Slides aviva, ó senhor, a tua obra

1.681 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.681
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
57
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Slides aviva, ó senhor, a tua obra

  1. 1. MOVIMENTO PENTECOSTALAS DOUTRINAS DA NOSSA FÉLição 13Aviva, Ó Senhor,A Tua Obra!Prof. Abdias BarretoJunho/2011Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  2. 2. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!Texto ÁureoPorque derramarei água sobre o sedento etorrentes, sobre a terra seca; derramarei o meuEspírito sobre a tua posteridade e a minhabênção, sobre os teus descendentes. Is 44.3Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  3. 3. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!Verdade PráticaO Avivamento só é possível quando a Igreja deCristo se volta ao estudo sistemático e à obediênciaincondicional da Bíblia Sagrada.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  4. 4. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!IntroduçãoDa mesma forma como Deus avivou seu povodurante toda à historia, promovendo assim umarestauração do que havia se corrompido, tambémdeseja que hoje sua Igreja vivencie um AUTENTICOAVIVAMENTO, não por meio de sentimentos eemoções fúteis e efêmeras mas por meio doensinamento de sua palavra.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  5. 5. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!I. BUSCANDO O AVIVAMENTO Avivamento. [De avivar + -mento.] S. m. Ato ou efeito de avivar(-se). Retorno de Algo à sua verdadeira natureza e propósito.1- O Livro da lei é encontrado. Hilquías encontrou o Livro da Lei que se havia perdido. 2ª Cr 34.8-17.Josias constrangido, ajuntou o povo a fim de que ouvisse a palavra deDeus e arrependidos, renovassem o seu concerto com O SENHOR.2ª Cr 34.29-332- Quando a palavra de Deus é ensinada. O Avivamento no tempo de Esdras também teve inicio com a voltaincondicional de todos ao estudo e à obediência a Palavra de Deus Ed7.10.3- Os Frutos do Avivamento. Restauração Moral e Espiritual. Ne 8.12-18. Estudo da Palavra, oração, adoração, confissão de pecados. Ne 8.1-18. Veja At 2.42. Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  6. 6. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!HilquiasO Senhor é a minha porção. 1. O pai de Eliaquim, oficial deEzequias (2 Rs 18.18). 2. Sumo sacerdote no reinado de Josias, rei deJudá (2 Rs 22.4). Os notáveis acontecimentos que ocorreram durantea sua vida sacerdotal, tornaram-no superior a outros sacerdotes. Eleauxiliou a grande reforma de Josias, e a celebração da Páscoa emconformidade com a vontade do rei, e descobriu no templo o livro daLei de Moisés (1 Cr 6.13; 2 Cr 34.14; Ne 11.11). 3. Um levita (1 Cr 6.45).4. Outro levita (1 Cr 26.11). 5 Um sacerdote contemporâneo de Esdras (Ne8.4; 12.7,21). 6. Pai de Jeremias (Jr 1.1). 7. Pai de Gemarias (Jr 29.13).Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  7. 7. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!JOSIASFilho de Amom, rei de Judá, e Jedida, filha de Adaías.Começou a reinar com apenas oito anos de idade em reinou emJerusalém por trinta e um anos. Rei piedoso, durante seu governoprocurou fazer tudo de acordo com a Lei do Senhor, foi temente e fielao seu Deus, por esse motivo seu governo foi de paz.Reinado - 640 à 609 aC.Narrativas - 2º-Re 21.26; 22.1-7; 23.1-30; 2º-Cr 33.25; 34.1-33; 35.1-2.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  8. 8. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!JOSIASContudo a profetisa Hulda, profetisa grandes males para o povo deJudá por causa dos pecados de seus pais.Josias permaneceu nos conselhos do seu Deus e manda purificaro templo do Senhor e queimar tudo que era usado nos cultos aBaal, destituiu os sacerdotes que sacrificavam aos deuses, e eliminou deJudá todo e qualquer lugar de idolatria; eliminou também osfeiticeiros, médiuns e toda abominação com a qual o povo de Judá haviase contaminado; deu ordem para que celebrassem a Páscoa.Reinado - 640 à 609 aC.Narrativas - 2º-Re 21.26; 22.1-7; 23.1-30; 2º-Cr 33.25; 34.1-33; 35.1-2.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  9. 9. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!JOSIASJá no fim do seu reinado, o faraó Neco foi lutar contra os medos ebabilônios, atravessando o território israelita, Josias saiu contra os egípciosem Megido, apesar de ser alertado pelo faraó a não fazer isso, Josias nãoatendeu e foi mortalmente ferido por Neco.Foi sepultado em Jerusalém com seus pais. O profeta Jeremiascompôs uma bela elegia, a qual durante muito tempo era cantada ourecitada todos os anos. Em seu lugar reinou seu filho Jeoacaz.Reinado - 640 à 609 aC.Narrativas - 2º-Re 21.26; 22.1-7; 23.1-30; 2º-Cr 33.25; 34.1-33; 35.1-2.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  10. 10. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!EsdrasEsdras “Aquele que ajuda, Ajudador, Auxiliador” é onome de um personagem da tradição judaico-cristã queliderou o segundo grupo de retorno de israelitas queretornaram de Babilónia em 457 a.C. Descendente de Arão oprimeiro sumo-sacerdote de Israel, Esdras era escriba (copistada Lei.) entendido na Lei de Moisés.Alguns estudiosos lhe imputam a autoria do Livro deEsdras e do Livro de Crônicas e que foi ele que compilou oAntigo Testamento.Esdras foi contemporâneo de Neemias.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  11. 11. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!NeemiasA quem o Senhor conforta. O filho deHacalias, da tribo de Judá, e provavelmente da casade Davi. Nada se sabe de Neemias, a não ser o quese acha no seu livro.Aparece pela primeira vez em Susã, o principalpalácio dos reis da Pérsia, onde exercia o cargo decopeiro de Artaxerxes Longímano. 445 aC.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  12. 12. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!II. O CLAMOR DO PROFETA HABACUQUE. Deus sempre preserva um remanescente fiel que não se dobra diantedas ameaças e heresias impostas pelo inimigo do seu povo.1- Um homem preocupado com o estado espiritual de seu povo. Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto daoliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhassejam arrebatadas do aprisco, e nos currais não haja gado, todavia, eume alegro no Senhor, e exulto no Deus da minha salvação.2- A restauração virá. Em seu coração, havia a plena certeza de que um remanescente fielnão haveria de perecer na babilônia.3- O avivamento gera mudança de vida. Era preciso confissão e abandono dos pecados, para que viessem a sereconciliar com o Senhor.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  13. 13. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!III. É TEMPO DE BUSCAR A FACE DE DEUS. Buscar não de qualquer maneira, mas segundo a orientação Bíblica.Jr 29.13; Jo 5. 39; Mt 22. 29.1- Buscando e conhecendo a Deus. Muitos por estarem interessados apenas em posições, riquezas esentimentos fúteis, buscam a Deus por meios ilícitos e profanos quegeram crentes desobedientes e fanáticos.2- Consagrando-se e entregando-se a Deus. Deus não esta interessado em nossos bens, mas em que atendamospronta e plenamente as reinvindicações de sua palavra.3- Confessando e abandonando os pecados. Mostra-nos a Bíblia que grandes avivamentos tiveram lugar na historialogo após o abandono do pecado e praticas reprováveis, e um retornoimediato ao ESTUDO DA PALAVRA DE DEUS.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.
  14. 14. AVIVA, Ó SENHOR, A TUA OBRA!CONSIDERAÇOES FINAISOuvi, Senhor, a tua palavra e temi; aviva, ó Senhor,a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos a notifica;na ira lembra-te da misericórdia. Hc 3.2.Que nós possamos nos entregarmos nas mãos deDeus para que por meio de nós Ele possa promover umgrande avivamento em nossos dias, como fez por meiode Josias, Esdras, Neemias, Habacuque e muitos outros.
  15. 15. ASSUNTO DO PRÓXIMO TRIMESTREA MISSÃO INTEGRAL DA IGREJAPorque o reino de Deus está entre vós!Obrigado!!!O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhorfaça resplandecer o seu rosto sobre ti e tenhamisericórdia de ti; o Senhor sobre ti levante o seurosto e te dê a paz. Nm 6.24-26.Prof. Abdias Barreto.CAPP-Centro Apologético Plenitude da Palavra.

×