Gestão de resultados gelopar

373 visualizações

Publicada em

O que é uma gestão de resultados, processo e ferramentas.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
373
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gestão de resultados gelopar

  1. 1. 27/08 – ANTÓNIO ALBANO B MOREIRA GESTÃO DE RESULTADOS
  2. 2. QUEM SOU EU? • Eng. e Administração; • Pós em Gestão Estratégica; • Executivo Sênior Multinacionais; • Professor presencial e EAD; • Consultor Gestão, Mídias sociais; • www.formarnaweb.com; • www.antonioabmoreira.com.br; • Cinema e fotografia; • Facebook: antonioabmoreira.
  3. 3. •Importância; •Processo de gestão; • Metas e resultados; • Uso de ferramentas; •Excelência. ALGUNS PONTOS
  4. 4. O QUE É ESSA TAL DE GESTÃO
  5. 5. PROCESSO OU RESULTADO?
  6. 6. • Alocar recursos para atingir resultados; • Organizar com um propósito; • Fazer as coisas acontecerem; • Conhecimento em resultado. GESTÃO
  7. 7. É Resultado, Resultado, Resultado ...
  8. 8. Então, gestão é ... A melhor forma de organizar as pessoas e recursos para maximizar a produtividade, a inovação, a geração de valor (resultado).
  9. 9. Humm ......
  10. 10. O profissional ?  Criatividade;  Adaptabilidade;  Resiliência;  Conhecimento e voltado para prática;  Foco em metas;  Resolução de problemas;  Tomada de decisão;  Espírito de equipe;  Busca de oportunidades. Situação para o profissional
  11. 11. Cenário atual • Globalização dos negócios e em crise; • Complexidade e volume das variáveis em jogo; • Grande volume de dados; • Disponibilidades de inúmeras informações; • Decisões rápidas; • Inconstância dos mercados; • Complexidade das organizações • O cliente é mutante e infiel; • Crescimento dos concorrentes; • Análise complexa – questões impossíveis de se prever. RESULTADO Situção para as empresas
  12. 12. Números da mortalidade Em 2 anos – 49,4 % Em 3 anos – 56,4 % Em 4 anos – 59,9 % De 60 a 70%
  13. 13. Custo social do fechamento das empresas SP
  14. 14. GESTÃO DE RESULTADOS
  15. 15. GESTÃO DE RESULTADOS
  16. 16. Uma viagem ao futuro e volta Presente Futuro Objetivos Necessidades Tomada de decisões
  17. 17. Planejamento Processo de estabelecer e gerir as melhores etapas e recursos necessários para atingir determinadas metas e objetivos
  18. 18. COMO ESTABELECER METAS ESPECÍFICAS MENSURÁVEIS ALCANÇÁVEIS REALIZADORAS TEMPORIZADAS
  19. 19. GERIR• Mãe Dinah • MacGyver
  20. 20. E BRINCAR DE LEGO E COMER SALAME
  21. 21. QUAL A TÉCNICA
  22. 22. FUNDAMENTOS DA EXCELÊNCIA
  23. 23. Critérios de Excelência na Gestão 1. Pensamento sistêmico 2. Cultura de inovação 3. Geração de valor (resultado e cliente) 4. Orientação por processos e informações 5. Conhecimento sobre o cliente e mercado 6. Aprendizado organizacional 7. Liderança e constância de propósitos 8. Visão do futuro 9. Valorização das pessoas 10. Desenvolvimento de parcerias 11. Responsabilidade ética e social
  24. 24. Processo de Gestão Tomada de decisão que leve ao resultado desejado. Mais valor para a empresa através de mais valor para o cliente.
  25. 25. + Lucratividade + Rentabilidade + % de Mercado A Gestão É achar soluções mais criativas e diferentes que os concorrentes nas circunstâncias restritivas dos mercados atuais. Mais valor por real. RESULTADO!
  26. 26. Estrutura e Fluxo da decisão + Lucratividade + Rentabilidade + % de MercadoINDICADORES METAS LUCRATIVIDADE : CUSTO, EFICÁCIA, DESPERDÍCIO, ETC. FLUXO DE RESULTADOS
  27. 27. FERRAMENTAS
  28. 28. • ISHIKAWA - 7 Ferramentas Estatísticas para o Controle da Qualidade: – Folha de Verificação – Estratificação – Diagrama de Causa e Efeito – Diagrama de Pareto – Histograma – Diagrama de Dispersão – Gráfico de Controle FERRAMENTAS DE GESTÃO
  29. 29. OUTRAS FERRAMENTAS • PDCA para resolução de problemas; • Brainstorm; • 5W4H. OUTRAS FERRAMENTAS
  30. 30. PARETTO • 20 % das atividades representam 80% dos resultados esperados!!
  31. 31. DIAGRAMA DE PARETO É um gráfico de barras construído a partir de coletas de dados utilizando-se uma lista de verificação. Pode ser empregado quando se deseja priorizar problemas relativos a um determinado assunto. No eixo horizontal está a descrição dos eventos. Nos eixos verticais direito e esquerdo, mostram, respectivamente, o número das ocorrências e o percentual.
  32. 32. Ex.: reclamações dos clientes de uma pequena rede de varejo ao SAC, durante o mês de janeiro/2006. a b c d e freqüência absoluta freqüência relativa 100 %200 60
  33. 33. Yshikawa
  34. 34. 5W4H
  35. 35. H - HOW How – como How much – Custo How Many – Quantos How measure -Como medir Ferramenta de Gestão 5w4h
  36. 36. Limite sup. de especificação Limite sup. de controle Média Limite inf. de controle Limite inf. de especificação CARTAS DE CONTROLE
  37. 37. COMO MEDIR
  38. 38. Indicadores são dados ou informações, preferencialmente numéricos, que representam um determinado fenômeno e que são utilizados para medir um processo ou seus resultados. Podem ser obtidos durante a realização de um processo ou ao seu final. INDICADORES DE DESEMPENHO
  39. 39. INDICADORES DE DESEMPENHO ÍNDICE- é o valor numérico do indicador (relação matemática), num determinado momento. METAS – são os índices arbitrados para os indicadores, a serem alcançados num determinado período de tempo. São pontos ou posições a serem atingidas no futuro. - As metas se constituem em propulsores da gestão, pois gerenciar consiste em desenvolver ações, visando atingir METAS. - Uma meta possui três componentes: OBJETIVO, VALOR e PRAZO. Ex: reduzir o número de ocorrências em 50% até o final do ano. Componentes do Indicador
  40. 40. INDICADORES DE DESEMPENHO ÍNDICADORES ESTRATÉGICOS– informam o “quanto” a organização se encontra na direção da consecução de sua visão. Refletem o desempenho em relação aos fatores críticos para o êxito. Tipos de Indicadores ÍNDICADORES DE PRODUTIVIDADE– medem a proporção de recursos consumidos com relação às saídas dos processos (EFICIÊNCIA). permitem uma avaliação do esforço empregado para gerar os produtos e serviços. Devem andar lado a lado com os de Qualidad.e Ex: Investimento(R$) por projeto= Montante investido(R$)/Projetos implementados)
  41. 41. INDICADORES DE DESEMPENHO Tipos de Indicadores ÍNDICADORES DE CAPACIDADE– Medem a capacidade de resposta de um processo através da relação entre saídas produzidas por unidade de tempo. Ex: Capacidade de atendimento=No de atendimento/mês ÍNDICADORES DE QUALIDADE– focam as medidas de satisfação dos clientes e as características do produto/serviço (EFICÁCIA). medem como o produto ou serviço é percebido pelos usuários e a capacidade do processo em atender os requisitos desses usuários. Podem ser aplicados para a organização como um todo, para um processo ou para uma área Ex: Indice de entrega no prazo = No de produtos entregues no prazo/Total de produtos entregues
  42. 42. INDICADORES DE DESEMPENHO Requisitos dos Indicadores  DISPONIBILIDADE – Facilidade de acesso para coleta, estando disponível a tempo;  SIMPLICIDADE – Facilidade de ser compreendido;  BAIXO CUSTO DE OBTENÇÃO;  ADAPTABILIDADE - Capacidade de resposta às mudanças;  ESTABILIDADE – Permanência no tempo, permitindo a formação de série histórica;  RASTREABILIDADE – Facilidade de identificação da origem dos dados, seu registro e manutenção;  REPRESENTATIVIDADE – Atender às etapas críticas dos processos, serem importantes e abrangentes.
  43. 43. E AGORA
  44. 44. A MESMA SEMENTE
  45. 45. Bonsais ou Sequóias
  46. 46. Deus dá a todos uma estrela, Uns fazem da estrela um Sol, Outros nem conseguem vê-la! Helena Kolody PARA REFLETIR ...
  47. 47. http://www.antonioabmoreira.com.br antonio albano moreira @antonioabmoreira antonio@antonioabmoreira.com.br
  48. 48. OBRIGADO SUCESSO!!

×