adalberto and ronaldo

866 visualizações

Publicada em

Dear Dr Cougoulic .

Thanks again to listen , I hope we could do a lot of work together
Best Regards
Adalberto

Publicada em: Imóveis
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
866
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

adalberto and ronaldo

  1. 1. Monografia Adesão óssea aos nanocristais de dióxido de titânio: Uma evidência de biocompatibilidade e osseointegração 07/10/11 Ronaldo José de Almeida Especialização em Implantodontia ABO-UNINGÁ
  2. 2. Almeida, RJ Introdução Branemark 1969 Drexler 1986 Feynman 1959 Per-Ingvar Branemark Richard Phillips Feynman Kin Eric Drexler
  3. 3. Almeida, RJ Introdução nano Mundo
  4. 4. Almeida, RJ Introdução “ A nano tecnologia tem contribuído de forma signficativa na indústria brasileira” Protetor solar, Produtos esportivos, Tecidos, Cosmédicos, Automóveis, medicamentos, etc. Áreas: Energia, Agropecuária, Naval, Siderurgia, Odontológica , microeletrônica, diagnóstico e prevenção de doenças Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial - 2011
  5. 5. Almeida, RJ Introdução nano tecnologia Habilidade de manipulação de átomos na escala compreendida entre 0,1 e 100 nm, com o objetivo de criar estruturas maiores fundamentamente com uma nova organização estrutural e, normalmente com fins comerciais ASTM E2456 American Society for Testing and Materials
  6. 6. Almeida, RJ Introdução 1-OLED (Diodo Orgânico Emissor de Luz) 2-Filme Fotovoltaico que converte luz em eletricidade 3-Revestimento para janelas com UV, resistentes à riscos 4-Tecidos resistentes à Manchas e com controle de temperatura 5-Roupas inteligentes que medem pulso e respiração 6-Estruturatubular leve e muito resistente 7-Articulação de coxa feita de material biocompatível 8-Tintas com nanopartículas para prevenir corrosão 9-Vidro termocromático para regular a luz 10-Camadas magnéticas para memórias compactas 11-Céluas combustíveis de nanotubos de carbono 12-Implante auricular nano-engenheirado nano tecnologia no cotidiano
  7. 7. Almeida, RJ Introdução Qualidade De vida
  8. 8. Almeida, RJ Introdução Caracterização por AFM Caracterização por MO Teste de Biocompatibilidade Caracterização por DRX e Raman Síntese por via úmida e Sinterização
  9. 9. nano Biomateriais Revisão
  10. 10. Almeida, RJ Revisão de Literatura 1892 Dressman utilizou pela primeira vez o gesso Paris (CaSO 4 . 1 / 2 H 2 O) em cavidades ósseas. 1953 Urist et al descrevem sobre a osteogênese de contato, substituição e a evidência da formação óssea por indução 1956 Nikulin et al comparam defeitos ósseos preenchidos com gesso Paris e descartam sua indicação como substituto ósseo.
  11. 11. Almeida, RJ Revisão de Literatura 1981 Albrektsson et al descrevem 06 requisitos para assegurar a osseointegração e reforçam as evidências que existe uma adesão de natureza química entre o óxido de titânio e o tecido ósseo. 1983 Branemark et al acreditam que o sucesso dos implantes é definido pelo selamento biológico do tecido gengival e pela capacidade de osseointegração, caracterizada por MEV e MET. 1981 Adel et al relataram o sucesso da terapia com implantes de titânio em 15 anos de acompanhamento logitudual. Sugerem uma potencial capacidade de adesão entre o óxido e o tecido ósseo.
  12. 12. Almeida, RJ Revisão de Literatura 1983 1983 Albrektsson avaliou o fenômeno da osseointegração através da caracterização por MET e MEV e concluiu que que não é o metal que se liga ao osso, mas sim a camada de 10nm de TiO 2 . Parsegian afirma que após a instalação do implante a primeira biomolécula que se deposita em sua superfície é H 2 O e que uma série de reações e interações bioquímicas se seguem. 1983 Kasemo relata que em meios fisiológicos a camada de TiO 2 é altamente protetora e afirma que é possível que não exista contato entre o metal e o osso, mas entre a camadao óxido formada.
  13. 13. Almeida, RJ Revisão de Literatura 2011 2010 Tapash et al comprovam que íons metálicos são liberados apartir do implante e têm sido detectados nos tecidos próximos aos implantes de titânio, sendo causa da periimplantite. 2011 Branemark ressalta que compreensão da osseointegração deve ser compreendida do ponto de vista do Paciente, do meio Biológico , Biomecânico e do Biofísico microscópico e nanometrico. Makihira sugere que os íons Ti são em parte responsáveis pela infiltração de monócitos na cavidade oral e podem estar envolvidos na citotoxicidade e inflamação na interface do tecido gengival.
  14. 14. Material e Métodos Almeida, RJ
  15. 15. Dióxido de titânio Apresenta-se em 3 fases Anatase Rutilo Bruquita O titânio foi descoberto em 1791 por William Gregor Titânio comercialmente puro, ASTM F-67 Liga de titânio 6Al 4V, ASTM F-136 Célula Unitária Tetragonal Almeida, RJ
  16. 16. Síntese de TiO 2 Isopropóxido de Titânio IV Ácido Cítrico monohidratado Etileno Glicol Almeida, RJ
  17. 17. Almeida, RJ Caracterização Espectroscopia micro-Raman - UNB
  18. 18. Almeida, RJ
  19. 19. Almeida, RJ Difratometria de Raios X - UFU Caracterização
  20. 20. Através do Difratograma de Raio-X de nossa amostra concluímos que nosso material é o TiO 2 em fase anatase e rutilo, é cristalino, possui um tamanho medio de 21 nm, e estrutura de célula unitária tetragonal. Material e métodos ε hkl = K λ Β f cos θ ε = Tamanho médio (A) K = Fator Forma λ = Comprimento onda (A) Β f = Largura linha (rad) Θ = Ângulo difração (rad) Eq de Scherrer Almeida, RJ
  21. 21. Material e Métodos A B C D E Tricotomia e desinfecção Anestesia Loja óssea Posicionamento implantes Brocas e copo de teflon SPANGBERG em 1969 Almeida, RJ Metodologia aprovada pela FDI em 1980
  22. 22. Material e Métodos Almeida, RJ Pasta de TiO 2 com solução salina estéril
  23. 23. Material e Métodos Almeida, RJ Anestesia com relaxante muscular Via: intramuscular Dose: 0 ,6 ml -cloridrato de quetamina- 100mg/ml com cloridrato de Xilazina à 2% - 0,6 mg/ml . (2:1)
  24. 24. Material e Métodos Almeida, RJ Tricotomia pré-operatória
  25. 25. Material e Métodos Almeida, RJ Aprovado pelo Comitê de Ética na Utilização de Animais
  26. 26. Material e Métodos Almeida, RJ Desinfecção pré-operatória extra-oral Desinfecção Iodopolividona à 10% com gaze estéril
  27. 27. Material e Métodos Almeida, RJ Anestesia infiltrativa na mucosa sinfisária Anestesia Cloridrato de lidocaína 0,2% com epinefrina (1:100.000)
  28. 28. Material e Métodos Almeida, RJ Incisão reta com bisturi cirúrgico - Lâmina 15c
  29. 29. Material e Métodos Almeida, RJ Perfuração com brocas especiais – (2mm:2mm)
  30. 30. Material e Métodos Almeida, RJ Visão das duas perfurações
  31. 31. Material e Métodos Almeida, RJ Implantes de Teflon instalados e carregados com TiO 2
  32. 32. Material e Métodos Almeida, RJ Sutura com fio de monofilamento de nylon 5.0
  33. 33. Material e Métodos Processamento Histológico: Almeida, RJ Processamento Parafina Cassete Micrótomo Captura Lâmina Eosina Lamínula Hematoxilina
  34. 34. 05 Cobaias para cada material testado , em cada tempo experimental Espécimes N =10 N =10 Tempo experimental 30 dias 90 dias Implante intra-ósseo em cobaias Guinea-Pig nano Biomateriais Material e Métodos
  35. 35. Avaliação Histológica Qualitativa At. osteoclástica Reabsorção material Necrose Células Inflamatória Degeneração de células Vasos e nervos Suave Moderada Intensa Metodologia definida pela F ederação D entária I nternacional e aceito internacionalmente Material e Métodos Almeida, RJ
  36. 36. Resultados Almeida, RJ
  37. 37. nano Biomateriais Histológico de 30 dias
  38. 39. nano Biomateriais Resultados Avaliação histológica do implante de TiO 2 aos 30 dias
  39. 40. Osso novo Osso nano TiO 2 Teflon C 2 F 4 Resultados Avaliação histológica do implante de TiO 2 aos 30 dias Almeida, RJ
  40. 41. Teflon C 2 F 4 nano TiO 2 Almeida, RJ
  41. 42. Histológico de 90 dias Almeida, RJ
  42. 44. Resultados Almeida, RJ
  43. 45. Resultados Almeida, RJ
  44. 46. Resultados Almeida, RJ
  45. 47. Caracterização Almeida, RJ Microscopia de Força Atômica- UFU
  46. 48. Resultados Almeida, RJ
  47. 49. Resultados Almeida, RJ Osso neoformado nano TiO 2 DRX
  48. 50. Resultados Almeida, RJ
  49. 51. Tabulação dos dados Almeida, RJ
  50. 52. Material e Método Almeida, RJ FDI Critérios Aceitável Biocompatível OK
  51. 53. Resultados 30 Dias 90 Dias Almeida, RJ
  52. 54. nano Biomateriais Discussão Observamos em nossa investigação: Íntima aposição óssea de osso neoformado e reformado em congruência com as fixações, incluindo as irregularidades de sua superfície. Na análise por microscopia ótica percebemos a não interposição de tecido conjuntivo fibroso Conexão estrutural, funcional e direta , capaz de suportar cargas funcionais normais sem iniciar um mecanismo de rejeição. Per-Ingvar Brånemark ALBREKTSSON, T. et al Direct bone anchorage os oral implants: clinical and experimental considerations of the concept of osseointegration. Int. J. Prosth. 3(1) (1990) 30 – 41 Osseointegração
  53. 55. É possível que não exista o contato direto entre o titânio e os tecidos , mas entre os tecidos e a camada de óxido anteriormente formada. KASEMO, em 1983 Discussão TiO 2 B. Kasemo, Biocompatibility of titanium implants: Surface science aspects The Journal of Prosthetic Dentistry, Volume 49, Issue 6, June 1983, Pages 832-837 Almeida, RJ
  54. 56. Resumo Almeida, RJ Raman Composição DRX Estrutura e tamanho MO Tipos celulares - micrométrico AFM Superfície - nanométrica
  55. 57. Conclusão Biológica Do ponto de vista biológico Não foi observado nenhum potencial de agressividade. O material é Biocompatível , segundo a FDI. De acordo com os nossos resultados O material testado pode ser classificado como um biomaterial Biomaterial Almeida, RJ Osseointegração Evidenciamos A osseointegração tanto ao nível da microscopia ótica quanto ao nível da Microscopia de Força atômica
  56. 58. Almeida, RJ
  57. 59. Obrigado ! Ronaldo José de Almeida Mestre e Especialista em Implantodontia 07/10/11 [email_address]

×