Processador é o local onde a informação entra para serprocessada e depois guardada.O processador não passa de um chip colo...
O processador, também conhecido como CPU, é a peçafundamental dos computadores. Levou décadas para que chegássemos aos mod...
Os primeiros computadores, anteriores à década de 50,possuíam uma diferença considerável, comparados com oscomputadores de...
Em 1945, a ideia de uma unidade central de processamentocapaz de executar diversas tarefas foi publicada por John VonNeuma...
Durante a década de 50, a organização interna doscomputadores começou a ser repensada. Esse foi o momentoem que os process...
No início da década de 60, a IBM desenvolveu uma novaabordagem: planeou uma família de computadores quepoderiam executar o...
Nos modelos apresentados em cima, os processadoresainda não eram compostos por uma unidade central, maspor módulos interco...
Com o sucesso do 4004, a Intel desenvolveu o processador8008, em 1972. Esse era um CPU de 8 bits, combarramento externo de...
A arquitectura x86, lançada em meados da década de 70, ainda servecomo base para boa parte dos computadores actuais, o pri...
Como o nome sugere, a x86-32 é arquitectura x86 de 32 bits,utilizada até hoje em muitos computadores. Podemos dizer que,co...
As CPUs 80386 e 80486, lançadas entre o meio e o fim dadécada de 80, trabalhavam com clocks que iam de 33 MHz a100 MHz, re...
Processador
Processador
Processador
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Processador

3.476 visualizações

Publicada em

trabalho sobre os processadores

Publicada em: Educação
2 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.476
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
117
Comentários
2
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Processador

  1. 1. Processador é o local onde a informação entra para serprocessada e depois guardada.O processador não passa de um chip colocado na placa mãe masimportante para o funcionamento do computador este chip namaioria dos casos está colocado debaixo da ventoinha dearrefecimento.
  2. 2. O processador, também conhecido como CPU, é a peçafundamental dos computadores. Levou décadas para que chegássemos aos modelosactuais de processadores. Na verdade, demorámos algunsanos para chegar também à ideia que temos hoje uma CPUfuncional. Antes, os softwares não eram compatíveis comtodos os modelos de computador, já que eles eramdesenvolvidos especificamente para cada máquina.
  3. 3. Os primeiros computadores, anteriores à década de 50,possuíam uma diferença considerável, comparados com oscomputadores de hoje: eles não eram capazes de armazenarprogramas. Alguns deles, como o ENIAC, que teve o seudesenvolvimento iniciado em 1943, tinham inicialmente o planode armazenamento de softwares em seu interior. Dessa forma,o ENIAC tinha que ser modificado, fisicamente cada vez queuma tarefa diferente fosse executada. Cabos deveriam serreposicionados, chaves ligadas ou desligadas e um novoprograma ser carregado. Era dessa forma que oprocessamento era realizado.
  4. 4. Em 1945, a ideia de uma unidade central de processamentocapaz de executar diversas tarefas foi publicada por John VonNeumann. Chamado de EDVAC, o projecto desse computadorfoi finalizado em 1949. Essa é a origem dos primeiros modelos“primitivos” de processadores da forma como os conhecemos.Além disso, o EDVAC e outros computadores, como o Mark I, daUniversidade de Harvard, marcam o início da era doscomputadores modernos, capazes de armazenar programas.
  5. 5. Durante a década de 50, a organização interna doscomputadores começou a ser repensada. Esse foi o momentoem que os processadores começaram a ganharfuncionalidades básicas, como registadores deíndices, operandos de imediatos e detecção de operadores inválidos.
  6. 6. No início da década de 60, a IBM desenvolveu uma novaabordagem: planeou uma família de computadores quepoderiam executar o mesmo software, com poder deprocessamento e preços diferentes. Com isso, os programasnão seriam mais dependentes de máquinas, mascompatíveis entre todos esses modelos.Para colocar isso em prática, a IBM acabou criando umcomputador virtual conhecido como System/360, ousimplesmente S/360. Podemos pensar nesse sistema comoum conjunto de instruções e capacidades que todos oscomputadores da família S/360 teriam em comum.
  7. 7. Nos modelos apresentados em cima, os processadoresainda não eram compostos por uma unidade central, maspor módulos interconectados entre si. Foi só no início dadécada de 70 que surgiram as CPU’s desenvolvidastotalmente em circuitos integrados e num único chip desilício. O Intel 4004 foi o primeiro microprocessador a serlançado, em 1971. Sendo desenvolvido para o uso emcalculadoras, essa CPU operava com o clock máximo de740 KHz e podia calcular até 92 mil instruções porsegundo, ou seja, cada instrução gastava cerca de 11micro-segundos.
  8. 8. Com o sucesso do 4004, a Intel desenvolveu o processador8008, em 1972. Esse era um CPU de 8 bits, combarramento externo de 14 bits e capaz de endereçar 16 KBde memória. O seu clock trabalhava na frequência máximade 0,8 MHz.Esse modelo foi substituído, em 1974, pelo Intel 8080, queapesar de ainda ser um processador de 8 bits, podiaexecutar, com algumas limitações, operações de 16 bits. O8080 foi desenvolvido, originalmente, para controlar mísseisguiados. Tinha clock limite de 2 MHz, um valor muito altopara a época, era capaz de realizar centenas de milhares deoperações por segundo e de endereçar até 64 KB dememória.
  9. 9. A arquitectura x86, lançada em meados da década de 70, ainda servecomo base para boa parte dos computadores actuais, o primeiroprocessador que aproveitou todo o seu potencial foi o Intel 8086, de 1978.Pela primeira vez, a velocidade do clock alcançava 5 MHz, utilizandoinstruções reais de 16 bits. O nome "x86" veio do facto de que o nome dosprocessadores que vieram depois do Intel 8086 também terminavam em"86".Ainda no mesmo ano, foi lançado o 8088, sucessor que possuíabarramento externo de 8 bits, porém, com registadores de 16 bits e faixade endereçamento de 1 MB, como no 8086. Esse foi o chip utilizado noIBM PC original. Nos anos seguintes, a Intel desenvolveu os modelos80186 e 80188, criados para serem usados com sistemasembarcados. Em 1982, a capacidade de processamento chegou aopatamar de 6 e 8 MHz, com o Intel 80286. Posteriormente, as empresasAMD e Harris Corporation conseguiram romper essa barreira, chegando a25 MHz.
  10. 10. Como o nome sugere, a x86-32 é arquitectura x86 de 32 bits,utilizada até hoje em muitos computadores. Podemos dizer que,com excepção de processadores de 64 bits e aqueles dearquitectura ARM, todos os outros existentes ainda hoje sãoherdeiros das características dessa geração.
  11. 11. As CPUs 80386 e 80486, lançadas entre o meio e o fim dadécada de 80, trabalhavam com clocks que iam de 33 MHz a100 MHz, respectivamente. O 80386 permitiu que váriosprogramas utilizassem o processador de forma cooperativa,através do escalonamento de tarefas. Já o 80486 foi o primeiroa usar o mecanismo de pipeline, permitindo que mais de umainstrução fossem executadas ao mesmo tempo.

×