Escultura romana

22.882 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
20 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
22.882
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
20
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Escultura romana

  1. 1. ESCULTURA ROMANA
  2. 2. Escultura Misto das características gregas e etruscas na elaboração da escultura romana:  dos etruscos, a fidelidade dos traços da pessoa retratada
  3. 3. Retrato etrusco A escultura etrusca
  4. 4. Escultura  ►Misto das características gregas e etruscas na elaboração da escultura romana:  dos etruscos, a fidelidade dos traços da pessoa retratada  dos gregos, a beleza humana idealizada. Policleto, O Doríforo
  5. 5. Escultura A preocupação da escultura romana era a de identificar com facilidade a figura retratada.  Formas: esculturas de corpo inteiro, bustos e relevos 
  6. 6. RETRATO Durante a República
  7. 7. Imagines maiorum Máscaras de cera dos seus mortos ilustres, que depois eram conservados nos altares de culto doméstico (os Penates) Estátua do patrício Barberini, 30 a.c.
  8. 8.  Retrato normalmente em forma de busto  Reprodução fiel do modelo: características, defeitos, marcas do tempo, sentimentos
  9. 9. Império Retratos idealizados
  10. 10. Imperador Claudio Imperador Octavio Cesar a.c., o retrato sofreu a influência do ideal Por volta do século I Augusto helénico, sobretudo no retrato oficial
  11. 11. Como o imperdor se tornava um deus após a sua morte, a sua representação tornou-se mais idealizada, mais divina, mas também mais grave, de modo a ser admirado e respeitado. Imperador Octavio Pormenor da estátua-retrato de Augusto como Pontífice Máximo Imperador Claudio Os retratos eram o reflexo do poder imperial e um elemento de unificação do território
  12. 12. Retratos realistas Imperador Caracala Imperador Trajano A partir da época dos Flávios, os retratos tornaram-se mais realistas, acentuando-se o seu carácter fotográfico
  13. 13. sécs. IV e V Constantino
  14. 14. Estátua equestre
  15. 15. As estátuas equestres eram dedicadas aos imperadores e aos chefes políticos e tinham objetivos comemorativos e políticos. Caracterizam-se pelo realismo, enfatizando a descrição da personalidade sobretudo nos olhos e na expressão do olhar. Estátua equestre de Marco Aurélio, c. 176
  16. 16. Relevos
  17. 17. ALTO RELEVO Subordinado à arquitetura, teve fins ornamentais, comemorativos e narrativos ou históricos ( relatos da vida dos homens ou da História de Roma).
  18. 18. Detalhe de cena de recrutamento militar do exército romano na Trajano Coluna de
  19. 19. Estela funerária Altar Ara Pacis Sarcófago romano, século III Arco de Constantino
  20. 20. Técnica de narração: cenas contínuas em que a figura principal se encontra repetida; as figuras secundárias são colocadas em planos mais recuados.
  21. 21. Decoração dos sarcófagos: • Inicialmente apenas com um medalhão com o retrato do defunto; • Depois, exuberantemente decorados, com cenas mitológicas e representações da vida do morto
  22. 22. Arca com decoração na face principal alusiva às quatro estações do ano, tendo gravado a meio do friso o retrato do tumulado, num medalhão sustentado por duas vitórias aladas, ladeadas pelos génios das estações.
  23. 23. Nos extremos do friso há um pastor tocando flauta de Pan e dois jovens pisando uvas numa dorna.
  24. 24. A peça exibe um valor escultórico de pendor clássico, com disposição das figuras em friso, perfiladas e trajando vestes à romana.
  25. 25. Tem um sentido religioso, envolto em respeito pelo mistério da vida eterna: a evocação do culto de Baco (ou Dionísio para os gregos), através dos símbolos de vindimas e lagares, sugere os prazeres de uma vida além-túmulo.
  26. 26. Altar Ara Pacis • Elementos gregos: meandros e bucrânios (1) em folhas de acanto; gosto pela idealização, proporção e perfeição • Elementos romanos:sentido descritivo e preocupação em individualizar as personagens (1) Motivo ornamental em forma de caveira bovina
  27. 27. Grego Romano Estrutura Templos para glorificar os deuses Prédios cívicos (fórum, termas) em honra do Império Paredes De blocos de pedra Concreto e fachada ornamental Formas típicas Retângulos, linhas retas Círculos, linhas curvas Sistemas de suporte Pilar e lintel Arco redondo, abóbadas Estilo de coluna Dórica , Jônica, Coríntia Toscana e Compósita Escultura Deuses e deusas idealizados Seres humanos realísticos, autoridades idealizadas Pintura Figuras estilizadas flutuando no espaço Imagens realísticas com perspectiva Temas da arte Mitologia Líderes cívicos, triunfo militar

×