Unidade 6 8ºano

1.258 visualizações

Publicada em

0 comentários
4 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.258
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
128
Comentários
0
Gostaram
4
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Unidade 6 8ºano

  1. 1. Unidade 6 A independência do Brasil e o Primeiro Reinado
  2. 2. TEMA1 -O BRASILSOBREASREGRASDO PACTO COLONIAL A independência do Brasil esta ligada ao um momento histórico das Américas em que várias colônias se revoltaram contra o domínio das metrópoles europeias. Principalmente inspirados pela independência dos Estado Unidos e pelas ideias iluministas francesas. PRINCIPAIS FATORES DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL. • Independência dos EUA. • Revolução Francesa e ideais iluministas. • Conflito de interesses entre as elites agrárias e as regras do pacto colonial. REGRAS DO PACTO COLONIAL. • Exclusivismo comercial metropolitano. Garantir o máximo de riqueza e lucro para a metrópole. Produtos transportado apenas em navios Portugueses.
  3. 3. O AUMENTO DA OPRESSÃO METROPOLITANA • Proibição do comércio da colônia com navios estrangeiros. • Navios da colônia só podiam ancorar em Portos Portugueses. • Navios estrangeiros apenas em frotas oficiais. A ERA POMBALINA Administração do Marques de Pombal (Ministro de estado dos negócios da marinha e dos domínios ultramarinos ) • Recuperar a economia de Portugal. Modernizar Portugal. • Coincidiu com a diminuição de ouro no Brasil. Exclusivismo comercial metropolitano. Conflito de interesses entre as elites agrárias e as regras do pacto colonial. TEMA1-OBRASILSOBREASREGRASDOPACTO COLONIAL
  4. 4. MEDIDAS TOMADAS POR POMBAL Criação de várias medidas para reorganizar a administração colonial. • Cobrança anual de 100 arrobas de ouro. • Criação de companhias comerciais com o monopólio do comércio e da navegação na colonial. • Transferência da capital de Salvador para o Rio de Janeiro. As medidas possibilitaram o aumento da produção e enriquecimento de muitos produtores. Criação da Real Mesa Censória (responsável pela censura de livros hereges) Proibição da língua geral, obrigando o uso da língua Portuguesa TEMA1-OBRASILSOBREASREGRASDOPACTO COLONIAL
  5. 5. A METROPOLE AMPLIA O CONTROLE • Incapaz de impedir a crise do domínio colonial o contrabando de produtos industrializados . • A Inglaterra percebeu no pacto colonial um obstáculo para a expansão do mercado. • A metrópole então amplia o controle, proibindo o comércio com outros países e fechando as manufaturas de tecidos . • A intenção era enquadrar o país as rígidas regras do pacto. TEMA1-OBRASILSOBREASREGRASDOPACTO COLONIAL
  6. 6. O CENÁRIO DA REVOLTA EM MINAS • Na segunda metade do século XVIII, a extração do ouro entrou em declínio, atrasando assim os impostos e colocando os contratadores em dificuldades. A CONJURAÇÃO MINEIRA Chegada a região das Minas Gerais do Visconde de Barbacena. (1788) • Ampliar o controle da coroa sobre a região. • Cumprir a cobrança dos imposto de 100 arrobas anuais. • Exclusivismo comercial metropolitano. • Cobrança dos impostos atrasados. • Influenciada pela Independência dos EUA e ideais iluministas (igualdade e liberdade). TEMA2–A CRISEDO ANTIGOSISTEMA COLONIAL
  7. 7. TEMA3 –OBASILSETORNASEDEDOREINODE PORTUGAL A vinda da família Real para o Brasil
  8. 8. TEMA3 –OBRASILSETORNASEDEDOREINODEPORTUGAL Fugindo dos exércitos napoleônicos e escoltada pela guarda inglesa, a corte portuguesa mudou-se para o Brasil. No início do século 19, a Europa vivia uma grave crise política e militar. De um lado, o grande exército francês de Napoleão Bonaparte domina o continente, do outro a Inglaterra dominava os mares. Em outubro de 1807, negociações secretas entre o reino Português e Britânico acertaram a transferência da família real ao Brasil, escoltada pela esquadra inglesa. No dia 29 de novembro, a família real, acompanhada de aproximadamente 10 mil pessoas, partiu do Porto de Belém, em Lisboa, com destino ao Brasil. Nos navios, partiram também joias, louças, mapas, arquivos oficiais e moedas. Na pressa, pratarias valiosas e caixotes de livros da Real Biblioteca foram esquecidos no porto, e só foram trazidos alguns anos depois.
  9. 9. A abertura dos portos de 1808 No dia 24 de janeiro de 1808, a nau que conduzia o príncipe regente, D. João atracou em Salvador, a antiga capital da colônia. Pela primeira vez, uma família real europeia pisava em solo americano, para aqui se instalar. Dias depois, D. João assinou o decreto que abriu os portos ao comércio com as nações amigas. A medida resultou tanto de negociações com a Inglaterra quanto da necessidade da abastecer a nova sede do reino com mercadorias europeias. Para o Brasil significou o térmi - no do exclusivo comercial metro- politano, e o primeiro passo rumo a Independência.

×