Reacções químicas 8ºano

89.258 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
4 comentários
32 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
89.258
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.694
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2.236
Comentários
4
Gostaram
32
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Reacções químicas 8ºano

  1. 2. Tipos de Reacções Químicas Transformação química ou reacção química Diz-se que ocorreu uma … Quando as substâncias se misturam originando novas substâncias Exemplos
  2. 3. Como detectar a ocorrência de reacções químicas? Mudança de cor Libertação de um gás Formação de um sólido Variação de temperatura Reacção do cobre com ácido nítrico Amarelecimento das folhas Combustão do pavio da vela Reacção entre iodeto de potássio e nitrato de chumbo
  3. 4. Cheiro característico Aparecimento de uma chama Desaparecimento de substâncias iniciais Como detectar a ocorrência de reacções químicas?
  4. 5. Qualquer reacção química pode ser representada através de um esquema de palavras. Reagentes Produtos da Reacção Reagentes Produtos da Reacção Substâncias iniciais que reagem entre si Substâncias finais que se formam Como se representam as reacções químicas?
  5. 6. originando Ácido clorídrico, em solução aquosa, reage com magnésio, no estado sólido, originando cloreto de magnésio, em solução aquosa e hidrogénio gasoso. Como se faz a leitura de um esquema químico? Exemplo: Ácido clorídrico (aq) + Magnésio (s) Cloreto de magnésio (s)+ Hidrogénio (g) Lê-se “ reage com” Lê-se “ e” estado aquoso (dissolvido em água) estado sólido estado gasoso Ainda há ( l ) estado líquido
  6. 7. Tipos de Reacções Químicas
  7. 8. Reacções de Combustão As combustões são reacções químicas que ocorrem entre um combustível e um comburente. Combustível Comburente É o material que arde. É a substância que reage com o combustível. Exemplos Exemplos <ul><li>petróleo </li></ul><ul><li>gasolina </li></ul><ul><li>hidrogénio </li></ul><ul><li>carvão </li></ul><ul><li>oxigénio gasoso </li></ul><ul><li>cloro gasoso </li></ul><ul><li>Normalmente o comburente é o oxigénio do ar. </li></ul>
  8. 9. Classificação das Reacções de Combustão Combustões Lentas: Nas combustões lentas não há formação de chama.            Ex: A oxidação do ferro.                     Ferro(s)+Oxigénio -> Óxido de ferro
  9. 10. Classificação das Reacções de Combustão Combustões Vivas: Nas combustões vivas há formação de chama. Ex:   A combustão do gás butano no fogão Butano (g) + Oxigénio (g) -> Dióxido de carbono(g) + Água(g)  
  10. 11. Classificação das Reacções de Combustão   Ex: Explosão da dinamite. Combustões Explosivas: As combustões explosivas ocorrem com formação de chama e um enorme estrondo.
  11. 12. EXERCÍCIOS (A) sódio (s) + oxigénio (g)  óxido de sódio (s) (B) enxofre (s) + oxigénio (g)  dióxido de enxofre (s) 1 Considere os esquemas de palavras que descrevem reacções químicas: a) Identifique o tipo de reacção química descrito por (A) e (B). b) Refira para cada reacção química os reagentes e os produtos da reacção. c) Identifique para cada reacção química o comburente e o combustível.
  12. 13. EXERCÍCIOS cobre (s) + oxigénio (g)  óxido de cobre (s) Faça a leitura do esquema de palavras. 2 As figuras seguintes mostram a combustão do magnésio num copo rico em oxigénio. a) Classifique o tipo de combustão. b) Escreva o esquema de palavras que traduz esta combustão. c) Identifique o combustível e o comburente. 3 Considere a seguinte equação de palavras:
  13. 14. Reacções de Ácido-Base Ácidos <ul><li>substâncias que dissolvidas em água originam soluções aquosas ácidas. </li></ul>Bases <ul><li>substâncias que dissolvidas em água originam soluções aquosas básicas ou alcalinas. </li></ul>Soluções Neutras <ul><li>são soluções que não apresentam carácter ácido nem básico. </li></ul><ul><li>Exemplos: leite, água destilada e água com sal. </li></ul>
  14. 15. Reacções de Ácido-Base Soluções ácidas, básicas e neutras Quando uma substância se dissolve em água, forma-se uma mistura homogénea que se designa por solução aquosa . As soluções aquosas podem ser <ul><li>Ácidas </li></ul><ul><li>Básicas (ou Alcalinas) </li></ul><ul><li>Neutras </li></ul>
  15. 16. Soluções aquosas ácidas As soluções aquosas ácidas contêm substâncias dissolvidas chamadas ácidos . Exemplos de ácidos Ácido Fórmico Ácido Cítrico Ácido Málico Ácido Fosfórico Ácido Acético Ácido Tartárico
  16. 17. Exemplos de substâncias que contém ácidos Soluções Ácidas <ul><li>Algumas propriedades: </li></ul><ul><li>têm sabor azedo; </li></ul><ul><li>reagem com os metais; </li></ul><ul><li>conduzem a corrente eléctrica. </li></ul>
  17. 18. Soluções aquosas básicas (ou alcalinas) As soluções aquosas básicas contêm substâncias dissolvidas chamadas bases . Exemplos de ácidos Hidróxido de magnésio Hidróxido de sódio Hidróxido de amónio Bicarbonato de sódio
  18. 19. Exemplos de substâncias que contém bases Soluções Básicas <ul><li>Algumas propriedades: </li></ul><ul><li>têm sabor amargo; </li></ul><ul><li>conduzem a corrente eléctrica; </li></ul><ul><li>são escorregadias. </li></ul>
  19. 20. EXERCÍCIOS A - têm sabor azedo; B - tornam carmim a fenolftaleína; C - conduzem a corrente eléctrica; D - avermelham o azul de tornesol; E - têm sabor amargo; 1- Soluções ácidas 2 - Soluções básicas A - Soda cáustica B - Vinagre C - Limão D - Maçã E - Formigas F - Cal apagada 1 - ácido cítrico 2 - ácido fórmico 3 - hidróxido de sódio 4 - ácido acético 5 - hidróxido de cálcio 6 - ácido málico 1 Recorda as características das soluções ácidas e básicas e faz a associação correspondente . 2 Faz a correspondência correcta entre as duas colunas .
  20. 21. Indicadores de ácido-base <ul><li>solução alcoólica de fenolftaleína (incolor); </li></ul><ul><li>tintura azul tornesol (azul arroxeado). </li></ul>Exemplos Indicadores designam-se às substâncias que, em contacto com soluções ácidas ou básicas, mudam de cor, sendo por isso, utilizadas para indicar o carácter ácido ou básico de uma solução. Indicadores Solução ácida Solução neutra Solução básica Solução alcoólica de fenolftaleína Incolor Incolor carmim Tintura azul de tornesol vermelho azul arroxeado azul arroxeado
  21. 22. A solução alcoólica de fenolftaleína é incolor Na presença de soluções básicas toma a cor carmim A tintura azul de tornesol é azul arroxeada Na presença de soluções ácidas toma a cor vermelha
  22. 23. O Indicador Universal Indicadores de ácido-base Indicador Universal é uma mistura de vários indicadores, uns naturais outros sintéticos. Apresenta-se quer em solução (a) , quer impregnado em papel (b) , apresentando uma grande variedade de cores consoante a acidez ou basicidade da solução. A gama de cores varia desde o vermelho até ao azul-violeta, passando pelo alaranjado, amarelo, verde, azul e anil, que vêm registadas na embalagem, bem como os valores de pH que lhes correspondem.
  23. 24. Indicadores de ácido-base Extracto de couve roxa Extracto de brócolos Extracto de pétalas de rosa Chá preto Vinho tinto Indicadores de ácido-base caseiros Para além dos indicadores utilizados em laboratório, podemos recorrer a determinadas substâncias que temos em casa para produzir indicadores.
  24. 25. A Escala de pH Há soluções básicas, como a lixívia, com diferentes graus de basicidade . O limão e a laranja possuem ácido cítrico; daí dizemos que são frutos ácidos. Mas serão igualmente ácidos? Um golo de cerveja tem sabor amargo. A cerveja é uma solução ácida. Mas, no mercado há cervejas menos ácidas que outras. Têm diferentes graus de acidez .
  25. 26. A Escala de pH Para determinar quantitativamente a acidez ou a basicidade de um solução os químicos conceberam uma escala numérica que varia entre 0 e 14 - Escala de pH. Esta escala destina-se a soluções pouco concentradas e à temperatura de 25 ºC.
  26. 27. O pH na vida quotidiana A Escala de pH Na indústria <ul><li>aspirina: pH = 8 </li></ul><ul><li>cerveja: pH = 5 </li></ul><ul><li>cosméticos: pH = 7 </li></ul>Na agricultura <ul><li>cultura da batata: </li></ul><ul><li>5,0  pH do solo  5,7 </li></ul><ul><li>para boa vinha: </li></ul><ul><li>5,4  pH do solo  6,8 </li></ul>Na vida humana <ul><li>no sangue: 7,38  pH  7,52 </li></ul><ul><li>na urina: 4,5  pH  8 </li></ul>
  27. 28. A cor da hortênsias depende do pH do solo onde estão plantadas. Se o solo for ácido a cor é rosa Se o solo for básico a cor é azul
  28. 29. A Escala de pH
  29. 30. EXERCÍCIOS
  30. 31. EXERCÍCIOS
  31. 32. Reacções de ácido-base Por que razão a dor provocada pela picada de abelha é atenuada, por exemplo, com bicarbonato de sódio? Por que será que, quando se come em demasia, se recorre muitas vezes aos antiácidos? Por que se trata, por vezes, o solo com hidróxido de cálcio?
  32. 33. ácido (aq) + base (aq)  sal (aq) + água (l) Reacções de ácido-base Reacção de àcido-base . Designa-se à reacção entre um ácido e uma base em solução aquosa Ao adicionar uma solução básica ( ácida ) a uma solução ácida ( básica ), o pH desta solução aumenta ( diminui ). A reacção entre ácidos e bases origina um sal e água . De um modo geral :
  33. 34. Quando a reacção entre um ácido e uma base estiver completa Reacções de ácido-base é o sal que determina o pH da solução resultante. Propriedades dos sais O sal pode ter o carácter químico: - ácido - neutro  Reacção de Neutralização . - básico <ul><li>têm sabor salgado; </li></ul><ul><li>muitos são solúveis em água; </li></ul><ul><li>são constituídos por iões; </li></ul><ul><li>conduzem a corrente eléctrica quando fundidos ou em solução aquosa. </li></ul>
  34. 35. Exemplos de reacções de ácido-base Mnemónica para escrever o nome do sal formado: Terminação do nome do ácido O sal vai buscar o seu nome ao ácido e à base Terminação da primeira palavra do nome do sal B ico P ato O s so Cabr ito Fre drico Esp eto Ácido clorí drico + Hidróxido de sódio  Clor eto de sódio + Água Ácido sulfúr ico + Hidróxido de cálcio  Sulf ato de cálcio + Água Ácido nitr oso + Hidróxido de potássio  Nitr ito de potássio + Água
  35. 36. A água do mar é salgada devido aos diversos sais que nela se encontram “dissolvidos” em percentagens diferentes, sendo o cloreto de sódio o mais abundante. Solubilidade e Precipitação de Sais Nem todos os sais são muito solúveis em água. Mas será que todos os sais são solúveis em água? ? Reacção de precipitação - reacção que ocorre com a formação de um sal insolúvel (precipitado). Designa-se por precipitado ao sal pouco solúvel que se forma.
  36. 37. Tabela de solubilidade Sais Solubilidade Algumas excepções Cloretos Solúveis AgCl, PbCl 2 , MgCl 2 Sulfatos Solúveis PbSO 4 , BaSO 4 , CaSO 4 Nitratos Solúveis -------- Iodetos Solúveis AgI, PbI 2 Carbonatos Pouco Solúveis Na 2 CO 3 , K 2 CO 3 Fosfatos Pouco Solúveis Na 3 PO 4 , K 2 PO 4
  37. 38. Reacções de Precipitação Iodeto de potássio (aq) + Nitrato de chumbo (aq)  Iodeto de chumbo (s) + Nitrato de potássio (aq) Soluções de sais solúveis Precipitado Solução de sal solúvel
  38. 40. As á guas em circula ç ão subterrânea acabam por ficar saturadas em bicarbonato de c á lcio . A á gua saturada em bicarbonato que circula acima do n í vel duma gruta, ao alcan ç ar essa gruta sofre uma brusca diminui ç ão de pressão . Como se formam as Estalactites e as Estalagmites ? ? Tal leva à perda de di ó xido de carbono, donde resulta que parte do bicarbonato passa a carbonato de c á lcio . Este, sendo menos sol ú vel , precipita , o que geralmente acontece em saliências por onde a á gua pinga, originando as Estalactites . A cont í nua circula ç ão de á gua leva a que os pingos, ao ca í rem no fundo da gruta, tendem uma vez mais, a precipitar o carbonato, levando à forma ç ão das Estalagmites .
  39. 41. EXERCÍCIOS
  40. 42. EXERCÍCIOS <ul><li>Considera um tubo de ensaio A contendo uma solução de pH 3, um tubo B contendo uma solução de pH 12 e um tubo C com uma solução de pH 7. </li></ul><ul><li>A B </li></ul><ul><li>C </li></ul><ul><li>Indica o carácter químico da solução A e B respectivamente. </li></ul><ul><li>b) Explica como variaria o pH da solução B se lhe adicionasses, </li></ul><ul><li>progressivamente, a solução A. </li></ul>
  41. 43. EXERCÍCIOS Consultando uma tabela de solubilidade (no teu livro ou caderno), classifica quanto à solubilidade os seguintes sais: A - cloreto de potássio; C - sulfato de bário; B - carbonato de cálcio; D - cloreto de amónio; C - iodeto de chumbo. E - iodeto de magnésio; Escreve a equação química que traduz a seguinte reacção de precipitação: - Formação de iodeto de chumbo a partir de iodeto de potássio e nitrato de chumbo.
  42. 44. <ul><li>Considera os seguintes esquemas químicos incompletos: </li></ul><ul><li>A - Pb(NO 3 ) 2 (aq) + NaCl (aq)  __________ (s) + __________ (aq) </li></ul><ul><li>B - AgNO 3 (aq) + NaCl (aq)  __________ (s) + __________ (aq) </li></ul><ul><li>C - Na 2 CO 3 (aq) + CaCl 2 (aq)  __________ (s) + __________ (aq) </li></ul><ul><li>Completa os esquemas de forma a constituírem equações químicas. </li></ul><ul><li>b) Escreve as equações químicas representando apenas os iões que intervêm na reacção. </li></ul><ul><li>c) Identifica os sais precipitados. </li></ul>EXERCÍCIOS

×