Arte em Portugal finais seculo xix

11.047 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
11.047
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.009
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Arte em Portugal finais seculo xix

  1. 1. A conjuntura na segunda metade do século XIX   Regeneração (1851) +  Crise económico-financeira de 1889-1892 +  Ditadura de João Franco (1907) +  Regicídio (1908) +  Implantação da República (1910)
  2. 2. A conjuntura na segunda metade do século XIX   Atraso económico, social e cultural de Portugal  Falta de originalidade e de inovação  Conservadorismo  Neoclassicismo e Romantismo perduraram +  Atraso na chegada das novas correntes artísticas
  3. 3. A pintura na segunda metade do século XIX  Sobrevivência do Naturalismo até meados do século XX António Carvalho da Silva Porto (1850-94), Cancela Vermelha, c. 1879, óleo sobre madeira
  4. 4. A pintura na segunda metade do século XIX  Sobrevivência do Naturalismo até meados do século XX António Carvalho da Silva Porto (1850-94), Guardando o Rebanho, c. 1893, óleo sobre tela
  5. 5. A pintura na segunda metade do século XIX  Sobrevivência do Naturalismo até meados do século XX Marques Oliveira (1853-1927), Costureiras trabalhando ou Interiores, 1884, óleo sobre tela
  6. 6. A pintura na segunda metade do século XIX - Bolseiros da Academia Portuenseem França- Influências: “Escola” de Barbizon,realismo, impressionismo- Professores nas Academias deLisboa e Porto
  7. 7. A pintura na segunda metade do século XIX José Malhoa (1855-1933), O Fado, 1910 José Malhoa, Os Bêbados ou festejando o S. Martinho, 1907
  8. 8.  José Malhoa (1855-1933), Conversa com oJosé Malhoa (1855-1933), Clara, 1918 vizinho, 1927
  9. 9. A pintura na segunda metade do século XIX  - Cenas de género, de caráter sentimental e popular - Cronista da vida citadina da pequena burguesia - Cunho de ingenuidade e otimismo - Algumas obras com nítidas influências do ImpressionismoJosé Malhoa (1855-1933), Praia das Maçãs, 1918
  10. 10. A pintura na segunda metade do século XIX  - Linha do horizonte muito alta - Tema: quotidiano do campo - Influências do realismo Sousa Pinto, Macieira Partida pelo Temporal, 1883
  11. 11. A pintura na segunda metade do século XIX  - Quadros de pequeno tamanho - Composições rigorosas e personalizadas - Influenciado pelo Naturalismo e, por vezes, pelo Impressionismo Pousão (1859-1884), Cecília, 1882
  12. 12. A pintura na segunda metade do século XIX  - Retratista da pequena burguesia lisboeta (retrato psicológico) - Gosto pelo anedótico e pitoresco (próximo da caricatura) - Preferência por temas sociais, captadas em interiores e terminadas no atelier Columbano Bordalo Pinheiro (1857-1929), Retrato de Antero de Quental, 1889
  13. 13. A escultura na segunda metade do século XIX  - Naturalismo - Compromisso entre o classicismo académico e a liberdade temática e expressiva Soares dos Reis, O Desterrado, 1871-75
  14. 14. A escultura na segunda metade do século XIX - Fundador do Centro Artístico Portuense- Professor na Academia Portuense de Belas-Artes- Sensibilidade estética próxima do Romantismo (capacidade de fixar na pedra os sentimentos humanos)- Influências clássicas nas técnicas e na composição Soares dos Reis, O Desterrado, 1871-75
  15. 15. A escultura na segunda metade do século XIX  - Introdutor do Naturalismo na Academia de Belas-Artes de Lisboa - Convivência do Naturalismo com o Classicismo e até com o Realismo José Simões de Almeida, Malmequer, 1872
  16. 16. A escultura na segunda metade do século XIX  - Temáticas: obras religiosas; crianças - Retratista invulgar: evidencia o carácter dos retratadosTeixeira Lopes, Caim, 1889 Teixeira Lopes, A Viúva, 1893

×