados Previsão de áreas para depósitos de recicláveis Redução do desperdício de materiais Gestão de resíduos Tecnologia Item
  30. 30. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE Será um instrumento que disponibilizará informações de toda natureza, relativas à práticas de produção e consumo conscientes, de natureza individual, tanto do ponto de vista de convivência condominial quanto de maneira geral (convivência com a sociedade e com o planeta).
  31. 31. Como Desenvolvimento de duas edições: 1. Física: apenas com informações padrões. 2. Digital: edição completa disponível no site. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE
  32. 32. Estrutura Apresentação; Como Utilizar Este Guia; Conceitos Chaves do Consumo Consciente; Práticas de Consumo Conscientes; Casos Concretos; Fontes de Pesquisa e Entidades Referência. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE
  33. 33. Objetivos Prestação de serviços para a sociedade com informações de como as pessoas podem contribuir para um planeta melhor, por muito mais tempo. Parceiros Instituto Akatu, maior referência da área no que tange ao consumo consciente, pois, além de facilitar a sua produção, isto dará maior legitimidade ao documento. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE
  34. 34. Quem Diretoria de Sustentabilidade e apoio externo de consultoria especializada. Sugestão: projeto especial com o Stand de Vendas ou Revista Veja Regional. Quando 2o semestre de 2011. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE
  35. 35. Meta: Distribuir 1.000 exemplares a todos os associados da ADEMI, as entidades do setor, a imprensa, as principais universidades GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE
  36. 36. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE Painel Consciente Sobre você: Em casa Você passa sabonete com o chuveiro ligado durante seu banho? ( ) Sempre ( ) Na maioria das vezes ( ) Às vezes ( ) Quase nunca ( ) Nunca Você separa o lixo oriundo dos alimentos daqueles oriundos das outras coisas em lixeiras individuais? ( ) Sempre ( ) Na maioria das vezes ( ) Às vezes ( ) Quase nunca ( ) Nunca Sua televisão fica desligada quando não está ninguém assistindo? ( ) Sempre ( ) Na maioria das vezes ( ) Às vezes ( ) Quase nunca ( ) Nunca
  37. 37. GUIA DO CONSUMO CONSCIENTE <ul><li>Para seu Condomínio: </li></ul><ul><li>Evite molhar as plantas em momentos com muito calor ou vento. Provavelmente a água será evaporada ou levada antes de atingir as raízes </li></ul><ul><li>Molhe sempre a base das plantas ao invés das folhas. Se gasta muito menos água e se consegue um resultado superior </li></ul><ul><li>Sensibilize os moradores. Prenda, por exemplo, bilhetes e recortes de jornais sobre as vantagens de adotar algumas medidas sustentáveis no quadro de avisos ou no elevador </li></ul>
  38. 39. Objetivos Premiar os associados que tenham se destacado por práticas de gestão sustentáveis. Melhorias Criar critérios mais conectados ao conceito correto de sustentabilidade. Quem Diretoria de Sustentabilidade e Apoio Externo de Consultoria Especializada. Quando Maio de 2011 Prêmio Ademi de Responsabilidade Social
  39. 40. Fórum de Sustentabilidade
  40. 41. Quando Programação Quem 2o semestre de 2011 Aperfeiçoamento da primeira versão Diretoria de Sustentabilidade e Apoio externo de Consultoria especializada. Fórum de Sustentabilidade
  41. 42. Negócios Planeta Pessoas
  42. 43. Meio Ambiente
  43. 44. Meio Ambiente Demonstrar a preocupação da ADEMI em reduzir os impactos ambientais da sua atividade como um todo e realizar ações simbólicas de melhoria da qualidade ambiental da cidade de Salvador, como exemplo para todo o Estado. Objetivo
  44. 45. Gestão de Resíduos Objetivos Parceiros Conceber e disponibilizar para os associados um programa de gerenciamento dos resíduos gerados pelas construções e/ou empreendimentos, com adesão voluntária e possível criação de uma usina de beneficiamento. Poder Público, Associados e SENAI.
  45. 46. Gestão de Resíduos Quando Quem 2o semestre de 2011. Diretoria de Sustentabilidade e Apoio externo de Consultoria especializada.
  46. 47. Gestão de Resíduos Meta: taxa de adesão de 20% dos associados no primeiro ano do Programa, de 50% até o terceiro ano e de 100% dos associados até o quinto ano do Programa.
  47. 48. Gestão de Resíduos IMPORTANTE: É fundamental que se levante no início do programa a geração do total de resíduos dos associados da ADEMI, se possível à relação disto com outras atividades geradoras de resíduos e que se divulgue anualmente a redução desta geração a partir da adesão ao Programa.
  48. 49. Salão Imobiliário da Bahia
  49. 50. O Salão e a Sustentabilidade Plantação das 2.000 do salão de 2010. Ampliação da doação para 2011.
  50. 51. Aniversariantes
  51. 52. Proposta: Repaginar e mostrar onde a árvore foi plantada, através de fotos. Aniversariantes
  52. 53. Contribuições gerais
  53. 54. 1 - Este Plano, após ser aprovado, precisa ser altamente disseminado para os associados e parceiros da ADEMI em um primeiro momento e no segundo momento para a sociedade em geral. 2 - Para o acompanhamento deste Plano devem ser realizadas reuniões quinzenais da Diretoria de Sustentabilidade com a equipe interna da ADEMI e com a consultoria especializada e a agência publicitária. Como também reuniões mensais da Diretoria de Sustentabilidade com o Presidente da ADEMI.
  54. 55. 3 – Cada projeto deve ter um gestor interno na ADEMI e deve ser executado por parceiros especializados, considerando os limites da estrutura da ADEMI. 4 – Ao final de cada gestão o Plano deve ser avaliado e esta avaliação deve ser registrada e divulgada formalmente, que pode ser feito na ocasião do Fórum de Sustentabilidade. 5 – Deve-se tornar obrigatória a apresentação de um Plano de Trabalho “ADEMI e a Sustentabilidade” no início de cada gestão.

×